CAPÍTULO 6 A ATUAÇÃO DO BIBLIOTECÁRIO NO CONTEXTO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Grupo: Aline Bataglia Gabriela Cafruni Iara C...
6.1. SOCIEDADE DE INFORMAÇÃO: ASPECTOS HISTÓRICOS E CONCEITUAIS <ul><li>O crescimento (proporção geométrica) da literatura...
<ul><li>O espaço de população desta sociedade não é mais o da fábrica ou do escritório, mas o conjunto de meios é antes de...
<ul><li>INFORMATION SUPERHIGHWAY ou super-rodovia da informação  </li></ul><ul><ul><li>Proposta e tentativa de construção ...
<ul><li>Cinco novas tecnologias têm-se destacado: </li></ul><ul><ul><li>Digitalização e Dados – envio rápido, forma barata...
Mudanças sociais provocadas pela sociedade de informação: memória, computação e controle. Isso aumenta a capacidade humana...
6.2. SOCIEDADE DE INFORMAÇÃO: ASPECTOS DA TRANSFORMAÇÃO <ul><li>De acordo com Botelho, 1994, na sociedade de informação oc...
<ul><li>A base dessa transformação é que o setor informacional é intensivo em conhecimento, porém não o é em mão de obra  ...
<ul><li>Assim a informação adquire valor econômico, pois tem como ponto de partida que a informação gera produção científi...
<ul><li>A informação pode ser vista como elemento de poder, observando-se claramente a questão da informação para a domina...
6.3. SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO: A FUNÇÃO DA BIBLIOTECA E DO BIBLIOTECÁRIO <ul><li>Funções da Biblioteca: </li></ul><ul><ul><...
<ul><li>Funções do Bibliotecário </li></ul><ul><ul><li>Gerenciar todos os processos decorrentes das funções da biblioteca ...
<ul><li>Na prática os termos básicos (formação e desenvolvimento das coleções, dinamização da informação e gerenciamento) ...
<ul><li>Acesso nem sempre será gratuito as informações em formato digital e/ou online. </li></ul><ul><li>O tamanho do acer...
<ul><li>Bibliotecário será especialista em hiperligações para mapear os recursos informacionais externos. </li></ul><ul><l...
<ul><li>Periódicos cada vez mais eletrônicos por meio de CD-ROM, método que vem sofrendo  transformações mais rápidas e ma...
<ul><li>Contexto da Função Dinamização da Informação: </li></ul><ul><ul><li>Capacitar os usuários para utilizar serviços e...
<ul><li>Nesse sentido temos: </li></ul><ul><ul><li>Tutoriais baseadas em computadores; </li></ul></ul><ul><ul><li>Serviços...
<ul><li>VOCÊS ACHAM QUE DIANTE DESSAS MUDANÇAS NÃO HAVERÁ MERCADO DE TRABALHO PARA NÓS BIBLIOTECÁRIOS? </li></ul>
<ul><li>O gerenciamento e o aspecto criativo do trabalho do bibliotecário no contexto da sociedade da informação caracteri...
<ul><li>O bibliotecário da sociedade da informação  ainda  não existe, ele será construído por nós que convivemos com esta...
<ul><li>“  Esta é a postura que nos garantirá espaço social e profissional na sociedade do presente e do futuro, ou melhor...
<ul><li>OBRIGADA! </li></ul>
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Seminário lu'

629 views

Published on

Seminário realizado na aula de Fundamentos de biblioteconomia e ciencia da informação, no dia 29/05/2010, pelo grupo Aline, Gabriela, Iara e Marcela.

Published in: Education, Business, Technology
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Meninas,
    O livro: Ciência da informação e Biblioteconomia: novos caminhos e espaços de atuação, apresenta um conjunto de informações importantes para o futuro profissional da informação e vocês fizeram um trabalho de sistematização!
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
629
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Seminário lu'

  1. 1. CAPÍTULO 6 A ATUAÇÃO DO BIBLIOTECÁRIO NO CONTEXTO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Grupo: Aline Bataglia Gabriela Cafruni Iara Costa Marcela Belli Eliany Alvarenga Araújo Guilherme Athayde Dias
  2. 2. 6.1. SOCIEDADE DE INFORMAÇÃO: ASPECTOS HISTÓRICOS E CONCEITUAIS <ul><li>O crescimento (proporção geométrica) da literatura científica a partir do século XIX e a explosão bibliográfico após a Segunda Guerra Mundial </li></ul><ul><li>A etapa do desenvolvimento da sociedade que se caracteriza pela abundância de informação organizada </li></ul>
  3. 3. <ul><li>O espaço de população desta sociedade não é mais o da fábrica ou do escritório, mas o conjunto de meios é antes de tudo um conjunto de informações científicas e tecnológicas difundidas de forma rápida e interativa. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>INFORMATION SUPERHIGHWAY ou super-rodovia da informação </li></ul><ul><ul><li>Proposta e tentativa de construção </li></ul></ul><ul><ul><li>Será uma rede formada de cabos telefônicos de fibra ótica que, uma vez conectado a supercomputadores, será capaz de produzir e difundir imagens, sons e dados em altíssima velocidade. </li></ul></ul>
  5. 5. <ul><li>Cinco novas tecnologias têm-se destacado: </li></ul><ul><ul><li>Digitalização e Dados – envio rápido, forma barata e segura </li></ul></ul><ul><ul><li>Processamento Paralelo – execução simultânea de trabalho por vários computadores </li></ul></ul><ul><ul><li>ATM – tecnologia que transmite, com enorme velocidade, grandes quantidades de informação </li></ul></ul><ul><ul><li>Fibras Óticas </li></ul></ul><ul><ul><li>Decodificadores Digitais </li></ul></ul>
  6. 6. Mudanças sociais provocadas pela sociedade de informação: memória, computação e controle. Isso aumenta a capacidade humana de processar dados para produzir informação. PRÉ-INDUSTRIAL INDUSTRIAL PÓS-INDUSTROAL SETRORES Primário: caça, pesca, agricultura, extração Secundário: industrial Terciário: serviços, saúde, consumo, educação, pesquisa, comunicação TECNOLOGIA Matérias-primas Energia Informação Perspectiva Passado/ repetição Presente/ adaptação Futuro/ programação
  7. 7. 6.2. SOCIEDADE DE INFORMAÇÃO: ASPECTOS DA TRANSFORMAÇÃO <ul><li>De acordo com Botelho, 1994, na sociedade de informação ocorre uma transformação, provocando a mudança de enfoque em relação aos fatores de produção e desenvolvimento econômico. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>A base dessa transformação é que o setor informacional é intensivo em conhecimento, porém não o é em mão de obra </li></ul><ul><li>Entende-se essa transformação da seguinte maneira o valor agregado de conhecimento aumenta no passar do tempo e é incorporado ao bem, causando transformação industrial da matéria-prima pelo valor agregado. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Assim a informação adquire valor econômico, pois tem como ponto de partida que a informação gera produção científica e tecnológica. </li></ul><ul><li>A sociedade de informação se estrutura em bases, onde a teórica representa a substituição da produção literal pela informação e, as bases materiais que se convergem em um só ponto: o das Novas Tecnologias de Informação. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>A informação pode ser vista como elemento de poder, observando-se claramente a questão da informação para a dominação ou conscientização social, mas os profetas da sociedade não consideram o problema da sonegação e monopólio da informação. </li></ul><ul><li>Os autores estão mais preocupados com a capacitação do usuário de utilizar os instrumentos e serviços oferecidos pelas redes de comunicação eletrônicos, do que o acesso propriamente dito à essas. </li></ul>
  11. 11. 6.3. SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO: A FUNÇÃO DA BIBLIOTECA E DO BIBLIOTECÁRIO <ul><li>Funções da Biblioteca: </li></ul><ul><ul><li>Preservação dos registros e da informação </li></ul></ul><ul><ul><li>Organização da informação </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Catalogação </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Indexação </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Classificação </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Disseminação da informação </li></ul></ul>
  12. 12. <ul><li>Funções do Bibliotecário </li></ul><ul><ul><li>Gerenciar todos os processos decorrentes das funções da biblioteca ( slide anterior ) </li></ul></ul><ul><ul><li>Atuar como membro dinâmico da sociedade da informação </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Utiliza tecnologias </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Usuários em contato real com a sociedade da informação </li></ul></ul></ul>
  13. 13. <ul><li>Na prática os termos básicos (formação e desenvolvimento das coleções, dinamização da informação e gerenciamento) sofrerão impactos, pois a formação e desenvolvimento das coleções serão reduzidas e, passadas para formato digital. </li></ul><ul><li>Cunha (1999, p.260) “se as bibliotecas falharem em incorporar a responsabilidade de gerenciamento da informação armazenada em seus acervos e, mesmo fora destes, elas poderão ser substituídas por empresas comerciais provedoras de informação ou por intermediários da informação. “ </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Acesso nem sempre será gratuito as informações em formato digital e/ou online. </li></ul><ul><li>O tamanho do acervo deixa de ser importante pois o que deverá pesar serão as opções para acessar a informação solicitada. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Bibliotecário será especialista em hiperligações para mapear os recursos informacionais externos. </li></ul><ul><li>Isto implica em maior conhecimento em hardware e software. </li></ul><ul><li>Devido ao desenvolvimento das coleções temos que a catalogação e classificação necessitarão de novas regras, já criadas a partir de linguagens de marcação, tais como: Standard General Markup Languaje – SGML. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Periódicos cada vez mais eletrônicos por meio de CD-ROM, método que vem sofrendo transformações mais rápidas e mais radicais. </li></ul><ul><li>É possível que ainda fique um tempo em formato híbrido(impresso ou eletrônico), para depois serem somente eletrônicos devido ao fato econômico e a rapidez de acesso. </li></ul><ul><li>Através dos meios eletrônicos, universidades poderão voltar a fazer suas publicações sem precisar pagar para editoras, tendo controle sobre as publicações, sem sofrerem explorações por parte das editoras e tendo lucro. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>Contexto da Função Dinamização da Informação: </li></ul><ul><ul><li>Capacitar os usuários para utilizar serviços e produtos de informação oferecidos pela biblioteca; </li></ul></ul><ul><ul><li>Treinamento de usuários para a utilização de redes de comunicação eletrônica; </li></ul></ul><ul><ul><li>A biblioteca criará oportunidade de divulgação e uso dos seus próprios serviços e produtos da informação. </li></ul></ul>
  18. 18. <ul><li>Nesse sentido temos: </li></ul><ul><ul><li>Tutoriais baseadas em computadores; </li></ul></ul><ul><ul><li>Serviços de referência eletrônica através do uso intenso do e-mail; </li></ul></ul><ul><ul><li>Uso de vídeo conferência para troca de informações em tempo real; </li></ul></ul><ul><ul><li>Terá assim o ressurgimento dos serviços de disseminação seletiva da informação – DSI. </li></ul></ul>
  19. 19. <ul><li>VOCÊS ACHAM QUE DIANTE DESSAS MUDANÇAS NÃO HAVERÁ MERCADO DE TRABALHO PARA NÓS BIBLIOTECÁRIOS? </li></ul>
  20. 20. <ul><li>O gerenciamento e o aspecto criativo do trabalho do bibliotecário no contexto da sociedade da informação caracteriza-se pelo uso intensivo de informação e como consequência temos a produção de novos conhecimentos, por isso, o termo “sociedade inteligente” é usado como característica da sociedade da informação. </li></ul><ul><li>Atuar nesta área exige uma postura criativa , de renovação constante e de desafios para enfrentar os desafios diários. </li></ul><ul><li>Aos conhecimentos adquiridos no curso de biblioteconomia, o profissional deve agregar vários outros que devem ser procurados em outros cursos e campos de conhecimentos, à medida que houver necessidade. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>O bibliotecário da sociedade da informação ainda não existe, ele será construído por nós que convivemos com esta era transição e de mudanças radicais, através de ações criativas e proativas. </li></ul><ul><li>O desafio é grande e assusta vários profissionais da área da informação; porém, as possibilidades de crescimento e de renovação profissionais são imensas. </li></ul><ul><li>Devemos criar soluções criativas para a sociedade da informação. </li></ul>
  22. 22. <ul><li>“ Esta é a postura que nos garantirá espaço social e profissional na sociedade do presente e do futuro, ou melhor, na sociedade da informação .” (ARAÚJO, Eliany Alvarenga.Ciência da Informação e Biblioteconomia- Novos conteúdos e espaços de atuação.Cap.6) </li></ul>
  23. 23. <ul><li>OBRIGADA! </li></ul>

×