Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Manual microinformatica

1,013 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Manual microinformatica

  1. 1. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 1 MICROINFORMÁTICA Nível Inicial Manual do Formando Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com Alexandre Figueiredo 2004
  2. 2. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 2 Índice1. Arquitectura de Computadores 4 1.1. Hardware 4 1.1.1. Periféricos de Input 4 1.1.2. Periféricos de Output 4 1.1.3. Periféricos de Input/Output 4 1.2. Software 5 1.2.1. Sistema Operativo 5 1.2.2. Software Diverso 5 1.3. Memórias 5 1.3.1. ROM 5 1.3.2. RAM 5 1.3.3. Memória Secundária 62. Medidas de Informação 63. MS-DOS 7 3.1. Comandos para Ficheiros 7 3.2. Comandos para Directórios 7 3.3. Comandos de Unidades ou Sistema 8 3.4. Aplicativos e Utilitários do MS-DOS 84. Windows 95/98/98SE/ME/XP 10 4.1. Comandos e Opções 10 4.1.1. Janelas 10 4.1.2. Componentes 10 4.1.3. Rato 11 4.1.4. Não Esquecer que 12 4.2. Menu Iniciar 11 4.3. Todos os Programas 14 4.3.1. Acessórios 14 4.3.2. Arranque 18 4.3.3. Jogos 18 4.3.4. MSN Explorer 18 4.3.5. Windows Messenger 18 4.4. Janelas e Aplicativos do Windows 18 4.4.1. Painel de Controlo 18 4.5. Explorador do Windows 21 4.6. O Meu Computador 21 4.7. Reciclagem 22 Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  3. 3. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 35. Redes e Internet 23 5.1. Redes 23 5.2. Internet 23 5.3. Motores de Busca 24 5.4. Internet Explorer 25 5.4.1. Principais Comandos do Internet Explorer 266. Word 27 6.1. Principais Comandos e Menus do Word 28 6.1.1. Menu Ficheiro 28 6.1.2. Menu Editar 29 6.1.3. Menu Ver 30 6.1.4. Menu Inserir 31 6.1.5. Menu Formatar 34 6.1.6. Menu Ferramentas 35 6.1.7. Menu Tabela 37 6.1.8. Menu Janela 40 6.1.9. Menu Ajuda 40 6.2. Outros Comandos e/ou Atalhos 417. Excel 42 7.1. Algumas Questões a Ter em Consideração Acerca do Funcionamento do Excel 43 7.2. Bases de Dados 43 7.3. Menus do Excel 43 7.3.1. Menu Ficheiro 43 7.3.2. Menu Editar 45 7.3.3. Menu Ver 46 7.3.4. Menu Inserir 47 7.3.5. Menu Formatar 49 7.3.6. Menu Ferramentas 50 7.3.7. Menu Dados 52 7.3.8. Menu Janela 53 7.3.9. Menu Ajuda 54 ATENÇÃO O presente documento foi elaborado no sentido de servir como Manual de Apoio às Formações de Microinformática - Nível Inicial e é propriedade de Alexandre Figueiredo. A sua cópia, uso, reprodução, venda ou distribuição, por quaisquer meios manuais, automáticos, electrónicos ou digitais são proibidos, salvo com a expressa autorização do autor. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  4. 4. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 4 1. Arquitectura de Computadores Um computador, é constituído por duas partes distintas: 1.1. Hardware O hardware, é a parte física/palpável do computador. Fazem parte do hardware, a “tower”(torre) e respectivos periféricos internos (ex. placa de som, placa de vídeo, drive 3” ½, unidadede disco rígido, modem, unidades ópticas, etc.), o monitor, o teclado, o rato, a impressora, e osrestantes periféricos externos (ex. modem externo, CD-ROM externo, scanner, colunas, etc.). Ainda dentro do campo do hardware, podemos encontrar três tipos distintos de periféricos/dispositivos: 1.1.1. Periféricos de input: são todos aqueles que permitem a entrada de informaçãono computador, ou possibilitam ao utilizador dar ordens ao “sistema” (ex. teclado, rato, CD-ROM,scanner, etc.). 1.1.2. Periféricos de output: são todos aqueles que possibilitam a saída de informaçãodo computador, (ex. monitor – embora tenham aparecido recentemente no mercado monitoressensíveis ao toque, e por isso considerados periféricos de input/output, a verdade, é que o monitoré ainda considerado essencialmente como um dispositivo de output – impressora, placa de som,etc.). 1.1.3. Periféricos de input/output: são todos aqueles que permitem a entrada e saídade informação no computador (ex. drive 3” ½, unidade de disco rígido, placa de rede, CD-R,CD-RW, etc.). Nota: o funcionamento de todos estes dispositivos, é gerido pelo sistema operativo, eocorre no BUS, ao qual todos estão conectados. O BUS, é um dispositivo cuja função, é transportara informação dos periféricos para o processador ou vice-versa. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  5. 5. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 5 1.2. Software O software é, ao contrário do hardware, a parte não palpável do computador. O software éum conjunto de programas ou instruções que torna o hardware utilizável. No que diz respeito ao software, podemos encontrar múltiplos programas, com as maisvariadas funções e utilizações: 1.2.1. O sistema operativo, é o principal componente de software de um computador. É oresponsável por gerir o processador e as memórias principal e secundária. Possibilita o arranqueda máquina, e configura todos os periféricos. É ainda o responsável por gerir o tráfego no BUS, etem igualmente a função de criar um ambiente de trabalho (ex. MS-DOS, Windows 9x, Novell, Unix,etc.). 1.2.2. Podemos ainda encontrar para além dos sistemas operativos, múltiplos outros tiposde software, cada qual com a sua função, (ex. processador de texto – word; folha de cálculo – excel;base de dados – access; apresentação – powerpoint; design gráfico – autocad; etc.). 1.3. Memórias Existem dois tipos de memória: memória principal e memória secundária. A memória principal, é constituída pela ROM e pela RAM. 1.3.1. ROM – A ROM, (read only memory) é um conjunto de operações colocadas nocomputador pelo fabricante, e é responsável pelo teste aos principais dispositivos do computador(ex. disco rígido, RAM, processador, etc.) e pelo carregamento do sistema operativo. A ROM, podeser considerada como um software porque executa um conjunto de operações, embora não o sejatotalmente, porque é um dispositivo de hardware. É um dispositivo que apenas permite leitura deinformação. Mais recentemente a ROM ganhou propriedades de reescrita de informação, uma vezque o seu software passou a ser actualizável. 1.3.2. RAM – A RAM, (random access memory) é a memória auxiliar do processador.É uma memória de escrita, cuja velocidade de acesso se mede em nanossegundos. Apesar depermitir a escrita, a RAM é uma memória volátil, na medida em que de cada vez que se desliga ocomputador, esta é totalmente apagada. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  6. 6. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 6 1.3.3. A memória secundária, é constituída por dispositivos que permitem oarmazenamento permanente de informação (por isso não-volátil). Permitem ainda o acessoaos dados armazenados, a escrita e a destruição dessa mesma informação. São consideradosdispositivos de memória secundária todos os dispositivos que permitem o armazenamentopermanente dos dados (ex. disquetes, discos rígidos, CD’s –R e CD’s-RW, unidades ZIP, DVD’s,etc. ). No caso do disco rígido a velocidade de acesso mede-se em milissegundos. 2. Medidas de Informação A informação é medida em Bytes. O Byte, (que por necessidades óbvias que se prendemcom as crescentes quantidades de informação), à semelhança de todas as outras unidades demedida, tem também múltiplos e sub-múltiplos. Assim: 1 byte <=> 8 bits. 1 Kbyte <=> 1024 bytes <=> 1024x8 bits. 1 Mbyte <=> 1024 Kbytes <=> 1024x1024 bytes <=> 1024x1024x8 bits. 1 Gbyte <=> 1024 Mbytes <=> 1024x1024 Kbytes <=> 1024x1024x1024 bytes <=>1024x1024x1024x8 bits. 1 Terabyte <=> 1024 Gbytes <=> 1024x1024 Mbytes <=> 1024x1024x1024 Kbytes <=>1024x1024x1024x1024 bytes <=> 1024x1024x1024x1024x8bits.Nota: A linguagem em que o computador “comunica” éo digital (código binário de 0 e 1 com múltiplas combinações).O byte é constituído por uma sequência de 8 bits (umacombinação de 8 dígitos que podem ser 0 ou 1). Este sistemapermite, 256 combinações diferentes. A cada caracter de umtexto, corresponde uma determinada combinação de 0 e 1 (porexemplo, ao caracter [a] pode corresponder uma combinaçãodo género [01011010], e assim sucessivamente).(Ver quadro ao lado) Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  7. 7. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 7 3. MS–DOS O MS-DOS, é um dos sistemas operativos mais difundidos e conhecidos à escala mundial.Tem como fabricante a Microsoft, e é destinado ao sistema PC. Veremos em seguida apenasalguns dos seus comandos mais habituais, uma vez que actualmente o MS-DOS foi substituídopelo sistema operativo Windows, estando o seu uso confinado a uma aplicação deste novosoftware: 3.1. Comandos para Ficheiros del – (apagar) move – (mover) copy – (copiar) edit – (editar, ou modificar) type – (visualizar o conteúdo de determinado ficheiro) rename – (permite renomear um ficheiro) 3.2. Comandos para Directórios md – (criar um directório) cd – (mudar de directório) rd – (remover um directório) – apenas se aplica, a directórios vazios, sem ficheiros ousubdirectórios. deltree – (apaga uma árvore de directórios) – pode usar-se mesmo que o directório(s) não Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  8. 8. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 8se encontre(m) vazio(s). 3.3. Comandos de Unidades ou Sistema sys – (permite efectuar a transferência do sistema) format – (formata uma unidade) – Formatação – processo pelo qual se criam pistas numadada unidade. 3.4. Aplicativos e utilitários do MS-DOS Backup / Restore – (permite criar / restaurar cópias de segurança). Doskey – (aplicativo que guarda em memória todas as instruções dadas ao computador, eque podem ser recuperadas carregando sucessivamente em [ ^ ], até se encontrar a pretendida).Tecla F1 – (repete caractere acaractere a última instrução dada aocomputador).Tecla F2 – (repete palavra apalavra a última instrução dada aocomputador).Tecla F3 – (repete a totalidade daúltima instrução dada ao computador).Attrib +r – (permite proteger umficheiro ou directório contra os comandosDEL, ou gravação de alterações).Attrib -r – (anula a instruçãoattrib +r). Aspecto de janela de MS-Dos (Linha de Comandos) em versões Windows. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  9. 9. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 9 Attrib +h – (esconde um ficheiro ou directório). Attrib -h – (anula a instrução attrib +h). Wildcards – (podem igualmente ser utilizadas em ambiente windows) ????????.??? <=>*.* ( [?] ignora o caracter na posição em que se encontrar; [*] ignora todos os caracteres á direita. Undelete – (aplicativo que anula a acção DEL) – equivale à reciclagem do windows. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  10. 10. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 10 4. Windows 95/98/98 SE/ME/XP Os sistemas operativos baseados em Windows 95, constituem um tipo de sistemaoperativo, cujo ambiente de trabalho se baseia em janelas, e que sucede ao sistema operativoMS-DOS. O Windows 95 trouxe inúmeras inovações quando comparado com o MS-DOS, e umambiente de trabalho mais fácil de usar por utilizadores inexperientes. Em seguida vamos veralgumas das principais características do Windows 9x/ME/XP. 4.1. Comandos e opções do Windows 9x/ME/XP 4.1.1. Janelas Maximizar – expandir ao máximo a janela (1).Minimizar – ocultar a janela (apenas nos aparece umbotão activo na barra de tarefas, indicando que a aplicação estáactiva) (2).Restaurar – é o estado normal da janela (permiteredimendionar, ou mover) (3). Fechar – fecha a janela (4). 4.1.2. Componentes Barra de título (indica a aplicação actual – programa e ficheiro se for o caso) (5) . Barra de menus (abre menus descendentes, que por sua vez nos mostram várias opções)(6). Barras de ferramentas (constituídas por botões de atalho) (7). Barras de rolamento (permitem visualizar o restante conteúdo da janela, quando este édemasiado grande para ser mostrado num único ecrã) (8). Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  11. 11. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 11 Barra de estado (status bar) (9). Barra de tarefas – (permite alternar entre aplicações, e informa quais as aplicações activas)(10). 4.1.3. Rato Botão esquerdo (permite efectuar milhares de operações, apenas com um conjunto de trêsopções: Clic; duplo Clic; Clic + arrasto). Botão direito (abre um menu de atalhos sensível ao contexto). Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  12. 12. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 12 4.1.4. Não esquecer que: Em Windows 9x, um ficheiro pode ter de nome 256 caracteres, mais 3 de extensão. Em Windows 9x, um ficheiro designa-se por arquivo, e um directório por pasta. Um driver, é um software, fabricado pelo fabricante do hardware, e que permite establecera comunicação entre o periférico e o sistema operativo (todos os dispositivos de hardware têm umdriver; ex. placa de som, placa de video, scanner, impressora, monitor, CD-ROM, etc.). 4.2. Menu IniciarAtravés de clique com o botão do ladoesquerdo do rato (no local correspondente aobotão iniciar, ou premindo a tecla de atalho doteclado, o windows abre um menu ascendente,designado de INICIAR. É a partir deste menuque se tem acesso a todos os programasinstalados no computador, assim como à gestãodo sitema operativo, Painel de Controlo, entreoutras inúmeras funcionalidades.Do lado esquerdo deste menu (noWindows XP, visto que nas versões de Windowsanteriores o aspecto do Menu Iniciar erasemelhante à parte do lado direito), além dasopçóes de acesso à internet (atalho para oInternet Explorer) e de acesso ao OutlookExpress, seguem-se os itens e/ou programasmais frequentemente acedidos pelo utilizador.Esta lista poderá contudo ser omitida (seoptarmos por um esquema de visualizaçãoclássico), ou limpa se assim o desejarmos.Mais adiante veremos quais asoperações que podem ser realizadas/acedidasa partir do menu ‘Todos os Programas’.Do lado direito encontramos atalhos Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  13. 13. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 13para: Os Meus Documentos - permite aceder à pasta pessoal para onde, por predefinição, sãoremetidos os documentos criados pelo utilizador. Documentos Recentes - permite aceder aos documentos mais recentemente trabalhados. As Minhas Imagens - permite aceder à pasta de armazenamento das imagens. A Minha Música - permite aceder à pasta de armazenamento de ficheiros de música. O Meu Computador - abre uma janela a partir da qual é possível visualizar e aceder aquaisquer unidades, pastas ou ficheiros instalados no computador. Os Meus Locais na Rede - abre uma janela a partir da qual é possível aceder a locaispartilhados numa rede ou a outros computadores e/ou unidades de rede. Painel de Controlo - permite aceder ao painel de controlo a partir do qual se podeconfigurar o computador e a respectiva utilização do mesmo (mais adiante será analisado o seufuncionamento de modo mais detalhado). Impressoras e Faxes - abre uma janela a partir da qual é possível visualizar as impressorasinstaladas no computador e gerir as definições mais importantes das mesmas. Ajuda e Suporte - abre um aplicativo de ajuda. Procurar - permite localizar ficheiros gravados em qualquer das unidades físicas docomputador. Executar - permite executar um comando, ou instrução executável. A partir dos botões Mudar de Utilizador e Encerrar é possível mudar o utilizador docomputador (caso haja mais do que um utilizador do mesmo computador, sendo deste modopossível adequar as definições do Ambiente de Trabalho, a cada utilizador específico). Premindo obotão Encerrar pode-se: Suspender - suspende o funcionamento do computador, semelhante a hibernação. Desligar - desliga o computador. Reiniciar - reinicia o computador. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  14. 14. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 14 4.3. Todos os Programas A partir do Menu Todos os Programas é possível visualizar e executar qualquer dosprogramas instalados no computador. As opções mais frequentes deste menu e presentes porpredefinição no Windows, são: 4.3.1. Acessórios O sub-menu Acessórios permite aceder a um amplo conjunto de dispositvos, funcionalidadese utilitários complementares do Windows, tais como Jogos, Calculadora, Ferramentas de Sistema,etc.. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  15. 15. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 15Acessibilidade - A partir destemenu temos acesso a váriasfuncionalidades especificamentedesenvolvidas para utilizadoresportadores de deficiência física ousensorial. Deste modo, as opçõesexistentes são:Assistente de Acessibilidade,Gestor de Utilitários, Microsoft Magnifiere Teclado no Ecrã. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  16. 16. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 16 Comunicações A partir do sub-menu Comunicações é possível aceder, vizualizar e configurar as ligações do computador a diversas redes, quer se tratem de ligações à INTRANET ou à INTERNET. É ainda possível ligar a um Ambiente de Trabalho não fisicamente presente, assim como a outro computador através da opção Hyper Terminal.EntretenimentoEste utilitário permite aceder àsconfigurações e aos dispositivos dereprodução de Multimédia, tais como oWindows Media Player, a partir do qualse podem reproduzir CD, DVD, filmesem vários formatos ou música em váriosformatos. Através do Gravador de Audioé possivel gravar som e o Controlo deVolume possibilita essa mesma função. Ferramentas de Sistema A partir deste Menu é possível controlar importantes utilitários de gestão, manutenção e optimização do sistema: Assistente de Transferência de Definições e de Ficheiros - permite transferir definições de ambientes de trabalho e ficheiros de computadores antigos para a versão do Windows XP. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  17. 17. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 17 Cópias de Segurança - permite efectuar cópias de segurança de ficheiros do computadorpara uma unidade de armazenamento. Desfragmentador do Disco - permite desfragmentar ficheiros. Durante a operação, criaçãoe gestão de ficheiros, os seus fragmentos vão ficando espalhados pelo disco rígido, tornando aoperação do computador progressivamente mais lenta. Através deste utilitário é possível re-arranjaros fragmentos dos ficheiros, colocando-os em sectores contíguos, de modo a tornar mais célere ofuncionamento do sistema operativo nas operações que incidem sobre ficheiros. Informações de Sistema - indica ao utilizador as configurações mais avançadas decomputador, tais como alocação de periféricos na memória de acesso directo (DMA), ou osintervalos de utilização dos mesmos (IRQ). Fornece ainda múltiplas outras informações, tais como:o hardware instalado, os conflitos de hardware que possam eventualmente existir, as capacidadesdo computador, etc.. Limpeza do Disco - permite eliminar ficheiros antigos e/ou desnecessários que estão aocupar espaço em disco. Mapa de Caracteres - permite visualizar todos os caracteres disponíveis nas diferentesFontes (tipos de letra) instalados no computador. Restauro de Sistema - permite o restauro do sistema operativo para uma altura anterior.Este aplicativo é particularmente útil quando na instalação de novos dispositivos de hardware ounovos programas se causa inadvertidamente o mau funcionamento do computador ou erros nosistema operativo. Este processo totalmente reversível, permite a anulação das operações quecausaram danos no sistema operativo. Tarefas Agendadas - permite gerir e adicionar tarefas através da função de agendamento.Deste modo é possível por exemplo, programar o computador para que realize uma procura devírus às segundas-feiras às 18.00 horas, ou para que às sextas desfragmente o disco, ou aindapara que remova ficheiros desnecessários todas as terças e sábados. Bloco de Notas - permite a visualização do conteúdo de ficheiros de texto (*.txt, *.ini, *.inf,etc.). Calculadora - apresenta dois modos: Padrão e Científica. Permite a realização deoperações de cálculo. Explorador do Windows - atalho para este utilitário . Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  18. 18. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 18 Linha de Comandos - permite a simulação de um ambiente do sistema operativo Ms-Dos. Paint - aplicativo de desenho e visualização/edição de imagens. Windows Movie Maker - permite realizar edições simples de vídeo, nomeadamente acriação de sequências. Wordpad - consiste num aplicativo muito rudimentar de processamento de texto. 4.3.2. Arranque - informa o utilizador acerca dos programas que são carregados aquandodo arranque do Windows. 4.3.3. Jogos - disponibiliza um conjunto de jogos, quebra-cabeças e paciências aoutilizador. 4.3.4. MSN Explorer - ferramenta de navegação na internet, mas que permite atravésda inclusão de um login que o utilizador deverá criar junto da Microsoft várias funcionalidades denavegação na net, adicionais em relação ao possibilitado pelo Internet Explorer. 4.3.5. Windows Messenger - consiste num serviço de mensagens instantâneas, génerochat, mas de foro mais privado entre utilizadores que partilhem este serviço e que hajam fornecidoo seu username a outros utilizadores. Em suma, trata-se de um serviço semi-privado de trocade mensagens em tempo real. Nas versões mais recentes, existe inclusive a possibilidade de seestabelecer comunicação num ambiente muito semelhante ao de uma videoconferência através daexploração das capacidades multimédia destas novas versões. 4.4. Janelas e Aplicativos do Windows 4.4.1. Control Panel (Painel de Controlo) Adicionar Novo Hardware – aplicativo que ajuda a instalar o driver e restante software deum novo periférico. Adicionar/Remover programas – permite instalar, remover, ou configurar programas. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  19. 19. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 19 Barra de Tarefas – permite configurar o aspecto e a funcionalidade da barra de tarefas. Contas de Utilizadores – permite a criação e gestão de vários utilizadores no mesmocomputador e atribuição de diferentes perfis a cada um destes. Correio – aplicativo, que funciona como uma caixa de correio, recebendo e guardandotodas as mensagens que nos forem enviadas via rede. Data/hora – permite acertar data e hora. Ferramentas Administrativas – ferramentas destinadas à gestão e compatibilização entresistemas diferentes, gestão de segurança e outras ferramentas para utilizadores avançados eadministradores de sistema. Controladores de Jogos (Game Controlers) – permite configurar as definições de joysticks. Impressoras e faxes – aplicativo para configurar, instalar ou remover impressoras/faxes. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  20. 20. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 20 Ligação sem fios – aplicativo para gestão de dispositivos wireless (sem fios), infravermelhosou WiFi. Ligações de Rede – permite a detecção de uma rede, configuração e gestão da mesma. Opções da Internet – aplicativo que permite criar, definir propriedades e gerir ligações àinternet. Opções de Acessibilidade – permite a configuração de funcionalidades para utilizadorescom incapacidades várias. Gestão de energia – tem como função definir opções de poupança de energia, e/ou geriruma UPS (unit power system) que eventualmente esteja ligada ao computador. Opções de telefone e modem – verifica a existência ou não de uma linha telefónica, verificaa existência de um modem, e auxilia na sua configuração. Definições regionais – permite configurar definições de língua, teclado, hora, etc.. Rato – altera as definições do rato. Scanners e Câmaras – permite a instalação gestão configuração e utilização destesdispositivos. Sistema – permite alterar todas as definições do sistema, nomeadamente drivers. Sons – verifica a existência de dispositivos multimédia ligados ao sistema e gere esquemasde sons, nível de volume, etc.. Tarefas Agendadas – Permite a gestão de tarefas pré-programadas. Teclado – altera as configurações do teclado. Tipos de Letra – permite adicionar, remover e visualizar os tipos de letra (fontes) instaladasno computador. Visualização – permite aceder a um conjunto de definições de ambiente de trabalho, dedefinições de resolução, de protecção de tela, etc.. Voz – transforma texto em voz. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  21. 21. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 214.5. Windows Explorer (Exploradordo Windows)permite, entre inúmeras outras operações:Criar / remover / mover / renomear / copiar e gerir oconteúdo de pastas;Mover / copiar / renomear e eliminar ficheiros;Gerir o conteúdo das diversas unidades;Visualizar em esquema de árvore todo o conteúdo decada uma das unidades ([+] expande um nível; [-] recolhe umnível);Criar / remover e modificar atalhos;4.6. – My Computer (O MeuComputador)É um aplicativo em tudo semelhante ao anterior, e cujaprincipal diferença será a apresentação gráfica, que neste caso Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  22. 22. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 22é feita através de janelas, e não num esquema de árvore, como o aplicativo Windows Explorer. 4.7. Reciclagem É um aplicativo, cuja função é guardar temporariamente os ficheiros removidos. Areciclagem ocupa uma percentagem de espaço do disco rígido que poderá ser definida peloutilizador. Os ficheiros enviados para a reciclagem poderão ser restaurados na localização original,bastando para tal selecionar restaurar, ou apagados definitivamente, selecionando-se então aopção Esvaziar Reciclagem. Atenção: Ficheiros removidos cuja localização seja uma unidade amovivél (drive 3” ½) ouuma unidade de rede, serão definitivamente removidos, sem passarem pela reciclagem. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  23. 23. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 23 5. Redes e Internet 5.1. Redes LAN – local area network – rede local. WAN – wide area network – rede maior, nacional, ou mundial. INTRANET – rede local que funciona com os mesmos conceitos/tecnologias de umainternet. INTERNET – rede WAN com um princípio cliente servidor que funciona em todo omundo. servidor – podem funcionar vários serviços. ex: WWW – world wide web. E-mail – electronic mail. IRC – permite a comunicação entre dois utilizadores, seja por teclado, microfone ou vídeo. HTML – hiper text market language (texto dinâmico). 5.2. Internet Rede de redes onde existem vários servidores, que servem os seus clientes. Cada clientee cada servidor têm que ter um endereço. O endereço é baseado num protocolo TCP/IP. É umendereço, constituído por uma cadeia de 32 bits, dividido em 4 conjuntos de 8. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  24. 24. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 24 Ex: 10101011.00010101.10111101.00010100 (código binário) Enderço ISLA em decimal - 195.60.168.112 O número máximo decimal por que pode ser representado um endereço em binário é 256. DNS – Domain Name Service – o principio de funcionamento do DNS é semelhante ao deuma agenda de telemóvel. Procuramos pelo nome, ao qual corresponde um determinado número.O DNS, é um servidor que resolve os nomes, isto é, através da introdução de um endereço WWW,ele procura o endereço IP, este sim, aquele que os diversos servidores conhecem. Ex: endereço ISLA – IP – 195.60.168.112 Endereço ISLA – WWW – www.isla.pt Os DNS’s funcionam hierarquicamente, i.e., se o A não souber, pergunta ao B, se estetambém não souber, pergunta ao C, e assim sucessivamente. Ex:5.3. Motor deBuscaÉ um site ou um server nanet que disponibiliza um serviço depesquisa sobre determinado assuntoque o cliente pretende. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  25. 25. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 25Principais motores de busca(Portugal)www.sapo.ptwww.aeiou.ptwww.cusco.ptwww.google.ptwww.clix.ptwww.iol.ptetc…Outros motores de busca(internacionais)www.altavista.comwww.yahoo.comwww.google.comwww.a9.comwww.msn.cometc…5.4. Internet ExplorerO internet explorer, é um browser.Browser, é o software que nós como clientesusamos para acedermos ao WWW. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  26. 26. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 265.4.1. Principais comandos doInternet Explorerback – voltar atrás.forward – ir para a frente.refresh – refrescar, i.e., quando osistema se torna demasiado lento o comandorefresh reinicia a operação em curso porforma a torná-la mais rápida.stop – serve para cortar a ligação,quando já não necessitamos de maisinformação.search – permite aceder a umajanela que nos apresenta um conjunto demotores de busca.home – voltar a “casa”, i.e., permite-nos retornar ao site de onde partimos.O Internet Explorer é o softwarede navegação na internet mais utilizadoem todo o mundo, com uma quota deutilização superior a 90%. Da sua inclusãono mesmo pacote do Sistema OperativoWindows têm resultado vários processosjudiciais à Microsoft por alegado uso deposição dominante/práticas monopolistas,tendo inclusive a empresa sido condenadaao pagamento de multas astronómicas nosEstados Unidos e alvo de um processo queainda decorre na União Europeia.Existem ainda outras aplicações denavegação na internet (ou web browsers)tais como o Mozilla (fornecido com algumasversões de Linux), o Netscape, entre outros,com um uso bastante semelhante ao doInternet Explorer. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  27. 27. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 27 6. Word O Microsoft Word consiste numa utilíssima ferramenta de processamento de texto capazde suportar não só a integração com outras ferramentas do pacote Office, nomeadamente folha decálculo, base de dados (na função de mail merge – impressão em série), ms graph, ou photo editorentre outras, como também efectuar paginação e arranjos gráficos rudimentares. O Word garante ainda as principais funcionalidades ao nível do processamento de texto ecombinação do mesmo com outros elementos, apresentação em colunas, introdução de cabeçalhose/ou rodapés, imagens, gráficos, caixas de texto, formas elementares, tabelas. O word permite ainda um conjunto amplo de formatações de texto, inserção de índicese títulos automaticamente, notas de rodapé e/ou de fim, hiperligações, além de disponibilizarferramentas de contagem de caracteres, frases, parágrafos, palavras, páginas, etc.. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  28. 28. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 28 6.1. Principais Comandos e Menus do Word 6.1.1. Menu Ficheiro Novo - cria um novo documento de texto. Abrir - abre um documento existente. Fechar - fecha o documento actual. Guardar - grava o documento actual. Guardar Como - grava o documento actual, permitindo alterar o nome do mesmo, assim Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  29. 29. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 29como diversas outras propriedades, tais como tipo de ficheiro e/ou localização do mesmo, unidadede destino, etc.. Permissão - define as características do modo como o ficheiro se comportará quandoaberto. Por exemplo, pode-se impedir a abertura do mesmo no modo de edição. Configurar Página - configura as propriedades da página, tais como margens eorientação. Pré-visualizar - abre o sub-menu de impressão de documentos. Sair - sai do Word e fecha todos os documentos abertos. Caso existam documentos aindanão gravados pergunta ao utilizador se deseja gravar as alterações. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  30. 30. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 30 6.1.2. Menu Editar Anular - permite anular sucessivamente operações efectuadas. Não é possível anular apósa gravação do documento. Repetir - repete a última operação em memória, ou anula a operação Anular. Cortar - copia um objecto ou texto apagando o original. Copiar - copiar um objecto ou texto mantendo o original. Área de Transferência do Office - permite gerir as operações de copiar e/ou colar,mostrando os objectos em memória. Pode suportar um máximo de 24 itens. Colar - cola um objecto ou texto previamente copiado ou cortado. Colar Especial - cola um objecto ou texto podendo existir manipulação dos atributos do itema colar pelo utilizador. Limpar - limpa todos os objectos e/ou texto seleccionado. Seleccionar Tudo - selecciona todos os itens do documento. Localizar - permite localizar uma palavra ou expressão no meio de um documento. Substituir - permite substituir uma palavra ou expressão por outra. 6.1.3. Menu Ver Barras de Ferramentas - permite tornar disponíveis ou indisponíveis as várias barras deferramentas standard do Word, assim como possibilitar ao utilizador criar as suas próprias barrasde ferramentas através da opção personalizar. Régua - activa ou desactiva a visualização da régua. Cabeçalho e Rodapé - permite adicionar e configurar as propriedades de um cabeçalho erodapé no documento. Através desta opção é possível personalizar documentos com objectos e/outextos para que saiam em todas as páginas, sendo também possível acrescentar numeração, datae hora, entre outras opções. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  31. 31. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 31 Ecrã Inteiro - muda para visualização do documento em ecrã inteiro, ocultando todasas diversas barras visíveis no documento, no sentido de assegurar uma área de visualizaçãomaximizada. Zoom - amplia zonas do documento, ou o próprio documento. 6.1.4. - Menu Inserir Quebra - permite a inserção de quebras, podendo o utilizador optar entre quebra de página,quebra de coluna, quebra de secção, etc., consoante o grau de maior adequação de cada uma dasopções ao efeito pretendido pelo usuário. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  32. 32. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 32 Números de Página - insere numeração. Data e Hora - insere data e hora. Texto Automático - permite a inserção de texto automático. A funcionalidade maisinteressante consiste em definindo por exemplo abreviaturas para sequências de texto, sendo quea cada introdução da abreviatura, o Word substitui-a automaticamente pelo texto definido. Ex.MOPTC - Ministério das Obras Públicas Transportes e Comunicações. À introdução da abreviaturao Word responde com a transformação na designação por extenso. Referência - é a partir desta opção que se poderão inserir notas de rodapé, de fim e índicesautomáticos entre outras várias opções. Imagem - insere uma imagem a partir de ficheiro, do scanner ou clipart, podendo aindaexistir outras opções, nomeadamente a inserção de gráficos a partir de uma tabela originária do Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  33. 33. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 33Word. Esta função recorre para tal a um utilitário adicional, no caso o Microsoft Graph. Caixa de Texto - insere uma caixa de texto. Ficheiro - insere um ficheiro no documento. Objecto - insere um objecto no documento. Hiperligação - cria uma hiperligação. Por exemplo uma hiperligação criada no índice paraa página correspondente ao título levará o leitor para lá. Tal opção é de imensa utilidade no casode se tratar de documentos longos e/ou extensos. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  34. 34. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 34 6.1.5. Menu Formatar Tipo de Letra - abre uma janela a partir da qual é possível configurar várias opçõesrelativamente ao tipo de letra, especialmente: tamanho, cor, com ou sem sublinhado, itálico ounegrito. Parágrafo - abre uma janela a partir da qual é possível configurar a justificação do texto,espaçamento entre linhas, avanço de parágrafo, definição de espaçamento adicional antes edepois do parágrafo, etc.. Marcas e Numeração - permite criar marcas e numerações associadas a início deparágrafos. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  35. 35. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 35 Limites e Sombreado - permite definir cores de linha e sombras de objectos. Colunas - permite desdobrar o texto em duas ou mais colunas. Tabulações - permite definir e configurar as propriedades das tabulações e avnaços de texto. Capitulares - permite a criação de letras de tamanho superior no início de capítulos, ou parágrafos. Orientação do Texto - permite definir qual a orientação do texto. Maiúsculas/Minúculas - permite configurar o modo como o texto é apresentado. Fundo - permite definir o fundo. Estilos e Formatação - permite a definição de estilos de modo a facilitar a aplicação dosmesmos a diferentes tipos de texto. Por exemplo, para que exista a possibilidade de criar índicesautomáticos é necessário definir previamente os títulos como estilo de Título. As propriedades quepor defeito vêm incorporadas no Word poderão ser alterdas para outras a definir pelo utilizador. Objecto - abre uma janela a partir da qual é possível modfificar os atributos de um objectoe/ou imagem. 6.1.6. Menu Ferramentas Ortografia e Gramática - confere acesso a um dicionário pré-instalado pelo Word queverifica o documento procurando por erros de ortografia e gramaticais. Idioma - este aplicativo permite aceder a um dicionário de sinónimos assim como configuraro idioma em uso. É ainda posível traduzir texto e definir as opções de hifenização. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  36. 36. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 36 Contar Palavras - através desta ferramenta é possível ao utilizador aceder a dadosestatísticos diversos, tais como: contar palavras, caracteres, parágrafos, linhas, frases e páginas. Cartas e Mailings - permite configurar o Word para imprimir documentos em série, isto é,enviar um mesmo texto para diversos destinatários, processo este, totalmente automatizado, sendoos dados obtidos a partir de uma base de dados. Personalizar - permite a configuração das opções mais comuns do Word, tais como asbarras de ferramentas. Opções - permite configurar diversas opções e funcionalidades do Word mais de acordocom as preferências do utilizador. É através do amplo conjunto de funcionalidades disponibilizadoque o utilizador poderá configurar o idioma, as opções de gravação e recuperação automáticade ficheiros, a definição de palavra passe para abertura e modificação/edição do documento, asdefinições.e identificação do utilizador, entre muitas outras. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  37. 37. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 37 6.1.7. Menu Tabela É através deste menu que se podem criar, editar e formatar Tabelas. Desenhar Tabela - permite desenhar uma tabela indicando o número de linhas e colunas que se pretende. Inserir - insere célula, linha ou coluna. Eliminar - elimina célula, linha Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  38. 38. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 38ou coluna. Seleccionar - permite seleccionar: linhas, colunas, células, ou toda a tabela. Unir Células - une várias células numa só. Dividir Células - divide várias células unidas. Dividir Tabela - divide uma tabela. Formatação Automática da Tabela - formata a tabela automaticamente. Ajustar Automático - ajusta as dimensões de células, linhas ou colunas de modoautomático. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  39. 39. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 39 Repetição das Linhas de Título - repete as linhas de título da tabela numa nova página. Converter - converte texto em tabela e vice-versa. Ordenar - ordena os dados da tabela de forma ascendente ou descendente. Fórmula - insere uma fórmula. Ocultar Linhas de Grelha - oculta as linhas da grelha. Propriedades da Tabela - permite ajusta de modo manual as propriedades da tabela, taiscomo: linhas de limite, estilo das linhas, preenchimento, justificação e posicionamento do texto nascélulas, etc.. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  40. 40. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 40 6.1.8. Menu Janela Indica ao utilizador quais as janelas (documentos) activos. 6.1.9. Menu Ajuda Abre um aplicativo responsável por fornecer ao utilizador menos experiente orientação nasua actividade de manuseamento da ferramenta Word. Disponibiliza ainda outros utilitários, taiscomo transferência de actualizações, informações sobre a versão, etc.. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  41. 41. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 41 6.2. Outros Comandos e/ou Atalhos CTRL+home – início do documento. CTRL+end – fim do documento. CTRL+Shift+End - selecciona tudo a partir do cursor, até final do documento. CTRL+Shift+Home - selecciona tudo a partir do cursor atá ao início do documento. Home – início da linha. End – fim da linha. ALT+PageUp – subir página a página. ALT+PageDown – descer página a página. PageUp – subir ecrã a ecrã. PageDown – descer ecrã a ecrã. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  42. 42. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 42 7. Excel O Excel (Microsoft Excel) é uma das mais completas e poderosas ferramentas de folha decálculo existentes no mercado de software de ferramentas produtivas. O Excel surge na sequência de uma outra ferramenta do género, o Lotus 1, 2, 3. OExcel funciona numa lógica de combinação entre linhas e colunas cujos cruzamentos originam aschamadas células (A4, B3, tal como na batalha naval – em que as letras correspondem às colunas,os números às linhas). Além de folha de cálculo, as inúmeras funções, a possibilidade de construção e combinaçãode várias fórmulas e destas com as funções, a possibilidade de criação de macros atravésda linguagem Visual Basic, o facto de permitir a criação de gráficos (recorrendo a uma outraferramenta, o MS Graph), o Excel suporta ainda a capacidade de criação de bases de dados. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  43. 43. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 43 7.1. Algumas questões a ter em consideração acerca dofuncionamento do Excel Todas as fórmulas, funções e/ou operações devem ser inicializadas com o sinal de =. Sódeste modo o Excel reconhece a operação como tal. As referências deverão mencionar sempre a folha e a(s) célula(s) que se pretende usar,excepto quando se a folha de origem e destino for a mesma, o que obvia a referência à folha. Todas as operações têm atributos específicos. Os mais usuais e quase obrigatórios emtodas as funcionalidades do Excel é a definição das células ou intervalos a considerar para aoperação pretendida. Quando se pretender fixar o valor de uma célula no que respeita à sua coluna e/ou linha naoperação de colar deve-se usar sempre o caractere $ antes da indicação de qualquer um dos eixos,por exemplo: $a$1: se se copiar a célula em qualquer direcção o valor será sempre o mesmo. 7.2. Bases de Dados O Excel possui ainda a particularidade de produzir Bases de Dados, podendo os mesmosser posteriormente utilizados, por exemplo para efeitos de processamento de recibos e/ou facturas,conforme veremos mais adiante. 7.3. Menus do Excel 7.3.1. Menu Ficheiro Novo - cria uma nova folha de cálculo. Abrir - abre uma folha de cálculo existente. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  44. 44. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 44 Fechar - fecha a folha de cálculo actual. Guardar - grava a folha de cálculo actual. Guardar Como - grava a folha de cálculo actual, permitindo alterar o nome da mesma,assim como diversas outras propriedades, tais como tipo de ficheiro e/ou localização do mesmo,unidade de destino, etc.. Permissão - define as características do modo como o ficheiro se comportará quandoaberto. Por exemplo, pode-se impedir a abertura do mesmo no modo de edição. Área de Impressão - configura as propriedades da página, tais como margens eorientação. Pré-visualizar - abre o sub-menu de impressão de ficheiros. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  45. 45. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 45 Sair - sai do Excel e fecha todos os documentos abertos. Caso existam folhas de cálculoainda não gravadas pergunta ao utilizador se deseja gravar as alterações. 7.3.2. Menu Editar Anular - permite anular sucessivamente operações efectuadas. Não é possível anular apósa gravação do ficheiro. Repetir - repete a última operação em memória, ou anula a operação Anular. Cortar - copia um objecto ou texto apagando o original. Copiar - copiar um objecto ou texto mantendo o original. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  46. 46. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 46 Área de Transferência do Office - permite gerir as operações de copiar e/ou colar,mostrando os objectos em memória. Pode suportar um máximo de 24 itens. Colar - cola um objecto ou texto previamente copiado ou cortado. Colar Especial - cola um objecto ou texto podendo existir manipulação dos atributos do itema colar pelo utilizador. Limpar - limpa todos os objectos e/ou texto seleccionado. Eliminar - elimina a selecção. Eliminar Folha - elimina a folha seleccionada ou actual. Mover ou Copiar Folha - copia ou move uma folha de cálculo. Seleccionar Tudo - selecciona todos os itens do documento. Localizar - permite localizar uma palavra ou expressão no meio de um documento. Substituir - permite substituir uma palavra ou expressão por outra. 7.3.3. Menu Ver Barras de Ferramentas - permite tornar disponíveis ou indisponíveis as várias barras deferramentas standard do Excel, assim como possibilitar ao utilizador criar as suas próprias barrasde ferramentas através da opção personalizar. Barra de Fórmulas - permite activar ou desactivar a visualização da Barra deFórmulas. Cabeçalho e Rodapé - permite adicionar e configurar as propriedades de um cabeçalho erodapé no ficheiro. Através desta opção é possível personalizar folhas de cálculo com objectos e/outextos para que saiam em todas as páginas, sendo também possível acrescentar numeração, datae hora, entre outras opções. Ecrã Inteiro - muda para visualização do ambiente de trabalho em ecrã inteiro, ocultando Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  47. 47. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 47todas as diversas barras visíveis no documento, no sentido de assegurar uma área de visualizaçãomaximizada. Zoom - amplia zonas da folha de cálculo, ou a própria folha de cálculo. 7.3.4. - Menu Inserir Células - insere uma célula. Linhas - insere uma linha. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  48. 48. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 48 Colunas - insere uma coluna. Folha de Cálculo - insere uma nova folha de cálculo. Gráfico - insere um gráfico a partir de uma selecção de células. Simbolo - insere um símbolo a partir de uma lista. Imagem - insere uma imagem a partir de ficheiro, do scanner ou clipart, podendo aindaexistir outras opções. Objecto - insere um objecto no documento. Hiperligação - cria uma hiperligação. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  49. 49. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 49 7.3.5. Menu Formatar Célula - formata os atributos da célula, tais como texto, orientação, tipo de dados, etc.. Linha - permite formatar a altura da linha. Coluna - permite formatar a largura da coluna. Folha - permite formatar e/ou Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  50. 50. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 50modificar os atributos da folha de cálculo. Estilo - permite a definição de estilos de modo a facilitar a aplicação dos mesmos adiferentes tipos de objectos na folha de cálculo. 7.3.6. Menu Ferramentas Ortografia - confere acesso a um dicionário pré-instalado pelo Office que verifica folha decálculo procurando por erros de ortografia. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  51. 51. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 51 Verificação de Erros - procura por erros nas fórmulas em todo o espaço da folha decálculo. Conversão em Euros - converte os dados de escudos para Euros. Personalizar - permitie a configuração das opções mais comuns do Excel, tais como asbarras de ferramentas. Opções - permite configurar diversas opções e funcionalidades do Excel mais de acordocom as preferências do utilizador. É através do amplo conjunto de funcionalidades disponibilizadoque o utilizador poderá configurar o idioma, as opções de gravação e recuperação automática deficheiros, a definição de palavra passe para abertura e modificação/edição do ficheiro, as definiçõese identificação do utilizador, entre muitas outras. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  52. 52. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 52 7.3.7. Menu Dados É através deste menu que se podem criar bases de dados no Excel, quer recorrendo afontes externas, quer mesmo usando as próprias funcionalidades do Excel para proceder a talexpediente. Em seguida ficam algumas ilustrações do modo como por meio do Excel poderão secriadas bases de dados e a importância das mesmas em simples tarefas rotineiras na simplificaçãode processos e no aumento da produtividade. O exemplo que a seguir se ilustra consiste no processamento automático dos salários dos funcionários de uma empresa, sendo que o montante da retribuição constante da folha de vencimento terá sempre de ter em conta a antiguidade e o salário base, número de faltas, etc. onde se irão repercurtir posteriormente o índice de taxa de imposto, o montante de prémio de antiguidade, o valor do subsídio de refeição, etc..Usando outras folhasdo Excel poderão criar-setabelas contendo os dadosdos funcionários (vencimento,antiguidade, faltas, etc.)conforme ilustrado na primeiraimagem.Seguidamente cria-seuma segunda tabela contendoos dados fixos da folhavencimento, tais comoimpostos, subsídio dealimentação, segurança social,etc. (segunda figura). Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  53. 53. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 53 Na terceira figura está patente o resultado final em que, através a inserção do número defuncionário (1), o programa devolve os restantes dados (nome, anos de serviço, vencimento base,prémio de antiguidade, etc - (2) ) Por fim estes dados são combinados com os constantes da folhade dados fixos (3) a fim de se apurar o vencimento líquido. 7.3.8. Menu Janela Indica ao utilizador quais as janelas (ficheiros) activos. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com
  54. 54. Ma n u a l d e M i c r o i n f ormática 54 7.3.9. Menu Ajuda Abre um aplicativo responsável por fornecer ao utilizador menos experiente orientação nasua actividade de manuseamento da ferramenta Excel. Disponibiliza ainda outros utilitários, taiscomo transferência de actualizações, informações sobre a versão, etc.. Alexandre Figueiredo - 2004 ampfigueiredo@gmail.com

×