Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

[ Infográfico ] TOP DEZ DICAS DE PERGUNTAS EM AUDIÊNCIAS

531 views

Published on

Cursos Prof Alberto Bezerra

www.AlbertoBezerra.com.br

Published in: Law
  • Be the first to comment

[ Infográfico ] TOP DEZ DICAS DE PERGUNTAS EM AUDIÊNCIAS

  1. 1. COMO EVITAR INDEFERIMENTO DE SUA PERGUNTA EM AUDIENCIA @ D 1 PERGUNTAS cumns z FATOS COHIRUUERTIDUS E totalmente inconveniente e E inoportuna qualquer indagação que desnecessário fazer perguntas prolixas. não diga respeito a elucidar "fatos Confunde 0 depoente e eventualmente controvertidos". Acontecimentos úteis à poderá ser indeferida pelo magistrado. procedência dos pedidos, mas que são discutidos por ambas as partes. Limite-se a fazer perguntas sobre fatos essenciais ao resultado da causa. Se a parte contrária não fez objeção ao acontecimento e nem esse tem qualquer interesse para o destino da causa, não ha razão se indagar sobre › isso. J z l "z '.42' ~ 'a Vá direto ao assunto desejado e formule uma pergunta curta, mas que possa ser compreendida pelo depoente. 3 | NDAGAR HCERCHDEPHOUHS ll EV| TAR REPETIRPERGUHTHS X É descabida a pergunta que gire em Não é incomum colegas refazerem uma torno do "direito" debatido na causa. pergunta antes elaborada, todavia Deve-se questionar acerca de provas em "apenas para deixar mais claro" ou colisão. (CPC/ QUIS, art. 387) "reforçar aquilo que já foi dito". (CPC/20l5, art. 459, caput) J Ojuiz Conhece 0 Direito, diz O ? e a pergunta que voce iria formularjá brocardo. Questione unicamente sobre Ora antes lndagada' porem respondlda elementos controversos no âmbito de tda uma Outra mtêinfmàv? lrrekvagte, provas. E mais, que tenham sentido Omar reperglln a a' lmpo a" e e para 0 resultado da Causa_ que a resposta sejajustamente aquela objetivada como sua prova. AVA na to 5 PERGUNTAS UEDHDHSPURIE' 5 TRANSCRICAU PEHGUHIHS Existem algumas restrições no tocante Abstenha-se de tirar sua atenção ao que ao conteúdo da pergunta formulada a está sendo respondido pelo depoente. parte. Essa, por exemplo, não está Não se limite a enas a assinar o termo obrigada a responder assuntos a cujo de depoimento. CPC/20lã, art 459, par 3) respeito deva guardar segredo em face de sua profissão. (CPC/20lõ, art. 318) Acompanhe atentamente ao que é % Certifique-se da qualificaÇão do J respondidopelogepoente' Angte as depoente e se abstenha de formular partes mms lmpo antes e Con Ira sua fiel transcrição no termo de perguntas vedadas pelo CPC' depoimento. Alguma inexatidão, esquive-se de assinar e peça para . ü registrar em ata tal fato. [Ê [É 7 AGUARDAR siumomemo 8 REPETIDAS InDHGl-ICOES X É corriqueiro os colegas formularem É inconveniente que a pergunta a ser novas perguntas, sem antes sequer formulada seja "desdobrada" em várias tenha ainda sido transcrita a anterior. outras em uma única indagação. 'mí Espere que o depoente responda a sua É prudente que se faça apenas uma pergunta e aguarde a devida pergunta por vez. Facilita que o transcrição no termo. depoente se lembre de cada uma e as responda mais precisamente. @ [É U3 9 PERGUNTASUExmónIns INDUZ| R RESPOSTHS no DEPUEIITE São corriqueiras perguntas que almejam X Não se deVe Perguntar 30 depoente de denegrir a imagem do depoente, 50m? 3 "Passar Um Tecadd' dO que sobretudo nas ações de famma_ E aquele deverá responder. (CPC/20l5, art. descabida e ile al qualquer pergunta 459a Caput) nesse sentido. CPC/ QUIS, 458, par. 2) J As partes e testemunhas devem ser A perguntas são destinadas a esclarecer tratadas com urbanidade durante a fatos controvertidos ou obter a audiência. confissão da parte adversa. Q ÉA U3 U3 WWW. ALBERTOBEZERRA. COM. BR

×