4.relacao professor aluno

6,039 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
6,039
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
31
Actions
Shares
0
Downloads
142
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

4.relacao professor aluno

  1. 1. “ Ensinar e aprender são movidos pelo desejo e pela paixão”. FREIRE (1992:10) “ Ser apreciado é um importante factor de sucesso em praticamente qualquer passo da vida”. KOUZES e POSNER(2007:48) Os estudantes quando te apreciam, elas confiam em si. Você terá mais facilidade em fazer com que elas se esforcem um pouco mais. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  2. 2. Uma comunhão de propósitos entre o docente e o estudante é uma condição indispensável para haver ensino e aprendizagem. A acção educativa faz parte da dinâmica das relações sociais onde estão inseridos interesses de ordem social, política, económica e cultural. Dai a necessidade de o docente desenvolver as suas acções de forma interativa. Isto vai implicar mudanças em busca de uma revolução nos processos educacionais. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  3. 3. De que formas a relação professor-aluno interfere no processo de ensino-aprendizagem? Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  4. 4. 1. Por um lado, O estabelecimento de regras disciplinares de modo arbitrário, na sala de aulas. Estas regras não são explícitas e as exigências de seu cumprimento são feitas com base em ameaças e punições. Estas atitudes provocam reacções conformistas ou de resistência. O ambiente de trabalho não será favorável para a prática do PEA. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  5. 5. 2. Por outro lado, As normas são dentro da sala são discutidas, ou são explicadas o porquê delas. O seu cumprimento é tomado como meio educativo e é não de uma forma autoritária. O estudante sente-se participante na discunsão dessa regras e a partir dai reconhece-as como uma parte do meio educativo. O estudante concebe a sala de aulas como sendo o local onde pode pôr as suas ideias e sem “ medo ” de qualquer rejeição (nem do docente, nem dos colegas): o ambiente de trabalho é favorável ao PEA. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  6. 6. Sendo assim, podemos concluir que esta relação pode influenciar quer negativa quer positivamente em todo PEA, criando situações de distanciamento (ou não) entre o professor e o aluno. O relacionamento do prof. com os alunos determina o clima emocional na sala de aula. Este clima pode ser positivo quando é afetuoso e cordial fazendo com que o aluno se sinta seguro, não tema a crítica e a censura do professor. Este aluno está em condições de trabalhar mais e render mais intelectualmente. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  7. 7. Contrariamente, quando o tratamento é hostil e de contraste, tornando a atmosfera da sala de aula negativa, o aluno teme constantemente a crítica e a censura do professor fazendo com o aluno aumente a sua ansiedade com repercuções físicas, dimuindo a sua capacidade de percepção, raciocínio e criatividade. Por consequência, o estudante vai baixar o rendimento intelectual minando a concecução dos objectivos do PEA. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  8. 8. Se a aprendizagem, na sala, for uma experiência de sucesso, o aluno constroi uma representação de si mesmo como alguem capaz. E, se for de fracasso, o acto de aprender tende a se transformar em ameaça e o aluno considera-se fracassado. A partir daí, procura os culpados onde o professor começa a ser considerado chato e que suas lições não servem para nada. O objectivo central no PEA, é permitir que o aluno chegue ao conhecimento com o auxílio do professor. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  9. 9. Como fazer com que esta relação se torne um alicerce para a construção do conhecimento? Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  10. 10. Primeiro, é preciso romper as diferenças entre professor e aluno, consagradas pela escola tradicional, onde: o professor desempenha o papel de ensinar, transmitir e dominar e o aluno deve aprender, receber passivamente e obedecer. O professor deve reconhecer que o aluno não é um sujeito que só recebe informações e que suas capacidades vão alem do conhecimento que lhes é “depositado”. A partir dai, o professor passa a ser orientador (e não dono do saber) alguem que acompanha e participa na construção de novas aprendizagens. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  11. 11. Segundo, o professor deve conceber a educação como sistema de transformação activa por meio de suas diversas técnicas e metodologias. Educar é levar o aluno à consciência de poder ser mais, a reconhecer que é um eu-no-mundo-com-o-outro. Portanto, o professor deve criar um clima na sala de aula de forma a possibilitar uma maior aprendizagem e deve estar atento a todos elementos necessários para que o aluno aprenda e se desenvolva. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  12. 12. Portanto, para que haja uma boa convivência entre o professor e o aluno é preciso uma certa dose de humildade e um bom diálogo. A confiança entre o professor e o aluno é primordial. Compete ao docente praticar um método crítico de educação que dê ao aluno a oportunidade de alcançar a consciência crítica instruida de si e do mundo. Neste processo, deve assumir o papel de mediador e não de condutor. É necessário que busque uma igualdade básica onde o professor possa aprender (e mostrar que está) com o aluno em função das descobertas em torno da construção de conhecimentos e produção de aprendizagem. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  13. 13. Potencialidades da relação professor-aluno - O professor não é tido como autoritário, por isso os alunos tem liberdade suficiente para se expressar; - O professor na vê o aluno como sendo objecto, e a partir dai orienta-o de forma a sentir que é capaz de pensar, reflectir, discutir, participar e dicidir o que quer e o que não quer. O aluno é humano como o professor. - Todos podem crescer: o professor enquanto ensina, também aprende e, enquanto aprende, o aluno também ensina. Os dois tem tempo para se ouvir e respeitar os pontos de vista. Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  14. 14. <ul><li>Para o professor criar esta relação, cultiva qualidades como: autenticidade, apreço, aceitação, confiança e compreensão. </li></ul><ul><li>Quando o aluno sente-se aceito e merecedor da confiança do professor, manifesta entusiasmo e interesse na realização das suas actividades escolares, tornando-se responsável diante de qualquer actividade. </li></ul>Qualidade e inovação 24-03-11 Relação professor- aluno Tete
  15. 15. Gostaria de ser bom professor…??? Estar sintonizado com a realidade do aluno, ser dinâmico, flexível e companheiro, transformar o “ ter que aprender” em “ querer saber” é ser um educador bem sucedido. Obrigado pela atenção! Alba P. Mate Qualidade e inovação Relação professor- aluno Tete

×