Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRSecretaria de Política Regulatóriade Aviação Civil - SPRSão Paul...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRTEMAS SUGERIDOS PARA O PAINEL:• Principais fatores de estímulo a...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRSUMÁRIO1) Panorama histórico-institucional2) Estatísticas do tra...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR1927 – Dornier Wal “Atlântico”, doCondor SyndikatPrimeira aerona...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR20• 1927: Primeiras linhas regulares30• 1931: Criação do Departa...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR2000: Criação do Conselho de Aviação Civil (CONAC)2001: Liberali...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRSUMÁRIO1) Panorama histórico-institucional2) Estatísticas do tra...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRQuantidade de passageiros-quilômetros transportados por empresas...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRQuantidade de rotas e aeroportos atendidos pelo transporte aéreo...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRComparativo de aeroportos erotas com voos regulares emjaneiro de...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRMalha aérea doméstica regular por quantidade de assentos ofertad...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRÍndice de concentração do mercado (Herfindhal-Hirschman Index)No...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR505.1558.70586.61564.22516.22378.09521.09376.05 307.50286.67273....
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR15.6331.9221.3311.707.034.31 2.701.76 1.27 0.87 0.47 0.31 0.21 0...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRSUMÁRIO1) Panorama histórico-institucional2) Estatísticas do tra...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRDESAFIOS• Melhoria da segurança operacional e contra atos ilícit...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRFonte: ANAC27%13%10%20%16%5%1%2%2%3% 1%0%31%20%15%11%8%5%2%4%2% ...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRCombustíveis para AviaçãoFONTE: MME
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRSUMÁRIO1) Panorama histórico-institucional2) Estatísticas do tra...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRObjetivos:Melhorar a qualidade dos serviços e a infraestruturaa...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRRegiãoNorteNordesteCentro-OesteSudesteSulTotal:InvestimentoPrevi...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRInvestimentos de R$ 7,3 bilhões em 270 aeroportos na 1ª fase Un...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR1. Subsídio a rotas de baixa e média densidades Calculado de ac...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRPROPOSTA: aumento do limite de capital estrangeiro com direito a...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRPROPOSTA: Redução do ICMS de 20% para 12%.POSSÍVEL IMPACTO: Redu...
Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PROBRIGADO!Gustavo Pacheco Fortes FleuryGerente de Política de Ser...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

2013_Aviation_Seminar_GUSTAVO_FLEURY - SAC

440 views

Published on

  • Be the first to comment

2013_Aviation_Seminar_GUSTAVO_FLEURY - SAC

  1. 1. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRSecretaria de Política Regulatóriade Aviação Civil - SPRSão Paulo, 24 de maio de 20131º Seminário de Aviação Comercial BrasileiraPainel 6 – Como estimular e aproveitar todo o potencial do mercadoGustavo Pacheco Fortes FleuryGerente de Política de Serviços Aéreos
  2. 2. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRTEMAS SUGERIDOS PARA O PAINEL:• Principais fatores de estímulo ao desenvolvimento setorial;• Oferecendo tarifas melhores: os ganhos de produtividade conquistadose a conquistar;• Oferecendo tarifas melhores: as principais categorias de custo e opapel das empresas e do Estado na redução das despesas;• Incentivos ao turismo doméstico e internacional de lazer: os planos doGoverno Federal;• Incentivos ao uso do transporte aéreo como ferramenta de estímulo nosnegócios;• Compartilhando o risco de viagem: meteorologia, tráfegoaéreo, infraestrutura, manutenção.
  3. 3. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRSUMÁRIO1) Panorama histórico-institucional2) Estatísticas do transporte aéreo3) Desafios4) Medidas de estímulo(investimentos, subsídios, capitalestrangeiro, folha depagamento, combustível)
  4. 4. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR1927 – Dornier Wal “Atlântico”, doCondor SyndikatPrimeira aeronave a operar uma rotaregular no Brasil (Porto Alegre-Pelotas-Rio Grande), com 3passageiros.Fonte: R.E.G. Davies (“Airlines of Latin America since 1919”)2013 – Embraer 195Aeronave brasileira com capacidadepara até 122 passageiros, exportadapara diversos países.
  5. 5. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR20• 1927: Primeiras linhas regulares30• 1931: Criação do Departamento de Aviação Civil• 1938: Publicação do Código Brasileiro do Ar40• 1941: Criação do Ministério da Aeronáutica50• 1959: Primeiras linhas operadas com aeronaves movidas por motores a jato60• 1961: 1ª Conferência Nacional de Aviação Comercial (I CONAC)• 1966: Novo Código Brasileiro do Ar70• 1972: Criação da INFRAERO• 1976: Criação dos Sistemas Integrados de Transporte Aéreo Regional (SITAR)80• 1986: Publicação do Código Brasileiro de Aeronáutica90• 1991: V CONAC (extinção dos SITAR)• 1999: Criação do Ministério da Defesa
  6. 6. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR2000: Criação do Conselho de Aviação Civil (CONAC)2001: Liberalização tarifária, flexibilização para abertura de novasempresas;2006: Implantação da ANAC em substituição ao DAC;2007: Criação da Secretaria de Aviação Civil do Min. da Defesa(SAC/MD);2009: Publicação da Política Nacional de Aviação Civil (PNAC, Decreto nº6.780)2011: Criação da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República(SAC/PR); concessão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante (ASGA).2012: Concessão dos aeroportos de Guarulhos, Brasília e Campinas.DÉCADA DE 2000
  7. 7. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRSUMÁRIO1) Panorama histórico-institucional2) Estatísticas do transporte aéreo3) Desafios4) Medidas de estímulo (investimentos,subsídios, capital estrangeiro, folha depagamento, combustível)
  8. 8. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRQuantidade de passageiros-quilômetros transportados por empresasbrasileiras nos mercados doméstico e internacional – 1960-2011Fonte: ANACElaboração: DEPSA/SPR/SAC-PR
  9. 9. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRQuantidade de rotas e aeroportos atendidos pelo transporte aéreo regularde passageiros e carga – jan/1999 a jun/2011.Fonte: ANAC; Elaboração: DEPSA/SPR/SAC-PR
  10. 10. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRComparativo de aeroportos erotas com voos regulares emjaneiro de 1999 e junho de2011Aeroportos Rotas1999 182 8372011 130 840Aeroportos com voos regularesOperados em janeiro/1999 e junho /2011 (109)Operados em janeiro/1999, mas não em junho/2011 (73)Operados em junho/2011, mas não em janeiro/1999 (21)Rotas aéreas regularesOperadas em janeiro/1999 e junho /2011 (414)Operadas em janeiro/1999, mas não em junho/2011 (423)Operadas em junho/2011, mas não em janeiro/1999 (426)Fonte: ANAC; Elaboração: DEPSA/SPR/SAC-PR
  11. 11. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRMalha aérea doméstica regular por quantidade de assentos ofertados/semana
  12. 12. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRÍndice de concentração do mercado (Herfindhal-Hirschman Index)Nos EUA é de 0,0942 conforme cálculospróprios a partir de dados do siteTranstat.govFonte: ANAC; Elaboração: DEPSA/SPR/SAC-PR0.31790.29010.30680.2753 0.28040.41040.4281 0.42500.43510.38450.34770.33490,3400.000.050.100.150.200.250.300.350.400.450.502000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012ÍndicedeHerfindahl-Hirschman2004: término das operaçõesregulares da Vasp; crise da Varig.2008: ampliação da frota da Webjetde 3 para 11 aeronaves apósaquisição da empresa pela CVC;entrada em operação da Azul(dezembro); expansão das operaçõesda Trip e venda de 20% de suasações para a SkyWest Airlines.2012: aquisição da Webjetpela Gol; aquisição da Trippela Azul; sem isso seriade 0,299.
  13. 13. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR505.1558.70586.61564.22516.22378.09521.09376.05 307.50286.67273.320.00100.00200.00300.00400.00500.00600.00700.002002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012Tarifa aérea média doméstica anual (valores atualizados, em R$) - 2002-2012Fonte: ANACNota: Para o ano de 2012 foram considerados os meses de janeiro a setembro.
  14. 14. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR15.6331.9221.3311.707.034.31 2.701.76 1.27 0.87 0.47 0.31 0.21 0.14 0.10 0.230.087.3623.1019.7616.3411.426.774.412.47 2.66 1.55 1.52 0.56 0.66 0.27 1.0805101520253035>0,00e<100,00>=100,00e<200,00>=200,00e<300,00>=300,00e<400,00>=400,00e<500,00>=500,00e<600,00>=600,00e<700,00>=700,00e<800,00>=800,00e<900,00>=900,00e<1.000,00>=1.000,00e<1.100,00>=1.100,00e<1.200,00>=1.200,00e<1.300,00>=1.300,00e<1.400,00>=1.400,00e<1.500,00>=1.500,0001 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16%deAssentosComercializadosDistribuição % de Assentos Comercializados por Intervalo deTarifa Doméstica Real - Janeiro a Setembro2012 2011 2002Fonte: ANAC/SRE/GEAC
  15. 15. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRSUMÁRIO1) Panorama histórico-institucional2) Estatísticas do transporte aéreo3) Desafios4) Medidas de estímulo(investimentos, subsídios, capitalestrangeiro, folha depagamento, combustível)
  16. 16. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRDESAFIOS• Melhoria da segurança operacional e contra atos ilícitos naaviação civil;• Ampliação e melhoria da infraestrutura aeroportuária;• Redução de barreiras à entrada de novas empresas no setor;• Aumento da quantidade de cidades atendidas pelo transporteaéreo regular de passageiros e carga;• Formação de profissionais para a aviação civil;• Redução da carga tributária sobre insumos como combustíveis;• Redução dos impactos ambientais da aviação civil;• Aumento da competitividade e diversidade da cadeia produtiva daindústria aeronáutica;• Revisão do Código Brasileiro de Aeronáutica;• Aperfeiçoamento da estrutura institucional dos órgãos e entidadesligados à aviação civil.
  17. 17. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRFonte: ANAC27%13%10%20%16%5%1%2%2%3% 1%0%31%20%15%11%8%5%2%4%2% 1% 1%0%2003 2010CUSTOS
  18. 18. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRCombustíveis para AviaçãoFONTE: MME
  19. 19. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRSUMÁRIO1) Panorama histórico-institucional2) Estatísticas do transporte aéreo3) Desafios4) Medidas de estímulo(investimentos, subsídios, capitalestrangeiro, folha depagamento, combustível)
  20. 20. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRObjetivos:Melhorar a qualidade dos serviços e a infraestruturaaeroportuária para os usuáriosAmpliar a oferta de transporte aéreo à populaçãobrasileiraReconstruir a rede de aviação regionalPrograma de Investimentos em Logística: AeroportosINVESTIMENTOS
  21. 21. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRRegiãoNorteNordesteCentro-OesteSudesteSulTotal:InvestimentoPrevisto (R$ bi)1,72,10,91,61,07,31ª Fase6764316543270INVESTIMENTOS
  22. 22. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRInvestimentos de R$ 7,3 bilhões em 270 aeroportos na 1ª fase União investe e mantém a infraestrutura Gestão dos projetos e dos investimentos por meio deparceria com o Banco do Brasil. Modelo padronizado de aeroportos: pequeno, médio emédio-grande. Parceria com estados e municípios para custeio e gestão dosaeroportos. Concessão administrativa.INVESTIMENTOS
  23. 23. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PR1. Subsídio a rotas de baixa e média densidades Calculado de acordo com o número de passageiros efetivamentetransportados por voo direto até o limite de 50% dos assentos daaeronave, até o máximo de 60 assentos por aeronave.2. Subsídio a tarifas aeroportuárias e aeronáuticas Escopo: Aeroportos do interior com movimento inferior a 1 milhãode passageiros por ano. Método: Subvenção econômica com vistas a isentar ospassageiros e companhias aéreas do pagamento de tarifasaeroportuárias e aeronáuticas.SUBSÍDIOS
  24. 24. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRPROPOSTA: aumento do limite de capital estrangeiro com direito a voto nasempresas aéreas dos atuais 20% (vinte por cento) para até 49% (quarenta enove por cento).POSSÍVEIS IMPACTOS:• acesso a mais fontes de financiamento com crédito mais barato, essencialespecialmente para novas e pequenas empresas;• aumento da competição e desconcentração do mercado doméstico;• aumento da quantidade de rotas e cidades atendidas pelo transporte aéreoregular;• melhor integração com serviços aéreos internacionais de empresas;• redução do preço médio de passagens;• incorporação de melhores práticas de administração;• incremento de outros setores econômicos, especialmente turismo, com geraçãode empregos e renda;• crescimento de serviços relacionados ao transporte aéreo, como manutenção ereparo de componentes aeronáuticos.CAPITAL ESTRANGEIRO
  25. 25. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PRPROPOSTA: Redução do ICMS de 20% para 12%.POSSÍVEL IMPACTO: Redução de cerca de 3% no custo operacional.COMBUSTÍVEISFOLHA DE PAGAMENTOPROPOSTA: Contribuição de 1% sobre a receita bruta das empresas aéreas, até2014, em substituição ao atual modelo de contribuição previdenciária.POSSÍVEL IMPACTO: R$ 340 milhões (passando de R$ 575 milhões para R$235 milhões ao ano) segundo o SNEA..
  26. 26. Secretaria deAviação CivilSecretaria de Aviação Civil / PROBRIGADO!Gustavo Pacheco Fortes FleuryGerente de Política de Serviços Aéreosgustavo.fleury@aviacaocivil.gov.br(61) 3313-7071Secretaria de Aviação Civil da Presidência da RepúblicaSecretaria de Política Regulatória de Aviação CivilDepartamento de Política de Serviços Aéreos

×