Aguinaldo Boquimpani      Consultor TV Digital (Brasil)http://br.linkedin.com/in/aguinaldoboquimpani
A Linguagem da Interatividade                         1.   TV Digital: Tecnologia                         2.   TV Digital:...
Evolução da TVPadrão ISDB-TMercado de TV Digital no MundoAdoção do PadrãoCobertura no Brasil
A Evolução da TVA TV era assim...
A Evolução da TVFicou mais moderna...
A Evolução da TVE hoje é Digital, HD, flat, estéreo e cada vez maior...
TV Digital – Padrão ISDBA TV Digital funciona baseada em um sistema padronizadoISDB - Integrated Services Digital Broadcas...
TV Digital – Padrão ISDBISDBTb – Padrão nipo-brasileiroISDBTb = ISDB-T          + H.264 (Codificação MPEG4)         + Ging...
TV Digital – Padrão ISDBISDB-T – atualmente o padrão ISDB-T Internacional éregido pelo Fórum ISDB-T Internacional
Adoção do ISDB-T na América Latina                                            População: 354 Milhões                      ...
Cobertura da TV Digital - Brasil Dados do governo Brasileiro (Anatel) relativos à TV Digital - 05/2012  Tecnologia presen...
Mercado de TV Digital                                                                                                     ...
TV Digital - Projeções  • Crescimento em todo o mundo, em especial no Brasil e América Latina  • TV aberta continua a lide...
TV Digital - Evolução É qualquer capacidade de interação com o usuário desenvolvida no ambiente da TV. No caso do ISDB-TB ...
Interatividade - Cenários Atualmente as principais emissoras brasileiras já transmitem aplicações interativas usando diver...
Interatividade – Ligada ao programaDurante a transmissão de uma aplicação ligada a um programa da emissora, é possível faz...
Interatividade – PortalNo caso de portais, a emissora mantém a aplicação no ar em todos os horários da grade onde não háin...
Interatividade – PortalAlém de notícias e informações do tempo, portais também apresentam destaques na programação.       ...
Interatividade – Ciclo de adoçãoA adoção da interatividade pelo mercado depende do interesse dosRadiodifusores e da corres...
Brasil - Ginga no Mercado Atual   3,5 Milhões de TVs com Ginga já vendidas no mercado.   Quase todos os principais fabri...
Brasil - Projeção do Mercado Ginga Estimativa atual no Brasil: um total de mais de 100 Milhões de TVs com umacobertura de...
Modelo das EmissorasCenários Atuais no BrasilTendências
Interatividade – Modelo das Emissoras O modelo de interatividade do ISDB-T está sob o controle do radiodifusor e é basead...
Cenários de Interatividade Uma aplicação do radiodifusor, normalmente ligada ao conteúdo, pode servir de grande potencial ...
Cenários de Interatividade                             (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
Cenários de Interatividade                             (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
Cenários de Interatividade                             (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
Cenários de Interatividade                             (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
Cenários de Interatividade                             (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
Cenários de Interatividade                             (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
Cenários de Interatividade                             (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
Interatividade avançada - TendênciasQuais as tendências e o potencial da interatividade?   Integração com Cloud TV e Socia...
Convergência – distribuição de conteúdo   O conteúdo segmentado está acabando. A tendência é a integração e fusão completa...
Cenários de convergência – T-Banking O antigo relacionamento: O novo relacionamento:
Cenários de convergência – T-Banking                                       (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
Cenários de convergência – T-Commerce O antigo relacionamento: O novo relacionamento:  Potencial das novas plataformas:  M...
Cenários de convergência – T-Commerce                                        (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
Cenários de convergência – T-Gov                                   (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
Cenários de convergência – T-Gov
Cenários de convergência – Propaganda interativaA inserção pergunta se o telespectador tem interesse em receber uma amostr...
Cenários de convergência – VODTelespectador acessa vídeos on demand ou “Catch-up TV” usando TV Conectada e aplicação inter...
Conteúdo interativoTecnologia, Usabilidade e NarrativaNovas Tendências – Novos Meios
Conteúdo interativo para criançashttp://pf.nhk-ep.co.jp/detail/1343http://www.itvt.com/story/5532/bbc-unveils-revamped-red...
O Desafio dos Novos Meioshttp://techcrunch.com/2012/08/08/dream-team-of-childrens-tv-producers-create-playsquare-touchable...
Tecnologia, Usabilidade e Narrativa A Narrativa Interativa, em seunúcleo deve contar uma história, damesma forma que um l...
Tecnologia, Usabilidade e Narrativa A Tecnologia atual deixou de seruma barreira. A usabilidade começa a atingir oponto ...
Interatividade – Novas Tendências Anúncio de TV Interativo usando tecnologia Kinect e TV Conectada, com acesso a informaçõ...
Interatividade – Novas Tendências Aplicação de TV Interativa para o show “Sesame Street” Aplicação Interativa convida as c...
Interatividade – Novas TendênciasAplicação Interativa que mistura Filme, Livro e Interatividade para Ipad, feita em colabo...
Múltiplas Telas: ambiente socialInteratividade na 2ª. TelaPadrão Ginga e Múltiplas TelasSincronização com o conteúdo
Comportamento Pessoas se encontram e conversam em todos os lugares sobre o que viram na TV     Bebedouros     Áreas de ali...
Comportamento Agora esta prática acontece em tempo real e as pessoas não esperam: querem fazer mais coisas enquanto assist...
Social TV – Aplicações na 2ª. TelaSocial TV é o tipo de interatividade que faz muito mais sentido quando usada na 2ª. Tela...
Social TV – Exemplo GingaAgregação de recomendações das atrações da emissora por amigos em redes sociais (Twitter).       ...
TV Interativa na 2ª. Tela http://digital2disc.com/index.php/news/article/second-screens-and-social-tv-making-waves-in-the-...
Integrando Ginga e a 2ª. TelaSolução de 2nd Screen baseada no Padrão Ginga                                            Ao a...
O que é necessário para o sucesso da Interatividade?1.   União dos produtores de     conteúdo e emissoras em     torno de ...
A Linguagem da InteratividadeObrigado!                                     Dúvidas                          Aguinaldo Boqu...
Aguinaldo Boquimpani - A Linguagem da Interatividade
Aguinaldo Boquimpani - A Linguagem da Interatividade
Aguinaldo Boquimpani - A Linguagem da Interatividade
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Aguinaldo Boquimpani - A Linguagem da Interatividade

466 views

Published on

Apresentação sobre a linguagem da interatividade na TV, feita na conferência La Cajita, Chile, Novembro 2012

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
466
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aguinaldo Boquimpani - A Linguagem da Interatividade

  1. 1. Aguinaldo Boquimpani Consultor TV Digital (Brasil)http://br.linkedin.com/in/aguinaldoboquimpani
  2. 2. A Linguagem da Interatividade 1. TV Digital: Tecnologia 2. TV Digital: Mercado Mundial 3. TV Digital Interativa 4. Potencial da Interatividade 5. Interatividade: Cenários 6. Convergência: Interatividade e Internet 7. A Narrativa Interativa 8. Múltiplas Telas e TV Social 9. Conclusões
  3. 3. Evolução da TVPadrão ISDB-TMercado de TV Digital no MundoAdoção do PadrãoCobertura no Brasil
  4. 4. A Evolução da TVA TV era assim...
  5. 5. A Evolução da TVFicou mais moderna...
  6. 6. A Evolução da TVE hoje é Digital, HD, flat, estéreo e cada vez maior...
  7. 7. TV Digital – Padrão ISDBA TV Digital funciona baseada em um sistema padronizadoISDB - Integrated Services Digital BroadcastingISDB-T – Padrão de TV Digital originado no Japãopara TV aberta de livre recepção (terrestre)
  8. 8. TV Digital – Padrão ISDBISDBTb – Padrão nipo-brasileiroISDBTb = ISDB-T + H.264 (Codificação MPEG4) + Ginga (Interatividade)
  9. 9. TV Digital – Padrão ISDBISDB-T – atualmente o padrão ISDB-T Internacional éregido pelo Fórum ISDB-T Internacional
  10. 10. Adoção do ISDB-T na América Latina População: 354 Milhões na América Latina (2) 11 países na América Latina +(1) http://www.dtv.org.br Filipinas, Maldivas e Japão na(2) http://pt.wikipedia.org/wiki/ISDB-TB Ásia (1,2)
  11. 11. Cobertura da TV Digital - Brasil Dados do governo Brasileiro (Anatel) relativos à TV Digital - 05/2012  Tecnologia presente em 508 cidades  Cobrindo 89,2 milhões de habitantes (46,8% da população brasileira)  31,4 milhões de domicílios  Canais consignados: 733 (de um total de 1893 canais).  Canais com sinal no ar: 132.  Vários já transmitem interatividade, principalmente nas capitais. Fonte: http://www.teleco.com.br/tvdigital.asp
  12. 12. Mercado de TV Digital Nos próximos 5 anos o mercado de TVs deve: crescer 2.2% por ano na América Latina, Europa Oriental, Oriente Médio e Ásia declinar no Japão e Europa Ocidental permanecer estável na América do NorteFonte: IMS Research, Agosto 2011 (http://imsresearch.com/press-release/TV_Set_Shipments_to_Thrive_in_Emerging_Markets)
  13. 13. TV Digital - Projeções • Crescimento em todo o mundo, em especial no Brasil e América Latina • TV aberta continua a liderar • Crescimento do gastos no mercado de marketing / publicidade para TV • Sistema nipo-brasileiro tem potencial enorme em 11 países da América Latina, atingindo mais de 350M de pessoas • Diferenciais do sistema ISDB-TB – Interatividade e Mobilidade
  14. 14. TV Digital - Evolução É qualquer capacidade de interação com o usuário desenvolvida no ambiente da TV. No caso do ISDB-TB obedece ao padrão Ginga. Ela pode ser enquadrar o vídeo em uma janela ou ser sobreposta ao vídeo, e quem determina isso é o radiodifusor. Os componentes da interatividade precisam ser transmitidos pelas emissoras através do sinal de TV Digital para que possam chegar às residências. Cada emissora define o período no qual a interatividade é transmitida e se está ou não diretamente associada com atrações de sua grade de programação.
  15. 15. Interatividade - Cenários Atualmente as principais emissoras brasileiras já transmitem aplicações interativas usando diversos cenários. A maioria das aplicações é ligada a programas específicos e vai ao ar durante o horário do programa. Programas de jornalismo, novelas, shows de auditório, reality shows e campeonatos esportivos são as atrações mais comuns já sendo transmitidas com interatividade na TV Digital.
  16. 16. Interatividade – Ligada ao programaDurante a transmissão de uma aplicação ligada a um programa da emissora, é possível fazer promoçãodos produtos do anunciante / patrocinador do programa com conteúdo interativo. (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  17. 17. Interatividade – PortalNo caso de portais, a emissora mantém a aplicação no ar em todos os horários da grade onde não háinteratividade ligada a um programa. Banners de anunciantes podem mostrar anúncios curtos ou permitir aousuário selecionar o banner e ver detalhes do conteúdo interativo do anunciante.
  18. 18. Interatividade – PortalAlém de notícias e informações do tempo, portais também apresentam destaques na programação. 19
  19. 19. Interatividade – Ciclo de adoçãoA adoção da interatividade pelo mercado depende do interesse dosRadiodifusores e da correspondente resposta de oferta de produtos pelosfabricantes de TV e aparelhos receptores. Este ciclo no Brasil e AméricaLatina pode ser fortemente influenciado pelo governo de cada país.
  20. 20. Brasil - Ginga no Mercado Atual  3,5 Milhões de TVs com Ginga já vendidas no mercado.  Quase todos os principais fabricantes de TVs já têm produtos com o Ginga.  Todas as principais redes de TV aberta já transmitem aplicações Ginga em seus sinais de TV Digital. A maioria das emissoras transmite aplicações em várias capitais.  As emissoras têm estratégias variadas e cobrem em maior ou menor grau a grade de programação em horário nobre ou através de “portais” que agregam diversas capacidades. (1) (1) Fonte: http://www.tqtvd.com.br/novo/br/interatividade.html
  21. 21. Brasil - Projeção do Mercado Ginga Estimativa atual no Brasil: um total de mais de 100 Milhões de TVs com umacobertura de 60 Milhões de lares com TVs (97% da população). De 2012 a 2014 os números crescerão em preparação para a Copa do Mundoem 2014 e as Olimpíadas no Rio de Janeiro em 2016. Com o incentivo do governo através do PPB o mercado terá30 Milhões de TVs com Ginga no mercado em 2014. 0,1 Projeção para TVs 0,3 1,9 2,5 1,2 com DTVi / Ginga 4 4,6 CRT 7,5 7,9 4,9 8,7 13 LCD/Plasma 8 9,7 LCD/Plasma (GINGA) 4,1 5 3,9 2,5 0 0 0,5 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Fonte: 2008, 2009, 2010, e 2011 (SUFRAMA) – em milhões de unidades vendidas Pesquisa IBGE PNAD 2011
  22. 22. Modelo das EmissorasCenários Atuais no BrasilTendências
  23. 23. Interatividade – Modelo das Emissoras O modelo de interatividade do ISDB-T está sob o controle do radiodifusor e é baseadona transmissão de aplicações Ginga através do sinal da TV Digital. Estratégias dos radiodifusores:  O modelo de negócios é similar ao da transmissão tradicional: anunciantes patrocinam inserções interativas na programação do canal ou compram espaço de propaganda em aplicações interativas.  Os anunciantes podem agora produzir conteúdo de marketing contendo vídeo + conteúdo interativo que permitem levar mais informações ao consumidor sobre seus produtos.  Os radiodifusores também têm o benefício adicional de modelos de interatividade plena em tempo real para programas que requerem feedback do telespectador (como reality shows) com muito melhor controle sobre este feedback em relação às soluções antigas (baseadas em SMS).
  24. 24. Cenários de Interatividade Uma aplicação do radiodifusor, normalmente ligada ao conteúdo, pode servir de grande potencial de vendas e merchandising e facilmente incluir facilidades de T-commerce.
  25. 25. Cenários de Interatividade (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  26. 26. Cenários de Interatividade (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  27. 27. Cenários de Interatividade (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  28. 28. Cenários de Interatividade (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  29. 29. Cenários de Interatividade (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  30. 30. Cenários de Interatividade (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  31. 31. Cenários de Interatividade (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  32. 32. Interatividade avançada - TendênciasQuais as tendências e o potencial da interatividade? Integração com Cloud TV e Social TV Disponibilidade nos Smart Devices Uso de Interatividade nas Smart TVs / Connected TVs Uso integrado em Múltiplas Telas Novos padrões que representem a convergência das tecnologias
  33. 33. Convergência – distribuição de conteúdo O conteúdo segmentado está acabando. A tendência é a integração e fusão completa de canais e conteúdos digitais Grupo de dispositivos inteligentes Mídia (Connected TV, Smart TV, Smartphone, etc.) Canal de Virtualização da via de transmissão distribuição (Independente da via) Móvel Internet Radiodifusão Integração total dos conteúdos digitais Conteúdo (Texto, Áudio, Vídeo, Interatividade) Pesquisa NHK JP 36
  34. 34. Cenários de convergência – T-Banking O antigo relacionamento: O novo relacionamento:
  35. 35. Cenários de convergência – T-Banking (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  36. 36. Cenários de convergência – T-Commerce O antigo relacionamento: O novo relacionamento: Potencial das novas plataformas: Mobile payments will triple to 670 US$B by 2015 http://techcrunch.com/2011/07/05/mobile-payments-to-triple-to-670b-by-2015-digital-goods-will-represent-40-of-transactions/
  37. 37. Cenários de convergência – T-Commerce (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  38. 38. Cenários de convergência – T-Gov (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  39. 39. Cenários de convergência – T-Gov
  40. 40. Cenários de convergência – Propaganda interativaA inserção pergunta se o telespectador tem interesse em receber uma amostra gratuita do produto.Pode ser também um desconto, um código de promoção, participação em sorteio, etc.Com sua permissão, os dados do telespectador são enviados ao anunciante. (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  41. 41. Cenários de convergência – VODTelespectador acessa vídeos on demand ou “Catch-up TV” usando TV Conectada e aplicação interativa.Vídeos são acessados no portal de VOD da emissora de TV aberta. (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  42. 42. Conteúdo interativoTecnologia, Usabilidade e NarrativaNovas Tendências – Novos Meios
  43. 43. Conteúdo interativo para criançashttp://pf.nhk-ep.co.jp/detail/1343http://www.itvt.com/story/5532/bbc-unveils-revamped-red-button-interactive-tv-service-childrens-channel-cbeebieshttp://www.futurescape.tv/2010/05/innovative-digital-narrative-projects-at-bbc-childrens-interactive.html
  44. 44. O Desafio dos Novos Meioshttp://techcrunch.com/2012/08/08/dream-team-of-childrens-tv-producers-create-playsquare-touchable-tv-for-the-ipad/http://applidium.com/en/applications/mon_nickelodeon_junior/
  45. 45. Tecnologia, Usabilidade e Narrativa A Narrativa Interativa, em seunúcleo deve contar uma história, damesma forma que um livro. A tecnologia e o acesso aos novosmeios, principalmente os SmartDevices, não só transformam aexperiência passiva de assistir a umfilme em algo interativo, masdemolem as barreiras de usabilidadeque existem nos computadores atuais. O mundo está convergindo para odispositivo móvel (mobile) que nadamais é do que uma tela inteligente eacessívelhttp://www.purplecarrotbooks.com/home/the-prisoner-of-carrot-castle-ipad-kids-app/
  46. 46. Tecnologia, Usabilidade e Narrativa A Tecnologia atual deixou de seruma barreira. A usabilidade começa a atingir oponto em que crianças de todas asidades, origens e até comnecessidades especiais tem acessopleno ao conteúdo. É exatamente neste momentoque a narrativa deve se valer dessaacessibilidade para transmitir umconteúdo que una valores,educação e entretenimento dentrode uma única narrativa.A chave é o convite para ainteratividade no mobile e na TV.
  47. 47. Interatividade – Novas Tendências Anúncio de TV Interativo usando tecnologia Kinect e TV Conectada, com acesso a informações extras do filme, making of, galeria de fotos, etc.http://www.brainient.com/blog/2012/09/25/brainient-launches-the-worlds-first-xbox-kinect-compatible-interactive-ad/
  48. 48. Interatividade – Novas Tendências Aplicação de TV Interativa para o show “Sesame Street” Aplicação Interativa convida as crianças a participarem da narrativa de cada episódio e permite a interação direta usando a tecnologia Kinect. http://www.gizmodo.com.au/2011/10/kinect-realises-fantasies-by-putting-kids-inside-sesame-street/ http://www.fastcompany.com/1788024/kinect-tv-and-sesame-street-hack-next-generation-tv
  49. 49. Interatividade – Novas TendênciasAplicação Interativa que mistura Filme, Livro e Interatividade para Ipad, feita em colaboraçãocom a National Geographic e baseada na séria da BBC “Walking with the Dinosaurs”.http://www.telegraph.co.uk/technology/mobile-app-reviews/8796377/March-of-the-Dinosaurs-iPad-app-review.htmlhttp://www.youtube.com/watch?v=RUML8hTngsQ
  50. 50. Múltiplas Telas: ambiente socialInteratividade na 2ª. TelaPadrão Ginga e Múltiplas TelasSincronização com o conteúdo
  51. 51. Comportamento Pessoas se encontram e conversam em todos os lugares sobre o que viram na TV Bebedouros Áreas de alimentação Escolas Salas de estar As pessoas querem CONVERSAR sobre o que viram na TV As pessoas querem SABER MAIS sobre o que viram na TV
  52. 52. Comportamento Agora esta prática acontece em tempo real e as pessoas não esperam: querem fazer mais coisas enquanto assistem TV Pessoas querem conversar e interagir como faziam antes, mas DURANTE o tempo em que assistem a TV Experiência coletiva da TV + experiência pessoal da Internet
  53. 53. Social TV – Aplicações na 2ª. TelaSocial TV é o tipo de interatividade que faz muito mais sentido quando usada na 2ª. Tela.1 – Twelevision (http://www.twelevision.com.au/)Agregador de Tweets para atrações na TV * 2 – Miso (http://gomiso.com/) Habilita “Check-in” nos shows, criando salas virtuais3 – Getglue http://getglue.com/Guia Personalizado e recomendações* “Channeling Twitter effectively could nourish content discovery habits, encouraging viewers to tuneinto a program they might not watch otherwise (TV Genius)”
  54. 54. Social TV – Exemplo GingaAgregação de recomendações das atrações da emissora por amigos em redes sociais (Twitter). (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  55. 55. TV Interativa na 2ª. Tela http://digital2disc.com/index.php/news/article/second-screens-and-social-tv-making-waves-in-the-broadcast-world http://www.ign.com/articles/2012/10/03/amazing-spider-man-second-screen-sneak-peek http://money.cnn.com/2012/04/09/technology/second_screens/index.htm
  56. 56. Integrando Ginga e a 2ª. TelaSolução de 2nd Screen baseada no Padrão Ginga Ao abrir o aplicativo aparecem os ícones das principais emissoras de TV. Os ícones levam para os websites dos programas que estão sendo exibidos, com base na programação de cada canal. Caso uma emissora sintonizada esteja transmitindo Ginga, o ícone indicará que existe interatividade e levará para o conteúdo adaptado ao formato tablet (ou smartphone) e que está sincronizado com o programa em exibição. Transmissão Sincronização Ginga na 2ª. Tela (*) © Copyright TQTVD / TOTVS
  57. 57. O que é necessário para o sucesso da Interatividade?1. União dos produtores de conteúdo e emissoras em torno de um padrão como o Ginga.2. Planejamento do desenvolvimento de conteúdo e cobertura da grade de programas com interatividade.3. Fomento aos produtores de conteúdo audio-visual - interativo.4. Conteúdo já visando Múltiplas Telas e TV Social.
  58. 58. A Linguagem da InteratividadeObrigado! Dúvidas Aguinaldo Boquimpani Consultor Especialista para TV Digital Interativa Aguinaldo.boquimpani@yahoo.com http://br.linkedin.com/in/aguinaldoboquimpani Twitter @ag_rb

×