Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Rotas da ecoteologia (afonso murad)

109 views

Published on

Apresentação sobre a ecoteologia: definição, abrangência, tipologia. Comunicação na VII ANPTECRE.

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Rotas da ecoteologia (afonso murad)

  1. 1. Rotas da Ecoteologia Afonso Murad ecologiaefe.blogspot.com
  2. 2. O começo.... • Termo cunhado por David G. Hallman, presidente do Conselho Mundial das Igrejas -> Ecotheology: Voices from South and North, 1994. • Abordagem inaugurada por J. Moltmann -> Deus na Criação • A perspectiva latino-americana de Leonardo Boff -> Ecologia: grito da Terra, grito dos pobres
  3. 3. A ecoteologia ativa o diálogo da fé cristã com a consciência ecológica • Redefine a noção de domínio e reinterpreta a tarefa de “administrar o mundo” em Gn 1. • Busca novas metáforas e conceitos para expressar a relação de Deus com a criação e o vínculo do ser humano com as outras criaturas. • Explicita paradigmas bíblicos e outras tradições para superar o dualismo grego e da estratificação hierárquica dos seres. • Acentuar o valor intrínseco de todas as criaturas, que tem sua origem em Deus. • Propõe princípios éticos e critérios práticos para pessoas e comunidades, em vista de novo estilo de vida (GURIDI, 2018, p. 87).
  4. 4. A ecoteologia: • reelabora a fé em diálogo com as ciências ambientais, as práticas socioambientais e o paradigma ecológico; • contribui no cuidado com o planeta, a sustentabilidade e o bem viver; • desenvolve uma espiritualidade, unificadora, celebrativa, alegre, esperançada, lúcida, conectada com o mundo humano e cósmico; • articula a dimensão social da fé cristã consciência planetária, ampliando o horizonte da teologia da Libertação; • agrega elementos das teologias de gênero, afroamericana, indígena, decolonial, ecumênica e inter-religiosa; • convoca para desenvolver atitudes pessoais, ações coletivas e políticas institucionais visando manter a terra habitável e promover a inclusão social dos pobres.
  5. 5. As diferenças se devem a: • as formas de lidar com o uso da Escritura; • as perguntas formuladas e estudadas; • as preocupações particulares ou gerais; • a pluralidade de Igrejas cristãs; • o tipo de diálogo estabelecido com as ciências e a filosofia; • o horizonte intelectual, • os objetivos estabelecidos • a forma como se recebe e interpreta a Tradição cristã (GURIDI, 2018, p. 101).
  6. 6. A ecoteologia penetrou em vários âmbitos da teologia, como a dogmática, a ética, a história, os estudos bíblicos, a liturgia e a espiritualidade. Desta forma, propicia uma revisão integral e uma nova expressão do cristianismo. Ela conecta as práticas e crenças ecologicamente amigáveis com as convicções e símbolos mais profundos da fé cristã (GURIDI, 2018, p.155-157).
  7. 7. Tipologias da Ecoteologia • Mapa conceitual para agrupar diferentes ênfases, centros de gravidade, métodos e perspectivas, através das quais a ecoteologia se desenvolve. • Guridi apresenta as tipologias construídas pelos teólogos(as) norte- americanos John Haught, Rosemary Radford Ruether e Willis Jenkins.
  8. 8. John Haught: três perspectivas • Apologética: a teologia explora a Escritura e a Tradição para desentranhar os elementos ecologicamente amigáveis. • Sacramental: reconhecimento do valor intrínseco de cada criatura. Continuidade entre os humanos e as demais criaturas, estreita relação entre toda a criação • Escatológica: A humanidade forma parte de uma história ampla na qual o universo inteiro aguarda a realização das promessas divinas.
  9. 9. Rosemary Radford Ruether • Tradição da aliança: Bíblia fonte primária da ecoteologia. Salmos, profetas e sapienciais: a criação inteira está viva e em relação dinâmica com Deus. Deus estabeleceu uma aliança com toda a criação, e nela se configuram as relações de justiça na sociedade humana e de equilíbrio na natureza. • Tradição sacramental: compreende aa comunidade da criação em seu conjunto como um todo vivente. Deus próximo e imanente na criação. O universo visível é um sacramento do divino. Recupera a cristologia cósmica.
  10. 10. Willis Jenkins Três enfoques, em relação à teologia da Graça. 1. Santificação, mais desenvolvida pelos católicos, que se traduz na estratégia teológica da ecojustiça. 2. Redenção, mais presente entre os protestantes, enfatizando a administração da terra. 3. Deificação, desenvolvida pelos ortodoxos, salientando a espiritualidade ecológica. Assim, diferentes padrões de resposta cristã ante os desafios ecológicos
  11. 11. Conclusão aberta • As tipologias significam “rotas” adotadas. Elas nos ajudam a compreender o alcance e o limite das opções na ecoteologia. • No contexto latino-americano, as rotas se ampliam, ao se conjugarem com as teologias da libertação, afro, indígena, ecofeminista e macroecumênica.

×