Plano Local de Habitaçãode Interesse SocialETAPA 2 – DIAGNÓSTICOIJUÍ – 28.02.2012
Plano Local de Habitação de Interesse SocialPOLÍTICA NACIONAL DE HABITAÇÃO Aprovação do Estatuto das Cidades (jul/2001) ...
Plano Local de Habitação de Interesse Social    PARA QUE SERVE O PLANO DE HABITAÇÃO?     IDENTIFICAR OS PROBLEMAS     PR...
Plano Local de Habitação de Interesse SocialMETODOLOGIA E CRONOGRAMA
Plano Local de Habitação de Interesse Social ETAPA 1 – PROPOSTA METODOLÓGICAOBJETIVOS:                                    ...
Plano Local de Habitação de Interesse Social ETAPA 2 – DIAGNÓSTICOOBJETIVOS:                                      PRODUTOS...
Plano Local de Habitação de Interesse Social ETAPA 3 – ESTRATÉGIAS DE AÇÃOOBJETIVOS:                                      ...
Plano Local de Habitação de Interesse SocialDIAGNÓSTICO
Plano Local de Habitação de Interesse SocialOBJETIVOS: Identificar o Déficitoficialmente adotados pelo Ministério das Cida...
Plano Local de Habitação de Interesse SocialDÉFICIT BÁSICO                          “CASAS QUE FALTAM”
Plano Local de Habitação de Interesse Social                “CASAS E TERRENOS QUEINADEQUAÇÃO PRECISAM SER MELHORADOS”
Plano Local de Habitação de Interesse SocialPOPULAÇÃO FOCO:
Plano Local de Habitação de Interesse Social       ATENDIMENTO A HABITAÇÃO100%                                            ...
Plano Local de Habitação de Interesse Social     POPULAÇÃO FOCO DOS PROGRAMASPara o Ministério das Cidades, a população fo...
Plano Local de Habitação de Interesse Social    POPULAÇÃO FOCO DOS PROGRAMASPara o Ministério das Cidades, a população foc...
Plano Local de Habitação de Interesse SocialEXEMPLOS:
Plano Local de Habitação de Interesse Social       INFORMAÇÕES ESTATÍSTICAS GERAIS       EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO DO MUNICÍPI...
Plano Local de Habitação de Interesse SocialLEVANTAMENTO PARA ÁREAS RURAIS
Plano Local de Habitação de Interesse SocialLEVANTAMENTO PARA ÁREAS URBANAS
Plano Local de Habitação de Interesse Social LEVANTAMENTOS NOS LOCAISVISITA A ÁREA URBANA EM 19 DE DEZEMBRO DE 2011
Plano Local de Habitação de Interesse SocialMAPEAMENTO DAS ÁREAS DE RISCO
Plano Local de Habitação de Interesse SocialPRODUÇÃO DA HABITAÇÃO MUNICIPAL
Plano Local de Habitação de Interesse SocialPLANO DE AÇÃO
Plano Local de Habitação de Interesse Social  PLANO DE AÇÃO LINHAS DE                                                     ...
Plano Local de Habitação de Interesse SocialOFICINA
Plano Local de Habitação de Interesse SocialOFICINA1. Quais os locais em Ijuí que necessitam maior   atenção referente à h...
Plano Local de Habitaçãode Interesse SocialETAPA 2 – DIAGNÓSTICOIJUÍ – 28.02.2012
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

PLHIS Ijuí: Apresentação da Oficina de Construção Coletiva

1,522 views

Published on

Oficina realizada na fase de diagnóstico do PLHIS de Ijuí em 28 de fevereiro de 2012.
Contou com 60 presentes, incluindo autoridades municipais, representantes dos bairros e pessoas da comunidade em geral.

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,522
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
886
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

PLHIS Ijuí: Apresentação da Oficina de Construção Coletiva

  1. 1. Plano Local de Habitaçãode Interesse SocialETAPA 2 – DIAGNÓSTICOIJUÍ – 28.02.2012
  2. 2. Plano Local de Habitação de Interesse SocialPOLÍTICA NACIONAL DE HABITAÇÃO Aprovação do Estatuto das Cidades (jul/2001) Criação do Ministério das Cidades (jan/2003) Criação do Conselho das Cidades (out/2003) Aprovação da Política Nacional de Habitação (dez/2004); Criação do SISTEMA NACIONAL DE HABITAÇÃO de Interesse Social (2005) Exigência do Plano de Habitação nos municípios (2008)
  3. 3. Plano Local de Habitação de Interesse Social PARA QUE SERVE O PLANO DE HABITAÇÃO?  IDENTIFICAR OS PROBLEMAS  PROPOR SOLUÇÕES AÇÕES E METAS FONTES DE FINANCIAMENTO  GARANTIR ACESSO AOS RECURSOS FEDERAIS O PLHIS ajuda a “colocar a casa em ordem”. Ele prepara melhor o Município para responder a falta de moradia.O plano não trata de construção imediata de moradias. Eleé um PLANO A LONGO PRAZO para todo o problemahabitacional do município.
  4. 4. Plano Local de Habitação de Interesse SocialMETODOLOGIA E CRONOGRAMA
  5. 5. Plano Local de Habitação de Interesse Social ETAPA 1 – PROPOSTA METODOLÓGICAOBJETIVOS: PRODUTOS: Definir as atribuições das equipes Documento (municipal e de consultoria); Definir o Plano de Trabalho Metodológico; (organograma e cronograma geral); Elaborar a operação das estratégias de divulgação e mobilização da comunidade; É O PROJETO DO QUE Elaborar material para a divulgação SERÁ REALIZADO DAQUI das atividades do PLHIS; PARA FRENTE Divulgar os eventos do PLHIS da etapa.ATIVIDADES PÚBLICAS: PRAZO: 30 dias•Audiência Pública_ 19 DE CUSTO: 20% do totalDEZEMBRO
  6. 6. Plano Local de Habitação de Interesse Social ETAPA 2 – DIAGNÓSTICOOBJETIVOS: PRODUTOS: Coletar dados disponíveis e organizar a Diagnóstico produção dos dados não-disponíveis; Habitacional; Analisar a legislação e a experiência passada do Município; Realizar visitas de campo para verificar os dados levantados e conhecer a realidade; Analisar os dados da situação É o levantamento do habitacional, quantificando o déficit, quadro habitacional da definindo os principais problemas cidade, seus desafios e existentes, as forças sociais atuantes e potencialidades; alternativas de financiamento.ATIVIDADES PÚBLICAS: PRAZO: 90 dias•Oficinas_ 28 DE FEVEREIRO CUSTO: 50% do total•Audiência Pública_ 20 DE MARÇO
  7. 7. Plano Local de Habitação de Interesse Social ETAPA 3 – ESTRATÉGIAS DE AÇÃOOBJETIVOS: PRODUTOS: Definir princípios e diretrizes orientadoras; Documento Final Definir objetivos, metas e indicadores; do Plano; Definir linhas programáticas, programas e É a definição das ações ações; a serem realizadas nos Definir recursos e fontes de financiamento; próximos 20 anos, Construir sistema de informação incluindo os resultados a habitacional (monitoramento, avaliação e serem alcançados, os revisão do PLHIS); requisitos para que isso Definir prioridades e hierarquização. aconteça e os recursos necessários e os disponíveis.ATIVIDADES PÚBLICAS: PRAZO: 60 dias•Oficinas_ 24 DE ABRIL CUSTO: 30% do total•Audiência Pública_ 15 DE MAIO
  8. 8. Plano Local de Habitação de Interesse SocialDIAGNÓSTICO
  9. 9. Plano Local de Habitação de Interesse SocialOBJETIVOS: Identificar o Déficitoficialmente adotados pelo Ministério das Cidades/Gov. Federal
  10. 10. Plano Local de Habitação de Interesse SocialDÉFICIT BÁSICO “CASAS QUE FALTAM”
  11. 11. Plano Local de Habitação de Interesse Social “CASAS E TERRENOS QUEINADEQUAÇÃO PRECISAM SER MELHORADOS”
  12. 12. Plano Local de Habitação de Interesse SocialPOPULAÇÃO FOCO:
  13. 13. Plano Local de Habitação de Interesse Social ATENDIMENTO A HABITAÇÃO100% 7,6 18,5% 10,9 mercado privado80% 20,560% 18,4 92%40% 12,9 do déficit habitacion 16,8 al20% 84% 13,0 0% até 1 s.m. mais de 1 a 2 s.m. mais de 2 a 3 s.m. mais de 3 a 5 s.m. mais de 5 a 10 s.m. mais de 10 a 20 s.m. mais de 20 s.m.
  14. 14. Plano Local de Habitação de Interesse Social POPULAÇÃO FOCO DOS PROGRAMASPara o Ministério das Cidades, a população foco é aquelade 0 a 3 salários mínimosFNHIS – Urbanização de até R$1.395,00MENSAISAssentamentos Precários:Minha Casa Minha Vida 2 até R$1.600,00MENSAISPara agricultores, no ProgramaNacional Habitação RuralGrupo 1: até R$15.000,00ANUAISGrupo 2: até R$30.000,00ANUAISOs parâmetros acima consideram a renda familiar bruta.
  15. 15. Plano Local de Habitação de Interesse Social POPULAÇÃO FOCO DOS PROGRAMASPara o Ministério das Cidades, a população foco é aquelade 0 a 3 salários mínimosFNHIS – Urbanização de R$1.395,00MENSAISAssentamentos Precários:Minha Casa Minha Vida 2 R$1.600,00MENSAISPara agricultores,(no PNHR) R$20.000,00ANUAIS critérios de assistência especial para idosos, portadores de necessidades especiais, mulheres chefe de família, indígenas e quilombolas.
  16. 16. Plano Local de Habitação de Interesse SocialEXEMPLOS:
  17. 17. Plano Local de Habitação de Interesse Social INFORMAÇÕES ESTATÍSTICAS GERAIS EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO: 1970 1980 1991 2000 2010 2020 2030 População pela FEE 31.805 23.140 19.251 19.725 21.979 24.476 27.257 População pelo IBGE - - 19.251 19.725 20.325 20.960 21.614HAB. 78% 33% 38% 62% 67% 22% ANO GRÁFICOS DA EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO ATÉ 2030
  18. 18. Plano Local de Habitação de Interesse SocialLEVANTAMENTO PARA ÁREAS RURAIS
  19. 19. Plano Local de Habitação de Interesse SocialLEVANTAMENTO PARA ÁREAS URBANAS
  20. 20. Plano Local de Habitação de Interesse Social LEVANTAMENTOS NOS LOCAISVISITA A ÁREA URBANA EM 19 DE DEZEMBRO DE 2011
  21. 21. Plano Local de Habitação de Interesse SocialMAPEAMENTO DAS ÁREAS DE RISCO
  22. 22. Plano Local de Habitação de Interesse SocialPRODUÇÃO DA HABITAÇÃO MUNICIPAL
  23. 23. Plano Local de Habitação de Interesse SocialPLANO DE AÇÃO
  24. 24. Plano Local de Habitação de Interesse Social PLANO DE AÇÃO LINHAS DE UNITÁRIO AÇÃO PROGRAMAS PROJETOS QUANTO R$ TOTAL (R$)  OBSERVAÇÕES4. urbanização d e construção de construção de novas unidades 153 CUSTO JÁ INCLUI URBANIZAÇÃOassentam entos moradias E COMPRA DA TERRA PARA 24.000,00 3.672.000,00precários UNIDADE UNIFAMILIAR ISOLADA apoio a reforma/ampliação das unidades 29 CUSTO DE KIT DE MATERIAIS qualidade da existentes 6.000,00 174.000,00 PARA REFORMA E AMPLIAÇÃO moradia construção de unidades sanitárias 31 CUSTO DE KIT DE MATERIAL E (banheiro) MÃO-DE-OBRA PARA 2.500,00 77.500,00 CONSTRUÇÃO DE UNIDADE SANITÁRIA sócio ambiental fornecimento energia elétrica (saneamento e infra-estrutura) fornecimento de água potável REALIZOU-SE A SOMA DOS COMPONENTES DO DÉFICIT BASEADA NO FATO DE OS canalização e destinação do 341 11.000,00 3.751.000,00 AGLOMERADOS NECESSITAREM DE esgoto sanitário INVESTIMENTO GENERALIZADO EM INFRA-ESTRUTURA. ampliação e melhoraria da coleta de lixo regularização fornecimento das escrituras de 272 NÚMERO PODE SUBESTIMAR fundiária casas e terrenos 200,00 REALIDADE. NÃO HÁ LEVANTAMENTO CONFIÁVEL 54.400,00 DOS CADASTROS.
  25. 25. Plano Local de Habitação de Interesse SocialOFICINA
  26. 26. Plano Local de Habitação de Interesse SocialOFICINA1. Quais os locais em Ijuí que necessitam maior atenção referente à habitação? Com mais problemas… (localizar no mapa)2. Como deve ser uma família para ser incluída num programa de Habitação de Interesse Social?3. Como enfrentamos (o município) o problema habitacional em Ijuí hoje?4. O que as pessoas fazem para ter uma casa em Ijuí?
  27. 27. Plano Local de Habitaçãode Interesse SocialETAPA 2 – DIAGNÓSTICOIJUÍ – 28.02.2012

×