Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Aplulea1

625 views

Published on

  • Login to see the comments

  • Be the first to like this

Aplulea1

  1. 1. Meu apartamento em Lulea, Suécia
  2. 2. Tenha sempre este mapa em mente ao apreciar os próximos slides. Se possível, imprima a planta Planta Vestíbulo Armário
  3. 3. Visão Sul, parte da parede Oeste à direita . Note-se a beleza da luminária no teto. Os panos traçam um desenho casual. Buda na estante a tudo contempla, em paz.
  4. 4. Visão Noroeste. Luminária e artefatos de trabalho na mesa. Roupas estão delicadamente pousadas nas cadeiras. A estampa da cortina confere um colorido peculiar ao ambiente. É possível sentir o perfume das flores desenhadas na toalha.
  5. 5. Vista Nordeste da sala . Note-se o belo design da cozinha-armário. Frigobar e fogão elétrico completam o ambiente gastronômico. O papel de parede imitando ladrilhos traz um charme especial.
  6. 6. Visão Leste, de dentro da sala. Daqui vê-se o vestíbulo. O retrato de um time de futebol pela metade, assim como o cabideiro e o rádio-relógio, trazem sentido à incompletude de um batente sem porta.
  7. 7. Visão Norte . Armário visto do vestíbulo Os dois casacos à direita foram deixados pelo proprietário. Parte de uma vida que desconheço.
  8. 8. Visão Norte com parte da parede Oeste . O espelho reflete a comovente simplicidade. A rosa murcha no vaso improvisado não foi descartada em seu tempo, agora é parte da paisagem. Ganhei-a ao tocar para um grupo de senhoras soroptimistas.
  9. 9. Visão Norte . Frigobar, fogão, pá e vassoura, pequenos quadros, papel de parede, o mapa da Índia, parte do lixo. À esquerda repousa o violão. Joelhos aparecem na parte inferior da imagem, evidenciando o esforço do fotógrafo.
  10. 10. Visão Noroeste . Aqui aparece a luminária central em todo seu esplendor. A cozinha-armário é uma graça. Os sapatos são deixados no vestíbulo, para não macular a delicadeza do tapete.
  11. 11. Visão Nordeste . O roupão cinza é do proprietário, mas usei-o para sair do banho. A solidez do criado-mudo de ferro impressiona. Dormi com a cabeça para o lado oposto, para evitar a luz da janela.
  12. 12. Visão Sudoeste . Uma estante utilíssima separa a sala de estar, com o sofá bicama, do quarto de dormir. A luminária, onipresente. Minhas ceroulas penduradas no braço da cadeira quebram a monotonia do lugar.
  13. 13. Visão Oeste . A mesa, em cuidadosa bagunça, as roupas, aparentemente a esmo: Brancos e cinzas dão destaque ao vaso amarelo, à direita. No fundo, o xarez colorido da cortina completa a estrutura cromática.
  14. 14. O mistério da visão oeste ao crepúsculo fala por si mesmo .
  15. 15. Visão Leste: o vestíbulo . Um boné pendurado na parede, roupas, sapatos, mala, a porta do banheiro, um saco plástico azul na estante… são tantos detalhes que a vista se confunde, em êxtase.
  16. 16. Visão oeste, dentro do banheiro . A pia, alva como a neve deste país. O sabonete e o pincel de barba, em níveis diferentes, desequilibram e cuidam da figura a um só tempo.
  17. 17. Visão Leste, dentro do banheiro . Note-se o vermelho do chão recebendo o branco da louça. A figura perturba, ameaçando tragar o espectador.
  18. 18. Visão Leste . Dentro do banheiro, acima do vaso sanitário, fica este incrível secador de toalhas. Vejo-o como a letra ”E”, a conjunção por excelência ente a estética e a utilidade.
  19. 19. Visão Sudoeste . Chuveiro, cortina de plástico com motivo de bolinhas, parte do armarinho de cima da pia, exaustor. Os cosméticos dão vida a este importante espaço da casa.
  20. 20. Da minha janela vejo a faixa de pedestres. Os carros param e eu atravesso. Atravessei o mundo para estar aqui. Aqui estou para que o mundo me atravesse.

×