Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

O Cerrado; conceito e vegetação

1,050 views

Published on

Uma breve explicação sobre o bioma do sertão brasileiro

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

O Cerrado; conceito e vegetação

  1. 1. Breve histórico • O Cerrado é praticamente um bioma brasileiro, apesar de que há manchas de Cerrado na Bolívia e Paraguai, que originalmente ocupava cerca de 25% do território do país, em cujos domínios, ele predomina.
  2. 2. Clima • O clima do Cerrado se caracteriza por apresentar um período seco(abril a setembro) bem marcado, e um período chuvoso nos outros meses do ano, principalmente no verão.
  3. 3. • É comum que as plantas tenham raízes profundas que alcançam os depósitos de água do subsolo e na estação seca grande parte das árvores e arbustos perde as folhas.
  4. 4. A VEGETAÇÃO DO CERRADO • Ao contrário do que pode parecer á primeira vista, o Cerrado é muito rico em espécies vegetais. • Já foram compiladas mais de 6000 espécies na flora do Cerrado. • Há muitas espécies endêmicas, principalmente dentre as espécies dos extratos herbáceo e arbustivo. • As plantas do cerrado têm diferentes estratégias para conviver com regimes de fogo e seca, típicos deste bioma.
  5. 5. AS ÁRVORES DO CERRADO • As árvores do Cerrado são um espetáculo à parte e conferem a estes bioma um panorama único. • Muitas delas são tortuosas e a maioria não são altas. • Árvores tortuosos, de casca muito grossa e grandes folhas coriáceas, muitas vezes pilosas, são típicas do Cerrado. • Abaixo da terra, onde nossos olhos não vêem, estão longas raízes, chamadas pivotantes, buscam a água em camadas profundas, onde o suprimento não é limitado pela ausência de chuvas.
  6. 6. A FAUNA DO CERRADO • O Cerrado é um bioma em mudança acelerada pela influência do homem, a qual afeta muito a composição faunística. • A fauna do Cerrado é pouco conhecida, e menos ainda se sabe da História Natural desses animais. • A maioria da fauna conhecida de vertebrados não é endêmica e muitas espécies dependem de formações úmidas ( por exemplo matas ciliares ) para buscar água, alimento e abrigo e, no caso das aves, local para construir ninhos.
  7. 7. SERES INVERTEBRADOS São encontrados um número grande de adaptações, principalmente de insetos fitófagos (comedores de plantas) e muitos endemismos. o- Os cupins; • - As formigas e saúvas; • - Mamangava; • - Jataí; • - Marimbondos.
  8. 8. OS RÉPTEIS • - A cascavel; • - Jiboia; • - Jararaca; • - Teiú; • - Jabuti; • - Cágado.
  9. 9. MAMÍFEROS • Tatús (peba, galinha, canastra e bola); • - Tamanduás (bandeira e mirim); • - Veado campeiro; • - Cateto; • - Cachorro do mato; • - Cachorro vinagre; • - Lobo guará; • - Jaratataca; • - Gato mourisco; • - Onça.
  10. 10. A ÁGUA E O CERRADO
  11. 11. • Nos domínios do Cerrado chove pouco e o inverno é bem seco. • As estações mais chuvosas são a primavera e o verão, de outubro até o meio do março, mais ou menos. • As vezes não chove nada na época seca em algumas partes. • A capacidade de retenção de água dos solos do Cerrado é também baixa.
  12. 12. OS SISTEMAS SUBTERRÂNEOS DO CERRADO • Várias plantas do Cerrado têm órgãos tuberosos grossos que armazenam nutrientes e água, que podem ser raízes carnosas ou tubérculos.
  13. 13. A CONSERVAÇÃO DO CERRADO E A ECONOMIA • O cerrado tem sido utilizado como um Grande pasto natural para o gado desde há muito tempo, devido a riqueza de espécies gramíneas e leguminosas, especialmente nas formações de campo limpo. • Entretanto, o Cerrado vem sendo impiedosamente alterado para produção de carvão, para agricultura, sobretudo para plantação de pastagens com gramíneas exóticas. • O gado pisoteia e traz sementes de que originalmente não ocupavam os domínios do cerrado.
  14. 14. Os pecuaristas ateiam fogo no Cerrado, para criar mais pastagens; isto porque com o fogo, a vegetação não rasteira é destruída e as sementes das gramíneas, dormentes, são estimuladas a rebrotar.

×