Texto De Tyler

4,266 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
4,266
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
69
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Texto De Tyler

  1. 1. -01- Princípios Básicos de Currículo e Ensino: Ralph W. Tyler – Editora Globo. 1975 Assuntos abordados no texto 1. Currículo 2. Avaliação 1. Como se pode avaliar a eficácia de experiências de aprendizagem? 1.1 A avaliação é também uma operação importante no desenvolvimento do currículo (p.97) A necessidade de avaliação: Deve ficar claro que a avaliação torna-se, então, um processo cuja finalidade é verificar até que ponto as experiências de aprendizagem, tais como foram Desenvolvidas e organizadas, estão realmente produzindo os resultados desejados, e o processo de avaliação compreenderá a identificação dos pontos fracos e fortes dos planos. Em resultado da avaliação, é possível notar sob que pontos de vista o currículo é eficiente e a que respeito necessita ser melhorado. P.98 1.2. Noções fundamentais s sobre avaliação <ul><li>O processo de avaliação consiste essencialmente em determinar em que </li></ul><ul><li>Medida os objetivos educacionais estão sendo realmente alcançados </li></ul><ul><li>Pelo programa de currículo e ensino. (p.98,99) </li></ul><ul><li>FUNDAMENTO -A avaliação é o processo mediante o qual se </li></ul><ul><li>determina o grau em que essas mudanças de comportamento estão </li></ul><ul><li>Realmente ocorrendo. (p.99) </li></ul>OBS: Em face disso, não se está capacitado para avaliar um programa de ensino quando os alunos são testados apenas no fim do programa. Sem saber quais eram as condições dos estudantes no início não é possível determinar em que medida houve modificações. (p.99) Dois aspectos importantes: primeiro lugar : a avaliação deve apreciar o comportamento dos estudantes, visto ser uma mudança desse comportamento o que se busca em educação. segundo lugar: - a avaliação deve envolver mais do que uma simples apreciação em qualquer Momento dado, uma vez que, a fim de verificar se ocorreu Mudança, é necessário fazer uma apreciação na fase Inicial e outras mais tarde, para identificar as mudanças Que talvez estejam se processando. P.99)
  2. 2. -02- Uma avaliação educacional envolve duas apreciações: Uma na fase inicial do programa; Outras em alguma ocasião posterior, de modo que a mudança possa ser Medida.(p.99) OBS: Como a avaliação envolve a obtenção de evidência sobre mudanças de comportamento nos estudantes, toda evidência válida sobre comportamentos desejados como objetivos educacionais fornece um método apropriado de avaliação(.p100) È importante reconhecer isto, pois muitas pessoas consideram a avaliação como sinônimo de testes com lápis e papel. (p100) 1.3. Como obter evidências Da mudança de comportamento Testes com lápis e papel (também são úteis); Observação; Entrevistas; Coleta de dados através de atividades realizadas pelos alunos; Atitudes comportamentais; A amostragem; (p.100/101) Qualquer meio de obter dados sobre as espécies de Comportamento representadas pelos objetivos educacionais da escola ou faculdade é um procedimento apropriado De avaliação.(p101) Em um dado momento é importante avaliar os resultados obtidos pelo aluno ano após ano e de modo a obter um registro continuado do progresso em sua vida escolar.(p100)
  3. 3. -03- 1.4. Procedimentos de avaliação O PROCESSO DE AVALIAÇÃO COMEÇA PELOS OBJETIVOS DO PROGRAMA EDUCACIONAL (P.102 O passo seguinte a dar no procedimento de avaliação é identificar as situações Que dão ao estudante a oportunidade de expressar o comportamento implicado Pelos objetivos educacionais. (p.104) OBS: Toda situação avaliativa é o tipo de situação que dá aos estudantes uma oportunidade de expressar o tipo de Comportamento que estamos procurando avaliar. (p.105) . OBS: Como o propósito é verificar até que ponto esses objetivos estão senso realmente alcançados, é necessário dispor de procedimentos de avaliação que forneçam dados sobre cada Um dos tipos de comportamento implicados por cada um dos Grandes objetivos educacionais. (p.102/103) A definição de objetivos é, pois, uma fase importante da avaliação. (p104) A única maneira de saber se os estudantes adquiriram determinados tipos de comportamento é dar-lhes uma oportunidade de mostrar esse comportamento – isso significa que devemos encontrar situações que não só permitam a expressão do comportamento, mas também o encorajem ou evoquem. (p.104) Só depois que os objetivos foram identificados, claramente definidos, e se tiver feito uma lista de situações que facilitam a expressão do comportamento desejado, é Possível examinar os instrumentos de avaliação disponíveis para ver até que ponto Eles podem servir nossos propósitos de avaliação. (p105)
  4. 4. -04- OBS: Realmente, não é possível examinar um teste particular e decidir se ele serviria para avaliar um determinado programa educacional, enquanto os objetivos do programa não tiverem sido identificados e definidos, e enquanto não tiverem sido também Identificadas as espécies de situações que dariam a esse comportamento oportunidade De expressar-se. (p.105) A fase seguinte no desenvolvimento de um instrumento De avaliação é decidir sobre os termos ou unidades que serão Usados para sumariar ou aquilatar o registro de comportamento Que se obteve. (p.107) OBS.: OBS: A elaboração de instrumentos de avaliação pode ser um trabalho muito difícil Se o propósito é obter um instrumento altamente refinado, porém muito se pode fazer Num nível menos refinado, coligindo evidência relativa a esses diversos objetivos Educacionais por processos bastante simples.(p.106) Deixemos bem claro que, para a maioria Dos propósitos, a apreciação do comportamento humano deve ser analítica, e não consistir num simples sumário de escores. Saber, simplesmente, que John Smith obteve um escore de 97 e Mary Jones obteve um escore de 64 em algum instrumento de avaliação usado não é um tipo adequado de sumário, Capaz de apresentar um máximo de utilidade do currículo. (p.108.109) Critérios para elaboração de instrumentos de avaliação.( P.110) <ul><li>objetividade; </li></ul><ul><li>Fidedignidade </li></ul><ul><li>Validade (p.110) </li></ul>O instrumento de avaliação é manifestamente válido, porque oferece uma amostra direta de espécie de comportamento que se pretende aguilar,. (p111)
  5. 5. -05- 1.5 O uso dos resultados de avaliação.(p.112) OBS: 1 Esses escores ou termos descritivos devem, naturalmente, ser comparáveis aos que Foram usados numa data anterior para que possam indicar a mudança ocorrida e seja possível ver se está ou não havendo um verdadeiro progresso. (p.112) Isso tudo implica é que o planejamento de currículo é um processo contínuo e, à medida que se desenvolvem conteúdos e procedimentos de avaliação para identificar os pontos fortes e fracos do programa curricular. Essa É a sua função principal na elaboração do currículo. Mas a avaliação tem outras finalidades – o pro´rio fato de não ser possível fazer uma avaliação enquanto os objetivos não estejam definidos com bastante clareza para que se possa reconhecer o comportamento que se tem em mira, significa que a avaliação é um meio poderoso de clarificar objetivos educacionais, se estes já não foram clarificados no processo de planejamento do currículo. (p.114) Como todo programa educacional compreende vários objetivos e como, para quase todo objetivo, haverá vários Escores ou termos descritivos usados para sumariar O comportamento dos alunos em relação a esse objetivo... (p112) 2. Não só é desejável analisar os resultados de uma avaliação para indicar os vários pontos fortes e fracos, como também é necessário examinar esses dados para sugerir possíveis explicações ou hipóteses sobre a razão desse particular padrão de pontos fortes e fracos. (p113) 3. Se elas parecem ser coerentes com os dados disponíveis, o passo seguinte é modificar O currículo no sentido implicado pelas hipóteses e ensinar então o conteúdo, para ver se há alguma melhora verdadeira no grau de adiantamento dos alunos depois de Introduzidas tais modificações – se houver melhora, isso sugerirá que as hipóteses são Explicações aceitáveis e a base para melhorar o currículo foi identificada. (p.113) A avaliação também exerce uma poderosa influência sobre a aprendizagem . (p114)
  6. 6. -06- OBS.: Todo programa extenso de avaliação fornece informações que podem ter grande valor em relação aos Estudantes individualmente considerados. (p115) [...] os resultados da avaliação devem ser traduzidos em termos que sejam compreensíveis aos pais e ao público Em geral. (p115) Isso significa que, a não ser que o procedimento d avaliação esteja em estreito paralelo com os objetivos educacionais do currículo, ele pode tornar-se o foco da atenção dos estudantes e mesmo da atenção dos professores, em lugar dos objetivos curriculares estabelecidos. Por isso, avaliação e currículo devem estar intimamente integrados, a fim de que o efeito não seja passar-se para trás o planejamento do currículo para dar maior atenção aos diversos objetivos sobre os quais se concentra a avaliação. (p.115) - CONSIDERAÇÕES PESSOAIS
  7. 7. -08-

×