Fontes De Energia

4,340 views

Published on

Published in: Travel, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,340
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
55
Actions
Shares
0
Downloads
88
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Fontes De Energia

  1. 1. Eletricidade Geral – Fontes de Energia Prof.: Wallas Técnicos: Jazz, Laíssa, Marcos e Patrick Turma: AM1-B
  2. 2. Fontes de Energia Energia Hidrelétrica e Energia de Biomassa
  3. 3. Energia Hidrelétrica <ul><li>Energia hidrelétrica é um tipo de energia obtida a partir da força das águas, geralmente utilizando-se um rio para impulsionar as turbinas, além dos desníveis do relevo ou quedas construídas pelo homem. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Apesar da energia hidrelétrica está entre as que menos poluem, ela é responsável por apenas 2,5% do total da energia usada no mundo e 15% da eletricidade gerada no mundo. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Nesse tipo de geração de energia é necessário que se tenha rios com grande volume de água e corram principalmente sobre relevo do tipo planalto, propiciando assim quedas de água, o que facilita na geração da energia. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Em razão desses requisitos, nem todo país tem condições naturais para a implantação de usinas hidrelétricas, fazendo com que alguns países tenham destaque na obtenção desse tipo de energia, que são: Rússia, Canadá, Estados Unidos e Brasil. </li></ul>
  7. 7. Funcionamento de uma Usina Hidrelétrica <ul><li>Para aproveitar o potencial hidrelétrico de um determinado rio, geralmente interrompe-se seu curso normal através de uma barragem que provoca a formação de um lago artificial chamado reservatório. </li></ul><ul><li>A água captada no lago formado pela barragem é conduzida até a casa de força através de canais, túneis ou condutos metálicos. Após passar pela turbina hidráulica, na casa de força, a água é restituída ao leito natural do rio, através do canal de fuga. </li></ul><ul><li>Dessa forma, a potência hidráulica é transformada em potência mecânica quando a água passa pela turbina, fazendo com que esta gire, e, no gerador, que também gira acoplado mecanicamente à turbina, a potência mecânica é transformada em potência elétrica. </li></ul><ul><li>A energia assim gerada é levada através de cabos ou barras condutoras, dos terminais do gerador até o transformador elevador, onde tem sua tensão voltagem elevada para adequada condução, através de linhas de transmissão, até os centros de consumo. Daí, através de transformadores abaixadores, a energia tem sua tensão levada a níveis adequados para utilização pelos consumidores. </li></ul>
  8. 8. Esquema de uma Usina Hidrelétrica
  9. 9. Hidrelétrica no Brasil <ul><li>A usina de Itaipu é, atualmente, a maior usina hidrelétrica do mundo em geração de energia. Com 20 unidades geradoras e 14.000 MW de potência instalada, fornece 19,3% da energia consumida no Brasil e abastece 87,3% do consumo paraguaio. </li></ul>
  10. 10. Principais Hidrelétricas no Brasil <ul><li>Itaipú / Rio Paraná - 12.600 MW </li></ul><ul><li>Tucuruí / Rio Tocantins - 4.245 MW </li></ul><ul><li>Ilha Solteira / Rio Paraná - 3.444 MW </li></ul><ul><li>Xingó / Rio São Francisco - 3.000 MW </li></ul><ul><li>Paulo Afonso IV / São Francisco - 2.460 MW </li></ul>
  11. 11. Usina Hidrelétrica de Itaipú
  12. 12. Usina hidrelétrica Barra Bonita; no Rio Tietê
  13. 13. Usina hidrelétrica Avaré
  14. 14. Energia de Biomassa <ul><li>Qualquer matéria orgânica que possa ser transformada em </li></ul><ul><li>energia mecânica, térmica ou elétrica é classificada como biomassa. </li></ul><ul><li>De acordo com a sua origem, pode ser: florestal (madeira, </li></ul><ul><li>principalmente), agrícola (soja, arroz e cana-de-açúcar, </li></ul><ul><li>entre outras) e rejeitos urbanos e industriais (sólidos ou líquidos, </li></ul><ul><li>como o lixo). Os derivados obtidos dependem tanto da </li></ul><ul><li>matéria-prima utilizada (cujo potencial energético varia de </li></ul><ul><li>tipo para tipo) quanto da tecnologia de processamento para </li></ul><ul><li>obtenção dos energéticos. </li></ul>
  15. 15. Materiais ultilizados <ul><li>A lenha é muito utilizada para produção de energia por biomassa. No Brasil, já representou 40% da produção energética primária. A grande desvantagem é o desmatamento das florestas; </li></ul><ul><li>Bagaço de cana-de-açúcar; </li></ul><ul><li>Pó de serra; </li></ul><ul><li>Papel já utilizado; </li></ul><ul><li>Galhos e folhas decorrentes da poda de árvores em cidades ou casas; </li></ul><ul><li>Embalagens de papelão descartadas após a aquisição de diversos eletrodomésticos ou outros produtos; </li></ul><ul><li>Casca de arroz. </li></ul>
  16. 16. Produtos derivados da Biomassa <ul><li>Bio-óleo: líquido negro obtido por meio do processo de pirólise cujas destinações principais são aquecimento e geração de energia elétrica. </li></ul><ul><li>Biogás: metano obtido juntamente com dióxido de carbono por meio da decomposição de materiais como resíduos, alimentos, esgoto e esterco em digestores de biomassa. </li></ul><ul><li>Biomass-to-Liquids: líquido obtido em duas etapas. Primeiro é realizado um processo de gasificação, cujo produto é submetido ao processo de Fischer-Tropsch. Pode ser empregado na composição de lubrificantes e combustíveis líquidos para utilização em motores do ciclo diesel. </li></ul><ul><li>Etanol Celulósico: etanol obtido alternativamente por dois processos. Em um deles a biomassa, formada basicamente por moléculas de célulose, é submetida ao processo de hidrólise enzimática, utilizando várias enzimas, como a celulase, celobiase e β-glicosidase. O outro processo é composto pela execução sucessiva das três seguintes fases: gasificação, fermentação e destilação. </li></ul><ul><li>Bioetanol &quot;comum&quot;: feito no Brasil à base do sumo extraído da cana de açúcar (caldo-de-cana). Há países que empregam milho (caso dos Estados Unidos) e beterraba (da França) para a sua produção. O sistema à base de cana-de-açúcar empregado no Brasil é mais viável do que o utilizado pelo americano e francês. </li></ul><ul><li>Biodiesel é feito do dendê, da mamona e da soja. </li></ul><ul><li>Óleo vegetal: Pode ser usado em Motores diesel usando a tecnologia Elsbett. </li></ul>
  17. 17. Empreendimentos termelétricos no Brasil <ul><li>*Bagaço de cana - potência: 391,15 MW *Biomassa - potência: 82,75 MW *Biomassa e bagaço de cana -potência: 4 MW *Biomassa e óleo combustível - potência: 8,8 MW *Lenha picada - potência: 5,31 MW *Licor negro - potência: 310,18 MW *Licor negro e biomassa - potência: 142,9 MW *Lixo urbano - potência: 26,3 MW *Lixo Urbano e gás natural - potência: 600 MW *Óleo diesel e biomassa - potência: 70,2 MW ->Total - potência: 1633,59 MW </li></ul>
  18. 18. Usina de Biomassa, através da cana-de-açucar
  19. 19. Fabricação do Biodiesel <ul><li>O biodiesel é comumente produzido por meio de uma reação química denominada transesterificação. No caso específico para a reação abaixo, os triaciglicerois de origem animal, reagem com o metanol, na presença de um catalisador, produzindo glicerol(subproduto) e o éster metílico de ácido graxo (biodiesel). A reação de transesterificação pode ser catalisada por ácido ou base. </li></ul>
  20. 20. Biogás <ul><li>Biogás é um tipo de mistura gasosa de dióxido de carbono e metano produzida naturalmente em meio anaeróbico pela ação de bactérias em matérias orgânicas, que são fermentadas dentro de determinados limites de temperatura, teor de umidade e acidez. </li></ul><ul><li>Pode ser produzido artificialmente com o uso de um equipamento chamado biodigestor anaeróbico. </li></ul><ul><li>O metano, principal componente do biogás, não tem cheiro, cor ou sabor, mas os outros gases presentes conferem-lhe um ligeiro odor desagradável. </li></ul><ul><li>É classificado como biocombustível por ser uma fonte de energia renovável. </li></ul>
  21. 21. Produção artificial do Biogás

×