Ocupacao e-formacao-do-espaco-brasileiro-–-g4

1,006 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,006
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
88
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ocupacao e-formacao-do-espaco-brasileiro-–-g4

  1. 1. Ocupação e formação do espaço brasileiro – G2
  2. 2. Povos indígenas• Caça, pesca e coleta.• Poucos eram nômades.• Realização de rituais, cerimônias e festas.• Conflito entre as tribos.
  3. 3. Chegada dos portugueses no Espaço Brasileiro• Pedro Álvares Cabral• Carta de Pero Vaz de Caminha• 1500 a 1532 – período Pré-Colonial
  4. 4. • Medo da ocupação das novas Terras por outras nações da Europa levou os portugueses a ocupação do território do Brasil.• 1532  ocupação efetiva do Brasil  colônia de Portugal• Martim de Afonso de Souza• Capitanias hereditárias
  5. 5. Bandeiras• Abertura de caminhos e expansão do território do Brasil.• Rompimento do Tratado de Tordesilhas
  6. 6. Ciclo econômicos
  7. 7. 1º Ciclo Econômico do Brasil- Pau- Brasil
  8. 8. • Sem grande necessidade de ocupação do território Brasileiro• Relação de amizade com os indígenas.
  9. 9. Espaço da cana-de-açúcar• Séc. XVI e XVII, parte da Zona da Mata do Nordeste foi ocupada por plantações de cana- de-açúcar .• Uso da mão-de-obra escrava negra e indígena.• Derrubada da mata para introduzira a cultura da cana-de-açúcar.• Construção de engenhos para moer e fabricar o açúcar, caminhos para transportar o açúcar ate os portos, casa do senhores, senzalas, capelas.• Fundação de vilas e cidades.
  10. 10. Os espaços da criação de gado ou da pecuária• Para abastecer de alimentos (carne e leite) e animais para transporte a região açucareira desenvolveu-se no interior do nordeste a criação de gado bovino no séc. XVII.Observação: no séc. Posteriores a atividade de criação de gado se estendeu pelo resto da colônia atingindo o vale do Paraíba (região de SP)e ao sul da colônia (atuais estados RS e SC)
  11. 11. Drogas do Sertão• Drogas do Sertão era o nome dado dos produtos extraídos da Floresta amazônica: castanha, canela, cacau.• Atividade extrativista de pouca fixação de população na Floresta amazônica.
  12. 12. Espaços geográficos criados pela mineração• A exploração de ouro e de pedras preciosas ocorreu onde hoje é o estado de Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso  séc. XVII e XVIII.• Arraiais da mineração se transformaram em cidade.• Mudança da capital de Salvador para o Rio de Janeiro.• Grande devastação da natureza para abertura de minas e retirada do ouro.• EX.: Sabará, Ouro Preto (antiga Vila Rica)- Minas Gerais;• Cuiabá- Mato Grosso• Rio Verde - Goiás.
  13. 13. Espaço geográfico criado pelos tropeiros• Os tropeiros eram condutores das tropas de animais (mulas, cavalos, bois), ao transportarem o charque até o espaço da mineração criaram novos pousos ao longo do caminho  formação de povoados e mais tarde cidades.• Ex.: Sorocaba (SP); Ponta Grossa (PR).
  14. 14. • Antes dos tropeiros temos que lembrar da ocupação dos Jesuítas.• E além dos tropeiros os grupos de imigrantes europeus que ocuparam a Região Sul diversificando a economia.
  15. 15. Espaço da borracha• Ocorreu na Região norte, na floresta amazônica. Séc. XIX e inicio de séc. XX• Seringueira fornece o látex que é usado para a fabricação de borracha.• Atração de população, principalmente nordestinos. Maior povoamento da Amazônia.• Fundação de vilas e cidades, algumas anos mais tardes foram abandonadas.
  16. 16. • Compra do território onde hoje é o Acre.• Conflitos com os indígenas.• Utilização dos rios como meio para escoar a produção.• Construção de ferrovias Madeira- Mamoré.
  17. 17. Espaços geográficos da cafeicultura• Iniciou em Rio de Janeiro mas se expandiu e se desenvolveu como ciclo econômico no vale do Paraíba e interior de São Paulo mais tarde se espalhou a Zona da Mata mineira, posteriormente para o Norte do Paraná, Espírito Santo e Mato Grosso.• Fundação de cidades, derrubada da vegetação original para a criação das plantações de café, construção de ferrovias para escoar a produção.
  18. 18. • 1ª fase: uso da mão-de-obra escrava.• 2ª fase: uso de mão-de-obra dos imigrantes europeus livres e assalariados.
  19. 19. Brasil séc. XXProcesso de Industrialização e modernização do campo.Diversificação da economia.Utilização da Zona Econômica Exclusiva (200 milhas náuticas)

×