100 Obras Essenciais

2,496
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,496
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
36
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

100 Obras Essenciais

  1. 1. 100 Obras Essenciais. Esta lista, ordenada por compositor, não tem o intuito de espelhar as maiores obras de cada gênero alguma vez compostas, mas sim de apresentar as mais populares. Uma vez juntas, é esperado que encorajem a continuidade audição da música clássica, originado assim o ponto de partida para uma apaixonada atividades de investigação e revelação. Albinoni: Adagio em Sol menor Allegri: Miserere mei J.S. Bach: Concerto Brandenburguês No. 2; Suite para Orquestra No. 3; Tocata e Fuga em Ré menor, BWV565; Missa em Si menor Barber: Adagio para Cordas Bartók: Concerto para Orquestra Beethoven: Concerto para Piano No. 3; Concerto para Violino; Sinfonia No. 5; Sonata para Piano No. 14 (Ao Luar) Berlioz: Sinfonia Fantástica Bizet: Suites da ópera Carmen Borodin: Prince Igor Brahms: Concerto para Piano No. 1; Concerto para Violino; Sinfonia No. 2 Britten: "Young Person's Guide to the Orchestra" Bruch: Concerto para Violino No. 1 Bruckner: Sinfonia No. 7 Canteloube: Canções de Auvergne Chopin: Concerto para Piano No. 1; Sonata para Piano No. 2 Copland: Rodeo: Episódios de 4 danças Debussy: "La Mer"; "Prélude à l'après-midi d'un faune" Delibes: Coppélia Delius: "On Hearing the First Cuckoo in Spring" Dohnányi: Variações sobre um Tema de Enfermaria Dukas: O Aprendiz de Feiticeiro Dvorak: Sinfonia No. 9 (Do Novo Mundo); Quarteto para Cordas No. 12 (Americano), Concerto para Violoncelo em Si menor, op. 104 Elgar: Introdução e Allegro; Variações Enigma Falla: Noites nos Jardins de Espanha Fauré: Requiem Franck: Sonata para Violino Gershwin: "Rhapsody in Blue" Grieg: Concerto para Piano; Suites de Peer Gynt Handel: Música Aquática; O Messias Haydn: Sinfonia No. 94 (Surpresa); A Criação Holst: Os Planetas Janácek: Sinfonietta Liszt: Concerto para Piano No.1; Sonata para Piano em Si menor Mahler: Sinfonia No. 5 Mendelssohn: Concerto para Violino em Mi menor; Sinfonia No. 4 (Italiana) Mozart: Concerto para Trompa No. 4; Concerto para Piano No. 23; Serenata No. 13 (Eine Kleine Nachtmusik); Sinfonia No. 40; Missa No. 19 (Requiem) Mussorgsky: Noite no Monte Calvo; Quadros de Uma Exposição Orff: Carmina Burana Pachelbel: Canon e Gigue Prokofiev: Sinfonia No. 1 (Clássica); Pedro e o Lobo Rachmaninov: Concerto para Piano No. 2; Sinfonia No. 2 Ravel: Bolero; Pavane para uma Infanta Defunta Respighi: "Pines of Rome" Rimsky-Korsakov: Scheherazade Rodrigo: Concerto de Aranjuez Rossini: Aberturas Saint-Säens: Carnaval dos Animais; Sinfonia No. 3 (Orgão) Satie: Gymnopédies
  2. 2. Schubert: Sinfonia No. 5; Quinteto com Piano (A Truta); A Bela Moleirinha Schumann: Concerto para Piano; "Kinderszenen" Shostakovich: Sinfonia No. 5 Sibelius: Concerto para Violino; Finlandia Johann Strauss II: Danúbio Azul Richard Strauss: Assim falava Zaratrustra; Don Juan Stravinsky: Pássaro de Fogo; Petrushka; Sagração da Primavera Tchaikovsky: Concerto para Piano No. 1; Concerto para Violino; O Quebra-Nozes; A Bela Adormecida; O Lago dos Cisnes; Sinfonia No.5 Vaughan Williams: Fantasia sobre Greensleeves; Fantasia sobre um tema de Thomas Tallis Verdi: Aberturas Vivaldi: As Quatro Estações, Op. 8/1-4 Wagner: Excertos das suas óperas Weber: Aberturas Lista de obras representativas do período Medieval/Renascentista 1. Uma gravação de Canto Gregoriano/Organum 2. Hildegard: Columba Aspexit 3. Machaut: Missa de Notre Dame 4. Dufay: Missa Se la Face ay Pale 5. Ockeghem: Chansons 6. Josquin: Benedicta es 7: Madrigais Italianos por Rore, Gesualdo, Monteverdi, etc. 8. Byrd: The Great Service 9. Dowland: Lute songs 10. Gabrieli: Canzonas Lista de obras representativas do período Barroco (instrumental e orquestral) 1. Corelli: Sonatas para Violino 2. Couperin: Pieces de Clavecin (cravo) 3. Bach: Partitas 4. Bach: Passacaglia e Fugue em Dó menor 5. Handel: Concerto para Orgão 6. Vivaldi: As Quatro Estações 7. Pachelbel: Canon em Ré maior 8. LeClair: Trio Sonatas 9. Carlos Seixas: Sonatas para Cravo 10. Telemann: Concertos para Flauta L4 - Lista de obras representativas do período Barroco (coral) 1. Monteverdi: 1610 Vésperas (Vespro Della Beata Vergine) 2. Händel: Saul 3. Händel: Messias 4. Purcell: Ode para o Dia de Sta. Cecilia 5. Bach: Cantata 140, "Wachet auf!" 6. Bach: A Paixão segundo São Mateus 7. Schutz: Musikalische Exequien 8. Vivaldi: Gloria 9. Charpentier: Te Deum 10. Allegri: Miserere mei L5 - Lista de obras representativas do período Clássico (orquestral) 1. Mozart: Sinfonia No. 40, K.550 2. Mozart: Eine Kleine Nachtmusik, K.525 3. Mozart: Concerto para Piano No. 20 (K.466), No. 21 (K.467)
  3. 3. 4. Mozart: Quinteto para Clarinete, K.581 5. Mozart: Concerto para Clarinete, K.622 6. Mozart: Sinfonia Concertante para Violino e Viola, K. 364 7. Mozart: Concertos para Trompa 8. Haydn: Sinfonias Londrinas ("Surpresa" e "Relógio") 9. Haydn: Quartetos para Corda 10. Beethoven: Quarteto de Cordas, Op. 59 Nos 1-9. L6 - Lista de obras representativas do período Romântico (instrumental e orquestral) 1. Schubert: Impromptus Op. 90 2. Brahms: Danças Hungaras 3. Rossini: Aberturas 4. Mendelssohn: Concerto para Violino 5. Berlioz: Sinfonia Fantástica 6. Liszt: Les Preludes 7. Rimsky-Korsakov: Scheherazade 8: Saint-Säens: Sinfonia No. 3 ("Orgão") 9. Smetana: O Moldávia 10. Bruckner: Sinfonia No. 7 L7 - Lista de obras representativas do período Romântico (lieder) 1. Schubert: Erlkonig 2. Schubert: Die Schone Muellerin (A Bela Moleirinha) 3. Mahler: Kindertotenlieder 4. Schumann: Dichterliebe 5. Wolf: Spanisches Liederbuch 6. Faure: Melodias 7. Vaughan Williams: Songs of Travel 8. Ravel: Chansons Madecasses 9. Strauss: Four Last Songs 10. Canteloube: Canções de Auvergne L8 - Lista de obras corais representativas dos períodos Clássico e Romântico 1. Mozart: Requiem, K.626 2. Mozart: Missa em Dó Menor, K.427 3. Haydn: Missa de Lord Nelson 4. Beethoven: Fantasia Coral, Sinfonia No. 9 5. Mendelssohn: Elijah 6. Brahms: Ein Deutsches Requiem (Requiem Alemão) 7. Verdi: Requiem 8. Berlioz: Te Deum 9. Dvorak: Stabat Mater 10. Bruckner: Te Deum L9 - Lista de óperas representativas de todos os períodos 1. Monteverdi: Orfeo 2. Charpentier: Les Arts Florissants 3. Lully: Atys 4. Mozart: Don Giovanni, K.527 5. Mozart: A Flauta Mágica, K.620 6. Wagner: Ciclo "O Anel dos Nibelungos" 7. Bizet: Carmen 8. Berg: Wozzeck 9. Britten: Billy Budd 10. Glass: Akhnaten L10 - Lista de música representativa do período entre 1900 e 1918 1. Strauss: Salome, Rosenkavalier
  4. 4. 2. Mahler: Sinfonia No. 5 3. Mahler: Sinfonia No. 9 4. Schoenberg: Pierrot Lunaire, 4 Peças para Orquestra 5. Sibelius: Sinfonia No. 2 6. Stravinsky: Sagração da Primavera, Petrushka 7. Webern: 6 Peças, Op. 10 8. Berg: Canções Altenberg 9. Satie: Parade 10. Vaughan-Williams: Lark Ascending L11 - Lista de música representativa do período entre 1920 e 1945 1. Berg: Concerto para Violino 2. Copland: Appalachian Spring, Rodeo 3. Bartok: Música para Cordas 4. Shostakovich: Sinfonias No. 1 e 5 5. Prokofiev: Alex. Nevsky 6. Vaughan-Williams: Fantasia sobre um tema de Thomas Tallis 7. Orff: Carmina Burana 8. Durufle: Requiem 9. Ellington: Black and Tan Fantasy 10. Milhaud: Le creation du monde L12 - Lista representativa de música escrita após 1945 1. Boulez: Pli selon pli 2. Babbitt: A Solo Requiem, Quarteto para Cordas No. 2 3. Carter: A Mirror on Which to Dwell 4. Bernstein: Chichester Psalms 5. Poulenc: Gloria 6. Britten: War Requiem 7. Riley: In C 8. Reich: Desert Music 9. Glass: Glassworks 10. Nyman: Musique a Grand Vitesse L13 - Lista representativa de Concertos para Piano 1. Mozart: Concertos No. 20, No. 21, No. 23 (K.466, 467, 488) 2. Chopin: Concertos No. 1, No. 2 3. Schumann: Concerto para Piano 4. Liszt: Concerto No. 1 5. Tchaikovsky: Concerto No. 1 6. Rachmaninoff: Concertos Nos. 2 e 3 7. Beethoven: Concerto No. 3 8. Prokofiev: Concerto No. 1 9. Brahms: Concerto No. 2 10. Nyman: Piano Concerto L14 - Lista representativa de Concertos para Violino 1. Vivaldi: As Quatro Estações 2. Mozart: Concertos No.3-5 (K.216, 218, 219), Sinfonia Concertante para Violino & Viola, K364 3. Mendelssohn: Concerto em Mi menor 4. Tchaikovsky: Concerto para Violino 5. Stravinsky: Concerto para Violino 6. Shostakovich: Concerto para Violino 7. Sibelius: Concerto para Violino 8. Elgar: Concerto para Violino 9. Barber: Concerto para Violino 10. Glass: Concerto para Violino
  5. 5. L15 - Lista representativa de Sinfonias 1. Mozart: Sinfonias No. 38, No. 39, No. 40, No. 41 2. Beethoven: Sinfonias No. 3, No. 5, No. 6, No. 7, No. 9 3. Schumann: Sinfonias No. 1, No. 3 4. Berlioz: Sinfonia Fantástica 5. Saint-Saens: Sinfonia No. 3 ("Orgão") 6. Bruckner: Sinfonias No. 4, No. 7, No. 9 7: Tchaikovsky: Sinfonias No. 4-6 8.Dvorak: Sinfonias No. 7, No. 8, No. 9 "Do Novo Mundo" 9.Mahler: Sinfonias No. 1 (Titã), No. 4, No.5, No. 9 10.Sibelius: Sinfonia No. 2 11.Rachmaninoff: Sinfonia No. 2 12.Nielsen: Sinfonia No. 4 13.Prokofiev: Sinfonias No. 1 ("Clássica"), No. 5 14.Elgar: Sinfonia No. 1 15.Copland: Sinfonia No. 3 L16 - Lista representativa de música para piano/cravo 1. Frescobaldi: Toccatas 2. Mozart: Sonatas No. 8, No. 11, No. 13, No. 15 (K.310,331,333,545) 3. Chopin: Baladas, Nocturnos, Estudos, etc. 4. Mendelssohn: "Canções sem Palavras" 5. Schubert: Impromptus Op. 90, Sonatas para Piano D. 959, 960, Fantasia em Fá menor para piano a 4-mãos 6. Schumann: Carnaval, Op.9; Fantasia em Dó, Op. 17 7. Liszt: Sonata em Ré menor 8. Ravel: Miroirs, Gaspard de la nuit 9. Liszt: Estudos Transcendentais 10. Rachmaninoff: Estudos, Preludios (inc. Op. 3 No. 2) L17 - Lista representativa de música de câmara 1. Purcell: Trio Sonatas 2. Telemann: Trio Sonatas 3. Mozart Divertimento, K.563 4. Mozart: Quartetos para Cordas K.387, 421, 428, 458 (Caça), 464, 465 (Dissonante), 590 5. Mozart: Quinteto com Clarinete, K.581 6. Mozart: Quintetos para Cordas (K.515, 516, 593, 614) 7. Beethoven: Quartetos para Cordas No. 8, No. 14 8. Mendelssohn: Octeto para Cordas 9. Schumann: Quinteto para Piano 10. Dvorak: Quartetos para Cordas No. 10, No. 14 L18 - Lista representativa de música de câmara do período Moderno 1. Bartok: 6 Quartetos de Cordas 2. Schoenberg: 4 Quartetos de Cordas, Op. 7,10 (com soprano),30, 37 3. Berg: Lyric Suite 4. Webern: Quarteto para Saxofone, Clarinete, Violoncelo e Piano 5. Ravel: Quarteto de Cordas, Duo para violino e violoncelo 6. Shostakovich: Quartetos de Cordas No. 8, 13-15 7. Stravinsky: Octeto No. 10 8. Babbitt: Quarteto de Cordas No. 2 9. Carter: Quarteto de Cordas No. 3 10. Quartetos de Cordas por Scelsi, Schnittke, Nyman e Glass L19 - Lista representativa de Concertos para Viola e Violoncelo 1. Telemann: Concerto para Viola 2. Schumann: Concerto para Violoncelo 3. Dvorak: Concerto para Violoncelo op.104, Bosques Silenciosos 4. Tchaikovsky: Variações num tema rococo
  6. 6. 5. Saint Saens: Concerto para Violoncelo No. 1 6. Lalo: Concerto para Violoncelo 7. Walton: Concerto para Viola, Concerto para Violoncelo 8. Bartok: Concerto para Viola 9. Elgar: Concerto para Violoncelo op.85 10. Barber: Concerto para Violoncelo L20 - Lista representativa de música para Violino e Piano 1. Mozart: Sonata K.454 2. Schumann: Sonatas op.105 & 121 3. Fauré: Sonata No. 1 4. Lekeu: Sonata em Sol 5. Strauss: Sonata em Mi bemol 6. Respighi: Sonata em Si menor 7. Saint-Säens: Sonata op.75 8. Lalo: Sonata 9. Debussy: Sonata 10. Elgar: Sonata Q11. Qual é que é a necessidade de haver um maestro? É verdade que os músicos profissionais conseguem contar o tempo por si próprios, mas um maestro faz muito mais do que apenas "martelar" os compassos com a sua batuta. Um bom maestro irá juntar à obra interpretação e forma, desde o momento em que controla com precisão a dinâmica da música, onde começar e como acabar cada um dos componentes da peça musical. Existem algumas orquestras que tocam sem maestro (por exemplo a Orquestra de Câmara Orpheus), mas mesmo neste caso, existe normalmente um elemento de entre os instrumentistas que tem funções de "líder" numa determinada peça e é para ele que os outros colegas olham quando procuram alguma pista. Muitas peças mudam o seu tempo a meio de um andamento e se houver uma única pessoa a dizer quando e como essa transição deve ser feita, essa mudança irá soar e acontecer de forma muito mais precisa. Numa grande orquestra sinfônica existe ainda um problema adicional. Muitas vezes, em determinadas salas de concerto, devido à acústica da mesma, os músicos da ala direita não conseguem ouvir os seus colegas do lado oposto e assim é necessário que exista uma referência, neste caso o maestro. Mas o maestro tem ainda outra função, que é a de estabelecer o tom como se desenrola a obra. Quer o maestro utilize movimentos repentinos e poderosos, quer faça soar batidas leves e delicadas, esta maneira de sentir a música vai condicionar o modo de como os instrumentistas a irão interpretar e conseqüentemente, toda a dinâmica da obra. Tente ouvir por si próprio os efeitos da existência do maestro. Escolha uma obra que conhece bem e ouça uma determinada gravação muitas vezes... até que sinta que conhece a música como se fosse capaz de a trautear. A seguir compre ou peça emprestada outras gravações da mesma obra, dirigida por outros maestros. O que é que muda? Está o maestro a interpretar a música de maneira diferente? Está ele a dar mais cor a certas áreas enquanto que noutras se ouvem os instrumentos quase em surdina? Com a prática, começa-se a conhecer e a distinguir com facilidade os estilos dos vários compositores.

×