0
THE K A Projecto Gulbenkian de Formação de Professores para o Desenvolvimento de Bibliotecas Escolares Professor(a) Biblio...
2008: 2000 bibliotecas inauguráveis, quantos serviços educativos de BCRE? <ul><ul><li>Equipa RBE </li></ul></ul><ul><ul><l...
Coordenadores BECRE Dados RBE 2006
Referenciais  Padrões <ul><li>Discursos institucionais (RBE) referem </li></ul><ul><ul><li>IFLA/Unesco, Manifesto ( 1978, ...
IFLA Unesco  Manifesto sobre Mediatecas Escolares (1978/1980) <ul><li>Para alcançar estes objectivos, a mediateca escolar ...
IASL Declaração Política (1993)  - I <ul><li>A instalação de uma biblioteca escolar exige que todas as pessoas que a utili...
IASL Declaração Política (1993)  - II <ul><li>Para além da sua formação profissional como professor, o coordenador deve te...
IASL Declaração Política (1993)  - III <ul><li>A Associação Internacional dos Bibliotecários Escolares defende que os bibl...
RBE  Lançar a Rede (1996). Diagnóstico  - I <ul><li>Os recursos humanos que o quadro legal em vigor atribui à organização,...
RBE  Lançar a Rede (1996). Diagnóstico  - II <ul><li>Em muitas escolas, os professores dedicam à biblioteca mais do que as...
RBE  Lançar a Rede (1996). Diagnóstico  - III <ul><li>Para além da insuficiência de tempo, existem vários outros problemas...
RBE  Lançar a Rede (1996). Proposta - 1 <ul><li>Uma equipa educativa A responsabilidade pela coordenação dos serviços da b...
RBE  Lançar a Rede (1996). Proposta-2 <ul><li>As dimensões e composição desta equipa devem variar conforme as situações es...
IFLA Unesco  Manifesto da Biblioteca Escolar (1999) <ul><li>O bibliotecário escolar é o elemento do corpo docente profissi...
Padrões de excelência Austrália, 2005 <ul><li>What is a teacher librarian? Teacher librarians support and implement the vi...
LOCUS BIBLIOTECA ESCOLAR Desenhar o profissional pelo seu campo de actuação <ul><ul><li>Onde fica? </li></ul></ul><ul><ul>...
Hocus Pocus Campo Semântico <ul><ul><li>Equipa </li></ul></ul><ul><ul><li>Staff </li></ul></ul><ul><ul><li>Recursos humano...
Ler+ <ul><ul><li>IFLA, IASL,  </li></ul></ul><ul><ul><li>RBE, BAD, INCITE </li></ul></ul><ul><ul><li>Listas de Difusão, Ne...
Perfis a 3 dimensões Identidade   Formação   Acção
Tarefa de pequeno grupo <ul><li>Anúncio de emprego procurando profissional ou profissionais (máx. 3) para assegurar a bibl...
Procura-se Profissional de Biblioteca Escolar <ul><li>Requisitos: - Formação na Área da Educação; - Experiência/Formação n...
PROFESSOR BIBLIOTECÁRIO (M/F) <ul><li>PRETENDE-SE </li></ul><ul><li>- Formação Superior em qualquer área de ensino </li></...
Oportunidade Única <ul><li>És professor/a e: </li></ul><ul><li>* Tens espírito de liderança? </li></ul><ul><li>* És dinâmi...
Agrupamento de escolas Procura Profissional (m/f) para gerir Biblioteca de Agrupamento <ul><li>  Perfil pretendido:   </li...
Agrupamento em ________ <ul><li>   </li></ul><ul><li>Procura-se:  </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>apaixonado c/ disp...
OFERTA DE EMPREGO/TRABALHO: Professor Bibliotecário <ul><li>Requisitos: Docente com o mínimo de 5 anos de experiência e es...
EQUIPA DE BIBLIOTECA Agrupamento do Paraíso <ul><li>Pretende-se contratar uma equipa de profissionais para exercer funções...
<ul><li>Vencimentos a auferir (bruto): </li></ul><ul><li>- Coordenador (35 horas): 2.285€/mês (32.000 €/ano) </li></ul><ul...
Resumo <ul><li>7 anúncios </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>aspectos comuns </li></ul><ul><ul><li>sentido de humor </l...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Perfis Profissionais Becre Theka Maio 2008 Mjv[1]

993

Published on

Sessão de Formação THEKA Faro 17.05.2008 sobre Perfis Profissionais e Bibliotecas Escolares

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
993
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
24
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Perfis Profissionais Becre Theka Maio 2008 Mjv[1]"

  1. 1. THE K A Projecto Gulbenkian de Formação de Professores para o Desenvolvimento de Bibliotecas Escolares Professor(a) Bibliotecário(a), Bibliotecário(a) Escolar Perfis profissionais em Bibliotecas Escolares Centros de Recursos Educativos Maria José Vitorino [email_address] Faro 17 Maio 2008
  2. 2. 2008: 2000 bibliotecas inauguráveis, quantos serviços educativos de BCRE? <ul><ul><li>Equipa RBE </li></ul></ul><ul><ul><li>Coordenação RBE - 1 </li></ul></ul><ul><ul><li>Apoio Técnico-Pedagógico - 10 </li></ul></ul><ul><ul><li>Secretariado - 2 </li></ul></ul><ul><ul><li>Coordenação Inter-Concelhia - 31 </li></ul></ul><ul><ul><li>Coordenadores BECRE – menos de 200, mais de 1000? </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>BECRE de ES </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Aqui é mais fácil contar? será? </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>BECRE de AE </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Sede AE </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>EB1 </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Equipas BECRE </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>trabalhar em ou para? </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Parcerias </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>internas ou locais? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>externas ou globais? </li></ul></ul></ul>
  3. 3. Coordenadores BECRE Dados RBE 2006
  4. 4. Referenciais Padrões <ul><li>Discursos institucionais (RBE) referem </li></ul><ul><ul><li>IFLA/Unesco, Manifesto ( 1978, 1999 ) </li></ul></ul><ul><ul><li>IASL, Declaração Política (1993) </li></ul></ul><ul><ul><li>Portugal.RBE (1996) </li></ul></ul><ul><ul><li>IFLA, Guidelines (2002) </li></ul></ul><ul><ul><li>Portugal, Leis, 2007 </li></ul></ul><ul><ul><li>Portugal, RBE. Orientações, 2008 </li></ul></ul><ul><li>Narrativas pessoais de profissionais RBE (2004) referem </li></ul><ul><ul><li>CLA, Canadá, 1997 </li></ul></ul><ul><ul><li>IFLA, Guidelines (2002) </li></ul></ul><ul><ul><li>Canadá, 2003 </li></ul></ul><ul><ul><li>Austrália, ALIA/ASLA, 2005 </li></ul></ul><ul><ul><li>Candidaturas, Nomeações (...-2009?) - balanço expectativas </li></ul></ul>
  5. 5. IFLA Unesco Manifesto sobre Mediatecas Escolares (1978/1980) <ul><li>Para alcançar estes objectivos, a mediateca escolar necessita de : </li></ul><ul><li>• pessoal com qualificações profissionais quer em biblioteconomia quer em educação, assistido por pessoal de apoio em número suficiente; • colecções adequadas de materiais seleccionados, impressos e audiovisuais ; • espaço adequado para organizar estes recursos, de modo a assegurar o acesso fácil aos serviços e a sua utilização racional. </li></ul>
  6. 6. IASL Declaração Política (1993) - I <ul><li>A instalação de uma biblioteca escolar exige que todas as pessoas que a utilizam aprendam de que modo ela pode ser efectiva e eficientemente utilizada. Cabe aos responsáveis pela biblioteca escolar exercer uma liderança nesse sentido. A preparação das equipas, tal como a de todos os professores, deve incluir informação sobre o papel da biblioteca escolar no processo de aprendizagem e na planificação e implementação das actividades de ensino. </li></ul>
  7. 7. IASL Declaração Política (1993) - II <ul><li>Para além da sua formação profissional como professor, o coordenador deve ter consciencia das capacidades únicas que um bibliotecário escolar deve reunir para coordenar com eficácia o programa da biblioteca na escola, incluindo a preparação de um orçamento e de um horário escolar flexível, de modo a que os alunos possam potencializar a utilização dos materiais, dos meios e dos equipamentos. O administrador deve ter consciencia dos benefícios para o ensino de um programa de ensino e de uma planificação desenvolvidos em cooperação na escola. </li></ul>
  8. 8. IASL Declaração Política (1993) - III <ul><li>A Associação Internacional dos Bibliotecários Escolares defende que os bibliotecários escolares sejam professores qualificados que também tenham terminado cursos profissionais de biblioteconomia. Este tipo de preparação assegura-nos que os professores recebem ajuda e ensinam cooperativamente com pessoal profissionalizado que compreende os princípios e práticas do ensino e do programa e práticas educativas da escola. Esta cooperação com os professores pode dizer respeito aos seguintes items: desenvolvimento do curriculum, actividades educativas proporcionadas pela escola, assim como planeamento de curto e longo prazo relativamente à utilização dos materiais, informação tecnológica e equipamento e desenvolvimento das competências de informação tendo em vista a educação da criança. </li></ul>
  9. 9. RBE Lançar a Rede (1996). Diagnóstico - I <ul><li>Os recursos humanos que o quadro legal em vigor atribui à organização, gestão e animação das bibliotecas escolares são manifestamente insuficientes: um professor responsável com uma redução de duas horas semanais e um funcionário auxiliar de acção educativa que, frequentemente, realiza também actividades na cantina, portaria, telefone, etc. Não é imaginável que se organize, enriqueça e dinamize uma biblioteca em duas horas por semana. </li></ul>
  10. 10. RBE Lançar a Rede (1996). Diagnóstico - II <ul><li>Em muitas escolas, os professores dedicam à biblioteca mais do que as horas regulamentares, em regime de voluntariado ou com redução acima da prevista. Além disso, é comum distribuir-se serviço na biblioteca a professores com outras reduções motivadas por doença e por vezes a mais do que um funcionário auxiliar. No entanto, a penúria de recursos humanos é um dos principais problemas que as bibliotecas escolares enfrentam e que, só por si, explicaria a inexistência de uma dinâmica eficaz. A regulamentação em vigor é do início dos anos 50, época em que não se previa que a escola estimulasse hábitos de leitura e em que o acesso à informação não só não era uma prioridade educativa como estava sujeito à censura. </li></ul>
  11. 11. RBE Lançar a Rede (1996). Diagnóstico - III <ul><li>Para além da insuficiência de tempo, existem vários outros problemas que afectam a qualidade dos serviços: iii) a falta de formação em ciências documentais, tanto dos professores como dos funcionários, que deixa ao sabor do improviso, da boa vontade e da imaginação individual, um trabalho que deveria basear-se em informação técnica especializada; iii) a mudança de escola dos responsáveis, que inviabiliza investimento em projectos de médio prazo; iii) o facto de os professores encarregues da biblioteca não terem assento no Conselho Pedagógico nem outro órgão de gestão, o que lhes dificulta a apresentação das necessidades da biblioteca, nomeadamente as da sua renovação científica e pedagógica. </li></ul>
  12. 12. RBE Lançar a Rede (1996). Proposta - 1 <ul><li>Uma equipa educativa A responsabilidade pela coordenação dos serviços da biblioteca deve estar a cargo de uma equipa que assegure as tarefas necessárias ao seu funcionamento. Esta equipa deve ser constituída por professores interessados no projecto pedagógico das bibliotecas escolares e por técnicos a quem é fornecida uma formação especializada neste domínio. </li></ul>
  13. 13. RBE Lançar a Rede (1996). Proposta-2 <ul><li>As dimensões e composição desta equipa devem variar conforme as situações específicas de cada caso, mas é importante que ela crie dispositivos que permitam associar os próprios utilizadores (alunos e demais professores) ao desempenho das suas funções. A divulgação das modalidades de utilização da biblioteca escolar (em moldes convidativos) e as actividades de animação (e formação) devem merecer particular atenção por parte da equipa educativa responsável pela biblioteca escolar, no quadro do projecto específico de cada escola, e envolver diferentes parceiros. </li></ul><ul><li>Ler+ in p. 41-42 </li></ul>
  14. 14. IFLA Unesco Manifesto da Biblioteca Escolar (1999) <ul><li>O bibliotecário escolar é o elemento do corpo docente profissionalmente habilitado, responsável pelo planeamento e gestão da biblioteca escolar. É apoiado por uma equipa tão adequada quanto possível, trabalhando em conjunto com todos os membros da comunidade escolar e em ligação com a biblioteca pública e outras. O papel dos bibliotecários escolares varia consoante o orçamento, curriculum e metodologias de ensino das escolas, de acordo com o quadro legal e financeiro nacional. Em termos específicos, existem grandes áreas de conhecimento que são vitais se os bibliotecários escolares desejarem desenvolver serviços efectivos nas bibliotecas escolares: gestão de recursos, gestão de bibliotecas e de informação e ensino. Num ambiente cada vez mais integrado pelas redes de informação, os bibliotecários escolares devem possuir competências para planear e ensinar diferentes habilidades no tratamento da informação tanto a professores como a estudantes. Devem, por conseguinte, prosseguir a sua formação e desenvolvimento profissionais. </li></ul><ul><li>Trad. RBE (2000) </li></ul>
  15. 15. Padrões de excelência Austrália, 2005 <ul><li>What is a teacher librarian? Teacher librarians support and implement the vision of their school communities through advocating and building effective library and information services and programs that contribute to the development of lifelong learners. A teacher librarian holds recognised teaching qualifications and qualifications in librarianship, defined as eligibility for Associate (i.e. professional) membership for the Australian Library and Information Association [ALIA]. Within the broad fields of education and librarianship, teacher librarians are uniquely qualified. This is valuable because curriculum knowledge and pedagogy are combined with library and information management knowledge and skills . </li></ul><ul><li>Standards of professional excellence for teacher librarians </li></ul>
  16. 16. LOCUS BIBLIOTECA ESCOLAR Desenhar o profissional pelo seu campo de actuação <ul><ul><li>Onde fica? </li></ul></ul><ul><ul><li>Como sabemos/sentimos que existe? </li></ul></ul><ul><ul><li>Como se chega lá? </li></ul></ul><ul><ul><li>De quem é / para quem é? </li></ul></ul><ul><ul><li>Que a distingue de (ex) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>sala de aula </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>biblioteca pública </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>gabinete de professores </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>sala de formação </li></ul></ul></ul>
  17. 17. Hocus Pocus Campo Semântico <ul><ul><li>Equipa </li></ul></ul><ul><ul><li>Staff </li></ul></ul><ul><ul><li>Recursos humanos </li></ul></ul><ul><ul><li>Pessoal </li></ul></ul><ul><ul><li>Comunidades de práticas </li></ul></ul><ul><ul><li>Comunidades de profissionais </li></ul></ul><ul><ul><li>Corporações </li></ul></ul>
  18. 18. Ler+ <ul><ul><li>IFLA, IASL, </li></ul></ul><ul><ul><li>RBE, BAD, INCITE </li></ul></ul><ul><ul><li>Listas de Difusão, Newsletters </li></ul></ul><ul><ul><li>Directorios e fontes secundárias </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>BESCOLAR </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>SL Resources </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Pesquisa </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>“ bibliotecários escolares”, “professores bibliotecários”, “bibliotecario escolar” </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>“ cdi” “e-doc” “didact-doc” </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>“ school librarian”, “teacher librarian” </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>“ school information specialist” </li></ul></ul></ul>
  19. 19. Perfis a 3 dimensões Identidade Formação Acção
  20. 20. Tarefa de pequeno grupo <ul><li>Anúncio de emprego procurando profissional ou profissionais (máx. 3) para assegurar a biblioteca escolar no agrupamento. </li></ul><ul><ul><li>Orçamento para suportar o encargo: 60000€ /ano </li></ul></ul><ul><ul><li>2 versões – idioma, português (PT)! </li></ul></ul><ul><ul><li>1. imprensa nacional </li></ul></ul><ul><ul><li>2. imprensa internacional </li></ul></ul><ul><ul><li>Formato em diapositivo de apresentação </li></ul></ul>
  21. 21. Procura-se Profissional de Biblioteca Escolar <ul><li>Requisitos: - Formação na Área da Educação; - Experiência/Formação nesta Área (ver referencial da R.B.E.); - Espírito criativo, inovador, de missão e liderança; - Capacidade de gestão de recursos;   - Disponibilidade para receber formação. Regalias: - Boas condições de trabalho :) - Salário “por vezes” compatível; - Bons momentos de stress; - Possibilidade de atingir um estádio de elevação máxima:   “Amar para ser amado, é humano. AMAR por AMAR, é ANGÉLICO” </li></ul><ul><li>Resposta ao anúncio nº 153 – Agrupamento de Escolas </li></ul>
  22. 22. PROFESSOR BIBLIOTECÁRIO (M/F) <ul><li>PRETENDE-SE </li></ul><ul><li>- Formação Superior em qualquer área de ensino </li></ul><ul><li>-Especialização em bibliotecas escolares </li></ul><ul><li>-Experiência minima de 3 anos em função similar </li></ul><ul><li>-Dinamismo e empreendedorismo </li></ul><ul><li>- Disponibilidade imediata </li></ul><ul><li>-Trabalho em equipa </li></ul><ul><li>-Disponibilidade de horário </li></ul><ul><li>OFERECE-SE </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>-Vencimento 60000€ anual bruto </li></ul><ul><li>- Estabilidade </li></ul><ul><li>- Formação continua </li></ul><ul><li>- Local de trabalho aprazível </li></ul><ul><li>- Equipa dinâmica </li></ul><ul><li>- Regalias em vigor na empresa ( ADSE, ... hihihih ) </li></ul>- Enviar curriculum vitae - Sujeito a entrevista - Resposta ao apartado 13
  23. 23. Oportunidade Única <ul><li>És professor/a e: </li></ul><ul><li>* Tens espírito de liderança? </li></ul><ul><li>* És dinâmico e comunicativo? </li></ul><ul><li>* És responsável e organizado? </li></ul><ul><li>* Tens formação na área das Bibliotecas Escolares (exp. mínima de 2 anos)? </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Então este anúncio é para ti! </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Desafio único e irrecusável: PROFESSOR/A BIBLIOTECÁRIO/A. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Oferece-se: </li></ul><ul><li>* Equipa de apoio multidisciplinar. </li></ul><ul><li>* Remuneração aliciante. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Envia : Currículo Vitae, com fotografia e certificado de idoneidade para Webmaster.com </li></ul>
  24. 24. Agrupamento de escolas Procura Profissional (m/f) para gerir Biblioteca de Agrupamento <ul><li>  Perfil pretendido: </li></ul><ul><li>- Docente com paletes de formação e experiência em Gestão de BEs; </li></ul><ul><li>- Paciência de chinês para tarefas administrativas; </li></ul><ul><li>- Capacidade reivindicativa e de liderança de equipa; </li></ul><ul><li>- Espírito criativo e imaginação infindável para tarefas de animação. </li></ul><ul><li>Remuneração de acordo com objectivos atingidos. </li></ul><ul><li>Possibilidade de escolher equipa de trabalho. (plafond de €60.000 brutos anuais). </li></ul><ul><li>Documentação a enviar: </li></ul><ul><li>- CV (com cópia dos certificados de habilitações) </li></ul><ul><li>- Fotografia de corpo inteiro; </li></ul><ul><li>- Carta de motivação. </li></ul><ul><li>Método de selecção: Análise curricular = 25% + Entrevista individual = 75% </li></ul><ul><li>- O profissional seleccionado será contactado directamente pela Direcção do Agrupamento no prazo de 30 dias. Não nos chateie com telefonemas desnecessários. </li></ul>
  25. 25. Agrupamento em ________ <ul><li>  </li></ul><ul><li>Procura-se: </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>apaixonado c/ disponib. total, em formato tecnológico, pref. em ficheiro ISO 9001, p/ trabalhos alocados num servidor de parcerias. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Garante-se  atribuição de salário  (60.000€ anuais) em função da execução dos indicadores cf. ciclo PDCA. </li></ul>
  26. 26. OFERTA DE EMPREGO/TRABALHO: Professor Bibliotecário <ul><li>Requisitos: Docente com o mínimo de 5 anos de experiência e espírito de liderança; Formação na área das tecnologias de informação, comunicação e do conhecimento; Formação especializada em bibliotecas; Entrevista vinculativa; 1 ano de estágio remunerado na instituição; antes da passagem ao quadro. Nota: Durante esse ano, o candidato terá de elaborar e concretizar um plano de acção de acordo com o Projecto Educativo da Escola/Agrupamento. Remuneração mensal de 1538€. </li></ul>
  27. 27. EQUIPA DE BIBLIOTECA Agrupamento do Paraíso <ul><li>Pretende-se contratar uma equipa de profissionais para exercer funções na BE e integrar o Quadro do Agrupamento. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>A Equipa será constituída pelos seguintes elementos: </li></ul><ul><li>  - Um Coordenador a tempo inteiro com o seguinte perfil - </li></ul><ul><li>Professor ou Educador com formação especializada em BE e competências nos domínios de gestão, pedagógico (com responsabilidade nas áreas da articulação curricular, literacia e animação), técnico-biblioteconómico e tecnológico </li></ul><ul><li>- Dois elementos coadjuvantes (12 horas) - Professores ou Educadores com formação contínua (mínimo 200 horas), com competências nos domínios Pedagógico e das TIC / Ciências documentais e de informação </li></ul><ul><li>- Um técnico profissional BAD  (nível 3) </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  28. 28. <ul><li>Vencimentos a auferir (bruto): </li></ul><ul><li>- Coordenador (35 horas): 2.285€/mês (32.000 €/ano) </li></ul><ul><li>- Elementos coadjuvantes (12 horas): </li></ul><ul><li>642€/mês (9.000€/ano) </li></ul><ul><li>-Técnico-Profissional (35 horas) </li></ul><ul><li>714€/mês (10.000€/ano) </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Na constituição da equipa, dar-se-á prioridade a candidaturas que permitam associar professores/educadores cobrindo os diferenets níveis de educação/ensino ministrados no Agrupamento </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  29. 29. Resumo <ul><li>7 anúncios </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>aspectos comuns </li></ul><ul><ul><li>sentido de humor </li></ul></ul><ul><ul><li>rigor orçamental </li></ul></ul><ul><ul><li>valorização das competências sobre educação </li></ul></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>aspectos diferenciadores </li></ul><ul><ul><li>visão da gestão da equipa </li></ul></ul><ul><ul><li>valorização de competências tecnológicas </li></ul></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×