Your SlideShare is downloading. ×
0
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
MBA Introdução Aula 01
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

MBA Introdução Aula 01

612

Published on

Professor Paulo Seixas

Professor Paulo Seixas

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
612
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
23
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • Benefícios:
    Melhoria simultânea de custos, qualidade, velocidade e agilidade
    Benchmark: Toyota
    Questões chave:
    É possível aplicar os princípios Lean em TI?
    Por onde começar?
    Perseguir esses 5 princípios:
    #1: Entregar o que o cliente quer, na hora que ele quer. Reflexão: documentação detalhada gera valor? Vou vender mais com isto? Mas se tiver algum documento específico que me ajude a fechar um negócio, isso é valor. A Ci&T fez um levantamento e constatou que apenas 15% do que era gerado estava sendo usado.
    #2: O que não é valor, é disperdício.
    #3: Quanto mais interrupções (setup), maior o disperdício. Quanto mais contínuo, melhor.
    #4: Não tentar adivinhar o que o cliente quer 6 meses antes. Ninguém consegue saber com clareza o que vai querer com tanta antecedência. “Decida mais tarde possível, entregue mais rápido possível.” (just in time)
    #5: Desenvolva um modelo de operação de melhoria contínua.

  • Descrever os desafios que foram identificados:

    Como identificar o valor para o negócio? Demandava uma nova metodologia!  Diagnóstico
    Como definir um plano de projeto? Nova metodologia!  Plano
    Como gerenciar o valor?  Entregas ágeis!
  • 18
  • Transcript

    • 1. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com MBA Ci&T Lean IT
    • 2. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Agenda  Introdução Metodologia (1:30h)  Intervalo (15 minutos)  Caso Custos  Estudo de caso em grupos (1:00h)  Discussão do caso (0:45h)  Almoço (1:30h)  Diagnóstico (0:30h) Caso Copalc  Estudo de caso em grupos (2:00h)  Discussão (1:15h)
    • 3. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Por quê Valor em TI? 90% dos projetos de BI não entregam resultados* 64% das funcionalidades de TI não são utilizadas** Alta taxa de desperdícios em TI * NCC, 2007 * Standish Group Study, 2002 “TI tem que ser estratégica” “TI tem que estar alinhada ao negócio” “TI tem que gerar resultados” Pratica distante do discurso Rarely or never Used: 64%
    • 4. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com O que é Valor em TI?
    • 5. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Lean thinking em TI Princípios Entenda como o valor é percebido pelo cliente. Elimine desperdícios em toda a cadeia de valor. Estabeleça um fluxo contínuo do início ao fim. Faça conforme demanda do cliente, não gere estoque. Busque a perfeição através de melhoria contínua. 1 2 3 4 5
    • 6. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com
    • 7. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Valor Gerado Direto Intangível Indireto Risco / Custo Evitado Mensurável Intangível Indireto • Aumento da Receita (preço, volume); • Produtividade (Maximização uso ativos); • Redução Capital Empregado (estoques, Fluxo Caixa, Capex x Opex); • Agregação de serviços; • Fidelização de clientes (mkt share); • Transferência de know-how; • Compartilhamento visão estratégicas; • • Impacto positivo na imagem da empresa; • Diferenciação dos concorrentes; • Redução de Custo (Margem de Lucro) • Eliminação de problemas / retrabalhos; • Evitar Problemas de compliance (Multas e etc.) • Valor do Risco evitado ponderado pela fator de chance dele ocorrer • Melhoria de processos (reduzir “gargalos”) • Evitar imagem negativa/desgaste junto ao cliente/fornecedor e etc. Valor
    • 8. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com
    • 9. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com  Identificar os desafios de negócio atuais  Identificar o retorno da ação / projeto Metodologia de Valor  Definir estratégia do Projeto  Definir método de gestão do Projeto Rápido!  Entregas periódicas de VALOR
    • 10. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Valor – Definição PRINCÍPIOS Os investimentos de TI devem: Ser gerenciados como portfólio de investimentos focados na geração de valor para o negócio; Incluir todas as atividades necessárias para obtenção do valor (e não apenas de TI); Devem ser geridos durante todo o seu ciclo de vida; As praticas de gestão do valor irão: Definir e monitorar indicadores chaves e responder com agilidade em caso de mudanças ou desvios; Envolver todos os stakeholders e associar as devidas responsabilidades para o efetivo desenvolvimento das competências corporativas e realização dos benefícios de negócios; Continuamente monitorar, avaliar e melhorar as ações definidas. E
    • 11. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Diagnóstico Estratégia Fatores Críticos de Sucesso Processos Core X Context Benchmarkings Valor Potencial Objetivos / Desafios
    • 12. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Diagnóstico - Roteiro • Qual a estrutura? • Quais os produtos e serviços? • Quem são nossos Clientes? • Quais suas Expectativas? • Como nos vemos hoje? • Qual nossa proposta de valor (ext/int)? • Como entregamos a PV (FCS´s / Causas Raiz)? • Benchmarkings? • Quais nossos desafios / objetivos? • Quais os indicadores para avaliá-los?
    • 13. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Valor – Definição!
    • 14. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Atividades (Visão Sistêmica) Priorização pelo Valor Entrega Ágil Gestão do Valor Estratégia Organizaç ão Tecnologi a Processo s Pessoas ROI TIME Bigger Value Smaller Value Monthly reavaluation Plano de Ação Priorização + Entrega Ágil
    • 15. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Visão Sistêmica Estratégia Organização TecnologiaProcessos Pessoas Gestão de Valor O grande diferencial desta estratégia é o seu foco na identificação dos benefícios para o negócio e não apenas no levantamento de features; Processo Participativo: participação dos usuários no entendimento do seu negócio, na identificação dos FCS´s e no desenho da solução. Um projeto deste tipo deve integrar componentes distintos, para se obter os resultados desejados a partir das metas propostas. Abordagem Tradicional Abordagem Recomendada Abordagem Tradicional
    • 16. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Plano de Ação - Roteiro • Quais as ações necessárias? • Qual o resultado esperado? • Quem são os responsáveis? • Como os resultados serão medidos? • Qual a capacidade que será utilizada / quais os gargalos? • Qual a ordem de execução das ações?
    • 17. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Construções curtas à taxas constantes Alinhamento Diário Priorização por resultados de Negócio ROI TEMPO Entregas de Maior Valor Entregas de Menor Valor Reavaliação Periódica Entrega de RESULTADOS para a Gestão Plano de Ação – Entrega SCRUM (Met. ÁGEIS)
    • 18. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com •Business owner •Gestor de Valor •Líder Técnico •Equipe Papéis • Planejamento do Sprint • Reunião diária • Lições Aprendidas Ritos SCRUM framework • Backlog Ações • Backlog Atividades • Gráfico de Burndown Artefatos Quem define o valor e o plano!
    • 19. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com Controles Burndown Chart Backlog de Ações
    • 20. Paulo Seixas / pseixas@ciandt.com VISÃO SISTÊMICA SPL (Strategic Project Leadership) ® Projetos: processos iniciados para atingir um objetivo estratégico Foco: efetividade e eficiência Papel do Gerente: atingir os resultados de negócios definidos Planejamento: resultado-fim, dimensões de sucesso, atividades (ações) Gerenciamento: abordagem adaptativa Plano de Ação - Gestão Valor VISÃO TRADICIONAL Projetos: atividades a serem executadas no prazo, escopo e orçamento definidos Foco: eficiência Papel do Gerente: entregar no prazo, escopo e orçamento definidos Planejamento: atividade, cronograma, orçamento Gerenciamento: abordagem rígida E

    ×