Introdução à Macroeconomia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Introdução à Macroeconomia

on

  • 31,624 views

Retirado do livro: Fundamentos da Economia (Marco Antonio S. Vasconcellos e Manuel Enriquez Garcia - 3ª Edição 2009)

Retirado do livro: Fundamentos da Economia (Marco Antonio S. Vasconcellos e Manuel Enriquez Garcia - 3ª Edição 2009)

Statistics

Views

Total Views
31,624
Views on SlideShare
31,614
Embed Views
10

Actions

Likes
3
Downloads
568
Comments
0

1 Embed 10

http://areadeestudo.blogspot.com 10

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Introdução à Macroeconomia Introdução à Macroeconomia Presentation Transcript

  • Marco Antonio S. Vasconcellos Manuel Enriquez Garcia 3º Edição | 2009 | Fundamentos de Economia
  • Capítulo 8 Introdução à Macroeconomia
  • 8.1 Introdução Macroeconomia estuda a economia como um todo, analisando a determinação e o comportamento de grandes agregados, como renda e produtos nacionais, nível geral de preços, desemprego e emprego, etc. Ela trata o mercado de bens e serviços como um todo, assim como o mercado de trabalho, e preocupa-se com aspectos de curto prazo ou conjunturais. 8.2 Objetivos de política macroeconômica: 8.2.1 Alto nível de emprego: preocupação com o fator surge após a Grande Depressão, com o teórico Keynes, pois antes predominava o pensamento liberal. 8.2.2 Estabilidade de preços: inflação é o aumento contínuo e generalizado do nível geral dos preços.
    • 8.2.3 Distribuição eqüitativa de renda: disparidade acentuada no nível de renda brasileiro, tanto entre diferentes grupos socioeconômicos como entre regiões do país.
    • 8.2.4 Crescimento econômico: aumento do produto nacional por meio de políticas econômicas que estimulem a atividade produtiva. Aumentar o produto além do limite de quantidade exigirá:
    • ou um aumento nos recursos disponíveis;
    • ou um avanço tecnológico.
    • 8.2.5 Dilemas de política econômica: inter-relações e conflitos de objetivos
    • Conflitos: metas de crescimento e eqüidade distributiva devido ao fator educacional, com maioria da mão-de-obra de baixa qualificação e baixos rendimentos.
    • 8.3 Instrumentos de política macroeconômica:
    • 8.3.1 Política fiscal: instrumentos que o governo usa para arrecadar tributos e controlar suas despesas, por meio da manipulação da estrutura e alíquotas de impostos, para estimular os gastos de consumo do setor privado.
    • Princípio de anterioridade: implementação de uma medida só pode ocorrer a partir do ano seguinte ao de sua aprovação pelo Congresso Nacional.
    • 8.3.2 Política monetária: atuação do governo sobre a quantidade de moeda e títulos públicos na economia.
    • emissões;
    • reservas compulsórias;
    • open market ;
    • redescontos;
    • regulamentação sobre crédito e taxas de juros .
    • 8.3.3 Políticas cambial e comercial:
    • Cambial: atuação do governo sobre a taxa de câmbio;
    • Comercial: instrumentos de incentivos às exportações e/ou estímulo/desestímulo às importações.
    • 8.3.4 Política de rendas: intervenção direta do governo na formação de renda com o controle e congelamento de preços.
    • 8.4 Estrutura de análise macroeconômica:
    • 8.4.1 Mercado de bens e serviços: demanda agregada depende da evolução da demanda dos quatro grandes setores:
    • consumidores;
    • empresas;
    • governo;
    • setor externo.
    • Condição de equilíbrio de mercado:
    • Oferta agregada de bens/serviços= demanda agregada de bens/serviços
    • Variáveis:
    • nível de renda e produto nacional;
    • nível de preços;
    • consumo agregado;
    • poupança agregada;
    • investimentos agregados;
    • exportações totais;
    • importações totais.
    • 8.4.2 Mercado de trabalho: determina as taxas de salário e nível geral de emprego. A demanda e a procura por mão-de-obra depende da taxa de salário real e do nível de produção desejado pelas empresas.
    • Oferta de mão-de-obra= demanda de mão-de-obra
    • 8.4.3 Mercado monetário: existência de uma demanda de moeda e de uma oferta de moeda, determinada pelo BC e pela atuação dos bancos comerciais.
    • Oferta de moeda= demanda de moeda
    • Variáveis desse mercado:
    • taxa de juros;
    • estoque de moeda.
    • 8.4.4 Mercado de títulos: análise do papel de agentes econômicos superavitários e deficitários e como eles se interagem.
    • Oferta de títulos = demanda de títulos
    • Análise do mercado monetário e de títulos é chamado de mercado financeiro.
  • 8.4.4 Mercado de divisas: devido as transações econômicas com o resto do mundo. Oferta de divisa: depende das exportações e da entrada de capitais financeiros. Demanda da divisa: determinada pelo volume de importações e saída de capital financeiro. Oferta de divisas = demanda de divisas Banco Central: pode interferir nesse mercado a partir de taxas de câmbio e da taxa de equilíbrio. Variáveis determinadas institucionalmente: gastos do governo e oferta de moeda.
  • Mercado de capitais físicos: está embutido no mercado de bens e serviços por meio dos investimentos e da poupança. Mercado de capitais financeiros: estudo a partir do mercado monetário e de títulos.