Apresentação Raça, Etnicidade, Xenofobia e Migração

  • 2,511 views
Uploaded on

Há imagens que foram mostradas com uma apresentação paralela, por isso, talvez aparente vago.

Há imagens que foram mostradas com uma apresentação paralela, por isso, talvez aparente vago.

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
2,511
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
59
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. “RAÇA”, ETINICIDADE, XENOFOBIA E MIGRAÇÃO
    Muitas formas de disfarçar o
    preconceito!
  • 2. Integrantes do grupo:
    Yara Jandira Maximiano de Ávila
    Thainá da Silva Ramos
    Rosangela Braz Vieira
    Professor: Jacir L. Casagrande
  • 3. “RAÇA”
    • O conceito de raça é uma invenção social e cultural, haja vista que a divisão dos seres humanos em raças não pode ser comprovada cientificamente, já que as populações humanas não são grupos claramente demarcados e biologicamente diferentes. Portanto o conceito de raça não tem validade alguma na espécie humana.
    A RAÇA HUMANA!!
    EXISTE SOMENTE UMA RAÇA...
  • 4. “RAÇA”
    O grande fator de criticas para tal conceito deve-se ao fato que na essência a intenção de criar, conceituar e classificar raças humanas é de definir níveis de intelectualidade inferiores ou superiores de acordo com a “raça”, mesmo que já esteja assentado cientificamente a inexistência de raças humanas
    Isso nos remete a alguns fatos históricos?....
  • 5. “RAÇA”
    O que há na realidade são diferenças fenotípicas devido a evolução humana e às necessidades de cada povo, por exemplo a pele negra é mais resistente ao sol do que a pele branca, uma vez que a evolução da espécie fez com que povos que vivessem em lugares muito ensolarados tivessem, de geração em geração, pele mais escura a fim da perpetuação da espécie, causado pela seleção natural. Nesse caso, os seres com pele mais escuras adaptavam-se melhor do que outrem com pele mais clara. Tal estudo está amplamente e maravilhosamente explicado por Charles Robert Darwin em “A origem das espécies”.
    Qual o motivo então de tantas diferenças físicas entre nós, seres humanos??
  • 6. ETNICIDADE
    Etnicidade provém de um significado mais sócio-cultural do que racial, embora muitos associem, erroneamente, etnicidade com raça. Os diferentes costumes, línguas, hábitos de vida, maneira de vestir-se, religião, alimentação, genética criam grupos etnicamente distintos devido a seus hábitos culturais. Por sua vez, classifica-se a etnicidade como um fato puramente social, sendo uma característica que todos que fazem parte da população possuem, tendo em vista que todos fazem parte de algum grupo social com características e costumes próprios.
  • 7. MIGRAÇÃO
    Migrações internacionais são movimentos que acontecem quando se tem saídas e chegadas de indivíduos em países diferentes. Esse termo migração internacional pode ser subdividido em emigração e imigração.
  • 8. A migração internacional está cada dia mais acelerada devido a integração da economia global. Mesmo assim as tensões e os conflitos étnicos continuam a eclodir nas sociedades do mundo inteiro ameaçando a desintegração de países multiétnicos.
  • 9. Impulsos migratórios são motivados por questões econômicas de um lado ligado a fatores de repulsão de imigrantes e outro lado a fatores de atração..
  • 10. XENOFOBIA
    Xenofobia popularmente é o medo que o ser humano normalmente tem ao que é diferente.
    Porém associa-se a antipatia a outras pessoas de grupos, culturas ou localidades diferentes.
  • 11. Torna-se um distúrbio psiquiátrico, em que o medo é excessivo, descontrolado.
    Tendem a evitar o contato com estes “estranhos”, por este motivo é conceituado como preconceito.
  • 12. Há dois tipos:
    EXTREMADOS: Acreditam que o diferente deve ser exterminado.
    MODERADO: Povos de culturas diferentes não devem migrar para as terras de seu povo.
    Os extremados chegam a cometer crimes!!!
  • 13. REFERÊNCIAS:
    1. APARECIDA FOETSCH, Alcimara. Refletindo sobre as identidades culturais, a “raça” e a etnicidade. Disponível em: http://www.espacoacademico.com.br/069/69foetsch.htm, acessado em 25/10/2010 às 16h19min.
    2. CASAGRANDE L., Jacir; AMORIM, Tade-Ane. Sociologia. Palhoça: Unisul Virtual, 2007. Unidade 5 – Sociologia e sociedade, p. 10 – 15.
    3. SANSONE, Lívio. Negritude sem etnicidade: o local e o global nas relações raciais e na produção cultural negra do Brasil, trad. de Vera Ribeiro, Salvador/Rio de Janeiro, Edufba/Pallas, 2004, 335 pp. Disponível em Http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S003477012005000100012&script=sci_arttext#tx, Acessado em 25/10/2010 Às17h29min.
    4. SILVA, Ricardo - Migrações e xenofobia- Motivação política e econômica – Disponível em: http://educacao.uol.com.br/geografia/impulsos-migratorios.jhtm
    Acesso em 28 de outubro de 2010.
  • 14. “Se minha Teoria da Relatividade estiver correta, a Alemanha dirá que sou alemão e a França me declarará um cidadão do mundo. Mas, se não estiver, a França dirá que sou alemão e os alemães dirão que sou judeu.”
    ALBERT EINSTEIN