Your SlideShare is downloading. ×
Como Usar O D3 (Carlos Cerqueira)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Como Usar O D3 (Carlos Cerqueira)

553

Published on

descobrir como uma organização pode tirar mais partido das tecnologias de informação, com o Manual D3 – soluções digitais de marketing e gestão para organizações sem fins lucrativos

descobrir como uma organização pode tirar mais partido das tecnologias de informação, com o Manual D3 – soluções digitais de marketing e gestão para organizações sem fins lucrativos

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
553
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • 1ª etapa: Apresentação do Produto pelos autores que deve focalizar-se nos principais conteúdos do Produto, salientando o seu carácter distintivo, utilidade e valor acrescentado (mais valia) relativamente a outras soluções já existentes, fazendo referência às evidências do Produto no que respeita aos sete critérios de qualidade. A presença de bene_ciários que testemunhem na primeira pessoa os resultados da experimentação do produto enriquece e credibiliza o produto e a apresentação. Os participantes na sessão colocam dúvidas e os autores esclarecem-nas - ±45 min.
  • Transcript

    • 1. Carlos Cerqueira IPN d3@ipn.pt | d3.ipn.pt
    • 2.  
    • 3.  
    • 4.  
    • 5.  
    • 6.  
    • 7. Quantas vezes não se ouve uma organização dizer (com justiça) que a “a sociedade não reconhece o seu papel…”. É que não se pode reconhecer o que não se conhece!
    • 8. Ou seja, qual o problema a resolver? Este: como podem as organizações do 3º sector divulgar os seus produtos/actividades, “acertando” exactamente no seu grupo-alvo (utentes, voluntários, doadores, etc.) e sem gastar muito com o processo? A resposta poder ser … Marketing 2.0 A evolução do Marketing 1.0 = 1:n (Marca & Resposta à Procura) 1.5 = 1:1 (Segmentação & Personalização) 2.0 = n:n (Conversas & Comunidades)
    • 9. O Marketing deixa de ser feito exclusivamente pela empresa . Passa a ser feito pela comunidade, por voluntários que acreditam em determinada causa (ou produto)! 2.0 = n:n (Conversas & Comunidades)
    • 10.
      • Para as organizações sem fins lucrativos :
      • É preciso comunicar!
      • Comunicar duma forma “2.0”, com ferramentas TIC em que a comunidade de suporte seja o “megafone”!
    • 11.  
    • 12.  
    • 13. Mas como comunicar?
      • Com estas ferramentas TIC
      Mas como comunicar?
    • 14.  
    • 15.
      • Com um Sistema de Gestão de Conteúdos (CMS) que:
      • Permita a qualquer utilizador manter e actualizar um portal.
      • Torne a organização (semi)independente de especialistas.
      • Tenha actualizações em tempo real que reflictam a vida da organização.
      • Funcione como uma plataforma de trabalho colaborativo e repositório de documentos.
    • 16. O Joomla é um CMS de código livre criado para utilizadores “não-informáticos”, destinado a Portais para todo tipo de organizações. http://www.joomlapt.com/ http://www.joomla.org/
    • 17.  
    • 18.  
    • 19.  
    • 20.  
    • 21.  
    • 22.  
    • 23. De Novembro 2005 a Agosto de 2006, o portal D3 registou mais de 7.500 visitas. A partir de Agosto 2006, passamos a usar uma outra plataforma de gestão de conteúdos – Joomla!, que regista em Setembro 2007 mais de 4.500 visitas. Ou seja, ultrapassámos as 10.000 visitas!
    • 24.  
    • 25.  
    • 26. RSS Permite estar actualizado sobre todos os sites que nos interessam RSS + Newsfeed Permite que outros consultem e partilhem a informação que nós produzimos para mais informações, ver http ://pt.wikipedia.org/wiki/Rss
    • 27. Como conseguir, em dois anos de blogue D3, escrever (quase) 1 post por dia?
    • 28.  
    • 29.  
    • 30.  
    • 31.  
    • 32.  
    • 33. Este capítulo divide-se em duas parte. Na primeira serão introduzidos os conceitos iniciais sobre Gestão de Projectos, na segunda será descrito de uma forma sumária uma ferramenta de gestão de projectos. De modo a apoiar a gestão de projectos foi adoptado o software Project Fork . O Fork oferece as funcionalidades básicas de suporte à gestão de projectos, e uma das suas vantagens é ser disponibilizado gratuitamente.
    • 34.  
    • 35.
      • Um Sistema de Gestão Documental (SGD) deverá permitir a cada organização:
      • Aceder à informação crítica da actividade de uma forma mais rápida e eficaz, permitindo assim aumentar o desempenho e a qualidade de serviço;
      • Reduzir o espaço dedicado ao arquivo físico;
      • Poupar nos custos de cópia e impressão de documentos;
      • Tornar os funcionários mais produtivos, reduzindo as tarefas rotineiras.
    • 36.  
    • 37.  
    • 38. Como usar o D3? Auto - utilização Para organizações de Nível II: - uso sistemático e abrangente das TIC, com infra-estrutura informática (equipamentos, estruturas de rede, Internet, etc.) adequada, departamento/técnico informático (interno ou externo). - utilizam as TIC na gestão de quase todas as áreas de trabalho, possuem página web (ainda que nem sempre actualizada) e fazem uso quotidiano do e-mail.
    • 39.
      • Organizações de Nível I:
      • reduzido uso das TIC, em apenas algumas áreas da organização e/ou em tarefas pouco complexas (e.g. como máquina de escrever).
      • Serão organizações em fase de aquisição de equipamento e infra-estrutura, e vontade de evoluir no sentido de uma maior e melhor utilização (e.g. abrangência de uso, presença web actualizada, incrementar o email, etc.).
      Como usar o D3? Utilização mediada
    • 40. Disseminação do D3
      • Plano de comunicação / disseminação
      • Portal D3
      • Blogue D3
      • E-mail
      • Vodcasts
      • Acção 3 do D3 (EQUAL)
    • 41. Disseminação do D3
    • 42. Para além dos autores do manual, o projecto D3 contou com a colaboração de uma equipa operacional das instituições parceiras. Nas actividades desenvolvidas nas organizações beneficiárias que foram a base para a elaboração este manual, participaram Patricia Encarnação e Nuno Pimenta, do IPN, Carla Duarte e Tania Afonso, do IEBA, Maria da Saúde e Manuel Ribeiro, da AEP e Licinio Roque da FCTUC
    • 43. Organizações Beneficiárias: ABAADV - Associação Beira Aguieira ao Apoio do Deficiente Visual (Mortágua) CERCIMIRA - Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados (Mira) NRC – APPC - Núcleo Regional do Centro - Associação Portuguesas de Paralisia Cerebral (Coimbra) Vários – Cooperativa de Solidariedade Social, CRL (Tondela) Estas organizações beneficiárias foram uma peça essencial em todo o processo, e sem a sua participação e contribuições, o D3 não teria sido possível. Deste modo, a equipa D3 deixa aqui os mais sinceros agradecimentos pela sua participação, à ABAADV, CERCIMIRA, NRC-APPC e Vários.
    • 44. Contactos: Carlos Cerqueira | Instituto Pedro Nunes (IPN) | R. Pedro Nunes 3030 – 199 Coimbra (Portugal) Tel.: +351 239 700 962 | Fax: +351 239 700 965 | e-mail: d3@ipn.pt | http://d3.ipn.pt

    ×