Your SlideShare is downloading. ×
Arroz híbrido comite técnico flar templado
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Arroz híbrido comite técnico flar templado

1,272
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,272
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
60
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • 05/08/09
  • 05/08/09
  • Transcript

    • 1. PROGRAMA DE MELHORAMENTO DE ARROZ HÍBRIDO DA PARCERIA IRGA / FAZENDA ANA PAULA Antonio Folgiarini de Rosso, Ricardo Scherer, Lianfang Wang, Wu Yuntian, Yang Dongqi, Carlos Eduardo Batista Leal
    • 2. Justificativa
      • Mundial :
        • Aumento da população (+ ALIMENTOS);
        • Redução de áreas cultiváveis (moradia/indústrias);
        • Deficiência de recursos hídricos;
        • Êxodo rural;
        • Preservação do meio-ambiente;
      • Brasil/RS :
        • Redução de custos
        • Recursos Hídricos
        • Área para outras culturas ou pecuária
    • 3.  
    • 4.  
    • 5.  
    • 6.
      • - Área Cultivada com Arroz: 29.5 million ha
      • - Média de rendimento: 6.3 t/ha
      • - Área de arroz híbrido: 16.8 milhões ha (57%)
      • - Média de rend. do arroz híbrido: 7.2 t/ha
      • - Vantagem de rendimento: mais de 20%
      • - Alimenta 70 milhões de pessoas a cada ano
      Situação Atual na China
    • 7.
      • Índia: Área: 1.300.000 ha em 2009
      • Vantagem de Rendimento: 15-20%
      • Vietnam: Área: 667.000 ha em 2009
      • Rend: 6.3 t/ha contra 4.5 t/ha das cultivares
      • Segundo maior exportador de arroz
      • Filipinas: Área: 233.000 ha
      • Rend: 6.5 t/ha contra 4.5 t/ha das cultivares
      • Bangladesh: Área: 300.000 ha
      • Rend: 7 t/ha contra 4.5 t/ha
      • USA: Área: 350.000 ha em 2009
      • Aumento de rendimento: >20%
      Arroz Híbrido fora da China
    • 8. Indústria Lucrativa
      • - Institutos de Pesquisa (Públicos e Privados)
      • Vendendo o direito de comercialização dos híbridos (valor fixo) e DPI (valor variável), exportando sementes das linhas parentais, fazendo parcerias e prestando assessorias.
      • - Companhias de Sementes
      • - Produtores de sementes
      • - Produtor (subsídio na semente)
      • - Indústria de insumos (ácido giberélico)
      • - São 400 milhões de ton sementes/ano
    • 9. Arroz Híbrido no Brasil
      • Pesquisa desde 1984
        • EMBRAPA (Brasil) / CIRAD (França)
      • Desde 2002, primeiro híbrido lançado:
        • AVAXI e TUNO CL (RiceTec)
      • 6 instituições pesquisando e/ou produzindo no Brasil
        • RICETEC
        • BAYER CROPSCIENCES
        • EMBRAPA/CIRAD
        • IRGA / FAZENDA ANA PAULA/HRRI
    • 10. Arroz Híbrido no Brasil SAFRA AREA (ha) 2004/05 2.200 2005/06 4.000 2006/07 8.000 2007/08 22.000 2008/09 30.000 2009/10 33.000
    • 11. IMPORTÂNCIA DA TEC. CLEARFIELD PARA O CULTIVO DE ARROZ NO SUL DO BRASIL ANTES DA TECNOLOGIA CLEARFIELD APÓS A TECNOLOGIA CLEARFIELD PRODUTIVIDADE 4.000 kg/ha PRODUTIVIDADE 8.000 kg/ha
    • 12. Programa IRGA / FAP
      • Objetivo :
        • Desenvolver cultivares híbridas de arroz, adaptadas às condições do RS, estabelecendo um sistema de produção mecanizada de sementes híbridas
      • Foco :
        • Aumentar o potencial produtivo – 20 %
      • Ferramenta para introdução de novas tecnologias :
        • Clearfield
        • etc...
    • 13. Macho-Esterilidade Genética Não-genética Macho-esterilidade Gen. Citoplasm ( CMS ) A X B R R X A F1 Híbrido Macho-esteril Genética com sensibil ambiente TGMS PGMS Multiplic. Sementes a baixa Temp. TGMS a temp. normal X Polinizador F1 Híbrido Multplic. Sementes a fotoperíodo curto PGMS a comp. dia longo X F1 Híbrido Induzida por Emasculador Químico Parental Feminino X Polinizador F1 Híbrido (3-linhas) (2-linhas)
    • 14. Procedimentos
        • Duas Fases:
        • Desenvolvimento de linhas Parentais (A, B e R)
          • Adaptabilidade as condições locais
          • Boa capacidade geral de combinação
          • Características florais desejáveis que aumentem a taxa de cruzamento e a produção de sementes
        • Avaliação da Heterose
          • Ensaios preliminares, avançados e regionais
    • 15. Atividades
      • Cachoeirinha (verão)
      • Desenvolvimento de linhas A, B e R
      • Avaliação de híbridos
      • Multiplicação de híbridos promissores
      • Penedo (inverno)
      • Desenvolvimento de linhas A, B e R
      • Obtenção de novas combinações híbridas
      • Multiplicação de sementes em pequena escala
    • 16. Situação atual do programa Desenvolvimento de Linhas Parentais (A, B e R) Genótipos Semeados Selecionados Linhas ‘A’ 300 100 Linhas 'B' 300 100 Linhas ‘R’ 183 105 Linhas B (F3 - F5) 677 100 Novos híbridos 142 29
    • 17. Resultados
      • Desenvolvimento Linhas A:
      • 300 linhas
      • Prontas: 12
      • Neste ano: mais 11
      Linha B Linha A
    • 18. Linhas ‘B’ promissoras Pedigree Inteiros CB AR CB PR TG AMY 1008-2 56 0,0 0,0 B 29 1008-3 53 0,0 0,0 B 30 1022-1 50 0,6 0,2 B 31 1023 62 0,6 0,3 M 29 1024 53 0,3 0,1 B 30 1396-5 58 0,5 0,2 B 29 1428-4 53 0,2 0,1 B 29 1512-2 65 0,1 0,0 B 28 1596-6 56 0,1 0,0 B 25 1598-1 61 0,2 0,0 B 25 1600-1 62 0,3 0,1 B 25 1602-2 59 0,1 0,1 B 25 1602-4 58 0,1 0,1 B 25 1604-3 57 0,1 0,0 B 25 1610-1 56 0,2 0,1 B 25
    • 19. Linhas ‘B’ promissoras - EEA, Cachoeirinha Pedigree Inteiros CB 1 CB 2 TG AMY 1008-2 62 - 56 0,0 0,0 B 29
    • 20.  
    • 21. Resultados safra 2008/09
      • Multiplicação das Novas Linhas A
    • 22.
      • Multiplicação das Novas Linhas A
    • 23. Multiplicação de Sementes – Penedo/AL
    • 24. Evolução do programa
    • 25. Rendimento de grãos do Híbrido 9 em 12 unidades demonstrativas implantadas em 10 municípios no Estado do Rio Grande do Sul, na safra 2007/08.
    • 26. Resultados - Safra 2007/08
      • Avaliação do Híbrido 9 na Estação Experimental do Arroz
      Rendimento de grãos - 11.540 kg/ha Grãos por panícula - 197 Esterilidade - 9,7 %
    • 27. H í brido 9 – Parcelões 2008/09
    • 28. Desempenho do Híbrido 9
    • 29. Qualidade de grão Aspecto visual da qualidade de grão do Híbrido 9 em comparação com a cultivar IRGA 417. Irga 417 Híbrido 9
    • 30. Transferência da tolerância à herbicida Cruzamentos R7 e R9 x Puit á Puitá X R7 e R9 F1 X R7 e R9 RC1 R7 e R9 X EEA – mar 2008 Penedo – jul e out 2008 RC2 R7 e R9 X RC3 RC5 Penedo – jul e out 2009 EEA – mar 2009 EEA – mar 2010 RC4 R7 e R9 CL Penedo – jul a out 2010 RC 1 RC 2 RC 3 RC 4 RC 5 Teste Progênie Obtenção 544 combinações Avaliação 544 combinações Seleção 56 (29) 8 mult. ( A/R CL ) Multiplicação de sementes 8 híbridos CL – VCU 10/11 Testes CB, TG, AMY, Rend Eng
    • 31. Transferência da tolerância à herbicida Cruzamentos R7 e R9 x Puit á EEA – out 2010 - mar 2011 Penedo – jul a out 2011 Penedo – jul a out 2012 EEA – out 2011 - mar 2012 Lançamento H7 CL e/ou H9 CL para a safra 2012/13 VCU Safra 2010/11- 6 locais – EEA, CS, URU, DP, CAM, SVP Multiplicação de sementes 8 híbridos CL – VCU 11/12 VCU Safra 2011/12- 6 locais – EEA, CS, URU, DP, CAM, SVP Multiplicação de sementes H7 CL e/ou H9 CL
    • 32. Tolerância à Herbicida - Situa ç ão atual Linhas Parentais (A, B e R) e Novos Híbridos Gen ó tipos Semeados Selecionados Linhas ‘ A ’ 379 48 Linhas 'B' 379 48 Linhas ‘ R ’ 544 56 + 94 Linhas B (F3 e F4) 24 Novos h í bridos 544 56 (29) 11
    • 33.  
    • 34.  
    • 35.  
    • 36.  
    • 37.  
    • 38. Produção de Semente de Arroz Híbrido
    • 39. Multiplicação de sementes das linhas Parentais - Safra 2008/09
    • 40.  
    • 41. Produção de sementes de híbridos promissores em pequena escala
    • 42. Programa de Produção de Semente Produção de Semente H7
    • 43. Produção de Semente H9 Safra 2009/2010
      • Produção de semente H9 em Roraima - Safra 2009/2010
    • 44. Altos Rendimentos obtidos na produção de semente na China Local Ano Rend (t/ha) Área (ha) XuNing, Hunan 1989 6.23 0.22 TaoJiang, Hunan 1990 6.50 0.11 YouXi, Fujian 1990 6.35 0.10 WuGang, Hunan 1990 6.07 0.20 LongHui, Hunan 1990 6.26 0.07 ZhjiXing Hunan 1990 6.33 0.09 YouXi Fujian 1991 6.77 0.10 ZhjiXing Hunan 1992 6.13 0.11 ZhjiXing Hunan 1993 7.38 0.11 ZhjiXing Hunan 1994 6.78 0.11
    • 45. Produção de semente de arroz híbrido ( t/ha) em alguns países País Rend Médio Altos Rend Bangladesh 0.8-1.0 1.7-2.3 India 1.0-2.5 4.0-4.8 Indonesia 0.7-1.5 1.8-2.0 Philippines 0.7-1.5 2.0-2.5 Sri Lanka 0.7-0.8 1.4-1.5 Vietnam 1.5-2.3 4.0-5.0 China 2.5-2.7 6.0-7.4
    • 46. 423 424 417
    • 47. HIB. 9 HIB 10 HIB. 11
    • 48. Conclusões
      • A seleção de 12 novas linhas macho-estéreis possibilitará ampliar significativamente a obtenção de novas combinações híbridas
      • Entre os híbridos promissores, o híbrido 9 tem mostrado elevado potencial de rendimento nas diferentes regiões do RS.
    • 49.
      • Muito Obrigado!
    • 50. Custo de 1 kg de semente Produtividade: 150 kg semente/mu (2250 kg/ha) Média 100-120 kg (1500-1800 kg/ha) Safra Custo Venda Precoce 20 RMB (USD 3,0) 40-45 RMB (USD 6,0-6,7) Médio 30 RMB (USD 4,5) 45-50 RMB (USD 6,7-7,5) Tardio 30 RMB (USD 4,5) 45-50 RMB (USD 6,7-7,5)
    • 51.  
    • 52.