Planeta VêNus
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Planeta VêNus

on

  • 3,857 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,857
Views on SlideShare
3,854
Embed Views
3

Actions

Likes
0
Downloads
8
Comments
0

1 Embed 3

http://www.slideshare.net 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Planeta VêNus Planeta VêNus Presentation Transcript

  • Planeta Vênus
    • Características físicas de Vênus
    • Diâmetro equatorial - 12104 km (0,949 vezes o da
    • Terra)
    • Diâmetro polar - 12104 km
    • Achatamento - 0,00
    • Massa em relação à da Terra - 0,815
    • Densidade média - 5,25
    • Período de rotação sideral - 243,01 dias
    • (retrógrado)
    • Inclinação do equador sobre a órbita - 2º
    • Albedo - 0,7
    • Estamos invadindo Marte!
    • Podemos dizer que essa invasão começou em 1960 com a sonda "Marsnik 1" (ou "Mars 60 A") da antiga União Soviética. Foi a primeira tentativa de se mandar uma nave que passasse perto de Marte.
    • Infelizmente porém essa missão fracassou logo no início. A "Marsnik 1" não conseguiu sequer ficar em órbita da Terra; um dos primeiros passos em uma viagem espacial.
    • De lá pra cá foram várias as missões terrestres à Marte. Nem todas bem sucedidas. Marte é o planeta para o qual enviamos o maior número de naves, mas também é o planeta com o maior número de missões fracassadas. No relato que se segue mencionamos aquelas missões (bem sucedidas ou não) que acreditamos deram passos significativos em nossa "invasão ao planeta vermelho".
    •  
    •        Também em 1971 a nave "Mariner 9" da NASA entrou em órbita de Marte, tornando-se o primeiro satélite artificial desse nosso vizinho. Com as 7.329 imagens de "alta resolução" obtidas, foi feito um mapeamento global da superfície marciana.
    •   Foram obtidos indícios "surpreendentes" da presença passada de água líquida na superfície marciana através de formações que nos lembram leitos de rios secos; lagos; etc. Foram também colhidos dados sobre as atividades eólicas marcianas; tempestades de areia; etc.      Nunca é demais lembrar que, segundo as teorias mais aceitas, "água líquida na superfície de um planeta" quer dizer "condições propícias para o desenvolvimento de vida".  Encontrarmos evidências da presença passada de água líquida na superfície de Marte pode ter sido o início de um grande passo para o nosso conhecimento acerca da vulgaridade da vida pelo universo.
  •  
    • Características orbitais
    • Raio da órbita - 108 200 000 km, i.é., 0,7233 UA
    • Distância máxima do Sol - 109 000 000 km
    • Distância mínima do Sol - 107 400 000 km
    • Excentricidade - 0,007
    • Inclinação em relação eclíptica - 3º23'
    • Período de revolução sideral - 224,701 dias
    • Velocidade orbital média - 35,03 km/s
    • Superfície
    • Aproximadamente 70% da superfície é constituída por planícies, 8% por regiões montanhosas e planaltos elevados e 22% por depressões. Os cumes mais altos chegam a 11000 metros (montes Maxwell). Há diversas crateras resultantes do impacto de asteróides, todas com mais de 3 km de diâmetro. Sua estrutura interna é semelhante ao da Terra, mas a crosta é constituída por um bloco único.
    • Com tantos lançamentos espaciais, mostrou que a superfície de Vênus é sólida e rochosa (cinzenta e de vários tamanhos). Assemelha-se ao granito terrestre na composição de elementos radioativos, pois contém 0,0002% de urânio, 4% de potássio e 0,00065% de tório. As temperaturas máximas registradas foram de 270º C a 475º C. A pressão atmosférica é bastante alta (90 a 140 atm). A possibilidade de vida ainda é um enigma. Há quem defenda a existência de bactérias, iguais às observadas na Terra a temperaturas de 130º C.
  •