Noé afinal morava em Portugal
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Noé afinal morava em Portugal

on

  • 769 views

 

Statistics

Views

Total Views
769
Views on SlideShare
769
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Noé afinal morava em Portugal Noé afinal morava em Portugal Presentation Transcript

  • Um dia, o Senhor chamou Noé que morava em Portugal e disse-lhe: Dentro de 6 meses, farei chover ininterruptamente durante 40 dias e 40 noites, até que todo o Portugal esteja coberto pelas águas.
  •   Os maus serão destruídos, mas quero salvar os justos e um casal de cada espécie animal. Vai e constrói uma arca de madeira.
  • Chegada a altura, os trovões deram o aviso e os relâmpagos cruzaram o céu. Noé chorava, ajoelhado no quintal da sua casa, quando ouviu a voz do Senhor soar furiosa, entre as nuvens: Noé, onde está a arca?
  • - Perdoe-me, Senhor, suplicou o homem! - Fiz o que pude, mas encontrei dificuldades imensas:
    • Primeiro tentei obter uma licença da Câmara Municipal, mas,
    • além das taxas elevadas para obter o alvará,
    • pediram-me uma contribuição
    • para a campanha do Partido, para a reeleição do presidente.
    • Precisando de dinheiro, fui aos bancos
    • mas não consegui empréstimo, mesmo aceitando aquelas taxas de juros...
    •  
    • - Os Bombeiros exigiram um
    • sistema de prevenção de incêndio,
    • mas consegui contornar a situação,
    • subornando um funcionário.
    •  
    • Começaram então os problemas
    • com o Instituto Florestal
    • para a extracção da madeira.
    • Eu disse que eram ordens Suas,
    • mas eles só queriam saber se eu tinha
    • o “Projecto de Reflorestamento”
    • e um tal “Plano Sectorial”.
    • Neste meio tempo,
    • a Protecção dos Animais descobriu alguns casais de animais guardados no meu quintal.
    • Disseram-me que eram espécies protegidas!
    • Além de pesada multa,
    • fui colocado em prisão preventiva
    • pela posse dos animais.
    • Valeu-me a pulseira electrónica!
    • Quando comecei a obra,
    • apareceu a Inspecção do Trabalho
    • Multou-me porque eu não tinha um
    • engenheiro naval
    • responsável pela construção.
    •  
    • Fui à Universidade Independente e comprei um diploma de engenheiro
    • Fecharam a Universidade e tive de pôr o diploma no papelão!
    •  
    • - Veio o Sindicato e exigiu
    • contrato de funcionário público
    • para os carpinteiros.
    • Em seguida vieram as Finanças!
    • disseram-me que a arca era um “sinal exterior de riqueza“
    • e agravaram-me o IRS
    • Não tive dinheiro para pagar e
    • colocaram-me a arca sob penhora.
    •  
    • Finalmente, quando a
    • Secretaria de Estado do Ambiente
    • pediu o
    • “ Relatório de Impacto Ambiental“
    • sobre a zona a ser inundada,
    • juntei-lhe o mapa de Portugal.
    • Enviaram-no para o INAG que só vai apreciar o assunto depois de resolver o problema da Costa da Caparica!
    • Noé terminou o relato a chorar.
    • Senhor! Que hei-de eu fazer mais?
    • Notou então que o céu clareava
    • e perguntou:
    •  
    • Senhor, sempre vais
    • destruir Portugal?
  • Não! - Respondeu a Voz entre as nuvens Já vi que cheguei  tarde! O Sócrates chegou primeiro!