Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Animais muito mais que humanos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Animais muito mais que humanos

  • 756 views
Published

 

Published in Lifestyle , Travel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
756
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
4
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Clique com o mouse
  • 2. Cadelinha ficou imóvel para amamentar filhote de gato abandonado em Zamora, cidade da Espanha (25/07/2000)
  • 3. Sapo dá uma carona em enchente para um ratinho na Índia (30/06/2006)
  • 4. Macaca abraça cãozinho em feira de troca de animais em Bangladesh (9/05/2002)
  • 5. Gatinha toma conta de um dos três pintinhos nascidos em Galícia, região da Espanha (23/05/2000)
  • 6. Filhote de macaco procura piolho em gato em templo na Tailândia (7/08/2002)
  • 7. Macaco embala canguru sentado em banco de zoológico da Tailândia (13/07/1999)
  • 8. Filhotes de tigres dividem o 'berço' do zoológico de Belgrado com cãezinhos também recém-nascidos (3/01/2002)
  • 9. Pequeno leão caminha tranqüilamente pela floresta ao lado de um filhote de órix em reserva africana (5/01/2002)
  • 10. A leoa foi rejeitada pela mãe, mas acabou adotada por um labrador brincalhão na África (2008)
  • 11. Buldogue francês brinca com filhote de tigre-de- bengala rejeitado por sua mãe, no Zôo de Higashikagawa, Japão (11/5/07)
  • 12. Pássaro e veado convivem numa boa no zôo de Nova Déli, na Índia (12/2006)
  • 13. Gratidão. Demonstração de gratidão desta cadela da raça Doberman, que foi salva pelo bombeiro em um incêndio na casa em que morava. Ela estava prenha.
  • 14. E agora, uma das mais lindas das histórias de “animais”... • Um cachorro foi visto no meio de uma avenida, com muito trânsito, cuidando de seu amigo que foi atropelado por um carro. Usando a pata, o cachorro tentava acordar seu amigo que, lamentavelmente, já estava morto.
  • 15. O cachorro tentava empurrar seu amigo para fora da avenida. E, quando alguma pessoa tentava ajudar, ele rosnava e afugentava aqueles que se aproximavam dele e de seu até então companheiro.
  • 16. Apesar do tráfego pesado, o cachorro não abandonava seu amigo – verdadeiro e fiel AMIGO.
  • 17. As ‘pessoas’ ficaram impressionadas pelo fato de um cão “vira-lata” ser tão leal… Afinal, elas (pessoas “humanas”) não estão acostumadas com tanta lealdade.
  • 18. Essa é outra história ... A Ternura de um passarinho e a Dor de uma Perda Aconteceu numa praça, no Japão. Não se sabe como o pássaro morreu. Ele estava ali no asfalto, inerte, sem vida. Seria um fato corriqueiro, mas o fotógrafo fez a grande diferença.
  • 19. A Solidariedade Segundo o relato do fotógrafo, uma outra ave permanecia próxima àquele corpo sem vida e ficara ali durante horas. Chamando pelo companheiro, ela pulava de galho em galho, sem temer os que se aproximavam, inclusive sem temer ao fotógrafo que se colocava bem próximo.
  • 20. A Solicitação Ela cantou num tom triste. Ela voou até o corpinho inerte, pousou como querendo levantá-lo e alçou vôo até um jardim próximo. O fotógrafo entendeu o que ela pedia e, assim, foi até o meio da rua, retirou a ave morta e a colocou no canteiro indicado. Só então a ave solidária levantou vôo e, atrás dela, todo o bando...
  • 21. A Despedida. As fotos traduzem a seqüência dos fatos e a beleza de sentimentos no reino animal.
  • 22. Uma Questão de Amor e Carinho. Segundo o relato de testemunhas, dezenas de aves, antes de partirem, sobrevoaram o corpinho do companheiro morto. As fotos mostram quanta verdade existiu naquele momento de dor e respeito .
  • 23. Um grito de dor e lamento Aquela ave que fez toda a cerimônia de despedida, quando o bando já ia alto, inesperadamente voltou ao corpo inerte no chão e, num grito de não aceitação da morte, tenta novamente chamar o companheiro à vida. Desesperada, mas com amor e carinho, ela se despede do companheiro, revelando o seu sentimento de dor.
  • 24. Que tal refletirmos ? • Abracemos essa idéia de sermos um pouco menos “humanos” e muito mais “animais”... • “Animais” sim, mas “HUMANITÁRIOS”... • Um grande abraço !