• Like
Fund1Mod04Rot1-[2009]euzebio
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Fund1Mod04Rot1-[2009]euzebio

  • 2,229 views
Published

 

Published in Spiritual
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
2,229
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
80
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Módulo IVExistência e Sobrevivência do EspíritoPropiciar conhecimento a respeito daexistência e da sobrevivência do Espírito.Objetivo Geral
  • 2. 1. Perispírito: conceito.2. Origem e natureza do Espírito.3. Provas da existência e sobrevivência doEspírito.4. Progressão dos Espíritos.RoteirosExistência e sobrevivência do EspíritoMódulo IV
  • 3. Roteiro 1:Perispírito: conceito.Objetivo específico:Conceituar perispírito.
  • 4. C O N C E I T OIdéia, objeto concebido pelo espíritoou adquirido por ele, e que permiteorganizar as percepções e osconhecimentos.SignificadoKoogan/Houssais – Enciclopédia e Dicionário Ilustrado
  • 5. Perispírito: significado.Origem da palavraDo grego peri, em torno, e dolatim spiritus, alma, espírito.
  • 6. RIVAS, Luis Hu. Doutrina Espírita para principiantes. Brasília, DF: CEI, 2007.p.56AS TRÊS PARTES ESSENCIAIS DO SER HUMANOAlma ou Espírito encarnado.Perispírito.Corpo físico.
  • 7. Perispírito: outras denominações.Corpo espiritual ou psicossoma(Espírito André Luiz).Corpo fluídico(Leibniz).Mediador plástico(Cudworth).Modelo organizador biológico(Ernani G. Andrade).ZIMMERMANN, Zalmino. Perispírito. 2. ed. Campinas: Centro EspíritaAllan Kardec, 2002. Cap. 1 (Conceito e natureza), p. 23-24
  • 8. O Espírito propriamente ditotem alguma cobertura, ou, comopretendem alguns, está envolvidonuma substância qualquer?LE: Questão 93
  • 9. “O Espírito está envolvido por umasubstância que é vaporosa para ti, masainda bastante grosseira para nós;suficientemente vaporosa, entretanto,para poder elevar-se na atmosfera etransportar-se aonde queira.”Resposta dos EspíritosAllan Kardec. O Livro dos Espíritos. Questão 93
  • 10. Assim como o gérmen [embrião] de umfruto é envolvido pelo perisperma, oEspírito propriamente dito é revestidopor um envoltório que, por comparação,se pode chamar perispírito.”Comentário deKardecAllan Kardec. O Livro dos Espíritos. Questão 93 - Comentário
  • 11. O envoltório semimaterialdo Espírito tem formadeterminadas e pode serperceptível?LE: Questão 95
  • 12. “Sim, tem a forma que o Espíritoqueira; é assim que ele vos aparecealgumas vezes, quer em sonho, querno estado de vigília, e que pode tomarforma visível e mesmo palpável.”Resposta dos EspíritosAllan Kardec. O Livro dos Espíritos. Questão 95
  • 13. O perispírito é formado com ofluido universal de cada globo.Origem dos materiais queformam o Perispírito
  • 14. De onde tira o Espírito o seuenvoltório semimaterial?LE: Questão 94
  • 15. “É necessário que se revistam davossa matéria, já o dissemos.”Resposta dos EspíritosAllan Kardec. O Livro dos Espíritos. Questão 94-a
  • 16. Assim, quando os Espíritos quehabitam mundos superiores vêmao nosso meio, tomam umperispírito mais grosseiro?LE: Questão 93-a
  • 17. “Do fluido universal de cada globo.É por isso que ele não é o mesmoem todos os mundos. Passando demundo a outro, o Espírito muda oenvoltório, como mudais de roupa.”Resposta dos EspíritosAllan Kardec. O Livro dos Espíritos. Questão 94
  • 18. Pontos para nossa reflexão O laço ou perispírito, que prende o Espíritoao corpo, é uma espécie de envoltóriosemimaterial. A morte é apenas a destruição do invólucromais grosseiro [corpo físico] do Espírito. O Espírito conserva o perispírito, que lheconstitui um corpo etéreo, invisível para nósno estado normal.Allan Kardec. O Livro dos Espíritos. Introdução. Item 6
  • 19. Em pequenos grupos
  • 20. T A R E F A Sa) Ler os subsídios do roteiro e ostrês textos do anexo;b) Trocar opinião a respeito dostextos lidos;c) Elaborar um conceito de perispíritoe justificá-lo, tendo por base asidéias expressas em cada um dostextos lidos (Anexo e Subsídios).
  • 21. Formação dos GruposGRUPO 1 – Texto 1 do Anexo.GRUPO 2 – Texto 2 do Anexo.GRUPO 3 – Texto 3 do AnexoGRUPO 4 – Subsídios do Roteiro.Conceito de Perispírito
  • 22. Resultados doestudo em grupo
  • 23. G r u p o 1É uma das partes essenciais do complexohumano, formado de fluidos relativamenteprimitivos; serve de mediador plásticoentre o Espírito e o corpo físico; é tantomenos denso, quanto evoluído seja oEspírito; e se exterioriza através e alémdo envoltório carnal, irradiando-se comoenergia específica ou aura.Conceito de PerispíritoDivaldo Pereira Franco: Estudos Espíritas. Por Joanna de Ângelis. FEB. Cap. 4, p.39.
  • 24. G r u p o 2Corpo de matéria rarefeita que subsistealém do sepulcro; formado de substânciasquímicas ainda desconhecidas; com pesoespecífico e padrão vibratório próprios; ecom extremo poder plástico que se modificasob a ação do pensamento.Conceito de PerispíritoFrancisco Cândido Xavier: Roteiro. Por Emmanuel. FEB. Cap. 6, p.31-32.
  • 25. G r u p o 3É o veículo físico do Espírito, tambémconhecido como corpo espiritual. Possui umaestrutura eletromagnética própria, cujaconstituição depende das aquisições damente que o maneja, ou seja, da condutaespiritual da criatura. É a base deformação do corpo físico quando encarnado.Conceito de PerispíritoFrancisco Cândido Xavier e Waldo Vieira: Evolução em dois mundos.Por André Luiz. FEB, Primeira parte, cap. 2, p.29-30.
  • 26. G r u p o 4É um envoltório que reveste o Espírito,formado por uma substância vaporosa, cujanatureza se eteriza, à medida que ele sedepura e se eleva na hierarquia espiritual.O perispírito faz parte integrante doEspírito, como o corpo o faz do homem.Conceito de PerispíritoAllan Kardec. O livro dos médiuns. Primeira parte, cap. 1, item 55 e Olivro dos espíritos, questão 93. Ambos FEB.
  • 27. CONCLUSÕESDO ESTUDO
  • 28. LE: Q. 135 - comentárioAS TRÊS PARTES ESSENCIAIS DO SER HUMANO1) A alma, Espírito encarnado que tem nocorpo a sua habitação.2) O perispírito, substância semimaterialque serve de primeiro envoltório aoEspírito e liga a alma ao corpo.3) O corpo ou ser material, análogo aodos animais e animado pelo mesmoprincípio vital.
  • 29. Testando oaprendizado!
  • 30. Com base nas idéias apresentadas sobre o perispírito,na codificação e nas obras complementares, comopodemos avaliar as seguintes conceituações?(Módulo IV, Roteiro 1):a)O perispírito é um corpo organizado que subsiste,além do sepulcro, demorando-se na região que lhe éprópria, de conformidade com a sua densidade.b)O ser humano, quando encarnado, é formado detrês partes essenciais: Espírito, perispírito e corpofísico.c)O perispírito, também conhecido com corpo astral,exterioriza-se através e além do envoltório carnal,irradiando-se como energia específica ou aura.d)O perispírito é uma espécie de mediador plásticoentre o Espírito e o corpo físico, assim sendo, apóso sepulcro, ele perde inteiramente sua função.FVVV
  • 31. A palavra perispírito foi criada por Allan Kardecpara designar o envoltório de que se serve oEspírito em sua trajetória evolutiva. Nessecontexto, avalie as seguintes alternativas?(Módulo IV, Roteiro 1):a)A principal função do perispírito é servir deinstrumento à alma.b)O perispírito é tanto mais denso quanto maisevoluído seja o Espírito que dele se utiliza.c)O perispírito é o corpo organizado do Espíritocuja constituição reflete o corpo físico.d)O perispírito é um organismo delicado, comextremo poder plástico, que pode ser facilmentemodificado sob o comando do pensamento.VFVF
  • 32. Divisão de tarefasGRUPO 1 – Origem do Livro dos Espíritos: como e porquê.GRUPO 2 – Impacto de seu lançamento e consequências.GRUPO 3 – 1ª e 2ª edições: Comparação e repercussão.GRUPO 4 – Estrutura do livro dos Espíritos e sua relaçãocom as demais obras da codificação.GRUPO 5 – Atualidade do Livro dos Espíritos.Atividades extraclasseDia 18 de abril de 2009