Your SlideShare is downloading. ×
  • Like

Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Qualidade e Gerenciamento de SI

  • 1,708 views
Published

Apresentação de parte do curso de fundamentos de sistemas de informação para o curso de sistemas de informação

Apresentação de parte do curso de fundamentos de sistemas de informação para o curso de sistemas de informação

Published in Technology , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,708
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
28
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. FUNDAMENTOS DE SI
    Qualidade e Gerenciamento da Qualidade Total
  • 2. PROCESSO EMPRESARIAL
    • ATIVIDADES INTER-RELACIONADAS
    • 3. REFLETEM A FORMA ESPECÍFICA DA EMPRESA COORDENAR O TRABALHO, A INFORMAÇÃO E O CONHECIMENTO
    • 4. QUANDO BEM DESENVOLVIDOS E BEM EXECUTADOS - A ORGANIZAÇÃO MAIS EFICIENTE E COMPETITIVA
  • VANTAGEM COMPETITIVA
    CAPACIDADE DE COMPETIR COM OUTRAS EMPRESAS.
    Essa vantagem é constituída por uma série de forças competitivas que afetam o equilíbrio de forças entre a empresa e seus concorrentes: produtos e serviços substitutos, poder de barganha, ameaça de novos concorrentes.
  • 5. A estratégia competitiva define
    as atividades comerciais de
    uma empresa, a forma de operar
    essas atividades e
    particularmente, a forma de diferenciar seus
    produtos e serviços daqueles
    oferecidos por seus concorrentes
    Vantagem Competitiva
    Vantagem
    Competitiva
    Ameaças
    Produção
    Marketing
    Finanças
    R.H.
    Oportunidades
  • 6. Forças de Mercado
    Concorrentes
    em potencial
    Ameaça à entrada
    Poder de
    Negociação
    Fornecedores
    Compradores
    Poder de
    Negociação
    Ameaça de substituição
    Substitutos
  • 7. Cadeias de Mercado
    Não devemos pensar apenas no primeiro
    nível da cadeia, e sim em vários níveis
    consecutivos. Como alcançar
    vantagem competitiva neste atual
    ambiente de negócios?
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Concorrentes
    em potencial
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Fornecedores
    Compradores
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
    Substitutos
  • 8. ESTRATÉGIAS
    As empresas têm 4 estratégias básicas para enfrentar as forças competitivas:
    • Liderança a baixo custo;
    • 9. Foco em um nicho de mercado;
    • 10. Diferenciação do produto;
    • 11. Ligações: desenvolver ligações estreitas com clientes e fornecedores que os “prendam”.
    E PODEM USAR SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA DAR SUPORTE A CADA UMA DAS 4 ESTRATÉGIAS COMPETITIVAS.
  • 12. VANTAGEM COMPETITIVA
    OS SI’S AUXILIAM A EMPRESA A EXECUTAR TAREFAS DE FORMA MAIS EFICIENTE:
    • MELHORANDO A PRODUTIVIDADE
    • 13. REDUZINDO CUSTOS;
    • 14. APRIMORANDO A QUALIDADE DOS PRODUTOS E SERVIÇOS;
  • EXEMPLO:
    • WAL-MART: ATINGIU O TOPO DOS NEGÓCIOS VAREJISTAS MANTENDO SEUS PREÇOS BAIXOS E SUAS LOJAS BEM ESTOCADAS. NÃO GASTA MUITO PARA MANTER GRANDES ESTOQUES. GASTA 15% DAS VENDAS COM DESPESAS FIXAS.
    • 15. SEARS: GASTA 30% COM DESPESAS FIXAS.
    • 16. K-MART: GASTA 21% DE CADA DÓLAR RECEBIDO PARA MANTER ESTOQUES, SALÁRIOS, PROPAGANDA...
  • CADEIA DE VALOR
    • Conceito: identificar atividades específicas em cada empresa, nas quais os SI’s podem ser usados mais eficazmente para melhorar a posição competitiva da empresa.
    • 17. Cadeia de atividades básicas que agregam VALORaos produtos ou serviços de uma empresa;
    • 18. Um SI pode ter um impacto estratégico se ajudar a empresa a executar suas atividades de valor a um custo mais baixo que o de seus concorrentes;
    • 19. Estas atividades podem ser classificadas como primárias ou de suporte.
  • ATIVIDADES PRIMÁRIAS
    Incluem:
    • Logística de Entrada: SI de Estoque
    • 20. Operações: Produção controlada por computador
    • 21. Logística de Saída: Empacotamento e Expedição
    • 22. Vendas e Marketing: Sistema de Ponto de Venda
    • 23. Assistência Técnica: Manutenção e conserto de mercadorias. Diagnóstico do equipamento
  • ATIVIDADES DE SUPORTE
    TORNAM POSSÍVEL A REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES PRIMÁRIAS. INCLUEM:
    • Administração e gerência: Comunicação eletrônica;
    • 24. Recursos Humanos: Levantamento das habilidades e Treinamento de Empregados;
    • 25. Tecnologia: CAD;
    • 26. Compras: Pedidos por Computador.
  • VALOR
    • Cada uma dessas atividades é investigada para se determinar o que pode ser feito para aumentar o valor percebido por um cliente.
    • 27. Dependendo do cliente o valor pode significar preço baixo, melhores serviços, melhor qualidade ou exclusividade de produtos.
    • 28. O valor vem da técnica, conhecimento, tempo e energia investidos pela empresa.
    • 29. Adicionando uma quantidade significativa de valor a seus produtos e serviços, as empresas assegurarão sucesso organizacional mais duradouro.
  • QUESTÃO PARA DISCUSSÃO
    A meta principal de todas as empresas é adicionar valor ao produto. Como as seguintes empresas adicionam valor para seus clientes:
    • um fabricante de carro?
    • 30. uma cadeia de lojas de refeições rápidas?
    • 31. uma agência bancária?
    • 32. uma mercearia?
  • QUALIDADE
    Na visão do fabricante: ausência de variações, conformidade às especificações.
    Na visão do consumidor:
    • qualidade do produto: facilidade de instalação e uso do produto, segurança, durabilidade;
    • 33. qualidade do serviço: verdade na propaganda, garantias, manutenção;
    • 34. impressões psicológicas: aparências das pessoas, cortesia, simpatia, conhecimento do produto, reputação da marca
  • MENOS QUALIDADE -> MAIOR CUSTO
    Exemplo: um fabricante de móveis que produz uma cadeira com uma taxa de defeito de 8%. Isso significa que 8 entre 100 cadeiras distribuídas são defeituosas.
    Custo da produção defeituosa: custo de materiais, mão de obra, desgaste no equipamento, custo de processamento e armazenamento, mais tempo de inspeção, custos de seguros e aspectos jurídicos causados pelas cadeiras defeituosas.
  • 35. GESTÃO DE QUALIDADE TOTAL (TQM)
    A TQM torna a qualidade uma responsabilidade de todos dentro da organização.
    Com o TQM, a qualidade é conseguida não apenas eliminando produtos defeituosos, mais do que isso, o defeito nunca deve acontecer.
    Empresas com TQM adotam meta de defeito zero.
  • 36. SI E QUALIDADE
    Como os Sistemas de Informação podem contribuir para a melhoria de qualidade dos produtos ou serviços de uma empresa?
    Simplificando o Produto e/ou Processo de Produção;
    Fazendo Benchmarking;
    Direcionando o Produto às necessidades do cliente;
    Reduzindo o Ciclo de Produção;
    Melhorando a Precisão e a Qualidade de Projeto;
    Melhorando a Precisão de Produção;
    Diminuindo as possibilidades de erro humano.
  • 37. SIMPLIFICANDO O PRODUTO E/OU PROCESSO DE PRODUÇÃO
    • Reduzindo o número de passos em qualquer processo;
    • 38. Reduzindo o número de peças em qualquer produto;
    • 39. Reduzindo, portanto, as “oportunidades” de problemas.
  • FAZENDO BENCHMARKING
    Medir estatisticamente seus produtos e atividades e comparar os resultados com seus próprios padrões ou com padrões externos do seu setor de atividades.
  • 40. DIRECIONANDO O PRODUTO OU SERVIÇO ÀS NECESSIDADES DO CLIENTE
    MELHORANDO O SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE
  • 41. REDUZINDO O CICLO DE PRODUÇÃO
    Ciclos de produção mais curtos significam que os problemas são percebidos mais cedo no processo.
    Ciclos mais curtos são mais fáceis de serem compreendidos e os empregados são menos propensos a cometer erros.
  • 42. MELHORANDO A PRECISÃO E A QUALIDADE DE PROJETO
    Através de um modelo esquemático, utilizando softwares CAD, é possível estabelecer critérios de qualidade e testar o produto até alcançar os resultados esperados.
  • 43. MELHORANDO A PRECISÃO DE PRODUÇÃO
    • Através do software CAD pode-se especificar projetos de produção, projetando as ferramentas e o processo real de produção.
    • 44. Testando o processo de produção através do CAD é possível desenvolver um sistema de produção mais preciso.
  • DIMINUINDO AS POSSIBILIDADES DE ERRO HUMANO
    • Através da diminuição do número de passos;
    • 45. Através da automatização;
    • 46. Através do trabalho em equipe.