Subjetividade e objetividade no ambiente virtual Observar o que dizem sobre as responsabilidades e as possibilidades do we...
Características  <ul><li>Hipertextualidade </li></ul><ul><li>Não-linearidade </li></ul><ul><li>Multimédia </li></ul><ul><l...
Decisões <ul><li>Sobre quais... </li></ul><ul><ul><li>Formatos se adaptam a uma determinada estória  </li></ul></ul><ul><u...
Narrativa hipermídia <ul><li>Além de... </li></ul><ul><li>(texto, imagens, gráficos, animação, áudio, vídeo, distribuição ...
Jornalismo contextualizado... <ul><li>...em ... </li></ul><ul><li>5  dimensões:  </li></ul><ul><li>Modalidades  comunicaci...
Recursos <ul><li>Reportagem imersiva  </li></ul><ul><ul><li>> forma de apresentar e  interagir  com as histórias num ambie...
Capacidades <ul><li>Perceber... </li></ul><ul><li>Capacidades estética dos novos meios </li></ul><ul><ul><li>Entender a in...
Ponto-chave <ul><li>Capacidade  de lidar com muitas informações simultaneamente </li></ul><ul><li>Pensar  as histórias par...
<ul><ul><li>“ </li></ul></ul><ul><ul><li>Nas empresas de media convergentes do futuro, os </li></ul></ul><ul><ul><li>jorna...
Referências <ul><li>Ciberjornalismo e Narrativa Hipermédia, Helder Bastos,  Faculdade de Letras da Universidade do Porto. ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Objetividade e Subjetividade no ambiente virtual

1,855 views

Published on

Trata de algumas características da web e a repercussão disso no jornalismo

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,855
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
25
Actions
Shares
0
Downloads
24
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Objetividade e Subjetividade no ambiente virtual

  1. 1. Subjetividade e objetividade no ambiente virtual Observar o que dizem sobre as responsabilidades e as possibilidades do webjornalista
  2. 2. Características <ul><li>Hipertextualidade </li></ul><ul><li>Não-linearidade </li></ul><ul><li>Multimédia </li></ul><ul><li>Convergência </li></ul><ul><li>Personalização </li></ul><ul><li>“ a forma não deve determinar o conteúdo, mas sim o contrário ” </li></ul><ul><li>> Eric Meyer, citado por Hall (2001: 89) < </li></ul>
  3. 3. Decisões <ul><li>Sobre quais... </li></ul><ul><ul><li>Formatos se adaptam a uma determinada estória </li></ul></ul><ul><ul><li>Opções que permitam ao público responder, interagir ou mesmo personalizar </li></ul></ul><ul><ul><li>Pensar nas maneiras de relacioná-la com outras, arquivos e recursos por hiperligações </li></ul></ul>
  4. 4. Narrativa hipermídia <ul><li>Além de... </li></ul><ul><li>(texto, imagens, gráficos, animação, áudio, vídeo, distribuição em tempo real </li></ul><ul><li>Há também... </li></ul><ul><li>interactividade, acesso on-demand , controle do suário, e personalização, que... </li></ul><ul><li>Leva à definição.... </li></ul><ul><li>Jornalismo contextualizado </li></ul>
  5. 5. Jornalismo contextualizado... <ul><li>...em ... </li></ul><ul><li>5 dimensões: </li></ul><ul><li>Modalidades comunicacionais ; </li></ul><ul><li>Hipermédia </li></ul><ul><li>Potenciação do envolvimento das audiências </li></ul><ul><li>Conteúdo dinâmico </li></ul><ul><li>Personalização </li></ul><ul><li>...e... </li></ul><ul><li>Dribla certos constrangimentos </li></ul>
  6. 6. Recursos <ul><li>Reportagem imersiva </li></ul><ul><ul><li>> forma de apresentar e interagir com as histórias num ambiente tridimensional < </li></ul></ul><ul><li>Orientar o público </li></ul><ul><ul><li>> por meio de « mapas de navegação » </li></ul></ul>
  7. 7. Capacidades <ul><li>Perceber... </li></ul><ul><li>Capacidades estética dos novos meios </li></ul><ul><ul><li>Entender a interatividade digital em rede... </li></ul></ul><ul><ul><li>Aprender novas narrativas não lineares ou multilineares </li></ul></ul><ul><li>Domínio da prática da </li></ul><ul><ul><li>Pesquisa na Web </li></ul></ul><ul><ul><li>Transferência de dados </li></ul></ul><ul><ul><li>Construir e manter sites próprios, com... </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Programas específicos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Grafismos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Uso de streaming media (áudio e vídeo) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Manipulação de bases de dados </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Gestão de fóruns online </li></ul></ul></ul>
  8. 8. Ponto-chave <ul><li>Capacidade de lidar com muitas informações simultaneamente </li></ul><ul><li>Pensar as histórias paralelamente ao fato </li></ul><ul><li>Vários tipos de informação incluídos em um pacote da história </li></ul><ul><li>A convergência , compatibilidades, assimilações e exigências </li></ul>
  9. 9. <ul><ul><li>“ </li></ul></ul><ul><ul><li>Nas empresas de media convergentes do futuro, os </li></ul></ul><ul><ul><li>jornalistas que melhor entenderem as capacidades únicas dos media múltiplos serão aqueles que obterão mais sucesso, conduzirão às maiores inovações e tornar-se-ão os líderes de amanhã </li></ul></ul><ul><li>” </li></ul><ul><li>> (Rich Gordon in KAWAMOTO, 2003: 72) < </li></ul>
  10. 10. Referências <ul><li>Ciberjornalismo e Narrativa Hipermédia, Helder Bastos, Faculdade de Letras da Universidade do Porto. </li></ul>

×