Sociedade Civil e Controle do Tabagismo

  • 704 views
Uploaded on

Apresentado no I Curso de Aperfeiçoamento de Tabagismo da PUC Rio de Janeiro.

Apresentado no I Curso de Aperfeiçoamento de Tabagismo da PUC Rio de Janeiro.

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
704
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. A Sociedade Civil no Controle do Tabagismo Algumas reflexões. I Curso Aperfeiçoamento em Tabagismo – PUC-Rio 25 de Outubro de 2008
  • 2. julio.wong.un@gmail.com Universidade Federal Fluminense Instituto de Saúde da Comunidade Departamento de Saúde e Sociedade
  • 3. Protesto Crianças India
  • 4. Crianças em Charitas, Niterói
  • 5. Campanhas Marlboro direcionadas a mães
  • 6. Os origens da expressão Sociedade Civil
  • 7. Sociedade Civil – versões •  Grécia (Aristóteles): Estado; •  SC (Kant, Hobbes): Estado – desejado; •  SC (Hegel): oposição Estado – Sociedade  Sociedade Pré- política / Estado Externo / Estado do Intelecto
  • 8. Sociedade Civil - versões   SC como Sociedade Pré-estatal (Marx) – SC coincide com a Sociedade Burguesa:   (A) sociedade civil é o verdadeiro centro, o teatro de toda história; e pode-se ver como é absurda a concepção da história até hoje corrente, que se limita às ações de líderes e de Estados e deixa de lado as relações reais [...]. a sociedade civil compreende todo o conjunto das relações materiais entre os indivíduos, no interior de um determinado grau de desenvolvimento das forças produtivas...
  • 9. Sociedade Civil - versões   Gramsci: Poder Político (Estado) vs. Poder Ideológico (Sociedade Civil);   Gramsci: A SC é um momento da superestrutura: o momento da hegemonia.
  • 10. Soc. Civil como Oposição   Configurou-se a idéia de SC como algo Oposto a...   De um lado Estado/Governo... E de Outro SC;   Hoje isso é relativo...
  • 11. A idéia de Sociedade Civil Hoje Diversidade
  • 12. (Norberto Bobbio) A Sociedade civil é representada como:   o terreno dos conflitos econômicos, ideológicos, sociais e religiosos que o Estado tem a seu cargo resolver, intervindo como mediador ou suprimindo- os;   a base da qual partem as solicitações às quais o sistema político está chamado a responder;   o campo das várias formas de mobilização, de associação e de organização das forças sociais que impelem à conquista do poder político;
  • 13. SC – Conceito Atual   Espaço – Terreno – Campo;   Estado influencia / absorve SC;   E SC influencia / absorve o Estado;
  • 14. SC – Conceito Atual   Conflito;   Mediação;   Negociação;   Acordos;   O antigo antagonismo foi relativizado;   i.e.: Técnicos Governamentais Ativistas Sociais;
  • 15. Conceitos Chave   Diversidades de Interesses e Formas de Agir;   Formação de Redes – dinâmicas, velozes, frágeis, mutáveis e temporárias;
  • 16. Conceitos Chave   Pode designar a qualquer grupo organizado: Sociedades Profissionais, Sociedades de Empresarios ou Comerciários, Movimentos Sociais, ONGs, voluntários, iniciativas mistas Estado/SC, etc.
  • 17. Conceitos Chave   Controle Social: das elites (incluído o Estado) sobre as pessoas, ou da SC sobre as elites, fiscalizando;   Participação Social: de qualquer grupo social (incluídas, por exemplo, corporações) ou Participação Popular, dos Grupos Subalternos.
  • 18. Lembretes para não se perder   Qualquer expressão ou termo deve ser interpretado no contexto e processo social em que está inserido;   Quem está falando o que e por que?   O mundo social é cheio de piscadelas – A quase nunca quer dizer A.
  • 19. Exemplos Brasil
  • 20. Iniciativas Pessoais ou de Pequenos Grupos
  • 21. Organizações Não Lucrativas de todo tipo
  • 22. ONGs fortes, dinâmicas e de tradição
  • 23. Redes Sociais Impulsionadas por ONGs e MS
  • 24. Idéia Chave Para Entender a Ação Social da SC Organizada
  • 25. Idéia Chave Para Entender a Ação Social da SC Organizada
  • 26. Ativismo Social
  • 27. Os novos donos do mundo
  • 28. Poder Econômico - Corporações   Antes Estado vs. SC – Hoje Estado – SC -Corporações;   Grande poder de influência do Mercado, na sua forma mais Avançada, as Corporações;   Influenciam a classe política, os grupos organizados, os sindicatos, os indivíduos, os gostos, as opiniões, as opções e escolhas;
  • 29. Poder Econômico - Corporações   Descentralização Estatal + Livre Mercado + Globalização Neoliberal --- Enfraquecimento do Estado;   O “Estado Mínimo”: o mercado regula tudo;   As desculpas e o erro reconhecido por Greenspan;
  • 30. Poder Econômico - Corporações   O Mercado cria, fortalece e manipula instâncias organizativas de Sociedade Civil;   São criadas ONGs e Fundações, financiados projetos de pesquisa e de desenvolvimento local, visando:   melhorar a imagem (responsabilidade social);   criar correntes de opinião favoráveis à empresa, ao produto ou ao setor (popularidade);   fortalecer o poder dos “seus” políticos complicando processos de reivindicação e de mudança;
  • 31. A Sociedade Civil Organizada
  • 32. Razões do Surgimento da SC Organizada   Complexidade e Tamanho dos Problemas – Insuficiência do Estado e do Mercado;   Crise de Representatividade do Estado: interesses sociais são muito fragmentados – novos caminhos da decisão política;   Necessidade de protagonismo dos Sujeitos – ter voz, ser ouvido, mudar o mundo;
  • 33. SC Organizada   Sociedade Civil Organizada: não somente ONGs (Não Estatal);   SCO: Parte da Sociedade Civil que se organiza na luta por maior inserção na atividade política;   Baseada (em Teoria) na Solidariedade Humana;
  • 34. SC Organizada   Preocupação Local e Global com problemas urgentes;   Organização em Grupos para Defender Interesses;   A Sociedade civil organizada é a parcela da Sociedade civil que se constitui e se organiza atuando como força política na procura de soluções para os conflitos sociais
  • 35. Path Canada
  • 36. Lembrar que existe o outro lado
  • 37. Dimensões a Considerar na Análise de SC   Política: interesses, parceiros, concentração de poder, visão de sociedade, representação --> práticas e não só discursos;   Ética: do Bem e do Mal; Limites e Fronteiras do permitido; Honestidade vs. Jeitinho; o que é Proibido e para Quem é Proibido;   Estética: Além da formalidade (emoção, sentimento, espiritualidade, utopia); Modos de Andar em Coletivo;
  • 38. Particularidades do Controle do Tabagismo   Forte presença/apoio dos MS e dos Organismos Internacionais;   Ativismo social: ONGs – projetos com diversos grupos vulneráveis;   Negociações do micro ao global;
  • 39. Particularidades do Controle do Tabagismo   Luta contra Estratégias poderosas: Davi e Golias;   Risco de ser usados pelas indústrias farmacêuticas;   Risco permanente de discriminação e polarização.
  • 40. Obrigado!!!
  • 41. julio.wong.un@gmail.com