• Save
01a história da medicina   civilização e doença - Marilene
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

01a história da medicina civilização e doença - Marilene

on

  • 608 views

 

Statistics

Views

Total Views
608
Views on SlideShare
583
Embed Views
25

Actions

Likes
1
Downloads
0
Comments
0

2 Embeds 25

http://historiamedicinauff.blogspot.com.br 16
http://historiamedicinauff.blogspot.com 9

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial-NoDerivs LicenseCC Attribution-NonCommercial-NoDerivs LicenseCC Attribution-NonCommercial-NoDerivs License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

01a história da medicina   civilização e doença - Marilene 01a história da medicina civilização e doença - Marilene Presentation Transcript

  • História da Medicina:Civilização & DoençaUFF - Instituto de Saúde daComunidadeDepartamento de Saúde e SociedadeProfa. Marilene Nascimento2012.1
  • A doença é um produto social Pragas e pestes são mais do que riscosnaturais inevitáveis, sãopredominantemente criadas pela própriahumanidade As epidemias surgem com a sociedade, ea doença foi e continuará a ser umproduto social, tanto quanto a medicinaque luta contra ela.
  • Paleolítico (2.5 milhões a 10mil a.C.)caçadores-coletores Grupos nômades pequenos e dispersos baixas densidades populacionais não proporcionam aosmicroorganismos reservatórios de hospedeiros suscetíveis baixa poluição de fontes de água e do ambiente não atrai insetosdisseminadores de doenças ausência de animais domésticos, fontes de moléstias doenças infecciosas - varíola, sarampo, gripe e similares,praticamente desconhecidasFerramentas de pedra, ossos e madeira
  • Neolítico (12 mil a 4 mil a.C):pastores e lavradores Agricultura (trigo, cevada, arroz, milho etc), domesticação de animais(cães, ovelhas, cabras, porcos, bois, cavalos e aves domésticas),primeiras comunidades sedentárias às margens de rios Monoculturas (desnutrição), desmatamentos (mosquitos) Água poluída por fezes e sujeira / irrigação: bactérias,fungos, vírus, insetos, vermes e parasitas Salto de doenças de animais (zoonóticas) para os seres humanos:tuberculose e sarampo (gado), gripes e rinovírus (porcos e patos), ascaris(porcos), varíola (camelo), poliomielite, cólera, febre tifóide, hepatite,coqueluche, difteria, malária, difteria, influenza, catapora, caxumba etc- epideminas, endemias e pandemias- desenvolvimento de anticorpos,transmitidos pela placenta ou leitematerno
  • História Antigaprimeiras civilizações Grandes cidades-império: Egito, Mesopotâmia, Grécia e Roma Expansão incessante da civilização e intercâmbio de mercadorias Mercadores, marinheiros, militares e saqueadores levaramdoenças a populações virgens, detonando explosões patológicas Egito: Velho Testamento relata ‘epidemias lançadas por Jeová noreino dos faraós’ Grécia: peste catastrófica pôs fim à dominação de Atenas Roma: peste antonina, provavelmente a varíola, liquidou ¼ doshabitantes. A peste de Justiniano (bubônica) massacrou ¼ dapopulação do mediterrâneo oriental.
  • Idade Média:peste negra e lepra Entre 1346 e 1350, é possível que a peste negra(bubônica) tenha abatido 20milhões de pessoas, ou cerca de ¼ da populaçãoda Europa. Os ratos chegaram em porões de navios orientais, eencontraram esgoto a céu aberto e lixo acumuladonas ruas Provocou perseguição aos hereges e a caça àsbruxas, em meio a pecadores convencidos de quetinham que aplacar a ira divina. A lepra alcançou o pico na Europa no séc XIV, tidacomo estigma do pecado. Os doentes eramsegregados do convívio social e confinados emleprosários que se alastraram por todo o continente. Médico usando traje de proteção contra a peste
  • Novo Mundo A primeira epidemia em Hispaniola (1493) foi possivelmente ainfluenza dos suínos, transportada pelos porcos a bordo nos navios Em 1518, a varíola matou cerca de metade dos aruaques deHispaniola e se espalhou pelo Caribe: influência decisiva no domíniodos impérios Asteca e Inca. Seguiram-se ondas de sarampo, influenza e tifo, com mortalidadedevastadora: decisão de importar escravos da África, o que por suavez introduziu a malária e a febre amarela. Armas e germes permitiram a conquista demetade de um continente por minúsculas forçaseuropéiasColombo retornou à Europa levando consigo umadoença possivelmente das Américas - a sífilis, que seespalhou com um rastilho de pólvoraUm dos sintomas da sífilis é a presença de feridas na região genital
  • Revolução IndustrialDisseminou condições insalubres de vida nascidades apinhadas: doenças ocupacionais eenfermidades urbanasO tifo, associado à imundície das cidades,transformou a invasão russa de Napoleão numdesastre: a grande armée sofreu uma epidemiadevastadora.O cólera espalhou-se da Ásia para o Egito eÁfrica setentrional, Rússia, Europa e América doNorte, matando milhões de pessoas em seguidaspandemias.A tuberculose atingiu índices alarmantes emLondres e Paris, e se espalhou por cidadesindustrializadas, inclusive nos Estados Unidos.Céu de chaminés de Londres em 1870,por Gustav Doré.
  • O século XXDespontaram doenças crônico-degenerativas: câncer, obesidade, coronarianas,hipertensão, diabetes, enfisema e outras,associadas à riqueza, ao envelhecimento e aonovo estilo de vida ocidentalA gripe espanhola varreu o globo depois da 1ª guerra mundial, matando cerca de60 milhões de pessoas no mundo inteiro em menos de 2 anosNovas doenças: AIDS, vírus EbolaAté época recente, metade dos bebês morriam na primeira infância, a infância e aadolescência eram fases muito vulneráveis, um número trágico de mães morria departo, e a expectativa de vida ao nascer era cerca de 50 anosA gula demonstrada por Hieronymus Bosch
  • ExercícioQuais os pré-requisitos paraa saúde?
  • Referências Porter, Roy. Das tripas coração. Uma brevehistória da medicina. Rio de Janeiro-SãoPaulo: Ed. Record, 2004. Sigerist, Henry E. Civilização & Doença.São Paulo: Hucitec/Sobravime/Sind. DosMédicos de Campinas, 2011. Ujvari, Stefan Cunha. A história dahumanidade contada pelos vírus, bactérias,parasitas e outros microrganismos... SãoPaulo: Contexto, 2011.