Dermatoses Ocupacionais

2,972 views

Published on

A dermatose ocupacional é uma doença da pele de trabalhadores que em sua jornada de trabalho estão em contato com agentes e produtos físicos e químicos que causam alergia e irritação. A melhor maneira de prevenção dessa doença é através do uso de luvas que impeçam o contato agressivo com esses agentes.As dermatoses ocupacionais ou termatites de contato são visíveis em locais de trabalho que usam solvente, óleos minerais, cimento, cal e outros... A pele está sujeita a uma grande quantidade de doenças como resultado da falta de asseio agravada por factores ligados à idade, ao sexo, ambiente de moradia, trabalho e transporte, e outras condições. Esses males, que constituem o grupo das dermatoses, são principalmente as piodermites, que são infecções inflamatórias directamente provocadas por bactérias nas diversas camadas da pele, além de certas verminoses e micoses. Resultam de contágio e são transmissíveis por contacto, sendo mais frequentemente incidentes durante a época mais quente e húmida do ano.

Published in: Health & Medicine
0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,972
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
226
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Dermatoses Ocupacionais

  1. 1. Winer Augusto da Fonseca Segurança do Trabalho – 3SASSO
  2. 2. PRIMEIRO ENTENDEREMOS A PELE • A pele é o revestimento externo do corpo, considerado o maior órgão do corpo humano e o mais pesado.
  3. 3. O QUE É DERMATOSE? Toda alteração da pele, de mucosas e anexos causada direta ou indiretamente por tudo aquilo que seja utilizado na atividade profissional ou exista no ambiente de trabalho.
  4. 4. CAUSAS Causas indiretas – Fatores predisponentes • idade: trabalhadores jovens e menos experientes costumam ser mais afetados; • sexo: homens e mulheres são igualmente afetados mas nas mulheres os quadros são menos graves e melhoram mais rapidamente; • etnia: pessoas da raça amarela ou da negra são melhores protegidos contra a ação da luz solar que pessoas da raça branca; • clima: temperatura ambiental e umidade influenciam o aparecimento de dermatoses como infecções por bactérias (piodermites) e fungos (micoses).
  5. 5. CAUSAS Causas diretas • Agentes Químicos: responsáveis por cerca de 80% das dermatoses ocupacionais, destacando-se o cimento, borracha, derivados de petróleo, óleos de corte, cromo e seus derivados, níquel, cobalto, madeira e resina epóxi; • • Agentes Biológicos: bactérias, fungos, leveduras e insetos, especialmente nos trabalhos de manipulação de couro ou carne animal, tratadores de aves ou animais, peixeiros, açougueiros, jardineiros, balconistas de bar, barbeiros, atendentes de sauna, entre outros; • • Agentes Físicos: calor, frio, vibrações, eletricidade, radiações ionizantes e não ionizantes, microondas, laser e agentes mecânicos.
  6. 6. SINTOMAS As dermatoses ocupacionais são classificadas, segundo o tipo de ação dos agentes produtores, em dois grande grupos: As dermatites por irritação e as dermatites por ação alérgica.
  7. 7. Dermatites de contato por Irritação Atingem principalmente as mãos, antebraços, pescoço, face e pernas do paciente QUANDO entra em contato direto com alguma substância que causa irritação nas camadas mais superficiais da pele.
  8. 8. Dermatites de contato alérgica É quando o individuo responde ao contato com reagente danosos através de uma reação alérgica. Nesta etapa da doença, primeiro o paciente entra em contato com o produto apenas uma vez. Se a mesma substância atacar a pele em uma segunda ocasião, ai se desencadeiam os sintomas alérgicos.
  9. 9. TRATAMENTO • MEDICAMENTOS TÓPICOS • Pomadas e cremes contendo corticoide e antimicóticos; O tratamento das dermatoses ocupacionais varia de acordo com a gravidade das lesões e com as causas que as determinam e deve ser orientado por especialista.
  10. 10. PREVENÇÃO • Evitar contato da pele com agentes químicos irritantes ou alérgicos.  Eliminação dos agentes nocivos ou substituição da sua forma de apresentação;  Enclausuramento total ou parcial do processo de produção;  Automatização de operações geradoras de contaminação do homem;  Isolamento das áreas de riscos;  Ventilação exaustora local;  Medidas de higiene pessoal e coletiva (lavatórios – chuveiros – vestiários - sanitários);  Uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) tais como luvas, pomadas protetoras, mangas, aventais, roupas especiais, máscaras, botas, entre outros.
  11. 11. HIGIENE FALTA DE HIGIENE GERA DERMATITE

×