Apresentacao de marketing
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Apresentacao de marketing

on

  • 256 views

Elaborei essa apresentação para que os colegas e os donos de uma empresa e onde eu trabalhei, pudessem ter uma pequena noção introdutória do que é marketing e de algumas das ferramentas que ele ...

Elaborei essa apresentação para que os colegas e os donos de uma empresa e onde eu trabalhei, pudessem ter uma pequena noção introdutória do que é marketing e de algumas das ferramentas que ele utiliza para cada situação.

Statistics

Views

Total Views
256
Views on SlideShare
256
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Apresentacao de marketing Apresentacao de marketing Presentation Transcript

  • As pessoas se empolgam quando falam de marketing e de seus impactos em sua vida e na de outras pessoas. O Marketing é excitante porque combina ciência e arte de negócios com muitas disciplinas, tais economia, psicologia, antropologia, cultura, geografia, história, jurisprudência, estatística, demografia, entre outras. O Marketing é importante para todas as pessoas, das mais simples as mais sofisticadas.
  • • 1925 Era da Produção - Orientação para a produção, nenhuma preocupação com a venda, tudo que era produzido era consumido. • 1925/1950 Era da Venda – Técnicas de produção dominadas, preocupação com os excedentes de produção, ênfase nas forças de vendas, procuram encontrar compradores para os produtos, anunciar os produtos, venda porta a porta... • 1929 Era do Marketing – Após a crise de 1929 grande depressão nos EUA e no Brasil crise do café, mercado consumidor fica sem poder de compra, surge nos EUA o MARKETING, presta-se atenção aos anseios do mercado, cresce a importância dos produtos e nasce o gerente de produto, após a Segunda Guerra Mundial nasce uma nova geração de consumidor: denominada baby boomer e o marketing se instala na américa.
  • ‘’Processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtêm aquilo que necessitam e que desejam com a criação, a oferta e a livre negociação de produtos e serviços de valor com outros.’’ (Kotler)
  • Endomarketing é uma das mais novas áreas da administração e busca adaptar estratégias e elementos do marketing tradicional, normalmente é utilizado para uso no ambiente interno das corporações. Significado: Marketing interno. Venda da imagem institucional aos trabalhadores da própria instituição.
  • Quem nunca ouviu falar que antes de vender um produto para seus clientes, as empresas precisam convencer seus funcionários a comprá-lo? O Endomarketing surge como elemento de ligação entre o cliente, o produto e o empregado. E "vender" um produto, uma idéia, um posicionamento de marketing para o funcionário passa a ser tão importante quanto para o cliente. Significa torná-lo aliado no negócio, responsável pelo sucesso da corporação e igualmente preocupado com o seu desempenho.
  • Marketing de relacionamento corresponde ao trabalho de marketing voltado para o relacionamento com clientes e fornecedores. O objetivo maior torna-se manter o cliente através da confiança, credibilidade e a sensação de segurança transmitida pela organização.
  • Drucker (1999) elegeu algumas regras fundamentais para a utilização do marketing de relacionamento na busca por vantagem competitiva: • O relacionamento com o cliente é de responsabilidade da empresa. Qualquer reclamação ou conflito por parte do cliente é provocado por uma falha empresarial. • A empresa deve perguntar-se constantemente o que pode ser feito para facilitar e melhorar a vida de seus clientes.
  • Marketing digital são ações de comunicação que as empresas podem se utilizar por meio da Internet e da telefonia celular e outros meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos, conquistar novos clientes e melhorar a sua rede de relacionamentos.
  • Telemarketing é o termo que designa a promoção de vendas e serviços por telefone. Atualmente, o termo foge deste corpo, ao abranger também cobranças e outros serviços, como atendimento ao consumidor e o suporte técnico, por telefone. É feito, por empresas especializadas trabalhando na divulgação e de orientação aos clientes de vários segmentos do mercado.
  • O marketing, quando estruturado, forma um departamento onde devem coexistir profissionais com três funções específicas: pesquisa de mercado, análise de marketing e gestão das ferramentas. Dependendo do porte da companhia, essas funções podem ser realizadas por um grupo mínimo de profissionais que cooperam e compartilham tarefas, ou por um número considerável de profissionais especializados e até subdivididos internamente em processos distintos, como acontecem em grandes empresas. Fundamentalmente, o importante é que estas três funções existam e sejam praticadas claramente por um grupo de profissionais contratados especificamente para isso. Apenas esta definição já deixa evidente que há muitas companhias que praticam, infelizmente, só marketing operacional.
  • Pesquisa e estuda sobre o conceito, idéia, marca, produto ou serviço a divulgar; identifica e analisa pontos fortes e fracos dos seus públicos, mercado e concorrência; Planeja campanhas publicitárias com a criação de mensagens e peças, define a mídia com meios e veículos que assegurem a melhor cobertura do público-alvo e mercados objetivados, Executa campanhas, incluindo orçamento e produção das peças publicitárias, a compra, distribuição e controle da publicidade nos veículos contratados.
  • Administrativo: composto de uma ou quantas pessoas forem necessárias (de acordo com o “porte” da agência), sendo que engloba (ou pode englobar): Administração Geral, Finanças, RH, Jurídico, Serviços Gerais, etc. Atendimento: quase sempre é (ou deveria ser) o único que tem contato direto com o cliente. Planejamento: recebe as informações colhidas junto ao cliente (objetivos, verba), determinando “o que” deverá ser feito para se cumprir o que se deseja. Pesquisa: Supre o setor de Planejamento das informações necessárias (de mercado, concorrência).
  • Criação: Departamento responsável por criar as peças e campanhas determinadas pelo Planejamento. Geralmente composto no mínimo por Diretor de Arte e Redator, pode conter ainda o Webdesigner, Revisor, etc. Mídia: Realiza as negociações e monta os mapas de mídia, conforme o que foi planejado veicular (rádio, TV, jornal, revista, outdoor, etc.) Produção: Cuida da produção e finalização do Material Gráfico que será desenvolvido. Pode englobar Produtor Gráfico, Assistente Gráfico, Assistente de Computação, Orçamentista. RTVC: é a sigla para rádio, televisão e cinema. Este setor cuida da produção, gravação e edição das peças para estas mídias. Em algumas grandes agências existe ainda o Tráfego, que é responsável por transitar as diversas informações entre os departamentos já citados.
  • O estudo do design sempre esteve ligado a outras áreas do conhecimento como a psicologia, a teoria da arte, a comunicação, a ciência da cognição, estudo das cores, tipografia, produção gráfica, ergonomia, meios de comunicação, semiótica e marketing. No entanto, o design possui um conhecimento próprio que se desenvolveu através da sua história, mas tem se tornado mais evidente nos últimos anos. Isso pode ser percebido pela criação de cursos de doutorado e mestrado específicos sobre design, no Brasil e no resto do mundo.
  • Esse mesmo processo tem tornado os requisitos de projeto cada vez mais complexos, e por isso incentivado o aparecimento de muitas especializações dos designers. Dentre mais comuns na atualidade se encontram: Design estratégico; Design de comunicação; Design de som; Design visual; Design gráfico; Design de Tipografia; Design editorial; Design institucional; Design de embalagem; Design digital; Design de hipermídia; Web design; Design de jogos; Design de produto; Design automobilístico; Design de mobiliário; Design de moda; Design de jóias; Design de estampa; Design de interiores; Design' de iluminação; Design de sinalização; Design de interação; Design de interfaces; Design de serviços. Existem ainda actividades que se auto-identificam com a expressão designer mas sem qualquer relação com a atividade de projeto propriamente dita. Exemplos incluem hair designer (para cabeleireiro), cake designer (para confeiteiro) e body designer (para tatuador).
  • Design de embalagen
  • Design de cartões de visita