Fazendo NegóCios Com A India
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Fazendo NegóCios Com A India

on

  • 7,028 views

Informação sobre tendencias de mercado na India

Informação sobre tendencias de mercado na India

Statistics

Views

Total Views
7,028
Views on SlideShare
6,997
Embed Views
31

Actions

Likes
2
Downloads
116
Comments
0

8 Embeds 31

http://www.slideshare.net 12
http://www.cedh-rj.blogspot.com 8
http://geografiaenaoso.blogspot.com 4
http://cedh-rj.blogspot.com 2
http://www.blogger.com 2
http://webcache.googleusercontent.com 1
http://geografiaenaoso.blogspot.fr 1
http://geografiaenaoso.blogspot.pt 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Fazendo NegóCios Com A India Fazendo NegóCios Com A India Presentation Transcript

  • Í NDIA FAZENDO NEGÓCIO COM A DESAFIO OU OPORTUNIDADE? Taught :by Jair Rodrigues Silva
    • Classe média: qual o potencial e o que falta ao empresariado brasileiro para desfrutar desse Mercado?
    • O que mudou na juventude indiana e qual o potencial mercadológico desse novo Comportamento?
    • Contrastes da Índia, que público focar?
    • Qual a melhor forma de divulgar um produto na Índia?
    • Qual foi o erro e qual é a base do crescimento sustentado da Índia e como isso pode se transformar numa oportunidade de negócio naquilo em que a Índia mais cresce?
    • Qual estratégia da Índia no campo de Biotecnologia e como podemos nos beneficiar com disso?
    • Como podemos vislumbrar uma oportunidade de negócios no setor de TI da Índia?
    • O que a Índia oferece de vantagens Competitivas?
    • Buscar oportunidades comercias: Cinema, música e literatura são negócios viáveis?
    • Logística - porque é bom pensar nisso quando se trata de Índia?
    • Você tem noção de como se configuram as principais cidades da Índia?
    INDICE
    • População da Índia: desafios e oportunidades
  • Que visão você tem da Índia?
  • Um país exótico, misterioso, intrigante - mas a anos-luz de distância de tudo que seja minimamente ligado a modernidade e prosperidade.
  • Se você pensa assim, não está sozinho. veja o que relata uma pesquisa feita no Brasil Um levantamento do Instituto de Estudos e Comércio Internacional, realizado com presidentes e executivos das maiores empresas do país, mostrou que 60% deles não têm interesse algum em aprofundar relações comerciais com o mercado indiano.
  • O que relata uma pesquisa feita fora do Brasil Segundo estudo da Pricewaterhous e Coopers, 64% de 1 400 presidentes de empresas de todos os continentes apontam a Índia como destino certo de investimento nos próximos três anos.
  • Mais que isso. Segundo eles, é um terreno fértil de oportunidades, o país no qual se deve prestar atenção para realizar muitos e bons negócios, sob pena de ficar para trás na corrida do desenvolvimento do século XXI.
  • Essas visões tão diferentes sobre a mesma Índia. O que ficou evidenciado?
  • MAS, AFINAL, O QUE É A ÍNDIA?
  • A Índia é tão enorme quanto populosa , tão luxuosa quanto esquálida, tão bela quanto desconhecida , tão antiga quanto moderna. Uma viagem pela Índia é uma lição de fortes contrastes. A Índia é uma terra do futuro, no entanto, partes dela ainda estão muito distantes do presente. É um país de pessoas fabulosamente ricas e desesperadamente pobres, de hindus e muçulmanos, arados de madeira e usinas nucleares.
  • India é formidável India is diverse India has its extremes E isso funciona bem de algum modo? INDIA IS COMPLEX
  • O QUE TEM A ÍNDIA DE TÃO RELEVANTE AFINAL ? PARA ENTENDER É PRECISO UM NOVO OLHAR UM NOVO JEITO DE ENTENDER UMA NOVA VISÃO
  • O DESENVOLVIMENTO DA TECNOLOGIA INFLUENCIOU FORTEMENTE O PRESENTE ECONOMICO INDIANO ASSIM COMO A ÍNDIA INFLUENCIOU O AVANÇO TECNOLÓGICO NO MUNDO Cinco fases na economia indiana do pós independência
    • Guerra fria
    • Queda do muro
    • Os IITs
    • Redução de custos e reestruturação para aumentar a competitividade
    • Inovação e expansão global
    Nota: Números aproximados do PIB Economia
    • Descarte do “socialismo democrático”
    • Desenvolvimento da indústria de informatica
    • Optimização dos activos para evitar importações
    • A bertura do mecado
    • A IBM incorpora o Apache - O boon da internet – Netscap é vendida por 10 bi a AOL
    • PC – Internet- Fibra ótica – Mão de obra qualificada e barata- Inglês fluente
    • Bug do milenio 2000
    • Disputa por cérebros indianos
    • Dois fatos faz brilhar a “sorte” na Índia a bolha das fibras óptica eo bug do milenio
    1998 - 2000 De-licenciamento PIB = 6%
    • 1991 M. Singh Ministro da economia hoje 1º Ministro abre a Economia da Índia
    • Pós a abertura 3 anos crescimento 3% - 7%
    • 1991 reservas 1bi U$ 10 anos depois 118 bi
    • 1993 A internet longe de de ser o que é hoje
    • 1994 – 1º navegador comercial que funciona no PC IBM, Aplle,UNIX
    • 1995 Netscap foi a bolça – inicia a bolha ponto-com boon da internet. Lei telecon
    • 1996 Explode a bolha cabos de fibra óptica –
    1991-1996 Redução das importações PIB =4%
    • Independência da Índia.
    • 1949 a divisão das duas alemanhas.
    • 1951 Nehru cria o IIT e IIAdm. Uma verdadeira fabrica de talentos.
    • Toda a infra- estrutura,da Índia era estatal – A Índia estava falida
    • 1977 – Instalação comercial de cabos de fibra óptica
    • 1981 1º PC da IBM .
    • 1985 1º Windows
    • 1989 – queda do muro de Berlim.
    • 1990 Windows 3.0
    • 1990/91 Fim da URSS
    1947-1991 Enfoque na indústria PIB =3%
    • Inicio de 2000 o trabalho do bug começa aminguar
    • Nova fonte comércio eletrônico –escaces de engenheiros no mundo
    • Surge o Outsourcing Wipro,Infosys,Tata Consulting Services
    • Estouro da bolha das ponto-com
    • Onde encontrar mão de obra qualificada e com o custo bem menor
    2000 Liberalização PIB = 7%
    • Eliminação dos principais entraves às importações
    • Ressurgimento de indústrias chave
    • Aquisição de empresas internacionais por parte de empresas indianas, ganhando identidades globais
    • Outsourcing boom
    2000 -2008 Competitividade Global PIB = 7-8%
  • ÍNDIA: PRINCIPAIS FATOS
    • Civilização com 5.000 anos
    • População de 1,148 Biliões de habitantes
    • Maior democracia mundial
    • 12ª Maior economia mundial (PIB $1.131 Bilhões)
      • 4ª considerando a PPP
      • Exportações cresceram 31,5% em 2007/2008
    • 2ª economia mundial com crescimento mais rápido (8% média de crescimento anual nos últimos anos do PIB)
      • - Estimativa para 2009 reduzida para 6.2% em função da grise internacional (Revista Economist)
    • 336 tribos, 325 línguas, 1.652 dialectos
    • 18 línguas oficiais
    • 5.600 diários, 15.000 semanários, 20.000 periódicos em 21 línguas com uma circulação total de ~142 Milhões
    • Governo parlamentar
    • 29 Estados, 5 territórios unificados
    • Maior nação do mundo utilizadora da língua inglesa
    • 2ª Maior comunidade de cientistas e engenheiros
    • 3º Maior exército com mais de 1,5 Milhões de soldados
    Sumário
  • A MISÉRIA ESTÁ DIMINUINDO EM MILHÕES DE INDIANOS PROJEÇÕES PARA O FUTURO 1993 1999 2007 Nos últimos anos, caiu o número de indianos que vivem com menos de 1 dólar por dia Fonte: governo da Índia PORCENTAGEM DA POPULAÇÃO Mantido o seu ritmo atual de expansão, a Índia terá a terceira maior economia do mundo em quatro décadas
  • A população indiana tem noção de quantos são e quanto isso pode ser um desafio ou uma oportunidade?
  • A cada 8 minutos nascem 60 crianças nos EUA, 244 na China e 351 na Índia Não existe nenhum tipo de política de controle de natalidade na Índia exatamente pelo fato de famílias com muitos filhos ser um sinal positivo de crescimento e perpetuação na cultura hindu. Em 2050, o número terá saltado para 1,6 bilhão. O retrato atual da Índia mostra um país ainda muito aquém do Brasil. Quando se mira o futuro, no entanto, fica difícil ignorar o novo gigante asiático. Previsões dão conta de por volta de 2025, a população da Índia ultrapasse a da China, transformando o país no mais populoso do mundo. A Índia tem uma população superior a 1,148 mil milhões de pessoas e foi o país que mais contribuiu para o crescimento da população mundial nos últimos 5 anos (com um crescimento médio anual de 16 milhões de habitantes). Com uma população de 1,148 bilhão de habitantes e uma  classe média de 300 milhões de pessoas, e com um PIB que não pára de crescer, a Índia tem tudo para ser uma das três maiores economias do globo em algumas décadas.
  • Você imaginaria um desfile de moda de alta costura na Índia? As grifes estrangeiras sim. Marcam presença no país e muitos jovens que podem comprá-las estão usando como emblemas de identidade. APRESENTAMOS ÍNDIA FASHION WEEK Desfile de moda em Nova Délhi e Mumbai: “ Não se pode compreender a moda em um país sem compreender a cultura em que esta se manifesta” Mme. Marie Rucki - Estúdio Berçot de Paris
  • Classe média qual o potencial e o que falta ao empresariado brasileiro para desfrutar desse Mercado?
  • Nos últimos três anos foram construídos 350 shoppings centers no país e outros serão inaugurados nos próximos anos Uma das maiores classes médias do planeta, com 300 milhões de pessoas -- dois terços da União Européia ou seja, quase dois "Brasis" inteiros de consumidores, número que deverá aumentar para cerca de 600 milhões até 2025 – e causa delírios nos investidores. Nos shopping centers de Gurgaon, lojas de redes americanas e européias, como Tommy Hilfiger, Benetton e Boss, atendem o público jovem que já preferem vestes ocidental que as vestes tradicionais indianas. Diante do processo de enriquecimento da classe média, empresas do setor de alto luxo têm apostado no crescimento do país.
  • O que mudou na juventude indiana e qual o potencial mercadológico desse novo Comportamento?
  • Nos clubes noturnos cidade agitada, muita dança sensual embalada por canções estrangeiras ou indianas, muita corpo exposto por saias e miniblusas, mas também a preservação quase universal dos limites, digamos, do bom-tom. informalmente, contudo, os jovens reconhecem que o sexo antes do casamento é bem mais comum do que se possa imaginar. Já é possível ver muitos hábitos ocidentais entre os jovens na Índia Uma night em Mumbai é possível ver que os jovens já fazem muitas coisas semelhantes aos nossos costumes FUNK À INDIANA A cena noturna de Mumbai é agitada. Há de tudo entre os jovens, do consumo de ecstasy ao sexo casual. Só os carinhos em público são raros E a dança do poste dá para acreditar? ATÉ POUCOS ANOS ATRÁS ERA IMPOSSÍVEL IMAGINAR ISSO NA ÍNDIA A maioria da população hoje está abaixo dos 25 anos de idade.
  • Contrastes da Índia, que publico focar?
  • Segundo a revista Forbes 2008, a Índia tem 23 bilionários quatro indianos entre os 10 mais ricos do mundo. 4º - Lakshmi Mittal – Indiano - 57 anos – 45 bilhões de dólares 5º - Mukesh Ambani - Indiano – 50 anos – 43 bilhões de dólares 6º - Anil Ambani - Indiano – 48 anos – 42 bilhões de dólares 8º - KP Singh – Indiano – 76 anos – 30 bilhões de dólares Azim Premji. Dono da Wipro Technologies Ratan Tata, Dono de um dos maiores conglomerados industriais do planeta, controlador de 96 empresas em 120 países Ao lado dos brilhantes engenheiros de computação, as cenas de pedintes vagando pelas ruas são o retrato mais conhecido da realidade atual da Índia. A precariedade da infra-estrutura indiana é um tapa na cara de qualquer visitante, até mesmo o brasileiro, familiarizado com problemas de trânsito e de abastecimento d'água, com favelas e lixões. "Quem tem fome tem pressa". Visitar a Índia significa entrar em contato com essa realidade. Não adianta querer evitar esse confronto com o mundo real. Ele está em toda parte, como um tapa na cara. Mas até os bairros nobres transpiram decadência. A culpa é de uma lei dos anos 40, que torna quase impossível promover um despejo. Tudo na Índia é muito Mais do que o pitoresco surgimento dos bilionários, porém, o que importa na Índia são as massas, sempre as massas. Duzentos e cinqüenta milhões de indianos – duas Nigérias – ainda vivem na miséria extrema. O incrível na Índia é que pobreza e riqueza convivem lado a lado sem a Tensão que conhecemos, a Índia é um país de inúmeros contrastes
  • A Índia é um fenômeno. De todos os pontos de vista. É uma nação que desafia a racionalidade. Cerca de 16% da população mundial é indiana, vivendo em 2,4% da superfície terrestre. Em 2020 a Índia se tornará o mais populoso pais do mundo com cerca de mais de 1,4 bilhões de pessoas. Para você poder entender o que isso significa, a Índia tem (cerca de sete vezes a população do Brasil), que se comprimem num território com tamanho três vezes menor do que o Brasil e cresce mais ou menos uma São Paulo por ano em população
  • Qual a melhor forma de divulgar um produto na Índia?
  • Na publicidade, com exceção do Japão, hoje, a Índia desponta como uma das principais potências criativas da Ásia.
  • Qual o principal veículo de comunicação da Índia ? O jornal e líder do bolo de US$ 5 bilhões que movimentou a publicidade na Índia em 2007, com 47% de participação (US$ 2,3 bilhão), seguida pela TV que tem 36% (US$ 1,7 bilhão). Todos os demais meios têm menos de 5% de share. Isso se for levado em conta que ele atinge a elite do país, já que apenas de 10% a 15% falam inglês. O fato de a educação ser uma das prioridades do governo indiano desde sua independência, também se reflete na forma como os indianos consomem mídia. O mercado indiano é inundado por mais de 2 mil jornais em diversas línguas, atingindo uma circulação total de 50 milhões de exemplares por dia, dos quais 42% em inglês, 8% em hindi e a outra metade dividi-se nos mais variados idiomas do país. O principal jornal do país, o Times of India , possui circulação diária de 3,5 milhões, o que lhe confere o título de maior jornal de língua inglesa do mundo. Qual o segredo para se vender tanto jornal na Índia ? Preço baixíssimo. A lógica é simples: os jornais na Índia são baratos e vendem mais e por isso atraem mais anunciantes. Um exemplar custa em média US$ 0,10 na Índia. Só como base de comparação, os principais jornais do Brasil custam cerca de US$ 1,05.
  • Qual foi o erro e a base do crescimento sustentado da Índia e como isso pode se transformar numa oportunidade de negócio naquilo em que a Índia mais cresce?
  • A educação como base do crescimento: Há um firme princípio na sociedade indiana de que a chave para mudar todas as mazelas do país vem com a educação e todas elas investem muito nisso. Até os mais pobres, que não têm acesso ao ensino privado, conseguem por meio de escolas públicas acesso a uma educação de qualidade. A educação primária só se tornou obrigatória na Índia em 2001. Em 2003, um programa realizado nós três principais estado que havia 12 milhões de crianças fora da escola. No final de 2007, esse número foi reduzido para 3 milhões. Uma lei recente definiu que as cotas destinadas a dalits e congêneres nas universidades e no serviço público, que era de 22,5% das vagas, pulou para 49% delas. Só que nós últimos cinqüenta anos, muitos dalits enriqueceram, o que significa que seus filhos não precisam de mais benefícios. Os intocáveis já não representam o degrau mais baixo da pirâmide social. "Pode-se dizer que a situação dos dalits é hoje um pouco melhor que a dos muçulmanos", afirma Mohammad Hamid Ansari, diretor da Comissão de Minorias da Índia.
  • Educação de nível superior. Na época da independência (1947) havia 20 universidades e 591 faculdades. No ano de 1998 já havia 187 universidades e com o número de 39 instituições que demandavam o título inclusive o Phd O estado de Kerala, localizado no sul do país, é conhecido por seu alto nível de desenvolvimento humano refletido nas suas taxas de educação. Possuí o impressionante índice de quase 100% da população totalmente alfabetizada.
  •  
  • A Índia tem instituições de ensino superior que se encontram entre as melhores do mundo. Os Institutos Indianos de Administração e, sobretudo, os Institutos Indianos de Tecnologia (IITs) são a nata desse sistema. Ao todo, há sete IITs, em sete cidades. Mantidos pelo governo federal, eles são um símbolo e também uma das causas da ascensão da Índia ao mundo da tecnologia. A luta para ingressar num IIT é feroz. Lá dentro, o mesmo espírito competitivo prevalece. Toda uma mitologia se formou em torno dessas escolas. Indiscutivelmente, é muito mais difícil entrar num IIT que em Harvad ou MIT Vinod Khosla Co fundador da Sun microsystens Historicamente, o investimento da Índia em educação se deu principalmente no ensino superior. O ensino primário foi deixado de lado e, como resultado, hoje quase metade da  população é analfabeta -- especialmente as mulheres. Só agora essa distorção começa a ser combatida. Os homens são a esmagadora maioria nos IITs, mas as moças também estão lá. No IIT de Roorkee são 343 entre 3.266 rapazes. Para elas, além dos possíveis ganhos em dinheiro, a educação significa um novo tipo de controle sobre a própria vida. Os cursos de administração indianos, produzem cerca de 90 mil todo ano A Índia é uma autêntica incubadora de engenheiros e cientistas no mundo -- 300 000 por ano, enquanto a China forma 200 000, e os Estados Unidos, 60 000. Os cérebros indianos não se destacam apenas em quantidade, mas também em qualidade.
  • A Índia produz 2,5 milhões de bacharéis por ano, sendo 250 mil engenheiros. De olho no estoque de talentos indianos, as multinacionais investem maciçamente no país. há mais de uma década, são o maior grupo de estrangeiros nas principais universidades dos Estados Unidos . Na área de ensino superior, o país não apenas bate de longe a China como se tornou uma referência mundial.
  • Assim, enquanto o Brasil forma cerca de 36 mil engenheiros, matemáticos e outros profissionais de alta tecnologia por ano, a Índia diploma algo como 300 mil.
  • Possui o maior números de Phd do mundo e o maior número em formação O que significam os números a seguir para você? Atualmente: 39% dos médicos nos EUA são indianos. 15% dos cientistas nos EUA são indianos. 36% dos empregados da NASA são indianos. 38% dos empregados da Microsoft são indianos. 29% dos empregados da IBM são indianos. 21% dos empregados da Intel são indianos. 14% dos empregados da Xerox são indianos.
  • Qual estratégia da Índia no campo de Biotecnologia e como podemos tirar partido disso?
  • A Índia produz 35% de todos os medicamentos genéricos do mundo e está se transformando em um dos principais destinos de "turismo médico" do mundo. Doentes de vários países procuram os hospitais indianos, que cobram bem mais barato pelas cirurgias do que os dos Estados Unidos e Europa. Para reduzir seus custos com planos de saúde, empresas norte-americanas estão planejando mandar parte de seus funcionários se tratar em hospitais indianos.
  •   Um estudo recente de Ernst eYong de identificou o país como um centro emergente para colaboração e estudos e o P&D , na biotechnology e nos produtos químicos. Há décadas diversas, às companhias indianas do pharma desenvolvem drogas com grande adição do valor. Além de gerar força de trabalho treinada e uma base de conhecimento, a Índia está preparada para ser uma nação ideal para atividades industrial de programas e pesquisa de alto-nível em biotecnologia.
  • NOVA FRONTEIRA INDIANA: O SETOR FARMACÊUTICO A criação de uma "polipílula" que contem aspirina, estatina, hipertensivos e ácido fólico, ou seja, os remédios que previnem doenças cardíacas. Estima-se que essas doenças provoquem 30% das mortes anuais no mundo. "É um negócio de ambição global. Pois ao ser difundida, disseram os médicos, ela que pode reduzir em 80% os casos de infarto. O principal negócio deles é produzir genéricos. Nos próximos dois anos, as patentes de mais de quarenta medicamentos importantes devem expirar e os indianos querem abocanhar parte desse mercado. Mas eles também exploram outras rotas de crescimento, como a terceirização das pesquisas. Como já aconteceu no campo da tecnologia de informação, laboratórios do mundo todo estão entregando à Índia tarefas como a de descobrir processos que barateiem a produção de moléculas que eles descobriram.
  • New Delhi Pune Chennai Bangalore Hyderabad CCMB BHARAT BIOTECH SHANTHA BIOTECH DRL BIOLOGICAL E KNOWLEDGE PARK S-P BIOTECH PARK TCS ANNA UNIVERSITY MADURAI KAMARAJ UNIVERSITY SPIC PUNE UNIVERSITY ALFA LAVAL PRAJ INDUSTRIES SERUM INSTITUTE WOCKHARDT MIDC BIOTECH PARK IISC NCBS JNCASR IBAB ASTRA ZENENCA AURIGENE AVESTHAGEN BANGALORE GENEI BIOCON, SYNGENE GANGAGEN JUBILANT BIOSYS METAHELIX SARTORIUS STRAND GENOMICS BIOTECH PARK CROs: CLINIGENE, CLINITEC, LOTUS LABS DBT NII CBT DABUR GENOMED PANACEA BIOTECH JUBILANT Bio-clusters #5
  • Success in India
    • 40 Institutos Nacional de
    • medicina
    • Pós graduados
    • 300 Facudades de ciências
    • biológicas
    • PhDs qualificados em
    • Biociências e engenharia
    • 120 Univesidades de
    • medicina
    • 200 companies
    • biotecnológia
    • 100 hospital steaching
    15,000 cientistas 300.000 500,000 graduados por ano 2.500 17,500 médicos graduados por ano Employing 25,000 scientists in R&D Employing medical & paramedical professionals O que faz da Índia uma potência em biotecnologia?
  • Como podemos vislumbrar uma oportunidade de negócios no setor de TI da Índia?
  • Em maio de 1998, o Governo da Índia instituiu a National Task Force in Technology and Software Development. Essa força-tarefa teve a incumbência de formular uma política nacional de informática para transformar a Índia em uma superpotência global na área de informação e tecnologia Até 2010, a Índia terá a maior massa crítica do mundo em gente qualificada na área das TI. Andy Grove Segundo um estudo da consultoria McKinsey, em 2010 haverá demanda para 500.000 profissionais qualificados nos campos da tecnologia da informação (TI) e nos centros de atendimento e assistência técnica remotos – os quais a Índia domina O país detém 65% do mercado mundial de TI e 46% do atendimento remoto A indústria de software e terceirização de serviços emprega 1,6 milhão de pessoas - um crescimento de 500% em cinco anos. Sinais de crescimento da Índia O faturamento da indústria de TI na Índia cresceu dez vezes na última década – de 4,8 bilhões de dólares em 1998 para 47,8 bilhões de dólares em 2007, de acordo com a Associação Nacional de Software e Serviços (Nasscom).
  • A exportação de serviços e software, a maior fatia da indústria, tem expectativa de registrar 32,6% de alta este ano para um total de 31,3 bilhões de dólares em receita. Olhando apenas para exportações, a Índia viu o faturamento aumentar de 12,9 bilhões em 2004 para 31,3 bilhões de dólares em 2007. Custa um terço do preço desenvolver software na Índia. As exportações de software da país devem chegar a US$ 60 bilhões em 2009/2010, segundo previsão da Associação Nacional das Empresas de Software e Serviços da índia (Nasscom, na sigla em inglês).  Dos 30 bilhões de dólares do mercado de terceirização de desenvolvimento de software e serviços de call center, a Índia fatura 18 bilhões de dólares, ou seja, mais da metade de tudo o que o mundo terceiriza nessas áreas. "O Outsourcing – ou seu primo offshore – é uma questão de sobrevivência para a maior parte das companhias hoje". A Índia continua como o maior destino de outsourcing, de acordo com um relatório divulgado em janeiro 2007 pela NeoIT, consultoria de globalização. A Índia cresce em todas as três camadas de outsourcing de TI – infra-estrutura, aplicações e processos de negócios – estão crescendo, de acordo com a analista do Gartner Frances Karamouzis.
  • As áreas de foco: computadores (hardware), telecomunicações, eletroeletrônicos e mídia, mas, principalmente, o desenvolvimento da convergências entre todos esses setores. Tem 25.634 empregados 600 de 33 países diferentes A Microsoft colocou seu centro de desenvolvimento de software em Hyderabad em 1998, sendo que tal investimento foi considerado o marco inicial da explosão da migração das empresas norte-americanas para a Índia. Google, o maior site de busca do mundo, tem centro do P&D em Bangalore. A principal base fotorreceptora do portal Yahoo realiza também o trabalho do P&D em Bangalore. Em 1999 chegou a Intel, Sun Microsystems e Zilog para Bangalore O serviço Google Finance, que à maneira típica do megaportal de busca pretende tornar disponível "toda a informação econômica do planeta", foi criado pela equipe coordenada por Jain. A Índia é um dos lugares mais excitantes do mundo para quem trabalha com tecnologia atualmente.
  • VÁRIAS EMPRESAS FIZERAM O OUTSOURCE DAS SUAS OPERAÇÕES PARA A ÍNDIA Alguns exemplos Bens Indústriais Bens de Consumo/ Serviçõs/Hi-Tech Serviços Financeiros 3. Base para offshoring de processos Oportunidade
  • O que a Índia oferece : De vantagens Competitivas Varejo da Indústria de Alimentos Áreas para Investimento Produtos Agrícolas que exportados Dados econômicos Agricultura indiana Mercado Formal Mercado de Varejo Organizados ~ Principais Categorias Perspectivas para Relações Comerciais entre Índia & Brasil Mercado da Indústria têxtil na Índia
  • O que a Índia oferece : Vantagens Competitivas
    • 550 milhões de pessoas (cerca de 55%) são jovens, abaixo dos 25 anos de idade. Setor privado forte e maduro
    • Segundo maior celeiro de mão de obra treinada no mundo
    • Ampla base de produção: maior produtor de leite do mundo, 2o. Maior produtor de café, algodão e açúcar
    • I nfra- e strutur a grande e diversificada: 3a. Maior malha ferroviária do planeta
    • Universidades indianas e escolas técnicas produzem 2 milhões de graduados, sendo 300 mil não-engenheiros, mais de 200 mil engenheiros, mais de 10 mil PhDs
    • A India possui mais de 1 milhão de engenheiros em IT e terá cerca de 2 milhões no ano 2010.
    • Recursos naturais ab undan tes
    • Setor privado forte e maduro
    • Segundo maior celeiro de mão de obra treinada no mundo
    • Ampla base de produção: maior produtor de leite do mundo, 2o. Maior produtor de café, algodão e açúcar
    • Base de Pesquisa & Desenvolvimento bem desenvolvida
    • Educação como Direito Fundamental: 259 universidades, com 11 mil faculdades, 839 mil pré-escolas, 110 mil escolas de 2.grau, 3 milhões de professores, Institutos de Pesquisa em todas as áreas
    • Setor ban cario desenvolvido: grandes bancos multinacionais como Citibank, HSBC, estabelecidos no país há décadas
    • Área de 2.97 milhões de km2.
    • Ambiente democrático estável
    • Judiciário independente e mídia vibrante
    • O setor agrícola mais desenvolvido da Ásia
    • Um décimo da terra arável do mundo
    • 169 milhões de hectares (mais do que a China )
    • Um quinto das terras irrigadas do mundo (56 milhões de hectares)
    • Costa de 8000 km, vasta riqueza marítima, 10 importantes portos.
    • Fácil invest i ment o externo com liberdade de entrada ; ( invest i ment o ; loca ção ; tecnolog ia ; import ação e export ação)
    • Crescimento Anual do PIB da Índia é de US$ 100 bilhões
      • Equivalente ao PIB da Nigéria, Filipinas, Egito ou Chile
      • Aproximadamente metade do PIB da Irlanda, Argentina,
      • Portugal ou Irã
  • PIB a preços correntes : US$700 bilhões Divisão do PIB Dados econômicos
    • Projeções da GOLDMAN SACHS (US$ bilhões) O PIB da Índia superará o da Itália em 2020, o da França em 2020, o da Alemanha em 2025 e o do Japão em 2035.
    • Crescimento estimado em:
      • Ano PIB da Índia 2005 604 2020 2014 2025 3174 2030 4935 2035 7854
    Agricultura Indiana
    • Índia é um dos maiores produtores de alimentos.
    • China : 856 milhões de toneladas
    • EUA: 608 milhões de toneladas
    • Índia : 601 milhões de toneladas
    • Segundo maior produtor de frutas (46.64 milhões de toneladas) depois do Brasil .
    • Segundo maior produtor de vegetais (78.19 milhões de toneladas) no mundo, próximo à China. (13% da produção mundial)
    1784.18 1794.11 2347.73 1246.75 2741.94 2224.71 149.12 11591.92 723.33 162.77 1007.96 5695.21 Café Produtos do mar Açúcar Tabaco Óleos comestíveis e condimentos Cajú Trigo e Cereais Arroz Basmati Temperos Chá Apeda Sementes de Sésamo e Niger Goma-Laca 2007-08 4129.01 Produtos Agrícolas Exportados
    • Mega parques de comida
    • Infra-estrutura agrícola, Agregação de cadeias de fornecimento
    • Logística e infra-estrutura de refrigeração
    • Produtos a base de frutas e vegetais
    • Produtos animais, carne e laticínios
    • Peixe e frutos do mar
    • Cereais, comidas prontas para o consumo
    • Vinho & Cerveja
    • Maquinário/ Embalagens
    Áreas para Investimento
    • Venda de comida na Índia
    • Alimentos (US$154 bi) cerca de 77% do total das vendas
    • O setor de comercialização organizado crescerá 30 % nos próximos cinco anos.
    • Indústria atingirá 110 bilhões de Ruppes hoje em 25-30 bilhões de Rupees.
    Varejo da Indústria de Alimentos
  • 1 – Produtos farmacêuticos, remédios e healthcare. 2 – Aviação (Embraer): jatos e helicópteros. 3 – Produtos de engenharia, autopeças e automóveis. 4 – Produção de Etanol da Índia com tecnologia brasileira e venda de etanol produzido no Brasil, na Índia. 5 – Produtos Químicos, Agro-químicos, Pesticidas, Inseticidas exportados da Índia para o Brasil. Perspectivas para Relações Comerciais entre Índia & Brasil 6 – Fabricação de Motocicletas indianas no Brasil. Empresas indianas interessadas são TVS e Bajaj Auto. 7 – Colaboração nos setores de IT e Software. 8 – Colaboração nos setores financeiros e bancos, com abertura de linhas de crédito (Exim Bank of India). 9 – Infra-estrutura urbana, como projetos de ferrovias, hidrovias, rodovias, energia elétrica, abastecimento de água e gás, construção de residências, etc. 10 – Setor de Alimentos Processados e Bens de Consumo Perspectivas para Relações Comerciais entre Índia & Brasil
    • T arif as alfandegárias reduzidas drasticamente nos últimos 8 anos: média de impostos em 15%, com perspectivas de queda
    • A maioria dos produtos são livremente importados
    • Restrições q uantitativ as foram removidas completamente a partir de abril de 2001
    • A Export ação de bens também é livremente permitida com poucas exceções
    • Estrutura tarifária favor ável a empresas indianas que queiram import ar equip a mentos dirigidos a projetos de infraestrutura
    Comércio Exterior India no Duráveis 21% Medicamentos 15% Comidas, bebidas e tabaco 29% Artigos para o lar 1% Roupas e têxteis 15% Jóias e relógios 6% Livros, música e presentes 5% Calçados 4% Beleza 4% Mercado de Varejo Organizados ~ Principais Categorias
    • Mercado Formal
    •   O setor formal se consitui em apenas 3% do mercado varejista de US$ 230 bilhões da Índia (USD 7.0 bilhões atualmente)
    • Esperado a crescer 400%- para mais de USD 30.0 bilhões em 2010 (Ernst and Young 2006)
    • Índia está em 1° lugar, à frente da Rússia, em termos de mercado emergente varejista e é considerada a prioridade número 1 para o setor.
    • Maior concentração de varejistas do mundo.
    • Mais de 15 milhões, comparados com 900,000 nos EUA, onde o mercado é, em termo de valores, 13 vezes maior
    • Indústria têxtil forte
      • 4% do comércio têxtil mundial
    • Meta de chegar a 8% do total mundial em 2012
    • 2007/2008 as exportações cresceram 8%, de US$ 18.71 Bilhões para US$ 20.25 bilhões
    • 25% mercado mundial de fio de algodão
      • 2º maior produtor de algodão bruto
    • mercado interno deve dobrar entre 2008-2012, atingindo US$ 60 bilhões
    • Meta para 2012 é dobrar a participação no mercado mundial – de 4 para 8%
  • Buscar oportunidades comercias: Cinema música e literatura é um negócio viável?
  • Mumbai também é Bollywood. A indústria de cinema da cidade é a maior do mundo produz centenas de filmes por ano, cheios de música açucarada e atores que ganham milhões. Um mega negócio multimilionário pouco explorado nas nossas relações comerciais com a Índia
  • Bollywood e a música pop indiana hoje se inspiram não só na musica indiana clássica e folclórica, mas também no pop latino e no rap americano.  O resultado são formas híbridas, como o Bhangra-rap
  • "A Índia é o berço da humanidade, o lugar de nascença da fala humana, a mãe da história, a avó da lenda, e a grande mãe da tradição. Nossos mais valiosos e instrutivos materiais da história do homem estão entesourados na Índia, apenas" (Mark Twain) Devemos muito aos indianos, que nos ensinaram a contar, sem o qual nenhuma descoberta científica relevante poderia ter sido feita (Albert Einstein) "Na Índia tivemos recentemente, uma senhora nascida católica (Sonia Gandhi) deixou o poder para que um Sikh ( Manmohan Singh ) que foi empossado por um presidente muçulmano ( Abdul Kalam ) para conduzir uma nação de 82% de Hindu. Eu desafio qualquer um a citar outro país com tamanha diversidade e tolerância para com sua liderança política." (desconhecido) Embora imagens da Índia atual freqüentemente mostrem pobreza e a falta de desenvolvimento, a Índia foi o país mais rico do planeta até o momento da invasão britânica, no início do século 17. "A ÍNDIA CONQUISTOU E DOMINOU A CHINA CULTURALMENTE POR 20 SÉCULOS SEM NUNCA TER ENVIADO UM ÚNICO SOLDADO ATRAVÉS DE SUA FRONTEIRA" (HU SHIH, EX-EMBAIXADOR DA CHINA NOS EUA) A Índia nunca invadiu um país sequer em seu últimos 10.000 anos de história. É a única sociedade no mundo que nunca conheceu a escravidão (como o ocidente a conheceu). "Em 3000 anos de nossa história pessoas de todo o mundo têm vindo e nos invadidos, capturado nossas terras, conquistado nossas mentes. De Alexandre em diante. Os gregos, os turcos, os mongóis, os portuguêses, os britânicos, os francêss, os alemães, todos eles vieram e nos pilharam, roubaram o que era nosso.
  • Na Índia, as pessoas tomam chá Tata, temperam suas refeições com sal Tata, dirigem carros Tata, usam eletricidade fornecida pela Tata, respiram ar condicionado da Tata. Para telefonar, as redes são Tata. Ver as horas? Relógios Tata. Quando viajam, se hospedam em hotéis Tata. As obras de infra-estrutura indianas levam aço de que marca? Tata, claro. Todos os softwares do sistema de informática do governo são da Tata. TATA Parceria de peso: operação Marcopolo/Tata começou em 2007 7 mil unidades/ano
  • Logística porque é bom pensar nisso quando se trata de Índia?
  • O TRÂNSITO NAS GRANDES CIDADES
  • TRÂNSITO Nas ruas indianas, os Carros dividem espaço Com o transporte em bicicletas e outros meios
  • Um trânsito aparentemente sem regras, em que veículos constantemente trocam de faixa sem sinalizar e desrespeitam sinais de trânsito, carros dividem espaço com bicicletas, motos e diversos veículos de três rodas com capacidade para transportar de cinco a oito passageiros, conhecidos como tuc-tucs.
  • Os tuc-tucs são o principal meio de transporte coletivo na Índia e é comum ver os carros transportando mais passageiros que a capacidade. Alguns tuc-tucs de oito lugares chegam a levar até 18 pessoas.
  • Um trânsito aparentemente sem regras caótico, em que veículos constantemente trocam de faixa sem sinalizar e desrespeitam os sinais de trânsito, a poluição sonora faz parte da rotina dos indianos.
  • Uma viagem de 2 quilômetros pode levar de 10 minutos a 1 hora, dependendo do tráfego A frota de automóveis da Índia se moderniza aos poucos, mas ônibus e caminhões são em geral decrépitos; seus pára-choques trazem a inscrição "buzine, por favor".
  • Você tem noção de como se configuram as principais cidades da Índia?
  • Mumbai A cidade de Mumbai, antes conhecida como Bombaim, abriga alguns dos mais pobres dos pobres da Índia também abriga alguns dos mais ricos cidadãos indianos. A maioria dos bilionários do país vive aqui.
  • Mumbai. Cidade mais populosa da Ásia, com 17 milhões de habitantes. Manchas de pobreza marcam a paisagem: bairros labirínticos onde vivem muçulmanos; cortiços ligados a tecelagens falidas; favelas "modernas", com casebres de madeira.
  • Metro Hiderabad Metro Mumbai Microsoft - Hiderabad Aplle loja
  • Mumbai
  •  
  • A Índia do futuro está surgindo em Gurgaon. Onde antes só havia mato, hoje são construídas torres de concreto e vidro para escritórios de conglomerados ocidentais como Siemens, Alcatel e Microsoft. Uma pista expressa de oito faixas corta o que ainda é terra de ninguém, com constantes engarrafamentos na frente da meia dúzia de novos shopping centers. Um metrô está sendo construído até o centro de Déli.
  •  
  •  
  •  
  • Gurgaon: "Será Cingapura daqui a três a cinco anos"
  •  
  •  
  •  
  •  
  • Bangalore A sul do pais. Bangalore é considerado a Silicon Valley da Índia, usufruindo do seu potencial tecnológico e humano.
  •  
  •  
  •  
  •  
  • [email_address] [email_address] SKYPE- rijars Obrigado!