WEG Apresentação APIMEC SP Agosto 2009
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

WEG Apresentação APIMEC SP Agosto 2009

on

  • 1,915 views

Apresentação da reunião pública realizada na APIMEC SP em 13 de agosto de 2009

Apresentação da reunião pública realizada na APIMEC SP em 13 de agosto de 2009

Statistics

Views

Total Views
1,915
Views on SlideShare
1,903
Embed Views
12

Actions

Likes
0
Downloads
30
Comments
0

2 Embeds 12

http://investidores.weg.com.br 6
http://www.slideshare.net 6

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

WEG Apresentação APIMEC SP Agosto 2009 WEG Apresentação APIMEC SP Agosto 2009 Presentation Transcript

  • 1 Apresentação 2T09 Julho 2009
  • Apresentação para Investidores 2º Trimestre 2009
  • Exoneração de Responsabilidades Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro instrumento financeiro, nem esta apresentação ou qualquer informação aqui contida formam a base de qualquer tipo de contrato ou compromisso. O material que se segue contém informações gerais sobre os negócios da WEG S.A. e controladas (“WEG”) datadas de 30 de julho de 2009. Esta apresentação não deve ser entendida como aconselhamento a potenciais investidores. Estas informações não se propõem estarem completas e estão sob a forma de resumo. Nenhuma confiança deveria ser realizada na exatidão das informações aqui presentes e nenhuma representação ou garantia, expressa ou implícita, é feita em relação à exatidão da informação aqui presente. Esta apresentação contém afirmações que podem contemplar previsões futuras e estas são somente previsões, não garantias de desempenho futuro. Os investidores devem estar cientes que tais previsões acerca do futuro são sujeitas a inúmeros riscos, incertezas e fatores relacionados às operações e aos ambientes de negócios da WEG, tais como: pressões competitivas, o desempenho da economia brasileira e mundial, desempenho da indústria, mudanças em condições de mercado, entre outros fatores. Tais riscos podem fazer com que os resultados da WEG sejam materialmente diferentes de quaisquer resultados futuros expressos ou implícitos em tais afirmações acerca do futuro. A WEG acredita que, baseada mas informações atualmente disponíveis para os seus Administradores, as expectativas e hipóteses refletida nas afirmações acerca do futuro são razoáveis. Da mesma forma, a WEG não pode garantir eventos ou resultados futuros, bem como expressamente nega qualquer obrigação de atualizar qualquer previsões futuras aqui presentes. 3 Apresentação 2T09
  • Estrutura acionária tem controle bem definido Voigt Silva Werninghaus Acionistas 33.3% 33.3% 33.3% Controladores Conselho Famílias dos WEG Administração Fundadores Participações Free Float e Diretoria (diretamente) e Serviços S/A Executiva 14.5% 51.1% 3.0% 31.4% WEG S.A. WEG S.A. 4 Apresentação 2T09
  • Cultura transparente e participativa gerou práticas avançadas de governança corporativa Forte Cultura de prestação de contas e transparência Valores, Crenças e Missão impregnados na companhia O que importa é a prática. Formalização vem depois. Adoção da formalização de melhores práticas e código de conduta “Novo Mercado” conversão das ações PN’s em ON’s na proporção de 1 para 1. 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 Adesão ao “Nível Tag Along de Mudança de Oferta secundária Criação do Regulamento cria Adesão ao “Novo 1” da Bovespa de 80% para as Auditor de ações Departamento de Conselho Fiscal Mercado” da Governança ações Independente preferenciais para Relaçoes com Permanente Bovespa de Corporativa preferenciais aumentar a Investidores Governança liquidez Corporativa 5 Apresentação 2T09
  • Diversificação com Sinergia: valores centrais do nosso modelo de negócios Serviços Geração de Componentes Sustações de Energia Eletrônicos Energia Motor Transformador Componentes Painel de Elétricos Distribuição Gerador Painel de Controle de Motores Automação de Processos Industriais Tintas e Vernizes de Aplicação Industrial 6 Apresentação 2T09
  • Modelo de negócios permite crescimento consistente e rentável Receita Bruta (R$) EBITDA (R$) 5.471 1.026 4.551 923 CAGR 20% CAGR 22% 3.527 666 2.978 2.603 504 487 435 2.015 327 1.535 291 1.269 207 963 753 106 135 146 632 430 458 574 80 84 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 Lucro Líquido (R$) Retorno sobre Patr. Líquido 575 560 47% 44% 503 38% 38% 37% 37% 403 33% CAGR 25% 33% 379 31% 31% 308 23% 22% 220 16% 176 14% 125 98 82 58 41 31 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 7 Apresentação 2T09
  • Áreas de atuação estão expostas à diferentes fatores e fundamentos Equipamentos Geração, Motores para Tintas e Eletroeletrônicos Transmissão e Uso Domésticos Vernizes Industriais Distribuição Industriais Motores elétricos de Geradores baixa e média tensão, hidráulicos, térmicos Tintas líquidas e em Produtos equipamentos, e eólicos, Motores elétricos pó, vernizes eletro- componentes e transformadores, monofásicos isolantes serviços de painéis e serviços automação industrial, de automação OEMs bens de capital Concessionárias de (bombas, geração, transmissão Fabricantes da Aplicações compressores, e distribuição, “Linha industriais em geral Mercados maquinas) e usuários pequenas centrais Branca”(maquinas e especialidades Consumidores finais (aço, hidroelétricas (PCH), de lavar, HVAC*), (construção naval, mineração, papel e co-geração, clientes bombas, cortadores ambientes celulose, petróleo, industriais grama, etc. agressivos) álcool) Foco Global (Brasil e Brasil e Américas Brasil e América Brasil e América resto do Mundo) Latina do Sul Crescimento da Renda disponível, Drivers produção industrial e Investimentos em disponibilidade de Produção industrial Formação de Capital energia elétrica em crédito e nível de e crescimento Desempenho geral econômico em geral Fixo (capex) taxa de juros * Heating, Ventilation and Air Conditioning 8 Apresentação 2T09
  • Evolução da participação das áreas de negócios na Receita demonstra diversificação 5.471 5% 4.551 12% 6% 3.527 14% 27% 2.978 6% 15% 23% 2.521 2.603 6% 2.431 6% 18% 18% 5% 6% 21% 14% 13% 10% 10% 34% 55% 26% 61% 57% 63% 62% 56% 50% 2004 2005 2006 2007 2008 06M08 06M09 Equip.Industrais GTD Uso Doméstico Tintas e Vernizes 9 Apresentação 2T09
  • WEG está posicionada para aproveitar duas tendências de longo prazo Eficiência Eficiência Fontes Limpas Fontes Limpas Energética Energética de Energia de Energia 10 Apresentação 2T09
  • WEG tem vantagens competitivas importantes e forte posição estratégica 11 Apresentação 2T09
  • Linha de produtos sinérgica e diversificada aumenta competitividade e valor agregado... Perspectiva do Cliente Um Fornecedor, Diversos Vários Produtos Cliente Fornecedores, um produto cada One Stop Shop (maior linha de motores elétricos de um único fabricante) Foco no Pós-venda em todas as regiões (serviços e peças) Integração de produtos em sistemas e soluções 12 Apresentação 2T09
  • …ao mesmo tempo, aumenta a eficiência, reduz custos e diversifica os riscos Perspectiva da WEG Diversos Produtos, Diversos Produtos, Mercados, um vendedor Indústrias e Clientes Grande sinergia e eficiência dos esforços de vendas Redução da exposição ao risco (produto, segmento e cliente) 13 Apresentação 2T09
  • Tecnologia avança num ritmo acelerado, com a WEG em posição de liderança Investimentos consistentes em P&D Parceria com as melhores 2,3% 2,5% 2,4% 2,3% escolas de engenharia no 2,0% 1,7% 1,6% 1,8% 1,5% 86 89 Brazil e no mundo 63 73 Encontro anual do Comitê de Tecnologia para discutir as 30 34 últimas novidades em teoria 18 18 21 elétrica e aplicações 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 Pesquisa & Desenvolvimento % Receita Líquida Mais de 1.000 engenheiros desenvolvendo produtos como o Wmagnet Inovação do uso de tecnologia para todas as aplicações de motores Maior eficiência energética (baixo consumo por emissão) + Redução dos níveis de ruído e temperatura Redução do tamanho (menor consumo de material) 14 Apresentação 2T09
  • Presença diversificada nos principais mercados consumidores 11% 10% Europa América do Norte 5% 64% Ásia e Oceania 5% 5% Brasil África América do Sul e Central Divisão da Receita Bruta (1S09) 15 Apresentação 2T09
  • Forte crescimento no mercado externo, utilizando diversas estratégias Faturamento Bruto no Mercado Externo Unidades de Produção (US$ M) Rápido crescimento nos mercados regionais 1029 Subsidiárias de vendas Possui estrutura comercial e México, Portugal, Argentina de distribuição em grandes e China mercados e mercados crescentes Representantes Locais e Distribuidores EUA, Chile, Colômbia, Desenvolvimento do Venezuela; Inglaterra, conhecimento de França, Bélgica, Alemanha, mercado Italia, Espanha, Suécia, Austrália, Índia, Japão, Exporta para mais de Singapura, EAU e Rússia 100 países: Canadá, 120 África do Sul 27 1980 1989 1998 2008 2007 16 Apresentação 2T09
  • Custo operacional do motor é mais importante do que o preço de aquisição Ao longo da vida útil de um motor 97,0% 1,4% 1,6% Aquisição Manutenção Energia Especificações são exatas. Tudo afeta a eficiência de energia Motores similares mais baratos não são econômicos O aumento no preço de energia torna a situação mais evidente O retorno sobre a eficiência de energia torna os investimentos muito mais atrativos 17 Apresentação 2T09
  • Verticalização permite customizar produtos, com alta escala e eficiência operacional Maior fábrica integrada no mundo Produção integrada e sinérgica permite uma maior escala de produção com: Menores custos Maior eficiência operacional Integralização vertical permite: Produtos customizados Principal parque fabril em Jaraguá do Sul, SC Acesso rápido ao mercado Entrada Fundição Mais de 2.500 de ordens tipos diferentes Engenharia Trefilação de fios de Cobre Linha de de motores Montagem elétricos são Estamparia Aço Tintas e Vernizes produzidos Ferramentaria mensalmente 18 Apresentação 2T09
  • Principais Números 2T09 2T09 1T09 % 2T08 % Receita Operacional Bruta 1.250.193 1.270.984 -1,6% 1.331.012 -6,1% Mercado Interno 808.355 802.351 0,7% 924.701 -12,6% Mercado Externo 441.838 468.632 -5,7% 406.311 8,7% Mercado Externo em US$ 213.396 202.726 5,3% 245.822 -13,2% Receita Operacional Líquida 1.029.945 1.048.241 -1,7% 1.095.815 -6,0% Lucro Operacional Bruto 294.175 311.954 -5,7% 392.025 -25,0% Margem Bruta 28,6% 29,8% 35,8% Lucro Líquido do Trimestre 129.670 122.193 6,1% 169.855 -23,7% Margem Líquida 12,6% 11,7% 15,5% EBITDA 172.925 181.112 -4,5% 253.729 -31,8% Margem EBITDA 16,8% 17,3% 23,2% Valores em R$ Mil Junho 2009 Dezembro 2008 Junho 2008 DISPONIBILIDADES E APLICAÇÕES 1.806.997 1.849.477 1.802.142 FINANCIAMENTOS 1.811.906 2.161.216 1.634.459 - Curto Prazo 1.044.633 1.314.098 1.009.095 - Longo Prazo 767.273 847.118 625.364 Caixa (Dívida) Líquida (4.909) (311.739) 167.683 19 Apresentação 2T09
  • Principais impactos da crise financeira global Vendas e Receitas Custos e Despesas Fim de 2008 / começo 2009: Fim de 2008 / começo 2009: Demanda fraca em quase todos Pressão de Custos com: segmentos, mas com intensidades Aumentos adicionais de preços para diferentes algumas matérias primas (final 2008) Uso doméstico: forte retração Demanda fraca não permitiu repasses do Uso industrial: retração de vendas sem câmbio e custos mais elevados precedente na virada do ano Menor ocupação afetou produtividade e Energia: foco na estabilidade da carteira e aumentou custo de transformação na qualidade de crédito dos clientes Despesas sofreram com dificuldades logística causadas pelas chuvas / Meados de 2009: inundações Uso doméstico: forte resposta aos incentivos (IPI) Uso industrial: ainda em ajuste Meados 2009: Energia: novos pedidos em menor Impactos de custos sendo neutralizados velocidade (“consumindo” a carteira) em ambiente de demanda enfraquecida Baixa ocupação continua sendo preocupação. 20 Apresentação 2T09
  • Crise financeira global teve impactos negativos sobre lucratividade Lucro Líquido (R$ milhões) EBITDA (R$ milhões) 25% 23% 23% 23% 22% 22% 1026 20% 18% 18% 923 17% 17% 15% 15% 15% 12% 12% 666 575 560 503 487 504 403 375 457 394 308 296 354 252 08 09 03 04 05 06 07 08 08 09 03 04 05 06 07 08 M M 20 20 20 20 20 20 M M 20 20 20 20 20 20 06 06 06 06 Lucro Líquido Exercício Margem Líquida EBITDA Margem EBITDA 21 Apresentação 2T09
  • Recuperação lenta do mercado impõe necessidade de ajustes Não há como prever qual longa e Foco renovado no profunda será a retração do mercado ROIC, com Acordo de redução premissas Sem indicações de recuperação de jornada e salários conservadoras rápida no curto prazo Congelamento de Revisão de Retração foi forte para os produtos contratações processos para menos customizados (seriados) cortes de custos e despesas Alguns bons sinais Custos de materiais em declínio Ajuste no tamanho Ajuste de estoques parece estar no da folha final Programa de Trabalhamos com o cenário : Consolidação da Melhorias Contínuas Produção (PMC) Recessão relativamente longa... (fechamento de Seguida de recuperação lenta Guarulhos) 22 Apresentação 2T09
  • Implantação de técnicas de “lean manufacturing” com o PMC Antes das Olimpíadas de 68, recorde 1,73m Melhorias não lineares Olimpíadas de 68, novo recorde com o “Fosbury Flop”, 2,24m 23 Apresentação 2T09
  • Expansões da capacidade de acordo com a demanda efetiva observada, elevando ROI Investimentos e Depreciação (R$ milhões) 457 Investimentos Depreciação 306 206 206 146 157 156 126 111 105 96 97 56 67 2003 2004 2005 2006 2007 2008 06M9 24 Apresentação 2T09
  • Distribuição de dividendos consistente com crescimento e solidez financeira Lucro Líquido e Dividendos (R$ milhões) 54% 53% 52% 45% 43% 44% 40% 40% 39% 37% 575 560 35% 503 403 375 308 299 301 252 220 229 176 173 165 125 124 133 82 29 89 46 68 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 6M09 Lucro Líquido Dividendos Pay-out (%) 25 Apresentação 2T09
  • Contatos www.weg.net/ri Alidor Lueders Diretor de Relações com Investidores alidor@weg.net Luís Fernando M. Oliveira Gerente Relações com Investidores (47) 3276-6973 luisfernando@weg.net MSN Messenger luisfernando@weg.com.br 26 Apresentação 2T09