Apresentacao Orçamento 2009
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Apresentacao Orçamento 2009

on

  • 903 views

Conference Call Orçamento 2009

Conference Call Orçamento 2009

Statistics

Views

Total Views
903
Views on SlideShare
899
Embed Views
4

Actions

Likes
0
Downloads
7
Comments
0

3 Embeds 4

http://investidores.weg.com.br 2
http://www.slideshare.net 1
http://www.linkedin.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Apresentacao Orçamento 2009 Apresentacao Orçamento 2009 Presentation Transcript

  • WEG S.A. Expectativas para Desempenho em 2009 Dezembro 2008
  • Exoneração de Responsabilidade As eventuais declarações que possam ser feitas durante essa teleconferência relativas à perspectiva dos negócios, às projeções e metas operacionais e financeiras e ao potencial de crescimento futuro da WEG constituem-se em meras crenças e premissas da administração da Companhia, bem como em informações atualmente disponíveis. Estas declarações envolvem riscos, incertezas e premissas, pois se referem a eventos futuros, e, portanto, dependem de circunstâncias que podem ou não ocorrer. Investidores devem compreender que condições econômicas gerais, da indústria e outros fatores operacionais podem afetar o desempenho futuro da WEG e conduzir a resultados que diferem, materialmente, daqueles expressos em tais considerações futuras.
  • Crescimento está em nosso “DNA” Parte importante da Missão WEG “Crescimento contínuo e sustentável, mantendo a simplicidade” Modelo de negócio robusto, descrito na Visão WEG “Ser “top of mind” global em máquinas elétricas, com uma ampla linha de produtos, provendo soluções eficientes e completas”
  • Crescimento consistente Receita Operacional Bruta (em R$ mil) 4.551 3.527 2.978 2.603 2.015 1.535 1.269 963 753 632 574 458 430 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007
  • Nossa experiência recente Economia global em forte expansão Consumidores pressionados por custos em alta e competição da Ásia Todos players beneficiados Crescimento em praticamente todos segmentos e geografias Desafios eram Elevações de preços de commodities Moeda brasileira em constante fortalecimento
  • Novos desafios nos próximos anos Crescimento econômico mais lento Mercados consumidores mais seletivos Competitividade acirrada em: Produtos mais econômicos, eficientes e customizados Serviços de pré e pós-venda Desafios são Manter crescimento com novos mercados e novos produtos (aumentar share) Manter margens e retornos dentro dos padrões WEG
  • O que não muda? Tendências de longo prazo Custo de produzir energia continuará a se elevar Eficiência energética será cada vez mais importante Energia limpa, segura e sustentável será cada vez mais viável Seleção natural favorece o mais adaptável. WEG busca flexibilidade sempre: Capacidade produtiva Mercados consumidores (segmentos e geografias) Produtos Agregar tecnologia e integrar produtos na forma de sistemas completos é estratégia vencedora
  • Desempenho em 2008 Crescimento da Receita Bruta Implementação do novo ERP trouxe dificuldades iniciais, que foram superadas ao longo do ano Devemos ficar próximos à estimativa inicial de 20% de crescimento sobre 2007 Programa de investimentos para expansão de capacidade Aumento em resposta à demanda, atingindo maior volume da WEG Deveremos completar quase todo programa físico, com ganho de produtividade e flexibilidade Dispêndio total próximo de R$ 475 milhões
  • Expectativas para 2009 Considera crescimento econômico mais lento (Brasil e global) e câmbio ao redor de R$ 2,20/US$ Crescimento da Receita Bruta entre 15% a 18% sobre 2008 (medida em Reais) Patamar próximo à média dos últimos anos Por mercado de destino Mercado doméstico diminui de ritmo Mercado externo cresce com ganhos de share Câmbio mais favorável Maturação de investimentos recentes
  • Expectativas para 2009 Equipamentos eletro-eletrônicos industriais Mercado externo com ganho de competitividade Mercado doméstico com ganhos de share em sistemas de automação e produtos correlatos Energia (GTD) Mercado doméstico ainda aquecido (alguns segmentos) Mercado externo começa a ganhar importância Uso doméstico Consumo durável com menor expansão ou estabilidade Tintas e Vernizes Crescimento segue crescimento consolidado
  • Expectativas para 2009 Programa de investimentos para expansão de capacidade e modernização Dispêndio na ordem de R$ 375 milhões Perto de 30% para unidades produtivas fora do Brasil Nova unidade na Índia é grande destaque
  • Sumário e Plano de Ação Fundamentos dos mercados de atuação continuam atraentes Oportunidades de crescimento atraentes, tanto organicamente como através de aquisições Estrutura de capital forte, com baixa alavancagem Capacidade de inovação e desenvolvimento de produtos Marca forte e mundialmente reconhecida Posicionada para continuar a crescer e gerar valor para acionistas