Your SlideShare is downloading. ×
0
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida

1,366

Published on

Apresentação no WIE 2010 pela profa. Beth Almeida

Apresentação no WIE 2010 pela profa. Beth Almeida

Published in: Education
1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
1,366
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
40
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. UCA UM COMPUTADOR POR ALUNO Formação BRASIL Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo PUC-SP bethalmeida@pucsp.br
  • 2. Tópicos a tratar  Mobilização  Oficinas exploratórias  Ações iniciais de formação: experimentos  A proposta de formação: Fase 2
  • 3. Mobilização Experiências inovadoras desde final da década de 80 Conhecimento produzido como resultado de pesquisa Políticas públicas de inclusão digital Possibilidades de mudanças na educação: laptop na mão do aluno e do professor
  • 4. Oficinas exploratórias Diagnóstico exploratório para mapear a visão de quem está na escola (2007) Oficinas: crianças, professores e gestores de escolas, multiplicadores de NTE Mobilis ClassMate XO
  • 5. O que disseram as crianças  TODAS informaram que utilizavam computadores  Apenas 1 estudava em escola onde não havia laboratório de informática  Apenas 1 criança usava computador no laboratório da escola  TODAS as crianças iam a lan house e tinham preferências: • Meninas: ferramentas de comunicação • Meninos: jogos • Uso do Inglês A escola trabalha com os conhecimentos que as crianças adquirem nesses espaços?
  • 6. Comentários das crianças - A utilização em sala de aula fica por conta do e-mail, entrega de lição e atividades na internet. - A vantagem de possuir o computador na sala de aula pode ser o acesso a todos os conteúdos num só lugar e a qualquer momento. - A possibilidade de fazer pesquisa durante a explicação, como por exemplo, palavras desconhecidas no wikipedia durante uma aula de história.
  • 7. Respostas das crianças  O que vocês podem aprender com o uso de computadores?  Jogar, conversar, ouvir música!  Se estes computadores estiverem em sua sala de aula o que vocês farão?  O professor não deixará usar!  E se também existir computador na mesa do professor?  Ele vai passar lição! Não conhecer o formato nem como utilizar o computador é positivo: “você descobrindo”.
  • 8. Questões levantadas pelos professores • Pensaram na durabilidade da bateria? • É possível aumentar o tamanho dos ícones? • Se não for possível instalar um software, vai trabalhar com o quê? •Ele só tem entrada USB? Disquete e CD não??? •O fato de não ter HD vai gerar problema, porque vai ter mais gastos (pen drive)... •O aluno vai levar para casa? Se quebrar quem vai pagar? •Qual a viabilidade de tê-los nas escolas? • A proposta é fazer esse notebook substituir o quê? -
  • 9. Comentários dos professores, no final da exploração - A mudança agora é muito maior, pois não é a sala de informática, mas sim os computadores na sala de aula; - Quando a gente põe na mão dos alunos, eles fazem de um jeito que a gente nunca imaginou... a gente tem dificuldade porque já tem tudo formatado; - A escola tem que ter uma proposta educacional para trabalhar com esses computadores; - Um verdadeiro desafio... A troca terá um significado muito mais amplo com o uso da tecnologia móvel com foco na Internet.
  • 10. Ações iniciais de formação  Experimentos piloto – 5 escolas públicas (DF, RJ, RS, SP, TO)  Palmas, TO  Ressignificar as concepções de formação para uso TIC  Transformação no desenho da formação  Explorar as características específicas dessa tecnologia: conectividade, mobilidade e imersão http://domalanopalmasto.blogspot.com
  • 11. Formação de educadores em serviço Palmas, TO  Objetivo:  Capacitar na ação as Equipes de Currículo DRE, Gestores da escola e Técnicos do NTE – Palmas para atuarem como articuladores e multiplicadores no experimento de uso do laptop educacional do Colégio Estadual Dom Alano Marie Du Noday.  Início:  Junho 2007  Metodologia:  Integração entre formação, ação e investigação  Formação no contexto da escola com eixo nas práticas com o uso do laptop  Uso ambiente virtual: a distância e em encontros presenciais
  • 12. Processo contínuo de formação de educadores da rede de ensino de TO e da própria equipe formadora: ação - reflexão - reformulação http://www.eproinfo.mec.gov.br
  • 13. Resultados evidenciados e referências para expansão  Mudanças nos tempos da aula, na gestão da sala de aula e da escola, na participação dos alunos e na presença dos pais na escola;  Indícios de mudanças no desenvolvimento do currículo.  Referências para a expansão do UCA:  Importância de desenvolver a formação na escola: envolver professores, gestores e outros educadores que atuam na escola e no sistema de ensino;  Eixos da formação: • a prática pedagógica com o uso do computador portátil e a realidade da escola • a reflexão sobre a prática • o compartilhamento de experiências
  • 14. Referências para expansão  apoiar o professor para que ele possa desenvolver uma nova gestão da prática pedagógica  incentivar o envolvimento da equipe gestora, a participação da coordenação pedagógica, do suporte técnico e do aluno-monitor para apoiar o professor;  orientar e fornecer referências para a criação de novas estratégias didáticas para desenvolver o currículo;  promover o repensar sobre o desenvolvimento do currículo com a presença do computador na sala de aula.
  • 15. Integração de tecnologias móveis conectadas na sala de aula Reforço do que já é Mudança na praticado concepção de currículo UCA - Mudanças no eixo da formação da integração das TIC na escola para a integração das TIC à sala de aula e ao currículo das tecnologias na mão do professor para as tecnologias na mão de todos a todo momento
  • 16. Integração de currículo e tecnologias: web currículo  Currículo  re-construído no ato pedagógico • se constitui como narrativas  Registrado em documentos digitais • Envolve conteúdos, mídias, tecnologias e atividades • disponível para análise, recriação e compartilhamento  Expressa a vida dos participantes da ação • suas experiências e contextos • valores, crenças, conhecimentos e afetos
  • 17. Formação na Fase 2 do ProUCA  Aliar qualidade da interação com formação em larga escala (atendimento de 300 escolas)  Constituição de uma rede nacional de formação: colaboração com outras universidades locais  Desenvolver design educacional • preservar a identidade do Programa UCA e respeitar as diferentes culturas institucionais, as características e políticas das redes de ensino, as singularidades das escolas, os diferentes estilos de trabalho dos formadores e dos professores das escolas e os caminhos de aprendizagem dos alunos
  • 18. GT-UCA-MEC Equipe de educadores/pesquisadores representantes de Universidades de várias regiões do país que participaram junto ao MEC da análise do Projeto UCA e da Construção dos Princípios.... IES – UCA-Global Instituição Ensino Superior representadas pelos participantes do GT-UCA_MEC IES – Local Instituição de Ensino Superior de cada Estado SE-NTE Representantes da Secretaria de Educação do Estado e do NTE Equipe de formadores Professor da IES-Local + Profissional do NTE
  • 19. PRESSUPOSTOS NORTEADORES DA FORMAÇÃO Ênfase no aprendizado de novas ações pedagógicas com o uso da tecnologia visando mudanças no currículo da escola  Comprometimento com a dimensão pública da escola com espaço formal de aprendizagem, visando a inclusão digital e social  Respeito à autonomia na organização curricular, considerando as características e experiências dos alunos e professores
  • 20. Objetivos da formação  Estruturar uma rede de formação, de acompanhamento e apoio às práticas pedagógicas, com o uso do laptop educacional nas escolas – formação acontece na ação  Qualificar professores das escolas participantes do ProUCA para o uso do laptop educacional em práticas que privilegiem a aprendizagem baseada na construção cooperativa do conhecimento, em consonância com as especificidades das propostas curriculares de suas escolas  Criar uma cultura de redes cooperativas, intra e inter escolas, com o uso de tecnologias digitais, favorecendo a autonomia, o aprofundamento e a ampliação do conhecimento sobre a realidade 20
  • 21. Objetivos da formação  Contribuir com a (re)construção da proposta político- pedagógica das escolas, aproveitando as possibilidades do laptop educacional.  Contribuir com a inserção de uma prática inovadora do uso das tecnologias educacionais nos cursos e programas de formação inicial e continuada de professores. 21
  • 22. ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO DA FORMAÇÃO  Formação de forma descentralizada e em rede  Uso, quando pertinente, de conteúdos e capacitações dos programas da SEED/MEC: Proinfo Integrado, Portal do Professor, TV Escola, Banco Internacional de Objetos Educacionais, Portal Domínio Público, além dos desenvolvidos por IES, Secretarias Estaduais e Municipais de Educação  Utilizar o ambiente virtual de aprendizagem e-Proinfo como espaço de trabalho e trocas entre os participantes dos projetos e entre as equipes formadoras das universidades e 22 NTE/NTM
  • 23. Estrutura curricular do Curso de 180 destinado aos professores e gestores das escolas participantes do ProUCA – Fase 2 FORMAÇÃO DA / NA ESCOLA Módulos 1 2 3 3 4 5 GESTÃO DA ESCOLA E GESTÃO DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM COM LAPTOP EDUCACIONAL
  • 24. Estrutura da formação – 180h  Módulo 1 – Apropriação Tecnológica (40h)  Módulo 2 – Web 2.0 (30h)  Módulo 3a. Formação dos Professores (40h)  Módulo 3b. Formação dos Gestores (40h)  Módulo 4. Elaboração de Projetos (40h)  Módulo 5.Construção compartilhada do ProGITec (30h)
  • 25. Algumas considerações Um programa que envolve inovações traz muitas incertezas e desafios Cada protagonista deste processo é co-autor na construção da Formação na escola Os materiais do curso elaborados têm a intenção de apoiar os processos formativos das IES+NTE/NTM O UCA na escola provavelmente vai evidenciar problemas e oportunidades não pensados até aqui. A parceria irá nos ajudar a aprender com a escola e a repensar em conjunto nos caminhos da formação, no processo de implantação dos laptops na escola e na identificação de problemas a investigar. Daí a importância da construção de uma rede colaborativa de aprendizagem entre todos os envolvidos.
  • 26. UCA UM COMPUTADOR POR ALUNO Formação BRASIL Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo PUC-SP bethalmeida@pucsp.br

×