Your SlideShare is downloading. ×
0
Mediação de conflitos completo irene pontes e josé pires
Mediação de conflitos completo irene pontes e josé pires
Mediação de conflitos completo irene pontes e josé pires
Mediação de conflitos completo irene pontes e josé pires
Mediação de conflitos completo irene pontes e josé pires
Mediação de conflitos completo irene pontes e josé pires
Mediação de conflitos completo irene pontes e josé pires
Mediação de conflitos completo irene pontes e josé pires
Mediação de conflitos completo irene pontes e josé pires
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Mediação de conflitos completo irene pontes e josé pires

7,633

Published on

Published in: Technology, News & Politics
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
7,633
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
277
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Mediação de Conflitos em Contexto Escolar (Maria José Lobato Azevedo)
  • 2. Mediação de Conflitos: Técnica adequada à resolução de conflitos que ocorrem nas escolas. Conflito: processo no qual se revelam desentendimentos e confrontos de opiniões entre duas ou mais pessoas. Processo contínuo e que não tem que ser necessariamente negativo, podendo representar uma oportunidade de crescimento e coesão entre as pessoas.
  • 3. Descrição do Conflito Turma do 2º ano do ensino secundário de um curso profissional pretendem angariar dinheiro para uma visita de estudo, através da dinamização na escola de eventos desportivos e almoços rápidos. A iniciativa foi autorizada pela direcção da escola, contudo o projecto fracassou, uma vez que os alunos não concretizaram as actividades propostas. Tal sucedido verificou-se porque não houve entendimento entre os alunos.
  • 4. Crónicas do Conflito Tipo de conflito: Interpessoal Pessoas ou partes implicadas: os alunos da turma Causas do conflito: falta de diálogo e acusações de carácter pessoal, desacordo relativamente à distribuição e desempenho das tarefas. Como se geriu: a Direcção organizou uma reunião com os alunos, mas as divergências entre os diferentes elementos do grupo conduziu à desistência do projecto inicial. Como geri-lo de outra forma (propostas): organizou-se outra reunião, agora com dois alunos que dentro da turma eram os que revelam maior consenso e espírito assertivo. Para além disso, estes alunos, tinham tido a oportunidade de ter na disciplina de Área de Intervenção noções de conflito e resolução de conflitos.
  • 5. Diferenças e semelhanças entre negociação em colaboração e mediação <ul><li>Semelhanças: </li></ul><ul><li>Procedimento voluntário; </li></ul><ul><li>Reconhecimento de que se é parte do conflito; </li></ul><ul><li>Fixação de um tempo e lugar para a comunicação; </li></ul><ul><li>Determinação de regras do processo; </li></ul><ul><li>Identificação dos pontos de vista e interesses; </li></ul><ul><li>Comunicação eficaz: escuta activa, mensagens em “eu”; </li></ul><ul><li>Comportamento assertivo; </li></ul><ul><li>Criação de um acordo; </li></ul><ul><li>Verificação do cumprimento do acordo; </li></ul><ul><li>Processo transformador onde as pessoas podem modificar as suas convicções de forma positiva. </li></ul>
  • 6. <ul><li>Diferenças: </li></ul><ul><li>Na negociação a resolução do problema é levada a cabo voluntariamente pelas partes em conflito e pode ser efectivada de uma forma formal ou informal. </li></ul><ul><li>Na mediação a resolução do problema implica sempre a existência de uma pessoa imparcial ao conflito que terá por função facilitar a identificação e a construção da solução para o conflito. É um procedimento mais formal e implica um conjunto de organizações que têm de ser organizadas à partida. </li></ul>
  • 7. Escuta activa <ul><li>Escuta activa é uma técnica de comunicação que pretende e permite que as barreiras de comunicação que se estabeleceram entre as partes de um conflito se eliminem ou pelos se atenuem. </li></ul><ul><li>É imprescindível saber escutar. O saber escutar cria empatia e facilita a obtenção de um ambiente propicio ao encontro de soluções. </li></ul>
  • 8. Benefícios resultantes da capacidade de gestão de conflitos <ul><li>Os benefícios da gestão de conflitos traduzir-se-á na construção de um ambiente participativo, interactivo e de diálogo permanente, extremamente propício para a “educação para a paz” , pois não será um ambiente produzido por qualquer intervenção disciplinar, mas será resultado de uma prática efectiva dos elementos que a compõe. </li></ul>
  • 9. Mediação de Conflitos em Contexto Escolar Trabalho realizado por : Irene Pontes José Pires Professor: Doutor Armindo Nunes

×