Your SlideShare is downloading. ×
0
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio - Parte 02

5,396

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,396
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
164
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação Um Sistema de Informação (SI) constitui no conjunto de elementos ou componentes inter-relacionados que coletam (INPUT – ENTRADA), manipulam ( PROCESS – PROCESSAMENTO ) e disseminam ( OUTPUT - SAÍDA ) os dados e informações afim de fornecer um mecanismos de resposta ( FEEDBACK ) para atender um objetivo. Um Sistema de Informação não precisa ter essencialmente computadores envolvidos, basta ter várias partes trabalhando entre si para gerar informações. Ele pode ser tanto manual quanto baseado em TI, ou uma mescla dos dois. Acontece que um Sistema de Informação grande dificilmente sobrevive atualmente sem estar informatizado, o que por si só não elimina o fator humano no processo. 20
  • 2. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação tos Mé en am tod SI uip os Eq Pessoas 21
  • 3. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação Acesso rápido às informações; Garantia de integridade e veracidade da informação; Garantia de estabilidade; Garantia de segurança de acesso à informação; Auxílio na Tomada de Decisão; etc. 22
  • 4. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação Manual Antes da popularização dos computadores, os sistemas de informação nas organizações se baseavam basicamente em técnicas de arquivamento e recuperação de informações de grandes arquivos. Geralmente existia a figura do quot;arquivadorquot;, que era a pessoa responsável em organizar os dados, registrá-los, catalogá-los e recuperá-los quando necessário. 23
  • 5. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação Manual Vantagens Simples Prático Baixo Custo Desvantagens Processo Manual Tempo Erros 24
  • 6. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação Computadorizado - SIC Um SIC é composto de hardware(equipamento), software (programas), banco de dados, telecomunicações, pessoas e procedimentos que são capazes de coletar, manipular e processar os dados em informação. 25
  • 7. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação Computadorizado - SIC Vantagens Rápido; Eficaz; Processo Autônomo. Desvantagens Custo; Infra-estrutura necessária; Complexidade dos sistemas informáticos. 26
  • 8. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação Computadorizado - SIC Vantagens Rápido; Eficaz; Processo Autônomo. Desvantagens Custo; Infra-estrutura necessária; Complexidade dos sistemas informáticos. 27
  • 9. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação Computadorizado - SIC Hardware: Consiste no equipamento usado para executar as tarefas de entrada, processamento e saida de dados. Ex.: Scanners, Processadores, Discos, Impressoras, etc. Software: São os programas que possibilitam a operação do equipamento. Ex.: Editor de Texto, Folha de Pagamento, Emissão de NF, etc. Banco de Dados ou Base de Dados: É uma coleção de fatos e informações organizadas. Ex. Cadastro de Clientes, Produtos, etc. 28
  • 10. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação Computadorizado - SIC Telecomunicações: Proporciona a ligação dos sistemas de informações computadorizados. Ex.: Internet, Rede Local, etc. Pessoas: São os elementos mais importante em SIC, pois criam, gerenciam, executam e mantêm o sistema. Procedimentos: São os métodos, políticas e estratégias para se usar um SIC. Ex.: Dados no Cadastro, Plano de Contenção, etc. 29
  • 11. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação Empresariais - SIE Dentro de um sistema empresa, há diversos aspectos que devem ser observados quanto à informação: • a criação das informações (coleta, aquisição, captação) • a comunicação das informações (circulação, transmissão, difusão) • tratamento das informações (transformação, utilização, interpretação) • memorização das informações Portanto, é muito importante que a empresa controle política e logisticamente suas informações. Pela visão política, para definir quais são as informações relevantes e para que fim serão utilizadas. Pela visão de logística, para definir como obter as informações relevantes. 30
  • 12. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informação Empresariais - SIE SPT – Sistemas de Processamento de Transações; CE – Comércio Eletrônico; SGE – Sistemas de Informação Gerenciais; SSD ou SAD – Sistemas de Suporte a Decisão; SE – Sistemas Especialistas. 31
  • 13. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Processamento de Transações - SPT Transação: Relaciona-se à qualquer troca relacionada ao negócio. Ex.: Pagamento de Funcionários, Fornecedores; Os SPTs foram as primeiras aplicações para as organizações; É uma coleção organizada de pessoas, procedimentos, software, banco de dados e dispositivos com a finalidade de registrar as transações empresariais; Sistemas Batch (em Lote) Horas Trabalhadas Processamento Da Contra-Cheques Folha Taxa De Remuneração 32
  • 14. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Comércio Eletrônico - SCE Envolve qualquer transação empresarial executada eletronicamente entre: Empresas ( B2B ); Empresas x Clientes ( B2C ); Empresas x Setor Público ( B2G ); Consumidores x Setor Público ( C2G ); Consumidores x Consumidores ( C2C ); 33
  • 15. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Comércio Eletrônico - SCE B2B (Business to Business) São as transações de comércio entre empresas. Uma empresa vendendo para outra empresa é B2B. É a sigla mais famosa e acaba representado todos as outras abaixo quando generalizada. Um exemplo é a venda material de escritório para empresas ou a compra de insumos para a produção de bens. B2C (Business to Consumer) É o comércio entre a empresa e o consumidor. Este é o mais comum. Um exemplo próximo é a Americanas.com, Shoptime.com ou a mais famosa Amazon.com. C2C (Consumer to Consumer) Este é o comércio entre consumidores. Ele é intermediado normalmente por uma empresa (o dono do site). O exemplo são os sites de leilão como o MercadoLivre, Ebay ou classificados. 34
  • 16. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Comércio Eletrônico - SCE B2G (Business to Governement) São as transações entre empresa e governo. Os exemplos comuns de B2G são licitações e compras de fornecedores. B2E (Business-to-Employee) Normalmente relacionado aos portais (intranets) que atendem aos funcionários. Tem por objetivo de ser uma área central de relacionamento com a empresa. Através dele os funcionários podem, por exemplo, pedir material para sua área, gerir todos os seus benefício ou até utilizar processos de gestão dos funcionários (faltas, avaliações, inscrições em treinamentos...). Ainda existem as siglas invertidas como G2B e C2B que representam a inversão de quem vende e quem compra e variações como E2E e G2G que completam os relacionamentos possíveis. 35
  • 17. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Comércio Eletrônico - SCE 36
  • 18. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Informações Gerenciais - SIG A função de um SIG é fornecer informações rotineiras aos gerentes e os tomadores de decisões. O foco do SIG é principalmente a eficiência operacional. Marketing, finanças e outras áreas funcionais. Eles basicamente fornecem relatórios com base nos dados e nas informações do sistema de processamento de transações – SPT. 37
  • 19. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Suporte à Decisão – SSD ou SAD No anos 80, as melhorias tecnológicas resultaram em sistemas menos onerosos e mais poderosos que os primeiros sistemas. Durante este período os sistemas passaram a ser usados como suporte adicional na tomada de decisão. O SSD, é um sistema, que oferece suporte à um problema específico na tomada de decisão Enquanto um SIG ajuda a organização a “fazer as coisas certas” um SSD ajuda um gerente a “fazer a coisa certa”, naquele momento Um SSD incide diretamente na eficácia da tomada de decisão 38
  • 20. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas de Suporte à Decisão – SSD ou SAD 39
  • 21. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas Especialistas - SE Além dos SPT, SIG e SSD, as organizações frequentemente usam sistema baseados na noção de Inteligência Artificial (IA), onde o sistema de computador assume as características da inteligência humana. Os SE, conferem ao computador a capacidade de agir e sugerir como um especialista num campo particular. O valor do SE está no fato que a empresa absorve o conhecimento de peritos e especialistas, desta forma anos de experiência e habilidades específicas não são totalmente perdidas quando a empresa deixa de ter um especialista humano. 40
  • 22. Sistemas de Gestão Empresarial no Agronegócio Sistemas Especialistas - SE 41

×