• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Ensino de Língua Portuguesa para Surdos
 

Ensino de Língua Portuguesa para Surdos

on

  • 32,606 views

 

Statistics

Views

Total Views
32,606
Views on SlideShare
30,046
Embed Views
2,560

Actions

Likes
13
Downloads
1,010
Comments
0

10 Embeds 2,560

http://anacarolinafrank.blogspot.com 1434
http://anacarolinafrank.blogspot.com.br 1081
http://anacarolinafrank.blogspot.pt 24
http://www.slideshare.net 13
http://anacarolinafrank.blogspot.jp 2
http://www.google.com.br 2
http://anacarolinafrank.blogspot.com.ar 1
http://anacarolinafrank.blogspot.mx 1
http://anacarolinafrank.blogspot.ch 1
http://anacarolinafrank.blogspot.cz 1
More...

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Ensino de Língua Portuguesa para Surdos Ensino de Língua Portuguesa para Surdos Presentation Transcript

    • Ensino de Língua Portuguesa para Surdos PCOPS de Ed. Especial, Ciências, História e Geografia
    • Objetivos
      • Envolver todas as disciplinas no Ensino de Língua Portuguesa;
      • Inserir o Ensino da Língua Portuguesa para Surdos na implementação do currículo;
      • Conhecer a surdez e suas implicações no processo de ensino e aprendizagem.
    • FUSILLI AI 4 FORMAGGI
      • 500g Fusilli
      • 50g Schweizer Emmentholer Suisse
      • 50g geriebener Parmesonköse
      • 50g Mozzarella
      • 50g Gorgonzola
      • 150gRohm
      • 30g de Butter
      • Salz
      • Peppar
      Parmesan reiben, die onderen Köse in Klçeine Würfel scheneiden. Die Butter in eine Pfanne erhitzen und Gorgonzola und Emmentholerwüfel hinzufügen. Erwa eine Minute zieben lossen, den Rohm dorüber gieben und mir Salz und Pfeffer würzen. Die Fusilli in reichlich Salzwossen bibfest garen, abgieben und mit der Souce vermischen. Mozzarella und Parmeson unterrübren und sofort servieren. Zubereitunszeit: 25 min
    • Especificidades dos alunos surdos
      • A Língua Portuguesa para o surdo é uma língua estrangeira.
      • A 1ª Língua do surdo é a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS).
      • 95% de crianças surdas são oriundas de famílias ouvintes.
      • 5% de crianças surdas são oriundas de pais surdos.
      • Os surdos tem sua própria identidade e sua cultura.
    • História dos Surdos
      • O primeiro professor de surdos: Pedro Ponce de Leon (1520 – 1584), monge beneditino, que instruía filhos surdos de nobres, ensinando-os a ler, escrever e calcular.
      • Em 1755, o abade Charles M. de L´Epée iniciou um trabalho revolucionário, recolhendo surdos pobres das ruas de Paris, aprendendo a L.S. com eles e, tentou fazer uma associação de sinais com palavras escritas e imagens, procurando assim, que os surdos tivessem acesso à cultura através da leitura e escrita .
    • História dos Surdos
      • Em 1880 na Alemanhã surge o Oralismo (Grambel).
      • Em Milão, 1880, Congresso Internacional de Educadores de Surdos, 200 pessoas de diversos paises da Europa e da América: proibição do uso da Língua de Sinais nas escolas.
      • No Brasil (1855): professor Francês Ernesto Huet, fundou a primeira escola para surdos, atual INES – RJ, com a aprovação do Imperador D. Pedro II.
      • No séc XX: Bilingüismo
    • Surdez ou Deficiência Auditiva
      • Deficiência Auditiva: Quanto ele é deficiente? Quanto falta? – Concepção Clínico-Patológica.
      • Surdez: é aquele que tem perda auditiva profunda, e que, dificilmente adquirirá a linguagem oral sem um treinamento específico para utilização da audição residual e da fala – Concepção Sócio-Antropológica.
      • O surdo não é deficiente, ele é diferente. Ele vê (interpreta) o mundo de forma diferente, pelos olhos.
      • Obs: A maioria dos surdos da DERA tem perda auditiva profunda.
    • Perdas Auditivas
    • Audiometria
    • Leis , Decreto e Resolução
      • Lei 10.098 de 19/12/2000 – prevê a formação de intérpretes de Língua de Sinais para possibilitar aos surdos o acesso à informação.
      • Lei 10.436 de 24/12/2002 – reconhece a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) como língua oficial das comunidades surdas.
      • Dec. 5626 de 22/12/2005 – regulamenta os documentos anteriores . É o primeiro que usa a palavra surdo em lugar de deficiente auditivo.É o reconhecimento do direito dos surdos a uma educação bilíngüe na modalidade escrita.(Língua de Sinais – 1ª língua e Língua Portuguesa – 2ª língua)
      • Res.SE 38 de 19/06/09 – dispõe sobre a admissão de docentes com qualificação na Língua Brasileira de Sinais, nas escolas da rede estadual de ensino.
    • Mitos
      • Todo surdo é mudo.
      • Todos os surdos escrevem assim e não compreendem o que lêem.
      • A Língua de Sinais é universal.
      • As Línguas de Sinais só expressam conteúdos concretos.
      • A Língua de Sinais não tem coesão.
      • A Língua de Sinais não tem preposição.
      • As línguas de Sinais derivam da comunicação gestual espontânea dos ouvintes.
    • Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS)
      • É uma língua de modalidade gestual-visual que utiliza, como canal ou meio de comunicação, movimentos gestuais e expressões faciais que são percebidas pela visão.
      • Cada língua de sinais possui sua estrutura gramatical.
      • Nas línguas de sinais podem ser encontrados os seguintes parâmetros:
      • Configuração das mãos
      • Pontos de Articulação
      • Movimentos
      • Orientação/Direcionalidade
      • Expressão Facial/Corporal
    • Como a Língua Portuguesa foi Aprendida?
      • Até a dec. de 80 no Brasil: Oralização
      • Língua Portuguesa na modalidade oral : ensinava-se a palavra, frase, texto por meio de cópia, repetição, memorização – figura, palavra ou sílaba, sinal – “Preocupação em ensinar gramática”.
      • PCNs (1990): “a língua é concebida como uma prática social” – Privilegiar o texto.
      • Ensino da Língua Portuguesa para Surdos: a meta é o uso da língua e não a repetição/memorização de estruturas gramaticais. Precisamos expor os surdos à leitura.
      • Como olhar o texto?
    • Como olhar o texto?
    • Dicas para trabalhar com Alunos Surdos na sala de aula
      • Sentar-se a 1 m ou 1 e 1/2 m de distância do aluno, com luz no rosto.
      • O professor não pode falar de costas.
      • Utilizar vocabulário e comandos simples/claros nos exercícios.
      • Não modificar o vocabulário, os comandos, as instruções, as questões, somente na hora das avaliações.
      • Resumir, sempre, o assunto (o conteúdo dado) no quadro de giz, com os dados essenciais, em frases curtas.
    • Dicas para trabalhar com Alunos Surdos na sala de aula
      • Prestar atenção ao utilizar a linguagem figurada e as gírias porque precisará explicar-lhes o significado.Lembrar-se que a Língua Portuguesa apresenta-se para ele como uma língua estrangeira.
      • Ter cuidado com a utilização de sinônimos.
      • Destacar o verbo das frases, ensinando-lhes o significado, para que eles possam entender as instruções e executá-las.
      • Utilizar imagens, figuras, gráficos, filmes, (Materiais visuais).
    • Tarefa para dia 20/09
      • Como está se trabalhando Ciências, Geografia e História com os alunos surdos na sua escola?
      • Quais dificuldades são encontradas para desenvolver
      • a aprendizagem dos alunos surdos nas disciplinas citadas acima?
      • Quais as intervenções realizadas pela escola?
      • Enviar por email : de20501o@ see .sp. gov . br
      • A/C Regina , Paulo ou Lúcia