Your SlideShare is downloading. ×

I pv6

763

Published on

IPv6 Comutação de Rede Local LAN e WAN

IPv6 Comutação de Rede Local LAN e WAN

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
763
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. IPv6 INTERNET PROTOCOL version 6
  • 2. O Protocolo na versão 6  Inovação: Apresenta nova arquitetura de cabeçalho;  Escalabilidade: Quadruplica o número de bits para endereçamento;  IPv6 no mundo: Agências federais dos EUA já suportam IPV6
  • 3. Principais Motivações para a Migração do IPv4 para IPv6  Qualidade de serviço  Mobilidade
  • 4. Principais Motivações para a Migração do IPv4 para IPv6  Esgotamento dos Endereços IPv4 1. IPv4 = 4.294.967.296 endereços. 2. Política inicial de distribuição de endereços.  Classe A ( IBM, HP, AT&T, MIT) 16.777.216 milhões de endereços  Classe B  Classe C  Endereços reservados
  • 5. Tabela de Crescimento da Internet
  • 6. Tabela de Crescimento da Internet
  • 7. Principais Motivações para a Migração do IPv4 para IPv6  Projeto Ipng  Soluções momentâneas:  CIDR  RFC-1918  NAT  DHCP
  • 8. Novidades nas especificações do IPv6  Autoconfiguração de Endereço  Endereçamento Hierárquico  Formato do Cabeçalho  Suporte a qualidade de serviço diferenciada  Capacidade de extensão  Encriptação (Extensões)  Modelo fim-a-fim  Eliminar os problemas associados ao NAT
  • 9. Protocolo NAT Desvantagens:  Quebra o modelo fim-a-fim da Internet;  Não é escalável;  Impossibilita a utilização de algumas técnicas de segurança como IPSec.  Dificulta o uso do VoIP e VPNs
  • 10. Formato do Datagrama IPv6  Traffic Class (Classe)  Flow Label ( Novas Aplicações)  Payload Length (Volume de Dados)  Next Header (Proximo Cabeçalho)  Hop Limit (Saltos)
  • 11. Diferenças entre o Cabeçalho IPv4 e IPv6
  • 12. Endereçamento  Multicast obrigatório em todos os nós;  Não utiliza broadcast nem ip de rede;  Atribuídos a interfaces físicas e não a nós;
  • 13. Endereçamento  Possui 128 bits ( 16 . 16 . 16 . 16 . 16 . 16 . 16 . 16) 0 f f e : 6 a 88 : 8 5 a 3 0012 : 0000:0000:0000:7344 Prefixo Global Subrede Interfaces (ID) 48 bits 16 bits 64 bits ~ 56 octilhões (5,6x1028) de endereços IP por ser humano. ~ 79 octilhões (7,9x1028) de vezes a quantidade de endereços IPv4.
  • 14. Faixas de Endereçamento IPv6
  • 15. Endereçamento EUI-64 Endereços com um prefixo de 2xxx a 3xxx são obrigados a ter identificação de interface MAC modificado para 64 bits(EUI) - formato 64
  • 16. Endereçamento Rede e Host
  • 17. Configuração no Packet Tracer  Habilitando o IPv6 ipv6 unicast-routing  Habilitando o IPv6 na interface interface xxxxx ipv6 enable  Configurando um endereço IPv6 interface xxxxx ipv6 address <prefix>/64 eui-64 ipv6 address <prefix> ipv6 address <link-local> link-local ipv6 address autoconfig
  • 18. Serviços básicos do IPv6  ICMPv6  Configuração stateless e statefull  Fragmentação  Múltiplos cabeçalhos  QoS  Suporte à Mobilidade  Segurança
  • 19. ICMPv6  Características da rede  Diagnósticos  Relato de erros  Descoberta de vizinhança  Informações obtidas através de mensagens:  Erro  Informação ICMPv6 Stateless
  • 20. Endereços stateless  Endereços Unicast são atribuídos aos nós sem a necessidade de configurações manuais, apenas as configurações básicas dos roteadores. IMCPv6 stateless stateful
  • 21. Endereços statefull  Autoconfiguração que utiliza servidores que informam aos hosts os dados a serem utilizados na obtenção de endereços, normalmente utilizado quando não há roteadores em uma rede.  Ultiliza o DHCPv6  Servidores DNS, NTP, etc.  Controle de acesso stateless stateful Fragmentação
  • 22. Endereços statefull stateless stateful Fragmentação
  • 23. Fragmentação  O host que envia o datagrama é responsável pela fragmentação. O envio é feito em pacotes ICMP de vários tamanhos, quando o pacote chega ao host destino, todos os dados são fragmentados no tamanho deste pacote que alcançou o destino.  Permite o envio de pacotes maiores que o limite estabelecido de um enlace. (cabeçalho de extensão) stateful Fragmentação Múltiplos cabeçalhos
  • 24. Fragmentação stateful Fragmentação Múltiplos cabeçalhos
  • 25. Múltiplos cabeçalhos  Cabeçalhos podem ser adicionados para garantir a eficiência, já que seu tamanho pode ser dimensionado de acordo com a necessidade. Fragmentação Múltiplos cabeçalhos QoS
  • 26. Qos  Oferece uma preferência entre os pacotes de acordo com a sua aplicação. Ex: VoIP e Streaming video Múltiplos cabeçalhos QoS Mobilidade
  • 27. Suporte a Mobilidade  Permite a mudança entre redes sem alterar o seu IP de origem; QoS Mobilidade Segurança
  • 28. Segurança  Ip security (IP sec) – Protocolo de Implementação de criptografia e autenticação.  O suporte IP sec é obrigatório em todos os nós da rede. Mobilidade Segurança
  • 29. Projeto Comutação de Rede Local IPv6 Implementação de Infraestrutura de Rede Local Gerenciável
  • 30. IANA 2001:: /12 RIR 2001:DB8:: /32 ISPs 2001:DB8::/32
  • 31. REDE: SENAI-PE /48 2001:DB8:0002::/48 2001:DB8:0001::/48 REDE: SENAI-RJ /48 2001:DB8:0003::/48 2001:DB8:0004::/48 REDE: SENAI-BA /48 REDE: SENAI-SC /48
  • 32. REDE: SENAI-PE /48 2001:DB8:0001::/48 2001:DB8:0001:0:0:0:0:0 /64 à 2001:DB8:0001:0:0:0:0:17FF /64
  • 33. Protocolos de Roteamento e Gerenciamento  IGPs – RIPng e OSFPv3  EGP - BGP4+  Outros:  ICMPv6  DHCPv6  EIGRPv6  FTP, SSH, Tellnet
  • 34. OSFPv3  OSPF em IPv6 roda "por link", e não mais "por sub-rede";  Remoção das informações de endereçamento;  Suporte explícito a múltiplas instâncias por link  Criação de LSAs (Link-State Advertsements)
  • 35. OSPFv3 no Packet Tracer R1(config)#ipv6 router ospf 1 R1(config-rtr)#router-id 1.1.1.1 R1(config-rtr)#exit R1(config)#int f0/0 R1(config-if)#ipv6 ospf 1 area 0 R1(config)#int S1/0 R1(config-if)#ipv6 ospf 1 area 0 R1(config-if)#int s1/1 R1(config-if)# ipv6 ospf 1 area 0
  • 36. Migração para IPv6  Dual Staking – Simultaneamente no roteador  Tunelamento 6to4 – Encapsular datagramas IPv6 com cabeçalho IPv4
  • 37. Dual Stacking Configuração  Interface Fastthernet0/0 ip address 192.168.1.254 255.255.255.0 ipv6 address 2001:db8:123:1::2/64
  • 38. Referências:  CCNA 4.1 – Guia Completo de Estudo. / Marco Aurélio Filippetti  www.ipv6.br (E-learning) O desafio é a nossa energia!

×