Agencia guarda municipal
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Agencia guarda municipal

on

  • 679 views

 

Statistics

Views

Total Views
679
Views on SlideShare
679
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
11
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Agencia guarda municipal Presentation Transcript

  • 1. Florentino Leonardo Marcion
  • 2.
    • Segundo as Leis Complementares nº 180/183 de 2008 a Agência da Guarda Municipal de Goiânia - AGMGO é uma entidade de natureza autárquica, dotada de personalidade jurídica de direito publico interno, com autonomia administrativa e financeira e patrimonial, integrando os órgãos da administração indireta do Sistema Administrativo da Prefeitura, nos termos da Lei nº7. 747/97, com a finalidade de promover a proteção do patrimônio, bens, serviços e instalações públicas municipais, o apoio à administração municipal no exercício de seu poder de policia administrativa e a execução das políticas e diretrizes relacionadas à segurança urbana preventiva e á defesa civil, nos limites das competências legais do município.
  • 3.
    • A Guarda Municipal tem a missão de proteção do patrimônio, bens, serviços e instalações publicas municipais conforme previsto no Art.144 da Constituição Federal e atua em toda a capital. É uma corporação fundamentada na hierarquia e na disciplina, uniformizada e aparelhada, com treinamento e formação especifica, de caráter civil e deverá ser estruturada em carreira única estabelecida em Lei.
    • Os integrantes da Guarda Municipal são considerados agentes de segurança, com jurisdição em todo o território do Município e autoridades institucional para todos os feitos legais, cabendo-lhe em especial: exercer, no âmbito do Município de Goiânia, o policiamento preventivo e comunitário, promovendo a mediação de conflitos e o respeito aos direitos fundamentais dos cidadãos.
  • 4.
    • Profissionalismo, eficiência e senso humanitário;
    • Consciência ética e compromisso leal;
    • Respeito mútuo, união, honra da instituição e de seus integrantes;
    • Comprometimento;
    • Respeito pelos cidadãos;
    • Excelência no serviço prestado à população;
    • Cultura de paz na sociedade;
    • Democracia;
    • Cidadania;
    • Igualdade e justiça.
  • 5.
    • São diretrizes de atuação da Agência da Guarda Municipal de Goiânia – AGMGO:
    • I - desenvolver mecanismos de participação da comunidade na proteção do patrimônio público na prevenção à violência urbana;
    • II - promover a integração e a coordenação das ações de segurança dos Órgãos, bens e próprios públicos municipais, serviços e demais áreas de competência do Município, com a utilização racional dos recursos públicos disponíveis;
    • III - atuar, em colaboração com órgãos estaduais e federais, no desenvolvimento e provimento da segurança urbana no Município, visando prevenir ou cessar atividades que violarem as normas de saúde, higiene, segurança, funcionalidade, moralidade e quaisquer outros interesses do Município;
  • 6.
    • IV - cooperar com outras esferas de governo, compartilhando institucionalmente informações relevantes à segurança urbana e patrimonial, inclusive com integração das comunicações;
    • V - implantar postos fixos da Guarda Municipal em pontos estratégicos, de acordo com o interesse da segurança urbana;
    • VI - desenvolver serviço de “disque – denuncia”, a respeito de atos de vandalismo praticados contra os equipamentos públicos municipais e o meio ambiente;
    • VII - integrar e desenvolver ações de defesa civil no âmbito do Município;
    • VIII - acionar os órgãos de segurança pública estaduais e federais, nos casos que excedam à sua competência específica.
  • 7.
    • Segurança Patrimonial de bens públicos;
    • Segurança em escolas e Ronda escolar;
    • Fiscalização de normas e posturas municipais;
    • Intensificação de segurança pública;
    • Força de controle e repressão a atividades ilegais;
    • Prestação de serviços mediante convênios;
    • Segurança armada e constituição de uma força policial;
    • Implementação de ações de prevenção e comunitárias;
    • Orientação e informação ao turista;
    • Proteção ambiental;
    • Segurança pessoal de autoridades do município;
    • Atividades de defesa civil.
    • Atuação Defesa Civil – As Guardas Municipais devem assumir os Comdecs – Conselhos Municipais de Defesa Civil.
    • Atua antes, durante e depois de desastres
  • 8.
    • O Centro de Formação, Estudos e Aperfeiçoamento (CEFEA) estabelecimento de ensino tem por finalidade promover a realização dos cursos de formação, aperfeiçoamento, adaptação, especialização e habilitação de guardas municipais e por objetivos:
    • I- a formação básica técnico-profissional e humanística, em nível médio e superior, do GM, habilitando-o para o exercício das funções de comando, chefia e direção, até o posto de Inspetor, na forma da legislação vigente;
    • II- a atualização e ampliação de conhecimentos técnico-profissionais e gerais do GM, habilitando-o para o exercício das funções, através de Cursos.
    • III- o Centro de Formação tem papel fundamental na capacitação e aprimoramento do efetivo da Guarda Municipal de Goiânia.
  • 9.  
  • 10.
    • Este é um programa da Guarda Municipal de Goiânia ( GM ) em parceria com Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS e a Secretaria Municipal de Defesa Social - SEMDEF .
    •  
    • O objetivo do programa é atender inicialmente crianças e adolescentes com idades entre 07 e 14 anos inscritas no Programa PETI , e desenvolver ações que garantam o acesso ao atendimento sócio assistencial de qualidade, contribuindo para a conquista das seguranças de sobrevivência, de acolhida, de convívio e ou vivência familiar e comunitária.
  • 11.  
  • 12.  
  • 13.