4.1

561 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
561
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

4.1

  1. 1. BIOLOGIA ORGANELASCITOPLASMÁTICAS Profª Marcia C. de Souza Silva www.marciasilvaquimica.wikispaces.com
  2. 2. CITOPLASMA• É todo o ambiente interno da célula, região entre a membrana plasmática (delimita a célula) e o envoltório nuclear.• Formado por um líquido gelatinoso, viscoso e semitransparente denominado citosol e por estruturas e substâncias necessárias às funções vitais.
  3. 3. CITOPLASMA• É nele que ocorre a maioria dos processos metabólicos;• Produção da maior parte das substâncias necessárias para o funcionamento das células.
  4. 4. CITOPLASMA• O citoplasma de células procarióticas têm organização relativamente mais simples que as células eucarióticas.• Basicamente possui:• - ribossomos• - molécula de DNA• Não possui membranas internas.
  5. 5. CITOPLASMA• Como as células eucarióticas são bem mais complexas que as células procarióticas, o citoplasma possui diversas organelas.
  6. 6. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO GRANULOSO
  7. 7. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO GRANULOSO• Também chamado ergatoplasma ou RE-Rugoso.• Rede de tubos e bolsas achatadas interligados.• Apresenta grânulos (ribossomos) aderidos à sua superfície.
  8. 8. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO GRANULOSO• Atua na produção, transporte e modificação de proteínas.• Algumas dessas proteínas são enzimas lisossômicas que atuam na digestão intracelular.• As proteínas são “exportadas” (secretadas) para atuar fora da célula.
  9. 9. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO NÃO-GRANULOSO
  10. 10. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO NÃO-GRANULOSO• Atua na síntese de ácidos graxos, de fosfolipídios e de esteróides.• É muito abundante nas células do fígado (hepatócitos).
  11. 11. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO NÃO-GRANULOSO• Há enzimas que alteram as moléculas de certas substâncias tóxicas como álcool, pesticidas e outras drogas, inativando-as e facilitando sua eliminação do corpo.
  12. 12. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO NÃO-GRANULOSO• As células das gônadas apresentam REL bem desenvolvido, pois é nele que os hormônios esteróides são sintetizados.• As células musculares possuem o REL especializado no armazenamento de íons Ca+2 que promovem a contração muscular quando são liberados no citosol.
  13. 13. COMPLEXO GOLGIENSE• É constituído por 6 a 20 bolsas membranosas achatadas (cisternas), empilhadas umas sobre as outras.• Nas células vegetais são denominados de dictiossomos ou de golgiossomos.• Nas células animais se localizam próximo ao núcleo e aos centríolos.
  14. 14. COMPLEXO GOLGIENSE• Ocorrem processos modificadores de proteínas com adição de glicídios (glicosilação de proteínas).• Ocorre síntese de carboidratos.• Nas vesículas do CG ocorre com as proteínas: modificação, separação, empacotamento e exportação para fora da célula.
  15. 15. COMPLEXO GOLGIENSE• Os citologistas dizem que as cisternas do CG possuem face cis e face trans.• Face Cis ou Face Formativa = estão voltadas para o retículo granuloso.• Face Trans ou Face de Maturação = é a face em que brotam as vesículas contendo proteínas modificadas e selecionadas de acordo com o seu destino.
  16. 16. COMPLEXO GOLGIENSE• É responsável pela produção dos lisossomos.• Desempenha importante papel na produção de espermatozóides dos animais, originando o acrossomo.• Acrossomo = vesícula repleta de enzimas digestivas, ocupa o topo da “cabeça” do espermatozóide têm a função de perfurar as membranas do óvulo.
  17. 17. ESPERMATOZÓIDE
  18. 18. LISOSSOMOS
  19. 19. LISOSSOMOS• Bolsas membranosas que contêm um conjunto de mais de 80 tipos de enzimas digestivas, capazes de digerir grande variedade de substâncias ogânicas.• Contém nucleases (digerem DNA e RNA)Proteases (digerem proteínas);Fosfatases (removem fosfatos de nucleotídios e de fosfolipídios)
  20. 20. LISOSSOMOS FUNÇÃO HETEROFÁGICADigerem material capturado do exterior por fagocitose ou por pinocitose. FUNÇÃO AUTOFÁGICADigerindo partes desgastadas da própria célula.
  21. 21. Fagocitose - Clasmocitose
  22. 22. PEROXISSOMOS• Organelas membranosas que contém enzimas que utilizam o O2 para oxidar substâncias orgânicas.• Sua principal função é a oxidação de ácidos graxos.• São abundantes nas células do fígado e dos rins.
  23. 23. VACÚOLO DIGESTIVO• É formado pela união de um fagossomo ou de um pinossomo com o lisossomo.
  24. 24. VACÚOLO DE SUCO CELULAR• A
  25. 25. CITOESQUELETO• A
  26. 26. MICROTÚBULOS• São constituídos pela proteína – tubulina.• Definem a direção do crescimento da célula.• São responsáveis pelos movimentos dos cromossomos durante as divisões celulares.
  27. 27. CENTRÍOLOS• É um pequeno cilindro oco constituído por nove conjuntos de microtúbulos, mantidos juntos por proteínas adesivas.• Possuem capacidade de autoduplicação.• Atua na formação dos cílios e flagelos.• Não estão presentes em fungos e plantas.
  28. 28. CÍLIOS• Estrutura filamentosa móvel, curtos e numerosos.• Principal função é locomoção celular.• Nossa traquéia é formada por células ciliadas que limpam o muco que lubrifica as vias respiratórias, no muco ficam presas bactérias e partículas de poeira.
  29. 29. FLAGELOS• Estrutura filamentosa móvel, longos e pouco numerosos.• Principal função é a locomoção celular.• Ajudar na obtenção de alimento por protozoários.
  30. 30. MITOCÔNDRIAS• Organelas com forma de bastonete.• Podem variar de dezenas a centenas em cada célula.• É nas mitocôndrias que ocorre a respiração celular – produzindo ATP (trifosfato de adenosina).• Possuem genes próprios e têm capacidade de autoduplicação.
  31. 31. MITOCÔNDRIAS• A
  32. 32. PLASTOS• São organela presentes apenas em plantas e em algas.• Há três tipos principais de plastos:• Cloroplastos• Cromoplastos• Leucoplastos
  33. 33. PLASTOS• Cloroplastos: Apresenta cor verde devido presença do pigmento clorofila. Ocorre processo de fotossíntese.• Cromoplastos: Não apresentam clorofila, mas sim outros pigmentos. Responsáveis pelas cores de frutos, flores e folhas• Leucoplastos: Não possuem pigmento. Estão presentes em raízes, caules tuberosos. Sua função é armazenar amido.
  34. 34. PLASTOS
  35. 35. BIBLIOGRAFIA• MARTHO, Gilberto Rodrigues. AMABIS, José Mariano. BIOLOGIA. 2. ed.Volume 1 – São Paulo: Moderna, 2004.• LINHARES, Sérgio. GEWANDSNAJDER, Fernando. Biologia: volume único: 1ª edição – São Paulo: Ática, 2005.• Figuras e Imagens do GOOGLE.• www.marciasilvaquimica.wikispaces.com

×