Escalas pentatónicas

2,377 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,377
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
25
Actions
Shares
0
Downloads
42
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Escalas pentatónicas

  1. 1. Escalas PentatónicasIntrodução:As escalas pentatónicas são um dos passos mais importantes para aprender e evoluir a tocarguitarra. Especialmente utilizadas na música pop/rock, mas também em jazz, blues, folk,country entre outros estilos, são uma dádiva particularmente especial para os guitarristasamadores com pouco tempo para praticar porque são muito fáceis de memorizar e aplicam-sea quase qualquer música destes estilos.O que são ?Técnicamente qualquer escala de cinco notas por oitava pode ser considerada umapentatónica, daí o seu nome (Penta). Porém, em 99% dos casos, utilizamos o termoPentatónica para nos referirmos às escalas derivadas do círculo de quintas(lição em breve),ou seja, começando na nota raiz da escala e indo fazendo as quintas consecutivas de cadanota. Por exemplo: C (Dó) C + 5ª = G (Sol) G + 5ª = D (Ré) D + 5ª = A (Lá) A + 5ª = E (Mi) Re-ordenando estas notas obtemos a pentatónica maior de Dó: C D E G AÉ um facto intuitivo para a maioria dos guitarristas e baixistas que a 5ª funciona bem comocomplemento a qualquer nota de uma escala ou progressão de acordes, daí as pentatónicastambém resultarem.A pentatónica menor, também se deriva do círculo de 5ªs, pegando na nota raiz e "andandopara trás", por exemplo: C nota cuja 5ª é C = F nota cuja 5ª é F = A# nota cuja 5ª é A# = D# nota cuja 5ª é D# = G# Re-ordenando estas notas obtemos a pentatónica menor de Dó: C D# F G# A#Porque são especiais ?Principalmente porque funcionam! Experimente a pentatónica maior numa progressão deacordes maioritáriamente maiores ou a menor caso contrário. Em qualquer caso se uma nãolhe soar bem, experimente a outra. Em 90% dos casos uma delas encaixa bem na progressãode acordes.Também são muito fáceis de memorizar porque a disposição das notas da escala maior é igualà da escala menor (transposta 3 meios tons, ou 3 travessões na guitarra), o que facilita a suautilização para improvisar.São também a base das escala de blues (acrescentando as blue notes).
  2. 2. São ainda uma ajuda para memorizar os modos Gregos:As notas da Pentatónica Maior são comuns aos três modos Gregos maiores: Jónio, Lídio eMixolídio. (ver lição sobre a formação de escalas gregas)As notas da Pentatónica Menor são comuns aos quatro modos Gregos menores: Dórico, Frígio,Eólio e Lócrio.Ou seja, para qualquer uma das sonoridades baseadas nos modos Gregos, basta acrescentarà respectiva Pentatónica duas notas adicionais que definem qual o modo.Como se constroem ?OK. Isto é só para ler uma vez, porque quando as memorizar na barra da guitarra nunca maisvai querer formar Pentatónicas a partir dos intervalos.A Pentatónica maior, formada a partir da nota raiz, é: R 2 3 5 6, ou sejaR + Tom + Tom + Tom Semi-tom + TomPor exemplo, na escala de Dó: C D E G AA Pentatónica menor, formada a partir da nota raiz, é: R m3 4 5 m7, ou sejaR + Tom Semi-Tom + Tom + Tom + Tom Semi-tomPor exemplo, na escala de Dó: C Eb F G BbDisposição no braço da guitarraEsta é a parte boa, repare na disposição das notas (em relação ao travessão da nota raiz):Pentatónica menor:Pentatónica maior:A disposição relativa das notas é igual, transposta de três travessões (ou semi-tons). Bastamemorizar uma das escalas e sabe-se de cor também a outra. Sugiro que a memorizada seja amaior, porque é a que tem maior número de notas sobre o travessão da nota raiz, o que a tornamais fácil de praticar.Aqui está a escala menor completa, memorize-a e tente-a aplicar sobre um conjunto deacordes, vai ver como o resultado impressiona!

×