• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Licenciatura e Bacharelado em Letras
 

Licenciatura e Bacharelado em Letras

on

  • 515 views

Refelxões sobre o curso de Letras

Refelxões sobre o curso de Letras

Statistics

Views

Total Views
515
Views on SlideShare
515
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Licenciatura e Bacharelado em Letras Licenciatura e Bacharelado em Letras Presentation Transcript

    • Licenciatura eBacharelado emLetras Vera Menezes (UFMG/CNPq)
    • O Curso Superior de Letras foi fundado em 1859 por D. Pedro V, em Lisboa. Os seus primeiros professores foram António José Viale, Rebelo da Silva e Lopes de Mendonça. Jornalista, Jornalista, romancista,Latinista historiador, dramaturgo e romancista e folhetinista político português,
    • Fundação da Faculdade de Filosofia de Minas Gerais (1939)Da esquerda para a direita: professores Arthur VersianiVelloso, Braz Pellegrino, Lúcio José dos Santos, PadreClóvis Sousa e Silva e José Lourenço de Oliveira.
    • Professores Fundadores • Arthur Versiani Velloso: formou-se em Direito e tornou-se doutor em Filosofia • Braz Pellegrino: médico • Lúcio José dos Santos: engenheiro • Padre Clóvis Sousa e Silva • José Lourenço de Oliveira: curso de Humanidades no Colégio do Caraça. Leciona latim
    • Currículo obrigatório19 de outubro de 1962Art. 1º . - O currículo mínimo dos cursos que habilitam àlicenciatura em Letras compreende 8 (oito) matériasescolhidas na forma abaixo indicada, além das matériaspedagógicas fixadas em Resolução Especial:1. Língua Portuguesa2. Literatura Portuguesa3. Literatura Brasileira4. Língua Latina5. Linguística6. Três matérias escolhidas dentre as seguintes
    • Três matérias escolhidas dentre as seguintes a) Cultura Brasileira b) Teoria da Literatura c) Uma língua estrangeira moderna d) Literatura correspondente à língua escolhida na forma da letra anterior e) Literatura Latina f) Filologia Românica g) Língua Grega h) Literatura Grega
    • A formação pedagógica só foi contemplada pelolegislador 7 anos depois quando a resolução nº 9,de 10 de outubro de 1969, determinou o seguinte:•Art. 1º - Os currículos mínimos dos cursos que habilitem aoexercício do magistério, em escolas de 2º grau,abrangerão as matérias de conteúdo fixadas em cada casoe as seguintes matérias pedagógicas:a) Psicologia da Educação (focalizando pelo menos osaspectos da Adolescência e Aprendizagem)b) Didáticac) Estrutura e Funcionamento de Ensino de 2º Grau
    • Formação pedagógicaArt. 2º - Será obrigatória a Prática de Ensino das matériasque sejam objeto de habilitação profissional, sob forma deestágio supervisionado e desenvolver-se em situação real,de preferência em escola da comunidade.Art. 3º - A formação pedagógica prescrita nos artigosanteriores será ministrada em, pelo menos, um oitavo (1/8)das horas de trabalho fixadas, como duração mínima, paracada curso de licenciatura.Art. 4º - As disposições dessa resolução terão vigência apartir do ano letivo de 1970, revogadas as disposições emcontrário.
    • • A LDB de 1996 extinguiu a obrigatoriedade de currículos mínimos e, em seu lugar, surgiram as diretrizes curriculares.As diretrizes para o curso de Letras, aprovadas em 03 deabril de 2001, afirmam que os cursos de graduação emLetras deverão ter estruturas flexíveis que:• facultem ao profissional a ser formado opções de conhecimento e de atuação no mercado de trabalho;• criem oportunidade para o desenvolvimento de habilidades necessárias para se atingir a competência desejada no desempenho profissional;• dêem prioridade à abordagem pedagógica centrada no desenvolvimento da autonomia do aluno;
    • • promovam articulação constante entre ensino, pesquisa e extensão, além de articulação direta com a pós- graduação;• propiciem o exercício da autonomia universitária, ficando a cargo da Instituição de Ensino Superior definições como perfil profissional, carga horária, atividades curriculares básicas, complementares e de estágio. O currículo deixa de ter como foco as disciplinas epassa a ser entendido como “todo e qualquer conjunto deatividades acadêmicas que integralizam um curso” e oprofessor passa a ter duplo papel já que se espera que ele,além de se responsabilizar pelos conteúdos, tenha afunção de orientador, influindo na “qualidade da formaçãodo aluno”.
    • A carga horária das licenciaturas, de acordo com aresolução Nº 1 de 18/02/2002, é de 2800 horas,englobando 400 horas de prática; 400 de estágio curricularsupervisionado; 1800 horas de aulas para os conteúdoscurriculares de natureza científico-cultural; e 200 horaspara outras formas de atividades acadêmico-científico-culturais.Alguns pontos centrais das diretrizes são:• O preparo para o uso de tecnologias da informação e da comunicação e de metodologias, estratégias e materiais de apoio inovadores com as escolas de formação garantindo, com qualidade e quantidade, recursos pedagógicos como biblioteca, laboratórios, videoteca, entre outros, além de recursos de tecnologias da informação e da comunicação;
    • • O preparo para o desenvolvimento de hábitos de colaboração e de trabalho em equipe.• A aprendizagem orientada pelo princípio metodológico geral, que pode ser traduzido pela ação-reflexão-ação e que aponta a resolução de situações-problema como uma das estratégias didáticas privilegiadas.• A pesquisa, com foco no processo de ensino e de aprendizagem, uma vez que ensinar requer, tanto dispor de conhecimentos e mobilizá-los para a ação, como compreender o processo de construção do conhecimento.• A previsão de eixo articulador da formação comum com a formação específica e das dimensões teóricas e práticas.
    • • A previsão de um sistema de oferta de formação continuada, que propicie oportunidade de retorno planejado e sistemático dos professores às agências formadoras.• O incentivo à flexibilidade almejando que cada instituição formadora construa projetos inovadores e próprios, integrando os eixos articuladores nelas mencionados.• O estágio curricular articulado com o restante do curso e a dimensão prática transcendendo o estágio e promovendo a articulação das diferentes práticas, numa perspectiva interdisciplinar.
    • Portaria no 2.253 de 18 de outubro de 2001 prevê:• Art. 1o As instituições de ensino superior do sistema federal de ensino poderão introduzir, na organização pedagógica e curricular de seus cursos superiores reconhecidos, a oferta de disciplinas que, em seu todo ou em parte, utilizem método não presencial, com base no art. 81 da Lei no 9.394, de 1.996, e no disposto nesta Portaria.• § 1o As disciplinas a que se refere o caput, integrantes do currículo de cada curso superior reconhecido, não poderão exceder a vinte por cento do tempo previsto para integralização do respectivo currículo.
    • DESAFIOS• Flexibilização, autonomia,• Ensino, pesquisa, extensão• Pensar novos formatos de atividades acadêmicas, além de um conjunto de disciplinas (ex. projetos integradores)• Explorar o potencial da tecnologia (ex. aulas gravadas; objetos de aprendizagem)• Pensar em novos tempos e em novos espaços• Fazer da escola de ensino básico uma parceira real da formação do professor• Incluir experiências semelhantes ao Internato Rural da área da saúde