• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,208
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
14
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Autor: Viviane da Rocha Instituição : Faculdade Mário Schenberg – Grupo Lusófona Brasil - Cotia SP - 2011 Pós-Graduação em Supervisão Pedagógica e Formação de Formadores com acesso ao Mestrado Europeu em Ciências da Educação Docente Responsável - Profª Dra. Ana Paula Silva
  • 2. Avaliação de Desempenho Docente: Teorias e Modelos
  • 3.
    • SUMÁRIO
    • Introdução
    • Avaliação do Desempenho Docente
    • Dispositivo de Avaliação da Profissionalidade Docente
    • Reflexão
    • Considerações Finais
  • 4. INTRODUÇÃO A avaliação é uma constante em nosso dia-a-dia, estamos a todo tempo sendo avaliados, analisados em nossas ações, procedimento e atitudes. A avaliação é inerente a condição humana. Cresce cada vez mais a importância dada aos modelos de avaliação do desempenho docente, compreendendo a avaliação como um instrumento importante na melhoria e verificação da qualidade de ensino. Na maioria dos modelos de avaliação do desempenho docente, apresenta-se uma dificuldade em se definir a avaliação do professor somente por critérios e aspectos técnicos, assim a grande problemática da avaliação está nas representações sociais acerca do que é este “bom professor”.
  • 5. Este torna-se um dos objetos centrais da reflexão sobre avaliação, que está longe de um modelo perfeito, mas precisa ser pensado como um processo de interação e participação de todos os envolvidos, com o fator mais importante de converter os resultados da avaliação em melhoria na qualidade de ensino.
  • 6. AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE A avaliação de professores ainda está longe de um modelo perfeito e para a compreensão de um sistema de avaliação é necessário se conhecer as questões teóricas que o fundamentam e as diferentes abordagens de uma avaliação. Desta forma, a avaliação do desempenho docente não pode ser reduzida a uma questão meramente técnica, pois é uma construção social, que precisa da compreensão das questões teóricas que a fundamentam.
  • 7. DISPOSITIVO DE AVALIAÇÃO DA PROFISSIONALIDADE DOCENTE A avaliação deve ser um processo democrático, com a participação de todos os envolvidos, realizado com colaboração e transparecia na coleta das informações relativa ao ensino, as aprendizagens e todo o processo educativo. É um processo que pode contribuir para a compreensão e reflexão dos problemas que afetam o sistema educativo e, de algum modo, contribuir para a superação desses problemas. Um dispositivo de avaliação da profissionalidade docente , pode proporcionar uma avaliação com o objetivo de contribuir com as melhorias necessárias, reconhecimento e valorizando o trabalho e a profissão do professor.
  • 8. REFLEXÃO FINAL As reflexões sobre as concepções de um sistema de avaliação do desempenho docente, proporcionaram a oportunidade de se pensar acerca da necessidade de se refletir sobre esse processo , visando uma valorização maior do trabalho do professor com a construção de um sistema de avaliação mais abrangente e com reais objetivos, além dos meramente burocráticos.
  • 9. CONSIDERAÇÕES FINAIS A qualidade do ensino e da escola passam necessariamente pelas questões relacionadas a avaliação e nessas reflexões busca-se encontrar modelos que permitam uma melhor organização e aperfeiçoamento da prática docente e na melhoria necessária do ensino. .
  • 10. Referências Bibliográficas CASASSUS, J. Uma nota crítica sobre a avaliação estandardizada: a perda de qualidade e a segmentação social. Lisboa: Sísifo, n. 8 , p. 71-78, jan./abr. 2009. FERNANDES, D. Avaliação do Desempenho Docente: Desafios, Problemas e Oportunidades. Lisboa: Texto Editores, 2008. DANIELSON, C. Novas tendências na avaliação do professor. Rio de Janeiro: Fundação Cesgranrio, 2010. DIAS, R. E; LOPES, A. C. Competências na Formação de Professores no Brasil: O que (não) há de novo. Campinas: Educ. Soc; v. 24, n. 85, p. 1155-1177, dez. 2003. ESTEVES, M. Construção e desenvolvimento das competências profissionais dos professores. Lisboa: Sísifo, n. 8, p. 37-48, jan./abr. 2009.