Relatório Anual 2010 - Visão Mundial
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Relatório Anual 2010 - Visão Mundial

on

  • 1,125 views

O Relatório Anual da Visão Mundial no Brasil é um veículo de prestação de contas do trabalho da...

O Relatório Anual da Visão Mundial no Brasil é um veículo de prestação de contas do trabalho da
organização, publicado anualmente. Os números deste caderno revelam crianças que conseguiram
sobreviver, meninos e meninas na escola com muito mais esperança e futuro, jovens e adolescentes
decidindo em suas comunidades sobre questões políticas e de cidadania, homens e mulheres desenvolvendo
capacidades empreendedoras. O que o Relatório Anual demonstra é a atuação da Visão
Mundial Brasil – 35 anos transformando caminhos.

Statistics

Views

Total Views
1,125
Views on SlideShare
1,125
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
6
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Relatório Anual 2010 - Visão Mundial Relatório Anual 2010 - Visão Mundial Document Transcript

  • 35ANOSTRANSFORMANDO CAMINHOS R e l at ó R i o a n ua l 2 0 1 0
  • O Relatório Anual da Visão Mundial no Brasil é um veículo de prestação de contas do trabalho daorganização, publicado anualmente. Os números deste caderno revelam crianças que conseguiramsobreviver, meninos e meninas na escola com muito mais esperança e futuro, jovens e adolescentesdecidindo em suas comunidades sobre questões políticas e de cidadania, homens e mulheres desen-volvendo capacidades empreendedoras. O que o Relatório Anual demonstra é a atuação da VisãoMundial Brasil – 35 anos transformando caminhos.
  • VIS ÃO M UN D I A L B R A SIL35 ANOS TRANSFORMANDO CAMINHOS R e L AT ó R I O A N UA L 2 0 1 0
  • Quem somos? A Visão Mundial é uma organização não governamental (ONG)humanitária cristã criada em 1950 e presente em, aproximadamente, 100 países. A Visão Mundial atua no Brasil desde1975 e, em seus projetos e programas, tem como prioridade as crianças e adolescentes que vivem em comunidadesempobrecidas e em situação de vulnerabilidade. Nesses 35 anos de atuação no Brasil, a Visão Mundial se consolida comouma organização comprometida com a erradicação da pobreza e da exclusão social.Missão Seguir a Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, trabalhando com os pobres e oprimidos parapromover a transformação humana, buscar a justiça e testificar as boas-novas do Reino de Deus.Valores • Somos cristãos • Estamos comprometidos com os pobres • Valorizamos as pessoas • Administramos com responsabilidade • Somos parceiros • Somos sensíveis Visão Nossa visão para todas as crianças: vida em abundância. Nossa oração para todos os corações: a vontade para tornar isso uma realidade. O que fazemos? Para que crianças e adolescentes tenham um futuro mais digno, a Visão Mundial acredita ser necessário transformar a realidade das famílias e comunidades nas quais elas vivem. Por isso, o foco do trabalho da Visão Mundial está sustentado em três linhas ministeriais: desenvolvimento transformador, advocacy e promoção de justiça para a infância e emergência e reabilitação. As linhas de atuação da Visão Mundial no Brasil garantem processos de transformação sempre baseados nas comunidades e focados no bem-estar das crianças de maneira susten- tável.
  • 35 anos: um divisor de águas35 anos de vida. Mais de 10 milhões de vidas transformadas. 1.201 projetos que ajudaram a construir um Brasilmelhor. Graças a eles, populações nas quais morriam 147 crianças a cada mil que nasciam, hoje apresentam índicede mortalidade infantil dez vezes menor. Crianças, adolescentes e jovens de baixa renda tiveram acesso a educaçãocomplementar e puderam superar as disparidades de formação e buscar oportunidades de uma vida melhor. Áreasdevastadas foram revitalizadas com agroflorestas e agora alimentam famílias, geram renda e melhoram condiçõesambientais e climáticas. Regiões semidesérticas ganharam cisternas e barragens para acumular água da chuva e for-necer água potável, proporcionando melhoria da saúde, produção de alimentos e criação de pequenos animais. Nesse período, a Visão Mundial Brasil desenvolveu novas lideranças, forneceu microfinanciamento e acesso amercados para empreendedoras e empreendedores, possibilitando o desenvolvimento transformador sustentáveldas comunidades mais pobres. Ainda tivemos fôlego para socorrer emergências e reabilitar populações afetadas portragédias climáticas de Santa Catarina até o Amazonas e para advogar uma cultura de paz e políticas públicas maisjustas e bem aplicadas. Mas nunca estivemos sós. Nossa identidade e valores cristãos sempre nos ampararam e milhares de parceirosem todas as instâncias de nossa atuação nos ajudaram a multiplicar o impacto frente aos recursos que administra-mos. Nesse trabalho incansável, fomos nutridos pela esperança e fibra do coração das pessoas – colaboradores ebeneficiários – com quem trabalhamos. Assim, 2010 chegou como um encontro e um divisor de águas. O Brasil, que em 1975 tinha 45% de sua popula-ção na pobreza absoluta, caminha rapidamente para ser o quinto país mais rico do planeta. Porém, somos o 73o paísno ranking do Índice de Desenvolvimento Humano. Junto com o Zimbábue, estamos entre os dez países mais injustosdo mundo. Isso explica os bolsões de miséria onde nossas crianças morrem por causas evitáveis, pois não recebem oscuidados inerentes a seus direitos básicos. Nosso desafio agora é superar a desigualdade. Precisamos alcançar milhões de crianças, adolescentes e jovensem contextos urbanos e rurais de alta vulnerabilidade, para incluí-los em nossos programas de desenvolvimento.Porém, já não somos prioritários para receber fundos de ajuda internacional. Celebramos os resultados de 2010, pois honram nossa tradição. Reduzimos nossa dependência externa para68%, mantendo as receitas totais crescentes. Aplicamos cerca de 87% das receitas totais em projetos, principalmentenaqueles de maior impacto transformador, alcançando quase 3 milhões de pessoas. Mas temos que fazer muito mais! Nós brasileiros já podemos cuidar das crianças mais pobres com nossos pró-prios recursos. Elas são o presente que Deus nos deu para semearmos um futuro melhor. Esse futuro já começou por aqui. Junte-se a nós! Celso Fernandes Diretor Nacional
  • Uma história de muitas mãosAno de 2010! Ano de celebrações dos 35 anos de atuação da Visão Mundial no Brasil. Esta é uma históriade muitos anos e muitas mãos, que foi sendo trilhada aos poucos em caminhos de transformação. Isso sedeu através dos três pilares que regem nossa busca pela superação da pobreza: desenvolvimento transfor-mador, advocacy e promoção da justiça para as crianças e emergência e reabilitação. Estamos certos de que a possibilidade de transformação está dentro de cada criança, cada jovem oude membros das comunidades atendidas. Por isso trabalhamos para que, somente em 2010, quase 3 mi-lhões de pessoas tivessem a oportunidade de uma vida melhor. Trabalhamos ainda em direção à visibilidade nacional e à mobilização de recursos. Procuramos con-quistar mais padrinhos e madrinhas brasileiros, pessoas conscientes da importância do seu investimentofinanceiro em nossos PDAs (Programas de Desenvolvimento de Área) e Projetos Especiais. Através deste belíssimo Relatório Anual 2010, honramos a Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, queé doador da vida abundante. Reconhecemos também o esforço dos nossos colaboradores, doadores epadrinhos que contribuíram para que a dignidade e a esperança pudessem chegar à porta de diversaspessoas, que, com todas as forças, têm aproveitado a oportunidade de desenvolvimento. Nosso desejo é que as histórias dessas crianças sejam verdadeiros “best-sellers” e que cada uma delasseja o protagonista do seu próprio caminho. Nossa expectativa é que ao ler este relatório de atividades,você possa ser tocado pelas lindas e reais histórias de transformação. Que possa também estar sensível aprosseguir nessa caminhada, apoiando e abençoando crianças e famílias. Meu convite é que você continue com a Visão Mundial. Continue com nossas crianças. Juntos podemos permanecer trilhando os caminhos de transformação! Débora Fahur Presidente do Conselho Diretor
  • PDA * O que é O Programa de Desenvolvimento de Área é a principal estratégia de intervenção social da 1 Visão Mundial. Ele contribui para o desenvolvimento das comunidades apoiadas, nas quais são estabelecidas parcerias com organizações locais e onde são desenvolvidos programas e projetos integrados nas três linhas ministeriais da organização: desenvolvimento transformador, advocacy e promoção da justiça para a infância e emergência e reabilitação, . O PDA dá apoio a grupos mais vulneráveis social e economicamente, por meio de ini- ciativas que objetivam diminuir as desigualdades, promover a inclusão social, desenvolver o protagonismo comunitário estimulando a vida associativa e com objetivo de contribuir com o alcance do bem-estar das crianças e adolescentes. Presença geográfica 01 Beira Rio 02 Crianças do Amazonas 03 Mulheres de Buriti RR AP 04 Tiúba 05 Axixá 06 Ilha Verde 07 Vida de Criança 08 Sonho de Criança 1 7 8 AM PA 9 09 Integrasol 2 MA 2 10 10 Pantanal 3 CE RN 11 12 13 11 Carnaúba 4 14 15 16 5 PB 17 18 12 Jucuri 6 PI 13 Santa SruzAC PE 19 20 21 14 Novo Sertão AL 22 23 24 25 15 Margarida Alves RO TO SE 26 27 16 Caminhos do Sol BA 28 MT 17 estrela da Manhã 29 18 Sonhos do Sertão 31 30 19 Casa Grande GO 32 20 Nova Descoberta 33 21 Novo Chão 34 MG 22 Mundaú 23 Mandacaru MS 35 36 ES 24 Tapera 25 Serrana SP 26 Ladeiras RJ 37 38 39 40 27 Um Lugar ao Sol PR 28 Santa Luzia 29 Cajazeiras SC 30 Valença 31 Itinga 32 Village II RS 33 Lontra 34 Novo Vale 35 Ponto 36 Casa de Apoio 37 Jardim Primavera 38 Comunhão * No Relatório Anual da Visão Mundial 2009, o número apresentado de PDAs é 49. Neste Relatório apresentamos 40 PDAs, pois a 39 Amigos para Sempre Visão Mundial no Brasil decidiu unificar os Programas de Desenvolvimento de Área usando critérios territoriais, não financeiros. 40 Sampa Sul
  • investimento Por Área estratÉgiCa total Por Área Área estratÉgiCa (em reais) % educação 8.021.147 27,41 Saúde 1,690.546 5,78 Hiv/Aids 139.615 0,48 Segurança alimentar 61.694 0,21 Desenvolvimento econômico 6.537.714 22,34 Desenvolvimento rural e agroecologia 1.744.852 5,96 Desenvolvimento de lideranças 1.974.177 6,75 Promoção de justiça 1.367.603 4,67 Compromisso cristão 132.328 0,45 emergência e reabilitação 884.685 3,02 Diagnóstico e desenho de projetos 82.283 0,28 Monitoramento e avaliação de projetos 14.036 0,05 Administração de programas e projetos 1.215.268 4,15 Infraestrutura 34.926 0,12 estrutura de atendimento a crianças apadrinhadas 5.358.969 18,32 total 29.259.843 100,00 Impacto quantitativo do trabalho da VMB • 40 Programas de Desenvolvimento de Área • 28 Projetos Especiais • 24 programas na região Nordeste, 10 na região Sudeste e 6 no região Norte • Mais de 885 comunidades beneficiadas, abrangendo cerca de 51 municípios em 13 Estados brasileiros • 646.495 beneficiários diretos e mais de 2.008.737 beneficiários indiretos*1 totalizando 2.665.232 beneficiários , • Presença em 16 aldeias indígenas • Capacitação e desenvolvimento de 125.379 líderes comunitários • 35 entidades locais parceiras nos PDAs • 77.531 crianças inscritas na base de dados da Visão Mundial Linhas ministeriais Desenvolvimento transFormaDor São as ações e processos através dos quais crianças, famílias e comunidades se movem em direção à plenitude da vida com dignidade, promovendo justiça, paz e esperança, como a Bíblia descreve o Reino de Deus. aDvoCaCy e Promoção De Justiça Para a inFânCia O trabalho de advocacy e promoção de justiça da VMB tem foco nas ações que promovam transformações das estruturas e dos sistemas injustos que afetam sobretudo crianças, adolescentes e jovens, e considera este público como agente ativo e legítimo na construção de alternativas à injustiça. emergênCia e reabilitação A VM presta assistência humanitária de emergência para comunidades vítimas de desastres naturais visando a diminuição do sofrimento e criando capacidades de convivência com situações que envolvem risco e restaurando as condições de vida digna. * Beneficiário direto é o alvo primário do projeto. Indireto é quem se beneficia por causa do benefício dado ao direto. A Visão Mundial usa a metodologia Harn- Defuss do Banco Mundial para o cálculo de beneficiários.
  • ar a Conhecer e apoi tá sendo bom para Visão Mundial es séria, que faz um mim. É uma organização es pobres. io nas comunidad trabalho necessár , sei a diferençaKleber Lucas, cantor, Rio de Janeiro. munidade assim Eu vim de uma co Mundial faz. que o trabalho da Visão visão mundial brasil
  • visão mundial brasil
  • DESENVOlVIMENtO tRANSfORMADOR A Visão Mundial trabalha com famílias e lideranças comunitárias para que sejam protagonistas nos processos de transformação. Assim sendo, o impacto do trabalho da Visão Mundial pode ser percebido a partir das seguintes ênfases: bem-estardas crianças e de suas famílias, empoderamento de meninos e meninas como agentes de transformação, estruturas e sistemas transformados, comunidades empoderadas e interdependentes e relações transformadas.
  • Geração de renda e empreendedorismoMicrocrédito rural e urbano, comércio ético e solidárioe agroecologia com ênfase no cuidado com o meio ambiente.
  • 105.904 BENEfICIÁRIOS• Desenvolvimento e difusão de tecnologias apropriadas à região• Hortas comunitárias e familiares• Plantas medicinais• Bancos de sementes• Cultivo de safras• Criação de pequenos animais• Captação, armazenamento e manejo de água• Capacitação e assessoria gerencial• Comércio solidário• Educação ambiental• Mercado do Futuro • Grupos de Oportunidades Locais e Desenvolvimento (Gol.d) • Economia Viva • Bancos comunitários • Programa de Educação Financeira • Grupos solidários • Educação financeira para crianças • Feiras agroecológicas municipais • Escola Popular de Oportunidades Solidárias (EPOS) • FUNDAF • I Seminário Nacional de Mudanças Climáticas • Escola de formação em agroecologia• Agrofloresta para crianças• Monitoramento das mudanças climáticas• Sistemas agroflorestais• Manejo sustentável da caatinga• Produção agroecológica de hortaliças• Quintais produtivos• Criação de pequenos animais• Barragens subterrâneas• Cisternas de placas• Cisternas calçadão• Monitoramento comunitário da qualidade da água• Cercamento de nascentes
  • “Esse barco é muito importante. A população atendida é desprovida de recursos financeiros. Essas pessoas não tem R$10 no bolso para comprar remédio. São famílias grandes. Para elas o único acesso a serviços de saúde é através do barco. Saio daqui com o sentimento de dever cumprido. Ainda bem que estou aqui. Isso me realiza como médico.” Dr. Denir Cruz fernandes Júnior Coordenador Médico de Atenção Básica de Manacapuru, AM.Saúde materna e infantilA Visão Mundial defende a garantia da saúde materna e infantil, atuandocom programas que tenham ênfase em saúde na primeira infância, segurançaalimentar e gravidez na adolescência e promovendo ações que ajudem aromper os ciclos de desnutrição da infância brasileira.
  • 186.211• Vigilância nutricional - monitoramento• Suplementação alimentar• Saúde preventiva comunitária BENEfICIÁRIOS• Medicina fitoterápica• Direitos reprodutivos e planejamento familiar• Sexualidade e maternidade na adolescência• Prevenção e controle de HIV/AIDS• Capacidade técnica de agentes comunitários de saúde e educadores sociais• Maternidade saudável• Farmácia Viva “Sempre saio do barco gratificado, realizado. tem muita importância o trabalho realizado aqui. É uma experiência única atender no barco, trabalhar com as comunidades. A parceria da Prefeitura com a Visão Mundial é essencial para a população ribeirinha.”. Dr. Edno Abensur leite Dentista, presta cerca de 150 atendimentos odontológicos por semana no barco hospital.
  • Promoção de bons tratosA Proteção é um direito fundamental de crianças e adolescentes, e, pela suarelevância, a Visão Mundial vem fortalecendo algumas frentes de intervenção arespeito desse tema, desde aspectos de fortalecimento de fatores protetores decrianças e adolescentes, a aspectos institucionais, com formação e apoio para queas organizações parceiras adotem uma cultura de proteção e bons tratos.M e TO D O L O G I A S• Um Lugar Seguro• CLAVES• Nós Dizemos Não
  • Enfrentamento à violênciaCrianças e adolescentes são as principais vítimas da violência, urbana ou rural. Paraminimizar seus efeitos, a Visão Mundial desenvolve programas de educação paraa cultura de paz e combate à violência nas comunidades em que está inserida,através de metodologias que promovem a resolução pacífica de conflitos e avalorização da vida.M e TO D O L O G I A S• Meninos de Deus• Comunidade da PAZ• Rota da PAZ
  • educação para a vidaProcessos educativos de esporte, arte, cultura e lazer com criançase adolescentes, com ênfase na formação de jovens para desenvolvimentode ações empreendedoras e inserção no mercado de trabalho. 528.267 BENEfICIÁRIOS• Processos educativos de esporte, arte, cultura e lazer com crianças e adolescentes• Incentivo à leitura por meio de bibliotecas comunitárias e do programa Baú de Leitura• Brinquedotecas e videotecas• Arte, cultura, lazer, recreação e atividades esportivas• Formação profissional e inserção no mercado de trabalho• Ênfase na formação de jovens para desenvolvimento de ações empreendedoras• Capacitação para qualificação profissional de educadores sociais e professores• Participação em movimentos e fóruns pela melhoria da qualidade da educação• Oficinas ludopedagógicas e culturais• Práticas leitoras
  • imento sobre Obtive o conhec e repassamos oração sexual, qu o abuso e a expl pantes brigavam muito, e break. Os partici incipalmente a para o grupo de Dizemos Não, pr aprendemos ba stante com o Nós s que foram dese nvolvidasE.S.S., participante do Nós Dizemos Não, Salvador. a utilizar técnica passem no próx imo trabalhar em gr upo. Chegamos que eles re os alunos do break. Espero r pra mim, hoje no projeto, para uito enriquecedo ão. Está sendo m informações ano pra outro s grupos que vir debate, passar as o pa rticipar de um , melhorei a formação e poss notada a mudança tenho acesso a in a minha casa foi irmão, e, nesse até na família. N m meu pai e meu na comunidade e pois só falava co e s familiares, ãe. No projeto tiv relação com meu to com minha m um melh or relacionamen em m inha vida ano, voltei a ter me ajudou muito ar e ser ouvido, ações op ortunidade de fal olescente pa ssa por transform pessoal, aprendi que o ad m elhor. ei a me conhecer adversas e comec visão mundial brasil
  • visão mundial brasil
  • ADVOCACy E PROMOçãODE JuStIçA PARA A INfâNCIAEm todas as suas iniciativas programáticas, a Visão Mundial está comprometida com apromoção da justiça. Para oferecer às crianças um futuro melhor, a organização buscapromover relações, sistemas e estruturas mais justos, contribuindo para a construção de uma sociedade na qual todos os cidadãos tenham seus direitos preservados. O trabalho de advocacy e promoção da justiça para a infância privilegia: monitoramento das políticas públicas para a infância e a juventude, enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes, e construção de uma cultura de paz como alternativa à violência.
  • Participação e protagonismo de crianças, adolescentes e jovens Em 2010, adolescentes e jovens dos municípios de fortaleza, Rio de Janeiro e Ponto dos Volantes mobilizaram suas comunidades para realizar ações de monitoramento de serviços comunitários e políticas públicas. O monitoramento é a prática de um período de formação que inclui oficinas sobre cidadania, canais de participação política, estratégias de incidência em políticas públicas e orçamento público. 94.652• Conselho da Juventude da Visão Mundial (CJVM *)• I Encontro Nacional de Participação de Adolescentes e Jovens BENEfICIÁRIOS• Participação dos jovens no UN Habitat, falando sobre MJPOP* O CJVM é um órgão representante das diferentes articulações/conselhos/comitês locais e atua junto ao Comitê Executivo da VM, com a finalidade de estudar, elaborar, analisar e propor ações, projetos, políticas, estratégias e diretrizes que permitam a integração e participação das CAJs no processo educacional, social, ambiental, econômico, político e cultural nos territórios de atuação da organização. Público alvo: conselhos; comitês; articulações que promovam a participação das CAJs.
  • Controle social e participação política em proldo bem-estar das crianças, adolescentes e jovens• Expansão da metodologia MJPOP• Rede Nacional do MJPOP• Seminário internacional em Brasília sobre a ação do governo brasileiro no Haiti, realizado pela Visão Mundial PARA AS CRIANÇAS PRIMEIROLançamento da campanha“Saúde para as crianças primeiro”meta Da CamPanHa De saÚDeReduzir a mortalidade infantil entre filhos de mães adolescentes, de10 a19 anos, nos próximos 4 anos.ParCeiros• Sociedade Brasileira de Pediatria• Universidade Federal do Rio de Janeiro• Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA)• Fórum Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Forum DCA)• Pastoral da Criança
  • 28.879Compromisso cristão BENEfICIÁRIOSA Visão Mundial busca, em todos os aspectos de seu trabalho, testemunhar apresença do Reino de Deus na história, orientando-se por valores cristãos, taiscomo justiça, amor e paz, nas ações de combate à pobreza e à exclusão social.• Educação cristã para famílias, crianças e adolescentes• Respeito à cultura e aos valores religiosos de cada local• Parceria com igrejas e entidades cristãs de todas as denominações• Formação de lideranças cristãs para o engajamento social• Mutirão Nacional de Oração por Crianças e Adolescentes em situação de risco• Curso sobre responsabilidade social e missão integral para igrejas• Leitura Comunitária da BíbliaA iniciativa da Leitura Comunitária da Bíblia surgiu como uma resposta à pergunta: como contribuir paraque famílias e comunidades encontrem na Bíblia uma resposta concreta para suas vidas, problemas e ne-cessidades? A partir desse processo, foram elaborados materiais e uma metodologia específica de abor-dagem do tema, numa linguagem simples e inclusiva, a partir das experiências vividas individualmente, emcada grupo e pelas comunidades.
  • ú, buscamos No PDA Munda a integração ritualidade e noss fort alecer nossa espi almente, sempre s reunindo seman ntos a leitura enquanto equipe no ra realizarmos ju s, pela manhã, pa to ricos para nó s, pois às segundas-feiraMarielvys Messias de lima, coordenadora do PDA Mundaú, Maceió – Al. tos têm sido mui bl ia. Esses momen e espera de nós, que comunitária da Bí e saber o que El . scar mais a Deus em que vivemos m nos levado a bu ação deste mundo tê ciais em bu sca da transform apro ximação somos agentes so nado uma maior s têm proporcio s dos outros, Assim como também no tender melhor as dificuldades un e nos ajudado a en vitórias com o próximo ao Senhor pelas ado a ser gratos a vencer obstá culos e nos ensin l ou no ambien te de trabalho. contexto pessoa o à comunidade alcançadas, seja no nossas ações junt Desta maneira, fortalecemos s nos valores tão fundamentada e observ amos que elas es s. do Reino de Deu visão mundial brasil
  • visão mundial brasil
  • EMERGÊNCIA E REABIlItAçãO A Visão Mundial presta assistência humanitária de emergência para comunidades vítimas de desastres naturais, visando a diminuição do sofrimento e criandocapacidades para convivência com situações que envolvem risco e outras ocorrências. Dessa forma, a Visão Mundial tem como objetivo promover uma cultura de gestão de risco, consolidar o desenvolvimento permanente de um sistema comunitário de mitigação, preparação, resposta e reabilitação de emergências e desastres.
  • Assistência humanitária 5.012 BENEfICIÁRIOS• 1 Espaço Amigável em pleno funcionamento com 100 crianças, em Água Preta, Pernambuco.• Operacionalização da Emergência Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Recife e Água Preta/PEResiliência de grupos mais vulneráveis• Planos de gestão de risco elaborados para todos os territórios de atuação da VM.
  • eto,Victor No início do proj mava se to tímido e costu se mostrava mui s bancos da igreja , não baixo do isolar. Escondia-se de brincar ne m interagir com m, não conseguia vel em Água Pret a falava com ningué s no Espaço AmigáAna Graciela Schwarz, coordenadora do Espaço Amigável em Água Preta, PE. s. As atividade ade do pequeno as outras criança ento da sociabilid ra o desenvolvim a criança mais foram decisivas pa eto, ele ia se tornando um ças, Victor. No decorrer do proj interagir co m as demais crian rticipa tiva; começava a ia junto com os carinhosa, mais pa incava e se divert des em equipe, br diferente. Sempr e risonho, part icipava das ativida o uma criança tornou de fat s as crianças e co m os outros.Victor se mento com toda manté m bom relaciona pera ção efetiva história foi de su educadores. Sua da advers idade que viveu. visão mundial brasil
  • visão mundial brasil
  • FOTO REDES CAPA REVISTA PROJEtOS ESPECIAIS Alianças com empresas, governos, agências de cooperação internacionale organismos multilaterais ajudam a Visão Mundial a aplicar recursos financeiros e humanos em prol da transformação social. Essas alianças possibilitam a execução de projetos especias, que promovem impactos muito além dos territórios onde existem Programas de Desenvolvimento de Área.
  • Iniciativa esperança/Chevron 4.308 BENEfICIÁRIOSA Chevron é parceira da Visão Mundial no projeto Iniciativa Esperança, que tem como objetivo reduzira vulnerabilidade a DSTs e HIV/AIDS. As principais linhas de ação são: crianças e jovens capacitados paraserem agentes de transformação; relacionamentos, sistemas e estruturas transformados; e comunidadesinterdependentes e capacitadas. As atividades são desenvolvidas na comunidade do bairro Jardim Primave-ra, na região de Duque de Caxias, Rio de Janeiro.Aldeias/Usaid 1.846 BENEfICIÁRIOSO Projeto Aldeias – Conservação da Amazônia Indígena é gerenciado pelo consórcio Visão Mundial eOperação Amazônia Nativa (Opan) que atua nas regiões do médio Purus, médio Solimões e interfluxoJutaí-Juruá, no Estado do Amazonas, com apoio financeiro da Agência Americana de Cooperação Interna-cional (Usaid).O projeto, iniciado em 2008, está implementando ações integradas para melhorar a vigilância, a conserva-ção da biodiversidade e o apoio à gestão de recursos naturais entre os povos indígenas Paumari, Katukinado Biá, Deni, Zuruaha e Hi-Merimã. Estão previstas ações de proteção etnoambiental das terras indígenasZuruaha e Hi-Merimã, em parceria com a Coordenação Geral de Índios Isolados da Fundação Nacional doÍndio (Funai) e a Frente de Proteção Etnoambiental do Rio Purus.Para a coordenação e os parceiros do Projeto Aldeias, a chave para alcançar melhora significativa do sta-tus de conservação e a integridade física de terras indígenas é construir a capacidade de autonomia dasorganizações indígenas. O caráter inovador desse consórcio está na maneira como as competências daVisão Mundial são acrescidas da experiência da Opan, que trabalha com povos e indígenas na Amazôniabrasileira há 40 anos.
  • Redes de desenvolvimentoBID/Sebrae 41.587 BENEfICIÁRIOSO Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, o Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e PequenasEmpresas – SEBRAE, a Visão Mundial, a ANDE – Agência Nacional de Desenvolvimento Microempresariale a Ética Comércio Solidário estão unidos no projeto Redes de Desenvolvimento.Seu objetivo é reduzir o nível de pobreza através da geração de oportunidades e aumento da renda dasfamílias no Nordeste e região norte de Minas Gerais. A metodologia usada no Brasil foi batizada de Gol.d(Grupo de Oportunidades Locais e Desenvolvimento).O projeto consiste na associação informal de 10 a 20 pessoas de uma mesma área, na maioria mulheres, emque todos se ajudam e consequentemente melhoram suas condições de vida saindo da linha da pobreza.A ideia é que os indivíduos desse grupo se transformem economicamente por meio do crescimento demicroempreendimentos, acesso a crédito e capacitação ao mercado de trabalho.Até o final do projeto, em dezembro de 2012, estima-se atender 50 mil pessoas, em 2.800 Gol.ds. Coletivo Coca-Cola 8.437 BENEfICIÁRIOS O projeto Coletivo Coca-Cola tem como objetivo a capacitação de 720 jovens por ano, em cada núcleo, nas técnicas de varejo e no em- preendedorismo. São jovens de 16 a 24 anos que terão a oportunida- de de aplicar os conhecimentos elaborando planos de negócios para comércios locais. O encaminhamento para o mercado de trabalho será feito através da Coca-Cola Brasil e da engarrafadora local. Os três Coletivos já implementados desde julho de 2010 estão nas seguintes áreas: Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, PDA Pantanal e PDA Integrasol, em Fortaleza.
  • visão De Futuro A Visão Mundial Brasil construiu um acervo inestimável de tecnologias sociais nos últimos 35 anos. Programas, projetos, meto-dologias, parcerias e competências aplicados ao desenvolvimento humano transformador, com foco no bem-estar das crianças. O governo brasileiro, nos últimos anos, desenvolveu programas de distribuição de renda que elevaram a condição social demilhões de pessoas. Porém, como sabemos, o Brasil ainda tem sérios desafios sociais a serem superados, a fim de que realmentenos tornemos um país desenvolvido. Por isso é preciso fomentar o modelo brasileiro de intervenção social para acelerar osmecanismos de geração de renda para as populações empobrecidas. A Visão Mundial tem muito a contribuir com sua experiência e tecnologias sociais para superarmos o desafio da desigualdadee promovermos o desenvolvimento sustentável. Posicionamo-nos como parceira estratégica do governo e de outros agentes dasociedade brasileira nesta empreitada, com o domínio de metodologias e aplicação de recursos para desenvolvimento comuni-tário, empreendedorismo, microfinanciamento e comércio solidário. A sociedade brasileira hoje pode contribuir muito mais para o desenvolvimento social. Por isso também buscaremos maisinvestimentos sociais brasileiros, através de doadores individuais, empresas, multilaterais e governo, a fim de dar maior escala anossos programas e projetos em nível nacional e também internacional, bem como para reduzir nossa dependência de investi-mentos externos. Adicionalmente, continuaremos fortalecendo nossos outros pilares estratégicos no Brasil, aproveitando a experiência consis-tente da World Vision International nas áreas de advocacy e assuntos humanitários & emergenciais, investindo na transferência deconhecimento e metodologias internacionais e em iniciativas locais para beneficiar a sociedade brasileira. Na batalha pela promoção da justiça social, buscaremos consolidar os ganhos sociais e promover mudanças estruturantes,através da conscientização e mobilização por melhores políticas públicas e, principalmente, pela aplicação correta dos mecanis-mos já existentes, a fim de promover acesso aos bens e serviços públicos para todos. Na área de emergência e reabilitação, observamos crescimento exponencial das calamidades climáticas. Por isso, vamos con-tribuir cada vez mais para a criação de mecanismos efetivos por parte do governo e sociedade civil a fim de melhorar as medidaspreventivas, de alerta e preparação para o enfrentamento, bem como da resiliência comunitária diante de catástrofes. Esta é nossa visão de futuro. Este é o futuro promissor da nossa Visão Mundial. Celso Fernandes
  • , uma Foi bom para mim experiência no va e agora espero que para que eu colo um a oportunidade a minha visãoJulieta Novais Moreira, 21 anos, aluna do Coletivo Coca-Cola na Cidade de Deus, RJ. sso ampliar em prática. Já po dar na melhoria de negócios, já posso até aju ha rua. da padaria da min visão mundial brasil
  • visão mundial brasil
  • MOBIlIZAçãO DE RECuRSOS & COMuNICAçãO O programa de apadrinhamento da Visão Mundial é uma das principais estratégias de mobilização de recursos para o combate à pobreza. Por meio de uma doação mensal fixa, as pessoas se comprometem com o desenvolvimento de uma criança inscrita em um dos projetos apoiados pela Visão Mundial. Em 2010, o número de madrinhas e padrinhos brasileiros chegou a 10 mil, beneficiando mais de 13 mil crianças, além das 64 mil beneficiadas por doadores estrangeiros. A área de comunicação da Visão Mundial, além de dar suporte para as ações de marketinge captação, também trabalha integrada aos outros setores da organização para garantir maior visibilidade de seu trabalho a todas as partes interessadas, tanto internas quanto externas. Além disso, produz revistas, vídeos, cartilhas e outros materiais gráficos sobre temas relevantes para a sociedade brasileira.
  • MastercardA campanha COMPARTILHE O QUE NÃO TEM PREÇO foi fruto da parceria 5.460 BENEfICIÁRIOSentre a Mastercard e a Visão Mundial. Criada pela McCann Erickson, a campanha esteve no arno site da Mastercard, além de ser divulgada por mídias sociais e e-mail marketing.No site os internautas eram convidados a escolherem, em cada ciclo da campanha, dois projetosda Visão Mundial, que receberam o apoio financeiro da Mastercard.Os projetos escolhidos foram: Educação Financeira para Crianças, Baú de Leitura,Esporte e Cidadania, Grupo de Dança e Música, Saberes e Sabores, Oficinas Ludopedagógicas eBiblioteca Comunitária.
  • foto: edson santiagoShow de solidariedadeNo dia 30 de julho, a Visão Mundial realizou, no Clube Português, em Recife (PE), um show beneficentecom Jorge Vercillo, cantor de MPB, parceiro da organização desde 2002. O artista se ofereceu para realizarvoluntariamente uma apresentação em prol das crianças vítimas das chuvas que abateram os Estados deAlagoas e Pernambuco.Ao todo, foram vendidos cerca de 3 mil ingressos, entre cadeiras e camarotes, e arrecadados R$ 49.307,26.Todo esse dinheiro foi destinado à construção de “Espaços Amigáveis para Crianças” nas cidades pernam-bucanas de Barreiros, Palmares e Água Preta, e também Santana do Mundaú, em Alagoas.Lançamento do livroCaminhos de TransformaçãoUma parceria com o fotojornalista Evandro Teixeira resul-tou no livro comemorativo dos 35 anos da Visão Mundialno Brasil. O livro, lançado em 30 de setembro de 2010,trata, através de imagens, da presença da Visão Mundialno país e dos resultados obtidos no trabalho de contri-buir com a mudança da realidade brasileira através dabeleza, da cidadania, da transformação, da solidariedadee da justiça.“Para mim foi uma alegria fazer esse projeto, conhe-cer mais da Visão Mundial, ter andado pelo sertãoe ver a diferença que o trabalho da Visão Mundial fazpara aquele povo”, Evandro Teixeira.
  • rÁDio 93FmA parceria com o cantor KleberLucas, embaixador da Visão Mun-dial, junto com a rádio 93FM, noRio de Janeiro, tem possibilitadoa divulgação do trabalho realiza-do pela Visão Mundial, além depotencializar as ações de apadri-nhamento de crianças.eDitora luZ e viDa Utilização da imagem do Smilingüido, da Turminha do Querubim, para divulgação da marca Visão Mundial. A parceria com a Luz e Vida possibilitou o desenvolvimento de um hotsite para a venda de produtos solidários e outros com 40% da venda re- vertidos para a Visão Mundial.instituto Presbiteriano maCkenZieDesde 2009 a Visão Mundial e o Mackenzie são parceiros. A aproximação entre as duas organizaçõespossibilita apoio direto no trabalho realizado pela Visão Mundial nas comunidades ribeirinhas do Ama-zonas, através do barco hospital. Também foi realizado o Trote Solidário, em que alunos tiveram opor-tunidade de conhecer o trabalho da VM e apadrinhar novas crianças.eDitora garimPoEm julho de 2010 foi lançado o livro de Richard Stearns, presidente daVisão Mundial Estados Unidos. 45% do valor obtido com a venda dolivro são destinados à Visão Mundial Brasil. Também foi lançado o livroBrasil-Haiti, 101 Histórias de Esperança, com a renda total revertida paraa VMB.CiDaDe soliDÁriaOs eventos foram realizados nas cidades de Recife, São José dosCampos e Belo Horizonte. Através dessa atividade foram obtidos80 novos apadrinhamentos para a organização.igreJa maDrinHaA Comunidade Presbiteriana da Barra da Tijuca é a primeira igreja madrinha da VMB. Essa parceria geroudezenas de apadrinhamentos de crianças, além do envolvimento direto da igreja com o PDA Jardim Pri-mavera. Este projeto é o piloto de uma série que será implantada com igrejas locais.
  • cebemos O material que re é uma da parceria co m a Mastercard a e irá ajuda r muitas famílias opor tunidade, algo qu pleto para se us filhos erial escolar com também para oferecer um mat de Leitura comoNadjane Alves Gomes, 20 anos, voluntária do Projeto Baú de Leitura no PDA Tapera, em Senador Rui Palmeira, AL. icinas do Baú delas possuem utilizarem nas of ade, pois muitas irem a escola com mais dignid dúvida um kit is, por isso é sem apenas um caderno e um láp mas que cada lei tor aos livros, são te mar avilhoso. Quanto stória e se deliciar dentro de cada hi pode se imaginar a. São fantásticos. Amei, em cada linha lid Obrigada! visão mundial brasil
  • visão mundial brasil
  • ORGANIZAçõES ASSOCIADASA Visão Mundial orienta seu trabalho para o desenvolvimento transformador sustentável. Para alavancar esta ação transformadora, busca potencializar o desenvolvimento econômico e comunitário, através de seus bancos de microfinanciamento – ANDE e Comércio Solidário – Ética.
  • A anDe é uma organização irmã da Visão Mundial e rece- A Ética – Comércio Solidário é uma empresa que traba-be apoio do Vision fund International. lha para promover o desenvolvimento sustentável em comuni- A Visão Mundial é uma ONG presente no Brasil desde dades menos favorecidas, criando oportunidades de emprego1975 que trabalha com programas de apoio a crianças, adoles- e renda para todos, através da comercialização de produtoscentes e suas famílias. Seus projetos concentram-se nas áreas nos mercados interno e externo.de saúde, educação, agroecologia, desenvolvimento econômico A Ética está comprometida com os princípios e valorese comunitário, promoção da justiça e emergência/reabilitação. internacionais do comércio justo, dentre os quais se destacamHoje, a organização desenvolve trabalhos no Nordeste, Ama- a justiça social, a remuneração justa do produtor, o respeito aozonas, Tocantins, norte de Minas Gerais e regiões metropolita- meio ambiente e o empoderamento dos indivíduos.nas de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. O Vision fund International é uma organização fundada em Principais resultados de 20102003 pela World Vision International. Tem o objetivo de fomen- • lançamento do Mercado Justo – portal de e-Commercetar instituições microfinanceiras, ligadas à Visão Mundial, a fim da Éticade atender empreendedores de baixa renda nos seus projetos. • Exportação de mangas orgânicasAlém disso, ela também é responsável por administrar financia- • Eleição para compor o Conselho de Gestão do faces do Brasilmentos e doações para instituições microfinanceiras da rede,manter o gerenciamento de riscos dessas instituições e ofere- Entre os produtos comercializados pela Ética, podem sercer suporte técnico especializado. encontrados: artesanato (decoração, utilitários, brindes, teci- dos, bordados, papelaria, brinquedos), confecções (camisetas emissão acessórios de moda) e produtos agropecuários (castanha, mel,Contribuir significativamente para a melhoria da qualidade de legumes, frutas) convencionais e orgânicos.vida das famílias brasileiras menos favorecidas, facilitando o de- A Visão Mundial é uma das fundadoras da Ética. Por meiosenvolvimento socioeconômico sustentável, através da presta- da empresa, a organização permite aos grupos produtivos dasção de serviços microfinanceiros. comunidades ter acesso aos mercados.visãoSer líder em serviços microfinanceiros, consolidada, com reco-nhecida eficiência e capacidade operativa, oferecendo produtose serviços microfinanceiros diversificados e inovadores para odesenvolvimento das populações menos favorecidas.valores• Compromisso com os mais pobres• Produtividade• Criatividade e inovação• Integridade e transparência• trabalho em equipe valorizando a contribuição individual
  • tem por A minha história as à a difícil, mas graç nome supe ração. Tive uma vid sonho nsegui realizar o inha determinação co fé em Deus e à m nhava, fazia uma nheiro que eu gaDona Jeane, participante do Gol.d Mulheres de Luta, Fortaleza, CE. s oi to filhos. todo di o na parede; de sustentar meu e ficava encostad depósito mes mo, num cano qu dono poupança, lá no . Mais na frente o a R$ 2 dentro do cano colocava de R$1 i para comprar e me livrei do todos os dias eu nda, eu me oferec u o lugar à ve ha que do ponto coloco e o sustento e tin gó cio que garantiss ecisava de um ne e caíssem na mar ginalidade aluguel. (...) Eu pr ças para evitar qu s crian r aqui. estar por perto da para quem vive po ou nas drog as, opção comum visão mundial brasil
  • visão mundial brasil
  • MOVIMENtAçõES fINANCEIRASbalanços Patrimoniaisem 30 de setembro de 2010 e 2009Valores expressos milhares de reais ATIVO 2010 2009 PASSIVO e PATRIMÔNIO SOCIAL 2010 2009 CIRCULANTe CIRCULANTe Caixa e Bancos 1.718 2.559 Fornecedores 330 286 Despesas pagas antecipadamente 115 21 Obrigações trabalhistas 998 849 Outras contas a receber 596 244 Obrigações com projetos 859 1.840 TOTAL DO CIRCULANTe 2.429 2.824 Outras contas a pagar 34 18 2.221 2.993 REALIZÁVEL A LONGO PRAZO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO Depósito judicial 25 51 Provisões para contingências 14 62 Outros valores a receber - Entidades Parceiras 944 712 14 62 969 764 PATRIMÔNIO SOCIAL PeRMANeNTe Patrimônio social 3.014 2.524 Imobilizado 2.197 2.480 Superávit acumulado 346 490 2.197 2.480 3.360 3.014 total Do ativo 5.595 6.068 total Do Passivo 5.595 6.068Demonstração Do suPerÁvitpara os exercícios findos em30 de setembro de 2010 e 2009Valores expressos milhares de reais ReCeITAS OPeRACIONAIS 2010 2009 Doações do exterior 22.275 27.322 Doações locais 10.376 5.356 Receitas financeiras locais 392 311 Outras receitas locais 1.105 109 34.147 33.098 DeSPeSAS OPeRACIONAIS 2010 2009 Despesas com projetos (29.260) (27.624) Despesas com levantamento de fundos (1.748) (2.393) Despesas gerais e administrativas (2.369) (2.315) Depreciações e amortizações (424) (542) (33.801) (32.874) (DÉFiCit) suPerÁvit Do eXerCÍCio 346 224
  • estrutura reCeitas• Governança – Conselho diretor 2010 2009 oPeraCionais e conselho fiscal. Responsável pela eficácia da organização e a Doações do exterior 22.274.802 27.321.665 manutenção do foco nos valores. Doações locais 10.375.815 5.356.395• Diretoria executiva – Diretor Receitas financeiras 391.831 310.944 evolução Das reCeitas nacional e diretores de área Outras receitas 1.104.576 109.480 ou temáticos. Responsável pelo planejamento e execução dos total (em reais) 34.147.024 33.098.484 projetos e atividades.• Auditoria – A organização possui reCeitas De 2010 2009 uma estrutura de auditoria interna, DoaçÕes loCais destinada a auditar projetos Apadrinhamento 4.953.027 3.953.614 e controles administrativos empresas 641.023 243.291 e financeiros; uma auditoria Fundos multilaterais 2.133.248 1.079.189 independente externa – BDO Fundos governamentais 2.545.431 64.162 Auditores Independentes; e a auditoria internacional da World Receitas HeA – emergência 87.366 16.139 Vision International, que também Doações em espécie 15.720 – é auditada pela KPMG. total (em reais) 10.375.815 5.356.395indicadores de gestãoA Visão Mundial constitui provisãopara contingências fiscais, trabalhistase civis no montante considerado Doações locais 32%necessário para cobrir eventuaisperdas que possam advir do oPeraCionaisdesfecho de processos.Nosso balanço patrimonial apresentabons índices de liquidez, dispondo de reCeitasrecursos suficientes para saldar seuscompromissos de curto e longo prazo.receitas totaisAs receitas totais ficaram 3,2% Doações do exterior 68%maiores que as apresentadas no anofiscal anterior e os investimentos emprojetos aumentaram em 6% em reCeitas De DoaçÕesrelação ao mesmo período.receitas locais Empresas 6%Tivemos um aumento de receitas Apadrinhamento 48%de captação local de 93,7%em relação ao ano anterior, Fundos multilaterais 21%o que contribuiu para a reduçãoda dependência de fundosinternacionais em 18%.A captação local cresceu loCaisde 17% para 32% neste ano.Projetos Fundos governamentais 24%Os investimentos em projetos sociais Doações em espécie 0,01% Receitas HEA - Emergência 0,99%representaram 87% do valor totalde nossas receitas em 2010 contra83% no mesmo período de 2009.Este percentual significa aumento Gerais e administrativas 7% Depreciações e amortizações 1%de recursos destinados diretamente Levantamento de fundos 5%aos projetos sociais. oPeraCionaisDespesas administrativasAs despesas administrativas não DesPesasapresentaram variações significativasquando comparadas com o anofiscal 2009, mesmo levando emconsideração a inflação do período,demonstrando a eficiência na gestão Despesas com projetos 87%administrativa da organização.
  • visão mundial brasil
  • visão mundial brasil
  • PARCERIAS INSTITUCIONAISAAGRA – Associação de Agricultores Alternativos Movimento de Mulheres de InhapiAFAL – Agência de Fomento de Alagoas OBRA KolpingAliança 180° Observatório do RecifeAMAS – Associação Metodista de Ação Social Pastoral da CriançaANEJE – Associação dos Municípios do Médio Jequitinhonha Portal da VidaANEPS – Articulação Nacional de Educação Popular Prefeitura Municipal de Belo HorizonteAriovaldo Ramos PSD – Programa de Desenvolvimento Solidário/RNArticulação Pacari de Plantas Medicinais do Cerrado Rádio 93 FMASA – Articulação no Semiárido REAJAN – Rede de Articulação do Grande Jagurussu e AncuriBanco Interamericano de Desenvolvimento – BID Rede Cidadã/AMBanco Palmas Rede de Combate ao Abuso e Exploração SexualCAA – Centro de Agricultura Alternativa do Norte de Minas Rede OPA – Orçamento Participação AtivaCalçados Tasca RENAS – Rede Evangélica Nacional de Ação SocialCáritas da Diocese de Araçuaí SAMPLA do BrasilCáritas Diocesana/AL SEAPAC – Serviços de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários/RNCAVI – Centro de Agricultura Alternativa do Vale do Jequitinhonha SEBRAECDH – Centro de Direitos Humanos/TO Secretaria de Trabalho e Assitência Social/CECEDCAC – Conselho Estadual do Direito da Criança/MG Secretaria Municipal de Saúde de AnamãCEDECA – Conselho Estadual da Criança e do Adololescente Secretaria Municipal de Saúde de ManacapuruCEDECE – Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Secretaria Municipal de Saúde de IrandubaCEDRAF – Conselho Estadual de Desenvolvimento e Agricultura Familiar SenacCentro Feminista 08 de Março - RN SESC/Mesa BrasilCEPESC – Centro de Pesquisa, Estudos e Serviço Cristão Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de InhapiChevron do Brasil TecnosetCMDCA – Conselho Municipal da Criança/RJ Terra VivaCMDCAC – Conselho Municipal do Direito da Criança, Contagem/MG Território da CidadaniaCOAFAP – Cooperativa Familiar de Apodi Trends EngenhariaCoca-Cola Uncisal – Universidade de Ciências da Saúde de AlagoasColetivo Mulher Vida Unime – União Metropolitana de Educação e CulturaCOMDICA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e MucuriCONCREAL Universidade Presbiteriana MackenzieConselho de Saúde de Alagoas Wal MartConselho Estadual de Saúde – AM WVI AustráliaConselho Municipal de Assistência a Saúde – CMAS Manaquiri WVI CanadáConselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – Manaquiri WVI Estados UnidosConselho Municipal dos Direitos Humanos – Mossoró/RN WVI Global CenterConselho Tutelar de Novo Airão e Manacapuru WVI Hong KongCoopsol – Cooperativa Solidária WVI ItáliaCOPABAC WVI Reino UnidoCOPERAG – Cooperativa do Agreste Alagoano WVI SuíçaCOPPABCS – Cooperativa de Pequenos Produtores Agrícolas dosBancos Comunitários de SementeCPBT – Comunidade Presbiteriana da Barra da Tijuca AGêNCIAS PARCEIRAS LOCAISDiaconiaEditora Garimpo Ação Comunitária Sal da TerraEditora Luz e Vida Associação Comunitária Santa TerezinhaEscola Quilombo dos Palmares Associação Comunitária São Francisco de AssisEvandro Teixeira Associação das Comunidades Paroquiais de Mata Escura e CalabetãoFlex do Brasil Associação de Educação e Desenvolvimento Integral Um Lugar ao SolFórum DCA (Defesa da Criança e do Adolescente) Associação de Moradores do Conjunto Santa LuziaFórum de Convivência com a Seca Associação de Mulheres do Setor TiúbaFórum de Economia Popular Solidária – AM Associação de Mulheres Trabalhadoras Rurais de Buriti do TocantinsFórum de Segurança e Prevenção nas Escolas – Recife Associação dos Moradores do Povoado Ladeirinhas “A”Fórum HIV/AIDS/RJ Associação dos Moradores e Amigos de Itinga – AMAIFórum ONG’s AIDS Recife/PE Associação dos Trabalhadores Rurais do Vale do CordaFórum ONGs AIDS – BA Associação ExColaFundação Salvador Arena Associação Luta Pela VidaGACC – Grupo de Apoio as Comunidades Carentes Associação Santo DiasGerson Wey CACTUS – Centro de Apoio Comunitário de Tapera em União a SenadorGrupo Amigos para Sempre Casa de Apoio à Criança Carente de ContagemHabitafor – Programa de Habitação de Fortaleza Centro Comunitário Santa RitaHabitat Centro Comunitário São Sebastião de Vila de CavaICCO – Organizacão Intereclesiástica de Cooperação para o Desenvolvimento Centro de Organização Comunitária Chão de EstrelasIgreja Batista do Morumbi Clube de Mães do Alto do RefúgioIgreja Batista Peniel Conselho de Desenv. das Comunidades Reunidas do Município de ApodiIgreja Católica de Jagurussu Conselho de Integração SocialInstituto Presbiteriano Mackenzie Conselho Fraterno das Comunidades Integradas de Mossoró e Baraúna/RNIPM – Igreja Prebisteriana de Manaus Conselho Nova VidaIRJ – Instituto de Revitalização e Trabalho Grupo Mulheres em AçãoIrmãos Campana/Grendene Núcleo de Desenvolvimento Comunitário – NUDECJorge Vercillo Primeira Igreja Batista de ValençaKleber Lucas Programa de Formação e Educação Comunitária – PROFECLife Straw Projeto BrejalMadrinhas e padrinhos da Visão Mundial Brasil Projeto de Apoio a Criança – PACMastercard Projeto Monte HorebeMCVE – Movimento Comunitário Vida e Esperança Projeto Social Amor em Ação – PROSAMAMMT – Movimento Minha Terra Projeto Xique Xique RuaMovimento de Escolas Família Agrícola
  • VISÃO MUNDIAL E AS METAS DO MILÊNIO Conhecidos também como os “8 Jeitos de Mudar o Mundo”, os Objetivos do Desenvolvimento doMilênio (ODM) são um conjunto de metas pactuadas pelos governos dos 191 países membros da ONu,a partir de uma análise dos principais problemas globais, com a finalidade de tornar o mundo um lugarmelhor para se viver, mais justo e solidário. Concretas e mensuráveis, as 8 Metas contêm 18 objetivos e48 indicadores a serem alcançados pelas nações até 2015. Os Objetivos do Milênio continuam sendo discutidos e difundidos globalmente e dentro de muitospaíses. As organizações da sociedade civil, juntamente com empresas e governos, estão buscando formasde cooperar para o alcance das metas, inserindo ações em suas próprias estratégias de ação. A Visão Mundial, como organização cristã humanitária que trabalha pela promoção humana e pelabusca da justiça, partilha dos valores universais da família humana que impulsionaram a adoção das metas,trabalhando incansavelmente pelos direitos dos mais pobres e oprimidos. Além disso, a organização, nomesmo espírito que levou as nações a assinarem um grande pacto mundial de desenvolvimento, temtido em sua estratégia de ação as marcas da cooperação, da parceria, do empoderamento de outras or-ganizações, da formação de um sonho coletivo a ser perseguido, da mensuração de resultados e da açãocoordenada em busca de objetivos compartilhados. Aqui vão algumas formas e ações por meio das quaisa VM tem contribuído para o alcance dos Objetivos do Milênio: 1. Reduzir pela metade o número de pessoas que vivem na miséria e passam fome: apoio à agriculturafamiliar; agroecologia e organização de quintais produtivos; adaptação às mudanças climáticas; incentivo àeconomia popular solidária; microfinanciamento, valorização da economia local, organização de gruposprodutivos etc. 2. Educação básica de qualidade para todos: ações educativas complementares, práticas leitoras, mo-nitoramento de políticas públicas na área da educação; defesa da educação contextualizada; oficinas ludo-pedagógicas e esportivas etc. 3. Igualdade entre os sexos e mais autonomia para as mulheres: criação de oportunidades de inserçãodas mulheres no mercado de trabalho; grupos produtivos; defesa dos direitos sexuais e reprodutivos; prio-rização da mulher nas estratégias de intervenção e nos sistemas de governança; combate à violência, abusoe exploração sexual; promoção do respeito à mulher em todas as fases do seu ciclo de vida etc 4. Redução da mortalidade infantil: ações de saúde materna e infantil; Campanha global “Saúde para ascrianças primeiro” etc. 5. Melhoria da saúde materna: programas de apoio à saúde da mulher; promoção de direitos e moni-toramento de políticas públicas na área da saúde etc. 6. Combate a epidemias e doenças: ações de prevenção e promoção da saúde, educação em saúde,conscientização da sociedade para a temática HIV/AIDS etc. 7. Garantia da sustentabilidade ambiental: estímulo de práticas sustentáveis; educação ambiental; adap-tação e mitigação das mudanças climáticas; consumo responsável; promoção da economia popular solidá-ria; manejo dos recursos hídricos; conservação da biodiversidade etc. 8. Estabelecer parcerias mundiais para o desenvolvimento: constituição de amplas redes de desenvol-vimento socioambiental; estabelecimento e participação em alianças, conselhos, pactos e parcerias locais,regionais e nacionais; busca da redução das desigualdades através de ações de promoção de justiça; qualifi-cação profissional de jovens de baixa renda; promoção do acesso ao conhecimento e às novas tecnologias;criação de oportunidades locais de desenvolvimento e empreendedorismo, acesso ao crédito, democrati-zação do acesso à educação digital, formação sociopolítica das comunidades etc. A contribuição da Visão Mundial no alcance das metas, juntamente com seus parceiros, é inegável econtinuará a nortear os seus planos de ação, construindo um mundo melhor para nossas crianças. mauricio Cunha Diretor de Programas e Ministério Integrado
  • minha Quero expressar pela da Visão Mundial, gratid ão pela existência fui apadrinhada ve na minha vida.Síliva Lima, secretária executiva, foi apadrinhada no Tocantins e hoje vive em São José dos Campos, SP. impo rtância que ela te criança. Isso é adrinha de uma na década de 80 e hoje sou m isa para tenha o que prec para que uma criança al o pontapé inicial c. A Visão Mundi tência médica et se desenvolve r: educação, assis ser, do meu futu ro do que eu queria part icipou da decisão de que a emplo na prática profissio nal. Eu sou um ex nciona. Visão Mundial fu visão mundial brasil
  • visão mundial brasil
  • VISÃO MUNDIAL BRASILConselhoPresidente Débora FahurVice-presidente Carlos Teixeira1º Secretário Ivan Rocha2º Secretário Roberto Costa1º Tesoureiro Dídimo Freitas2º Tesoureiro Rofolfo stömerConselho Fiscal edelweiss oliveira, suzana leal e eude MartinsCoMITê exeCuTIvoDiretor Nacional Celso FernandesDiretora de Efetividade Organizacional Darcy vieiraDiretor de Programas e Ministério Integrado Mauricio CunhaDiretora de Sustentabilidade e Comunicação Integrada Gladis eboliexPeDIenTeCoordenação Editorial nilza valeria ZacariasAssessoria Pedagógica Raniere PontesAssessoria de Comunicação Ana Guerra, Juliana Coimbra, Gidália santana e Paulo BregantinFotografias evandro Teixeira e Arquivo vMRevisão de Textos e Padronização Cristina IgnácioDesign e Diagramação Máquina voadora DG
  • www.visaomundial.org.br 0800 70 70 374 Visão MundialRua da Concórdia, 677 – 2º andar, São José, Recife – PE – CEP 50020-050 – Tel.: (81) 3081-5600Avenida Jabaquara, 1907 – 5º andar, Saúde, São Paulo – SP – CEP 04045-003 – Tel.: (11) 5071-8537