9. sga

1,067 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,067
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
23
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

9. sga

  1. 1. AULA 9 SISTEMAS DE GESTÃO
  2. 2. ETAPAS • Planejamento do processo de implantação e implementação • Preparação para a implantação do sistema • Implantação dos procedimentos documentados • Detalhamento dos controles operacionais • Implementação do sistema de gestão
  3. 3. ETAPAS
  4. 4. TERMINOLOGIA • • • • • • IMPLANTAÇÃO – ação de definir, estabelecer, analisar criticamente e aprovar a execução de uma atividade, de um sistema, de um processo, de um documento ou de um projeto IMPLEMENTAÇÃO – operacionalizar uma atividade, um sistema, um processo, um documento ou u projeto implantado; neologismo EDIÇÃO – formatar um documento elaborado segundo diagramação padronizada preestabelecida, por qualquer meio de comunicação EMISSÃO – distribuir, enviar; emissão controlada para designar uma atividade de registrar, datar e identificar as cópias de um documento editado, visando a controlar a sua distribuição SITE – local em que o sistema de gestão deve ser implantado e implementado, incluindo produtos, processos, equipamentos, instalações e recursos disponíveis dentro dele MULTISITE – conjunto de locais distintos que o sistema de gestão deve abranger
  5. 5. Definido Analisado Aprovado Editado Emitido Sistemáticas estiverem sendo realmente cumpridas pelas partes responsáveis Implantado implementado
  6. 6. PREMISSAS • Qual é o escopo, a abrangência do sistema de gestão que se deseja? Para atender aos produtos e processos de um único cliente, ou de mais de um? • Quais as disciplinas de gestão que serão incluídas no sistema? Gestão da qualidade? Gestão ambiental? Gestão da segurança e saúde ocupacional? Gestão da responsabilidade social? Outras? • Quais são os OBJETIVOS e BENEFÍCIOS esperados com a implantação do sistema de gestão? • A Alta Administração tem ciência do significado de um sistema de gestão, integrado ou não, e do papel que deve desempenhar nesse sistema? • O nível gerencial da organização sabe do que se trata? Tem conhecimentos e competências específicos sobre SISTEMAS DE GESTÃO INTEGRADOS?
  7. 7. TRÊS CONJUNTOS DE AÇÕES • Levantamento e análise crítica da situação atual • Estabelecimento de um PLANO implantação e implementação de • Condução de palestras para os níveis gerenciais e de chefias
  8. 8. O COMEÇO = DIAGNÓSTICO • Levantamento da situação vigente = NÃO É MANDATÓRIO, PORÉM É UTIL, já que a construção de um Sistema tende a corrigir as deficiências, naturalmente • O RESULTADO permite o levantamento de informações para a realização de uma análise crítica inicial, visando a identificar e apontar as maiores deficiências encontradas, permitindo previsão de esforços e recursos
  9. 9. RESPONDER AS QUESTÕES • • • • • • • • • • • • • • • • Os processos estão claramente definidos? Quais são eles? A interação entre eles está definida? A organização tem políticas e objetivos da qualidade definidos? Mantém indicadores de desempenho? A organização tem definidas suas atividades de monitoramento e medição de produtos e de processos? Como são identificados os requisitos do produto? A organização tem implementada a prática de analisar criticamente os dados provenientes das atividades de monitoramento e medição, visando a melhoria contínua? A organização projeta ou desenvolve produtos? Como são tratadas as reclamações dos clientes? A organização controla a propriedade dos clientes sob sua guarda? Existem rotinas operacionais para garantir que o processo de realização do produto está sendo conduzido sob condições controladas? Existem processos especiais que requeiram validação? Provê os recursos necessários para assegurar as exigências do cliente e aos requisitos regulamentares aplicáveis? Tem métodos definidos para monitorar a satisfação do cliente? Como é a prática de relacionamento com os fornecedores? Existem práticas de controle de documentos e de controle de registros? Recursos humanos, ambiente de trabalho e infraestrutura? Atividades de calibração de instrumentos de medição?
  10. 10. PARA A GESTÃO AMBIENTAL • Existem políticas, objetivos e metas de gestão ambiental estabelecidos? • Existem requisitos ambientais legais ou regulamentares aplicáveis aos produtos e às atividades da organização? Em que nível eles estão sendo identificados e atendidos? • Quais os aspectos ambientais significativos envolvidos com as atividades da organização? • Qual é a situação das licenças de operação da organização? • Quais são as práticas e os procedimentos de gestão ambiental existentes? • Como são tratadas as informações provenientes de investigações de acidentes e de incidentes anteriores? • A organização tem procedimentos e práticas para atender às situações de emergência?
  11. 11. PLANO DE IMPLANTAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO • PLANO em que constem todas as atividades que devem ser executadas, incluindo premissas, responsabilidades, etapas, controles, cronogramas e recursos • Estabelecido, documentado e aprovado pelo principal executivo da organização, assim como todas as partes envolvidas • Elaborado de forma participativa, por um COLEGIADO DE PESSOAS = CONSELHO DE GESTÃO OU COMITÊ DE GESTÃO • SEMPRE QUE NECESSÁRIO, o documento deve ser revisado, desdobrado e detalhado
  12. 12. O PLANO 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. Objetivo Documentos de referência Definições e siglas Escopo do Sistema de Gestão Ambiental Treinamentos necessários Autoridade e responsabilidade Estrutura da documentação do SGA Etapas de implantação e implementação Avaliação do Processo de Implantação e Implementação 10. Cronograma de atividades
  13. 13. IMPLANTAÇÃO DO SGA • Concepção da estrutura documental • Definição da forma de elaborar, editar, aprovar, emitir e controlar os procedimentos documentados e as rotinas operacionais • Definição da estrutura de responsabilidade relacionada ao SG • Ações de treinamento para gerar a competência necessária • Identificação dos processos da cadeia de valor da organização • Implantação e implementação da sistemática de levantamento e análise de aspectos e impactos ambientais • Implantação e implementação da sistemática de identificação de perigos, avaliação e controle dos riscos • Implantação e implementação da sistemática de acesso à legislação • Estabelecimento de objetivos e metas da gestão ambiental • Estabelecimento dos programas de gestão ambiental com os planos de ação correspondentes
  14. 14. ESTRUTURA DOCUMENTAL • • • • • • • • • • • Plano de negócio Política Objetivos e metas Planos de ação ou programas Aprendizado Manual de gestão Procedimentos gerais Procedimentos específicos Instruções de trabalho Plano de gestão = Plano da Qualidade Procedimentos da rotina operacional
  15. 15. CRITÉRIOS PARA PADRONIZAÇÃO • Regra da prevenção = ser tanto mais preventivo quanto maior for o risco envolvido. Tudo que é mais complicado deve ser convenientemente explicado • Regra de ausência = a ausência do padrão compromete adversamente o atendimento aos requisitos especificados, isto é, o padrão agrega valor no atendimento aos requisitos especificados • Regra de adequação = a informação disponível no padrão é a necessária e a suficiente para que aqueles que vão realizar as atividades sejam capazes de assegurar o atendimento aos requisitos especificados?
  16. 16. ESTRUTURA DE RESPONSABILIDADE • Como será composto o grupo? • Quem exercerá a coordenação? • Quem serão os responsáveis pela implantação dos procedimentos específicos, das instruções de trabalho e dos demais padrões documentais? • Quem serão os responsáveis pela aprovação dos diferentes padrões documentais? • Quem deve ser o Representante da Direção no Sistema de Gestão? • Quem deve participar das atividades de análise crítica durante e depois da implantação do Sistema?
  17. 17. ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS • Estabelecer, implementar e manter um procedimento para o levantamento dos aspectos ambientais relacionados com suas atividades e que possam ser controlados por ela, e sobre os quais presume-se que ela possa ter influência, a fim de determinar aqueles que tenham ou que possam ter impacto significativo sobre o meio ambiente • É o “coração” do SGA, pois seu resultado determina a elaboração dos objetivos e metas ambientais, assim como os planos de ação decorrentes • Métodos e critérios de significância devem ser estabelecidos por cada organização, de acordo com a legislação
  18. 18. ACESSO À LEGISLAÇÃO • NBR ISO 9001 – deve ser capaz de atender aos requisitos dos clientes e aos requisitos regulamentares aplicáveis • NBR ISO 14001 – deve estabelecer procedimentos documentados para identificação e o acesso à legislação e a outros requisitos por ela subscritos, aplicáveis aos processos ambientais de suas atividades • OHSAS 18001 - Occupational Health and Safety Assessment Services – deve estabelecer e manter procedimento para identificar e ter acesso à legislação e outros requisitos aplicáveis • SA 8000 - Social Accountability (OIT) – deve atender às leis nacionais e outras aplicáveis, e também a outros requisitos aos quais ela tenha se aplicado • NBR 16001 – deve estabelecer, implementar e manter procedimentos para identificar e ter acesso à legislação aplicável a seus aspectos de responsabilidade social e a outros requisitos
  19. 19. TERMINOLOGIA DA CERTIFICAÇÃO • Acreditação – reconhecimento formal, concedido por um órgão de acreditação autorizado, de que a entidade tem competência técnica e gerencial para realizar tarefas específicas de avaliação da conformidade • Certificação de conformidade – organismo credenciado dá a garantia escrita de que um produto, um processo ou um sistema de estão está em conformidade com os requisitos especificados por padrões normativos • Organismo de acreditação – entidade de direito público ou privado, que dirige e administra um sistema de acreditação e que concede acreditação aos organismos de certificação para avaliarem a conformidade de produtos, processos ou sistemas de gestão • Organismos de Certificação Acreditados (OCAs) – nacionais ou internacionais, credenciados em diversos países para operarem com os padrões normativos estabelecidos
  20. 20. País Organismo de Acreditação Brasil INMETRO – Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial Reino Unido • UKAS – United Kingdom Accreditation Service • NMP – National Measurement Partnership Holanda RvA – Dutch Raad Voor Accreditatie Estados Unidos • NIST – US National Institute of Stardards & Technology • A2LA – American Association for Laboratory Accreditation Argentina OAA – Organismo Argentino de Acreditación Espanha ENAC – Entidad Nacional de Acreditación Noruega NA – Norsk Akkreditering
  21. 21. OCAs Acreditadas pelo INMETRO Organismo de Acreditação Certificado País BVQI do Brasil Sociedade Certificadora Ltda Brasil ABS – Quality Elaluatios Inc. EUA DNV – Det Norske Veritas Certificadora Ltda Brasil FCAV – Fundação Carlos Alberto Vanzolini Brasil ICQ Brasil Brasil DGS do Brasil Brasil IRAM – Instituto Argentino de Normalización Argentina Lloyd’s - Register do Brasil Brasil TECPAR – Instituto de Tecnologia do Paraná Brasil BRTÜV – Avaliação da Qualidade Ltda S/C Brasil UL – Underwriters Laboratories Inc. EUA UCIEE – .União Certificadora Brasil RINA Itália Perry Johnson – Registrars Inc EUA BSI – Americas, Inc. Brasil TÜV- Rheinland Brasil Brasil
  22. 22. FATORES RELACIONADOS À ESCOLHA DA OCA • • • • • Mercado Custos Credibilidade do órgão certificador Auditoria de certificação Time de auditores
  23. 23. CICLO DE CERTIFICAÇÃO E REGISTRO • • • • • • • • • • Envio de um questionário pelo OCA Assinatura de um contrato com o OCA Análise da documentação do sistema pelo OCA Visita de pré-auditoria Auditoria inicial Auditoria de certificação Certificação e emissão do certificado Aprovação provisória ou condicional Não aprovação da conformidade do sistema A manutenção do certificado – a auditoria de supervisão
  24. 24. A IMPORTÂNCIA • • • • Ajuda a competir no mercado? Seus clientes e outras partes interessadas estão exigindo? Sua organização terá benefícios reais? Sua organização convive com reclamações de clientes e outras partes e carece de procedimentos de controle? • Sua organização assumiu o compromisso ou convive com exigências de legislação para o cumprimento de requisitos ambientais? • O SGA vai ajudar o aprimoramento dos mecanismos de controle sobre os processos e as condições operacionais? • Sua organização pretende implementar a gestão pelas rotinas e diretrizes?
  25. 25. A APRESENTAÇÃO DE UM CERTIFICADO DE CONFORMIDADE com um dos padrões normativos não é mais considerada vantagem competitiva, mas CONDIÇÃO MÍNIMA para a permanência no mercado.

×