Your SlideShare is downloading. ×
O Que Voce Quer Dizer Mesmo ?
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

O Que Voce Quer Dizer Mesmo ?

665
views

Published on

Soluções de comunicação entre stakeholders em favor do projeto final.

Soluções de comunicação entre stakeholders em favor do projeto final.


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
665
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Apresentação Vinícius Krause; Quase jornalista, e Arquiteto de Informação 23/01/09. O que é que você queria dizer mesmo? Definição, Compreensão e Integração de Universos Semiológicos, para situações de emergência.
  • 2. Arquitetura de Informação – Interligar – Contexto / Conteúdo / Usuário Arquitetura de Informação. Peter Morville e Louis Rosenfeld >>
  • 3. Como passar algo de uma mente a outra ? Entender que as mentes são diferentes, e que transmitir conhecimento requer tempo e interesse recíproco, senão não dá certo. Problema
  • 4. Como a gente se comunica ? Definindo universos semiológicos. Objeto Representação mental Mesa, Table, Πίνακας tavolo, stůl Signo Pegue a flor em cima da Linguagem - Aparador de ornamento vegetal Expressão - Mesinha da flor
  • 5. Como a gente se comunica ? Definindo universos semiológicos. Semiótica - Estudo da associação entre dois objetos Objetos não podem depender de associação para serem captados Objeto Linguagem Representação mental Expressão Comunicação primária (sujeito-objeto) Símbolo (Natural ou não) Comunicação secundária (sujeito-sujeito)
  • 6. O que a gente faz de errado quando não é compreendido? Compreendendo universos semiológicos. Expressões não significativas: Neoliberalismo, Política de Esquerda, Política de Direita, Meio-Ambiente, Crise econômica, Recessão, Fascismo, Socialismo, Qualquer coisa eu ligo, Vou dar uma olhadinha, Capitalismo, Teoria do newsmaking, Teoria Hipodérmica, Agenda Setting, Interesses particulares, Interesses Institucionais, Temos que fazer alguma coisa !, Alguém tem que fazer alguma coisa!. Expressões fora do repertório da audiência: (símbolos incognoscíveis) Feedback, Web Standards, Deploy, Mockup, Thesaurus, Heurísticas, Harmonia funcional, Escala pentatônica, Whole-tone Scale, Virabrequim, Mancal, Biela de Bronzina, Coxin do Motor, Bacilo Piociânico, Carboximetilcelulose, Natriuréticos.
  • 7. O que fazer para ser compreendido? Acabar com expressões não significativas - Substituir expressões não-significativas por signos concretos Substituir expressões por palavras. É melhor aprender/ensinar o conceito antes de aprender/ensinar o nome – O céu é da mesma cor que o quadro ? Exercício de definição do objeto – Função, percepção similar, representação mental - Mesa, balcão, piso? Assimilação de repertório. Certificar-se do repertório utilizado pela audiência e fornecer meios de assimilação para transmissão de conceitos novos, sem o uso de expressões não-significativas. Compreendendo universos semiológicos.
  • 8.
    • Simbolos - Visuais, sonoros, tácteis, palatáveis, olfativos
    • Antropologia cultural
    • - Relatividade do bom/belo, certo/errado
    • Relatividade do bom/belo de acordo com a função - Stevie Krug
    Integrando universos semiológicos. O que faz as mentes serem diferentes?
  • 9. Teoria dos quatro discursos Humanos - Aristóteles Integrando universos semiológicos. Discurso Retórico Situações imediatas - Persuasão pelo discurso. Poético ou mítico Pressentimento e captação de verdades que não são compreendidas pela audiência Discurso Dialético Definir entre duas opções qual é a mais provável. Ferramenta de Compreensão Discurso Analítico Nasce das proposições dialéticas que são verdades absolutas.
  • 10. Integrando universos semiológicos. Porta do Willie – Usabilidade Supermercado – Unimed Bancada de Trabalho - Limão Discurso Poético - Metáforas Traduzir - Buscar elementos de interseção entre dois universos semiológicos
  • 11. Integrando universos semiológicos. Discurso Retórico Situações imediatas - Persuasão pelo discurso. Encinema - Uma das premissas está na mente da audiência - Mães, matar gatos e cachorros/ Cachorro do vizinho que faz cocô na sua grama. Associar uma ação imediata a uma crença ou convicção da audiência. Usar quando a audiência não pode saber da realidade. - Usar com quem não está no mesmo nível de compreensão. Serve para convencer, tomar uma decisão concreta numa circunstância concreta.
  • 12. Olavo de Carvalho http://www.olavodecarvalho.org/livros/4discursos.htm Referências Luiz Gonzaga de Carvalho Neto http://www.luizgonzaga.k6.com.br/ Information Architecture for the World Wide Web Peter Morville e Louis Rosenfeld Poética - Aristóteles Livros - Sites -
  • 13. Fim Obrigado ! www.webkrause.com/vinicius