Your SlideShare is downloading. ×
0
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Siap 2010 2_it_governance_2_gerir as aquisições

329

Published on

Published in: Business, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
329
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal Sistemas de Informação da Administração Pública Governação dos Sistemas e Tecnologias da Informação “IT Governance” 2 - Gerir as aquisições de SI/TI Luís Vidigal
  • 2. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal IN ou OUT? Tempo (Velocidade) Talento (Qualidade) Dinheiro (Preço)
  • 3. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal Níveis de Outsourcing Integração de Sistemas Desenvolvimento Aplicacional Informática distribuída Redes Operação (CPD) CECUA – Confederation of EuropeanComputer Users Association (1995) Alta Baixa Complexidade do Valor Acrescentado
  • 4. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal Alternativas de *sourcingInternalizaçãodeRecursosHumanos + - Internalização de Recursos Tecnológicos- + Insourcing completo Contratos de desenvolvimento Contratos de Análise e desenvolvimento Contratos de Integração de Sistemas Outsourcing completo Time Sharing ASP
  • 5. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal Dependência em relação ao outsourcingQuantidadedaOferta + - Especificidade do Negócio- + €€€ €
  • 6. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal Decisões sobre Outsourcing Leslie Willcocks Incerteza do Negócio Interconectividade de sistemas Experiência com a Tecnologia RelevanteCore Não Core In House Controlo Estratégico Contratar apenas facilidades isoladas In House “Buy-in” Parceria Market test “A melhor oferta” Outsource Outsource selectivo Sistemas isolados + - + - + + - -
  • 7. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal Níveis de Outsourcing Mais perto do Negócio (Informação) Mais perto do Computador (Tecnologia) ????????????? TransferênciadoConhecimento
  • 8. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal Evitar quebrar os elos da cadeia • Tecnologia • Conhecimento • Pessoas • Relacionamentos • Metodologias • Modelos • Confiança Será que um casamento poderá durar para toda a vida?
  • 9. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal É muito difícil apanhar um comboio em andamento Mas quem comanda?
  • 10. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal CMMI Acquisition Module - Process Areas PP Project Planning PMC Project Monitoring and Control SCM Solicitation and Contract Monitoring IPM Integrated Project Management RSKM Risk Management RD Requirements Development REQM Requirements Management VER Verification VAL Validation DAR Decision Analysis and Resolution MA Measurement and Analysis TOS Transition to Operations and Support Project ManagementEngineeringSupport (CMMI-AM), Version 1.1 May 2005
  • 11. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal 1 – Estratégia de Aquisição • Como é que determinou a estratégia mais apropriada para esta aquisição? • Como é que a estratégia de aquisição seleccionada minimiza os riscos que identificou? • Quais são as entidades interessadas que foram envolvidas na fixação da estratégia de aquisição?
  • 12. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal 2 – Planeamento da Aquisição • Como é que os planos de aquisição reflectem e executam a estratégia de aquisição? • Como é que foi determinada e documentada a extensão do programa onde inclui as actividades do projecto de aquisição, actividades do fornecedor, e outras actividades relacionadas (teste operacional, actividades do utilizador, etc)? • Como se determinou o tamanho e a magnitude do esforço de desenvolvimento? • Como se determinou os recursos necessários para cada segmento do projecto? • Como se determinou o caminho crítico? • Como é que o planeamento com os parceiros mais importantes tem sido coordenado, nomeadamente ao nível da gestão e da execução? • Como se poderá assegurar de que se tem uma adequada equipa técnica com a experiência e a formação necessárias para execução dos planos? • Como se poderá assegurar de que o fornecedor tem os recursos e as ferramentas necessárias para completar o projecto? • Como se poderá assegurar de que o fornecedor tem a experiência na área e a necessária capacidade de completar o programa?
  • 13. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal 3 – Custo, agenda e desempenho • Como é que assegura que o custo, calendarização e níveis de desempenho são integrados, realísticos e exequíveis? • Que providências tomou com as revisões, independentemente do seu custo, calendarização e níveis de desempenho? • Como é que assegura que todos os custos do ciclo de vida do projecto estão contemplados (nomeadamente testes, formação, manutenção e apoio)? • Como faz o planeamento dos custos, calendarização e desempenho do projecto através do seu ciclo de vida? • Como é que faz a gestão dos riscos e as alterações técnicas? • Como é que gere as mudanças dos níveis de desempenho? • Como é que avalia o impacto das alterações no custo e calendarização, em função da evolução dos contratos?
  • 14. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal 4 – Requisitos do Utilizador • Como é que pensa gerir o envolvimento dos utilizadores nos requisitos do processo? • Como é que assegura que os parceiros mais importantes tenham conhecimento das necessidades dos utilizadores? • Qual o papel que a sua organização desempenha no estabelecimento dos requisitos? • Qual é a estratégia de manutenção e actualização, apesar dos constrangimentos existentes (como por exemplo, ameaças, conceito de operações e tecnologia pronta)?
  • 15. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal 5 - Engenharia do Produto • Tem algum processo para definir, verificar, e validar os requisitos e arquitectura para o produto? • Como é que o estado de desenvolvimento será controlado? • Descreva a sua estratégia para incorporar produtos não desenvolvidos no projecto (por exemplo, off-the-shelf comercial [COTS], off-the-shelf governamental [GOTS], software de reutilização, linhas de produto). • Que percentagem do software está planeada para não ser desenvolvida? • Como é que determina a percentagem de software planeado sem capacidade de desenvolvimento usado neste projecto? • Como é que determina que os produtos, embora planeados, mas não possíveis de desenvolvimento, satisfazem as funcionalidades e desempenho necessários? • Como é que determina que as interfaces para os produtos sem possibilidade de desenvolvimento estão definidas e acordadas pelos parceiros mais importantes? • Como é que registou as diligências feitas para testar e integrar os produtos sem possibilidades de desenvolvimento? • Como é que o contratador demonstra o desempenho e a estabilidade do ambiente de desenvolvimento e das ferramentas?
  • 16. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal 6 – Processos de Aquisição • Descreva o conteúdo e a fonte dos seus processos de aquisição. • Qual é o mecanismo que vai utilizar para monitorar, controlar e melhorar os seus processos de aquisição? • Como é que sabe se o seu projecto está de acordo com os seus processos de aquisição?
  • 17. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal 7 - Gestão e identificação do Risco • Como é que identifica os riscos do programa? • Quais são os riscos identificados que estão relacionados com a estratégia e planos da aquisição? • Quais são os riscos associados com o custo e a calendarização? • Como é que foi assegurado de que foi compreendido o risco do custo na obtenção da potencialidade requerida? • Quais são os riscos identificados que estão relacionados com a execução do fornecedor? • Quais são os riscos identificados que estão fora de seu controle? • Como é que avalia os riscos do programa (probabilidades e consequências)? • Como é que controla a minimização dos esforços dos riscos identificados? • Descreva a ferramenta de gestão de riscos que foi empregue. • Quem é que está envolvido na avaliação de riscos do programa (por exemplo, utilizadores, fornecedor, peritos independentes)? • Explique como é que estabeleceu uma adequada ressalva para a minimizar e absorver o impacto dos riscos realizados. • Como é que avalia os mecanismos que o fornecedor utilizou para incentivar a execução de processos da sua organização desde o início do projecto?
  • 18. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal Risco e Inovação Balancear 5 factores chave para alcançar Valor Custo Velocidade Qualidade
  • 19. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal Metodologia MAIS (Instituto de Informática) Nãoaceitar Nãoaceitar Análise Financeira - + + - + + +- - Aceitar Aceitar e recomendar gestão cuidada do risco Aceitar e recomendar gestão aprofundada de benefícios Redimensionar o projecto com vista à aceitação Questionar o ajustamento aos objectivos formais da Organização Questionar a caracteriza- ção do projecto Análise de Risco Alinhamento Estratégico (Alinhamento do projecto com os objectivos de negócio da organização; identificam-se os benefícios a obter e as consequências da não realização do projecto) (Risco estratégico/organizacional, risco tecnológico, risco de projecto; identificam-se os factores críticos de sucesso) (Custo actual dos processos/funções; estima-se custo futuro; apuram-se as poupanças/ aumento de receitas; são utilizados os seguintes indicadores – ROI, VAL, TIR, COC, Pay-back) Avalia Avalia Incide sobre
  • 20. Sistemas de Informação da Administração Pública / | Luís Vidigal Matriz de alinhamento com os Benefícios Rever Estratégia Avançar com o Projecto Rever Projecto de Investimento Potenciar benefícios do projecto - Alinhamento Estratégico + -Benefícios+ Metodologia MAIS (Instituto de Informática)

×