DO ENSINAMENTO INTERATIVO AS COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM, EM DIREÇÃO A UMA NOVA SOCIABILIDADE NA EDUCAÇÃO Autor: Vani More...
Ensinar é processo... Há algum tempo atrás os espaços definidos para o saber , ensinar e aprender eram as escolas, campi e...
INFORMAÇÃO : MATÉRIA PRIMA DA ATUALIDADE As pessoas lançam-se como iguais na busca da  informação que é volátil, acessível...
¨A conectividade se dá quando duas ou mais pessoas se aproximam mentalmente, interagem, conversam ou colaboram. O avanço t...
Segundo Kerckhove (1997), a conectividade constrói elos sensíveis entre a energia no interior dos indivíduos e a tecnologi...
Comunidade <ul><li>A idéia de comunidade sugere um conjunto de pessoas que  vivem próximas, tem laços afetivos, culturais ...
comunidades ...
COMUNIDADES VITUAIS <ul><li>O termo COMUNIDADE VIRTUAL  foi descrito inicialmente por Pierre Levy(1999). </li></ul><ul><li...
R E D E S
Comunidades Mediadas pelo Computador- CMC <ul><li>Rheingold (1996) aponta três principais impactos das CMC na vida das pes...
COMUNIDADES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
COMUNIDADES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM  <ul><li>A comunidade específica de aprendizagem vai além de disciplina ou curso, con...
POSSIBILIDADES  nas comunidades com fins educativos INTERAÇÃO COOPERAÇÃO COLABORAÇÃO ¨ cada um é um centro¨ Ocorre a  circ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Ppt por luciana maffra tr38 do ensinamento interativo as comunidade de aprrendizagem[1]

406
-1

Published on

Published in: Education, Technology, Sports
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
406
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ppt por luciana maffra tr38 do ensinamento interativo as comunidade de aprrendizagem[1]

  1. 1. DO ENSINAMENTO INTERATIVO AS COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM, EM DIREÇÃO A UMA NOVA SOCIABILIDADE NA EDUCAÇÃO Autor: Vani Moreira Kenski Grupo 02 – Luciana, Ana Lucia, Thaisa e Wania
  2. 2. Ensinar é processo... Há algum tempo atrás os espaços definidos para o saber , ensinar e aprender eram as escolas, campi e bibliotecas. Esperava-se que o aluno saísse diplomado , formado e PRONTO para lidar com o conhecimento. Na atualidade verifica-se que o conhecimento sólido adquirido nas instituições tradicionais necessita de reconstrução constante. Para alguns teóricos a janela para o mundo é a TELA , o espaço possível de uma nova forma de pensar , educar e aprender. A interação proporcionada na TELA amplia as possibilidades de comunicação com áreas distintas do saber.
  3. 3. INFORMAÇÃO : MATÉRIA PRIMA DA ATUALIDADE As pessoas lançam-se como iguais na busca da informação que é volátil, acessível , um produto que exige consumo e atualização frequentes . O ciberespaço abre novas possibilidades e configurações para que as pessoas aprendam,troquem experiências, estabeleçam novas relações e papéis sociais.
  4. 4. ¨A conectividade se dá quando duas ou mais pessoas se aproximam mentalmente, interagem, conversam ou colaboram. O avanço tecnológico e a ampliação da Web modificou as possibilidades de conectividade entre as pessoas.¨ CONECTIVIDADE
  5. 5. Segundo Kerckhove (1997), a conectividade constrói elos sensíveis entre a energia no interior dos indivíduos e a tecnologia. Diariamente milhões de pessoas conectam-se a outras por meio de sistemas digitais integrados. Estas ações: conexão , contato com novas informações e outros indivíduos provoca impactos no raciocínio, memória e na imaginação criadora dos participantes. Desta forma acessam-se espaços virtuais diversos, redes integradas de conhecimento e com isto criam-se comunidades...
  6. 6. Comunidade <ul><li>A idéia de comunidade sugere um conjunto de pessoas que vivem próximas, tem laços afetivos, culturais ou históricos e organizam-se segundo normas comuns. Impressões e imagens associam-se as comunidades, sobretudo a solidez no tempo e no espaço. </li></ul><ul><li>A comunidade oferece a impressão de ser um local seguro, protegido, livre das mediocridades da vida e reparador de conflitos e abandonos. O desejo de pertencimento a uma comunidade, não importando a natureza que esta possua, está veiculado a afetos imaginários e poderosos. </li></ul>
  7. 7. comunidades ...
  8. 8. COMUNIDADES VITUAIS <ul><li>O termo COMUNIDADE VIRTUAL foi descrito inicialmente por Pierre Levy(1999). </li></ul><ul><li>A fim de superaram o isolamento e as dificuldades de convivência nos grandes centro urbanos, jovens que possuíam acesso a novas tecnologias e à cultura construiram espaços de encontro , partilha e invenção coletiva. </li></ul>
  9. 9. R E D E S
  10. 10. Comunidades Mediadas pelo Computador- CMC <ul><li>Rheingold (1996) aponta três principais impactos das CMC na vida das pessoas: </li></ul><ul><li>Alterações na percepção; </li></ul><ul><li>Estabelecimentos de novas relações interpessoais - ( positivas ou negativas); </li></ul><ul><li>Político – desafios aos monopólios da comunicação; </li></ul><ul><li>Por sua vez Castells(1999) alerta que as CMC podem reforçar as redes sociais culturalmente dominantes e facilitar a pressão social das elites políticas </li></ul>
  11. 11. COMUNIDADES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
  12. 12. COMUNIDADES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM <ul><li>A comunidade específica de aprendizagem vai além de disciplina ou curso, continua ¨ na ativa¨ no tempo em que há interesse de seus membros. </li></ul><ul><li>Segundo Palloff e Pratt (1999) as CVA apresentam as seguintes características: </li></ul><ul><li>Objetivos comuns aos membros; </li></ul><ul><li>Centralização de resultados a obter; </li></ul><ul><li>Igualdade de direitos e participação; </li></ul><ul><li>Definição comum de normas, valores e comportamentos; </li></ul><ul><li>Trabalho em equipe , interação e aprendizagem colaborativa; </li></ul><ul><li>Professores são orientadores e animadores da comunidade </li></ul>
  13. 13. POSSIBILIDADES nas comunidades com fins educativos INTERAÇÃO COOPERAÇÃO COLABORAÇÃO ¨ cada um é um centro¨ Ocorre a circularidade de trocas e informações .Há estímulo para o aprender constante. As comunidades virtuais de aprendizagem são dinâmicas, flexíveis e abertas .Elas apontam novos caminhos de participação entre os que ensinam e aprendem
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×