Movimentos modernistas

5,064
-1

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,064
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
54
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Movimentos modernistas

  1. 1. Modernismo Características Gerais <ul><li>Duas correntes com orientações artísticas : 1ª. Verde-amarelismo de Cassiano Ricardo e Menotti del Picchia fazia a apologia das tradições , com a exaltação da terra , dos folclores e dos heróis brasileiros . 2ª. Antropofagia de Oswald de Andrade , Tarsila do Amaral , Raul Bopp e Alcântara Machado proclamava a devoração ritual do saber estrangeiro como estratégia de reafirmação dos valores nacionais .  </li></ul><ul><li>Apesar das suas diferenças internas , os modernistas tinham muitas coisas em comum como : liberdade formal , linguagem coloquial , tematização do cotidiano , valorização do humor , com a forte influências dos &quot; ismos &quot; europeus , algumas particularidades merecem destaque .  </li></ul><ul><li>A oposição ao Parnasianismo foi muito significativa . A demolição estética era , contudo , mais ampla . Inicialmente , os modernistas rejeitaram toda e qualquer estética anterior , para estabelecer ,desde um ponto zero, os rumos da arte brasileira que se faria a partir deles .  </li></ul>
  2. 2. <ul><li>Retomando as preocupações nacionalistas do Romantismo , mas rejeitando-lhe o caráter idealizador e sentimental , os modernistas buscaram produzir um nacionalismo crítico , recuperação de alguns traços do caráter do homem brasileiro até então tratados negativamente , como a preguiça e a sensualidade .  </li></ul><ul><li>O Brasil selvagem , primitivo , pré-civilizacionais , a figura do índio desmistificado assume , nesse contexto , grande importância , na medida em que representa a reação nacional ao ataque estrangeiro . Por outro lado a temática urbana tem muita força : o cinema , a velocidade , a multidão são representações da modernidade que aparecem com freqüência .  </li></ul>
  3. 3. MOVIMENTOS MODERNISTAS <ul><li>CORRENTES MODERNISTAS </li></ul><ul><li>MOVIMENTO PAU-BRASIL </li></ul><ul><li>MOVIMENTO VERDE-AMARELO </li></ul><ul><li>MOVIMENTO ANTROPOFÁGICO </li></ul><ul><li>MOVIMENTO ESPIRITUALISTA </li></ul>
  4. 4. Veja a capa da 1ª edição do manifesto Pau-Brasil : O movimento Pau-brasil, criado por Oswald de Andrade , tinha como objetivo a redescoberta e revalorização da cultura primitiva brasileira. Oswald queria uma poesia de exportação, daí o nome Pau-Brasil,nome do primeiro produto exportado pelo Brasil.Defende também que a sua poesia seja um produto cultural que não deva nada à cultura europeia e que possa, inclusive, vir a influenciá-la.
  5. 5. O Movimento Verde-Amarelismo ou Escola da Anta foi um movimento de reação ao movimento Pau-Brasil, pois ao contrário do primeiro, propunha uma arte livre das influências europeias,buscando uma identidade realmente nacional. Para seus adeptos, o nacionalismo de Oswald era um nacionalismo importado(da França).
  6. 6. TRECHO DE NHENGAÇU VERDE AMARELO (MANIFESTO DO VERDE-AMARELISMO OU DA ESCOLA DA ANTA) <ul><li>“ A descida dos tupis do planalto continental no rumo do Atlântico foi uma fatalidade histórica pré-cabralina, que preparou o ambiente para as entradas no sertão pelos aventureiros brancos desbravadores do oceano.A expulsão, feita pelo povo tapir, dos tapuias do litoral, significa bem, na história da América, a proclamação de direito das raças e a negação de todos os preconceitos. Embora viessem os guerreiros do Oeste, dizendo &quot;ya so Pindorama koti, itamarana po anhatim, yara rama recê&quot;, na realidade não desceram com a sua Anta a fim de absorver a gente branca e se fixarem objetivamente na terra. Onde estão os rastros dos velhos conquistadores? </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Os tupis desceram para serem absorvidos. Para se diluírem no sangue da gente nova. Para viver subjetivamente e transformar numa prodigiosa força a bondade do brasileiro e o seu grande sentimento de humanidade. Seu totem não é carnívoro: Anta. É este um animal que abre caminhos, e aí parece estar indicada a predestinação da gente tupi. [...] ” </li></ul>
  8. 8. O movimento Antropofágico origina-se no trabalho da pintora Tarsila do Amaral . Veja uns de seus quadros: Urutu, 1928 Antropofagia, 1929 Abaporu, 1928 Abaporu é um termo indígena que significa “aquele que come gente,“antropófago”. Segundo uma crença indígena, comer o inimigo significava assimilar suas qualidades.
  9. 9. <ul><li>Esses quadros fazem parte da chamada galeria antropofágica de Tarsila. E é com o quadro Abaporu , que tem início o movimento.Segundo a própria pintora, a ideia do movimento surgiu quando ela resolveu dar esse quadro de presente ao então marido Oswald de Andrade.O movimento antropofágico queria justamente isso, “devorar” a cultura estrangeira, para reelaborá-la com autonomia. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>O Movimento Espiritualista , como o próprio nome já sugere,voltou-se para o interior do ser humano, para o misticismo e a religião,mostrando-se um pouco distante da irreverência dos outros movimentos. Buscava uma conciliação entre o passado e o futuro.Há também uma corrente regionalista , voltada para a valorização da cultura regional, especialmente a nordestina. </li></ul>

×