Fidestra M11

812 views
744 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
812
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
33
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Fidestra M11

  1. 1. M1 – Metodologia, Programa e Objectivos Guilherme Teixeira
  2. 2. Metodologia Sessão com método expositivo e activo com desenvolvimento de conteúdos Críticas apresentadas pelos formandos. Exposição dos trabalhos.
  3. 3. Programa Preocupação pelo valor do trabalho Avaliação do trabalho e a sua participação na riqueza da instituição, organização ou empresa O novo papel do trabalhador na construção da empresa ou instituição Escolha de ferramentas para planos estratégicos
  4. 4. Programa O saber e saber fazer e os novos trabalhadores Modelos de organização e políticas de marketing Como devemos comunicar para que a mensagem chegue ao destino e atinja os nossos objectivos Pensamos diferentes uns dos outros, mas somos todos iguais
  5. 5. Objectivos Dotar os formandos de novas ferramentas para utilizarem no desenvolvimento da sua actividade como dirigente, com a preocupação de humanizar a instituição e a organização
  6. 6. Objectivos Motivações Objectivos individuais Expectativas do curso Resultados finais
  7. 7. Uma ferramenta TABLEAU DE BOARD (quadro de navegação) Conceber e manter um quadro de indicadores de gestão
  8. 8. 1- SITUAR O QUADRO DE INDICADORES DE GESTÃO NO SISTEMA DE GESTÃO DA EMPRESA Quadro de Indicadores, instrumento de Gestão corrente e do controlo das performances. Quadro de Indicadores, elemento-chave do desdobramento da missão e de estratégia da empresa ao nível da acção.
  9. 9. 2- FAZER DO QUADRO DE INDICADORES UM INSTRUMENTO ESSENCIAL DA GESTÃO Características. Princípios e concepção. Condições de produção de bens e serviços e da sua utilização.
  10. 10. 3- DETERMINAR OS INDICADORES PERTINENTES PARA O QUADRO DE INDICADORES Indicadores de performance. Indicadores de gestão corrente. Indicadores estratégicos. Indicadores de qualidade.
  11. 11. 4- VALIDAR OS INDICADORES DE GESTÃO Sistema de indicadores. Indicadores e os seus efeitos perversos. Gerir o conflito oportunidade/custo. Indicadores mais correntes por função.
  12. 12. 5- CONCEBER UMA REDE DE QUADROS DE INDICADORES Conseguir a articulação entre Quadros de Indicadores.
  13. 13. 6- GERIR OS QUADROS DE INDICADORES Etapas da implementação. Factores-chave de sucesso ou de insucesso.
  14. 14. 7- OS QUADROS DE INDICADORES POR PROCESSOS
  15. 15. 8- OS INDICADORES CHAVE DE DESEMPENHO (KEY PERFORMANCE INDICATORS) Balanced Scorecard: principais características.         Processo de construção de um Balanced Scorecard
  16. 16. Resultados e metas Uma organização não se deve limitar a recolher e a analisar dados sobre o seu desempenho. Deve utilizar a sua medição na gestão corrente.
  17. 17. 1- Existência de uma arquitectura conceptual (“framework”) do Sistema de Gestão do Desempenho .
  18. 18. 2- Existência de um efectiva comunicação interna e externa à organização.
  19. 19. 3- Definição clara e muito bem compreendida da responsabilidade pela obtenção dos resultados.
  20. 20. 4- A medição do desempenho proporciona informação para a tomada de decisões
  21. 21. 5- Os vencimentos, as recompensas monetárias e o reconhecimento organizacional estão estreitamente ligados com as medidas de desempenho
  22. 22. 6- A medição do desempenho é encarada como positiva e não com objectivos punitivos
  23. 23. 7- Resultados e progressos conseguidos são abertamente partilhados
  24. 24. Um “Balanced ScoreCard” procura traduzir os objectivos estratégicos de uma organização, num conjunto de indicadores de desempenho, segundo quatro perspectivas: Financeira, Clientes, Processos Internos de Negócio, e Aprendizagem e Crescimento
  25. 25. TRABALHO 1 – 10 minutos Dê a sua opinião sobre os assuntos ou expressões seguintes, dando alguns exemplos: 1 Desenvolvimento 2 Inflação 3 Investimento 4 Riqueza 5 Salário 6 Líder e liderança 7 Fama 8 Em seu entender o que é mais importante que o dinheiro?
  26. 26. TRABALHO 1 – 20 minutos Suponha que ganhou, num jogo qualquer, 100 000 000€ (cem milhões de euros); Vai gastar, não pode investir, durante um período de tempo; Pode investir numa casa, ou duas, mas o restante é para gastar em bens que pela sua natureza não são investimentos, são consumo; Não pode oferecer dinheiro, a não ser pequenas quantias, não pode usar o dinheiro, de forma ilícita ou proibida.
  27. 27. Tem que haver racionalidade nos gastos, e tem que conhecer o valor do custo dos bens que escolheu. Gaste, e gaste o mais que puder. Pois só agora o poderá fazer.
  28. 28. Apresentação dos trabalhos: 10 minutos cada grupo. Todos devem relatar, no primeiro exercício No segundo exercício terão um porta-voz.

×